Demonstração de convergência Desktop-Mobile com o Ubuntu e o Unity Next

O desejo de ter um sistema convergente entre plataformas está se tornando mais e mais palpável a cada dia, a Microsoft aderiu a isso com o Windows mas a Canonical também vem trabalhando na mesma proposta para o Ubuntu, até a mais tempo que o Windows, vamos ver como isso está funcionando na prática?

Unity Next


Um tablet que vira computador ou um computador que virá tablet? Não importa, o sistema é o mesmo!


Olá, como vai você? (PC Siqueira inside), como prometido eu iria acompanhar o desenvolvimento do novo Unity do Ubuntu e iria trazer para você qualquer novidade relevante sobre o novo ambiente gráfico que entrará no Ubuntu como padrão na próxima LTS no ano que vem.

Agora você verá um vídeo demonstrativo das potencialidades do Unity Next, como é chamado, rodando em um tela sensível ao toque, tanto usando gestos como usando o mouse, logo após você verá ele rodando em um smartphone rodando o Libre Office de computador nele! Confira:


Como pode ser visto no vídeo um dos grandes diferenciais desta versão convergente do Ubuntu é que ele é o primeiro sistema mobile capaz de gerir aplicações em janelas, o que pode ser um passo muito interessante para adoção deste tipo de plataforma para a produtividade, edições de vídeo e de imagem por exemplo.

Eu que estava um inseguro com o que viria com o novo Ubuntu começo a ficar mais otimista e gostar do que estou vendo, e você, curtiu?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Primeiros betas do Ubuntu 15.04 foram lançados, baixe agora!

Lançados os betas do Ubuntu 15.04 para todos os interessados em testar os sistemas, vamos conferir o que tem de novo?

Ubuntu 15.04
Image: OMGUbuntu!

Kubuntu, Ubuntu MATE, Ubuntu Gnome e Xubuntu estão prontos para testes


Estão prontinhos para testes as novas versões beta dos sabores do Ubuntu, vamos conhecer alguns detalhes de cada e também te apresentar os links para download para quem quiser testar.

Kubuntu 15.04


Se você está com a intenção de testar o novo KDE 5 no Kubuntu agora é uma boa oportunidade, a versão beta vem com o KDE 5.2 que traz consigo algumas correções de bugs e refinamentos, este é o principal destaque, para baixá-lo clique aqui.

Ubuntu MATE 15.04


O Ubuntu MATE conquistou muitos usuários por trazer a eles de volta a experiência que o antigo Gnome proporcionava, neste Beta você encontrará a versão 1.8 do MATE para usar no seu desktop, quanto a interface em si, além da atualização que traz uma série de correções de bugs talvez o principal diferencial é que agora ele é um "sabor", um flavour oficial do  Ubuntu e por conta disso as suas imagens estão hospedadas nos servidores da Canonical.
Para baixá-lo, clique aqui.

Ubuntu Gnome 15.04


Eu fui um que ficou babando neste novo Gnome 3.14, e agora ele está vindo juntamente com o Ubuntu Gnome para o deleite dos meus olhos marejados de emoção, além desta versão do Gnome ele traz sem seu repositório o suporte ao Wayland, novo servidor gráfico, você pode habilitar ele instalando o pacote gnome-session-wayland e é só escolher ele na tela de login como se fosse um novo ambiente gráfico.
Para baixar o Ubuntu Gnome 15.04 clique aqui.

Xubuntu 15.04

No lado do Xubuntu as novidades não são tão grandes, ele ainda não está com a última versão do XFCE, mas recebeu uma nova ferramenta para configurar o gestor de login e agora o gerenciador de janelas consegue mostrar os previews delas.
Para baixar o Xubuntu 15.04 clique aqui.


Cadê o Lubuntu e o Ubuntu padrão?


O Lubuntu ainda não entregou o seu beta e ainda está em desenvolvimento, o Ubuntu padrão não costuma lançar oficialmente mais o BETA 1 mas mesmo assim você pode baixar a Daily Build atual que corresponde a este primeiro beta neste endereço.

Não vou detalhar muito o Ubuntu pois ainda teremos vídeos no canal sobre essa versão muito em breve, tanto com a versão 7 do Unity com a 8 como eu prometi no Twiiter. Aliás, segue lá! =)

Lembre que estes sistemas ainda estão em desenvolvimentos e devem ser utilizados apenas para testes na intenção de conhecer o que está sendo feito e/ou reportar os bugs que possivelmente existam.

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como instalar o Oracle Java 9 no Ubuntu e no Linux Mint

A Oracle já está trabalhando numa nova versão do Java, a versão 9 deve chegar somente em 2016 mas já está disponível a versão de testes para as pessoas que necessitam, vamos aprender a instalar?

Como instalar o Java 9 no Ubuntu

Tutorial de instalação do Java 9 no Ubuntu e no Linux Mint


Alerta: Esta versão do Java ainda está em desenvolvimento e pode conter bugs e falhas de segurança, use apenas se realmente precisar, caso você seja um desenvolvedor ou um pessoa que goste emoções fortes. A versão estável atualmente é a 8.

A nova versão do Java foi liberada e o pessoal do WebUpd8 já nos fez o grande favor de adicionar ele ao PPA que usamos tradicionalmente para instalar o Java no Ubuntu e em seus derivados.

Para instalar abra o terminal e copie os comandos abaixo e cole uma a um:

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/java 
sudo apt-get update 
sudo apt-get install oracle-java9-installer
Se você é iniciante e precisa de ajuda para instalar o Java no seu sistema confira o vídeo que fizemos explicando passo-a-passo como fazer isso:



--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Como testar a "saúde" do seu HD no Linux com o GSmartControl

Conheça hoje uma excelente ferramenta gráfica para fazer heath test no seu disco rígido.

GSmartControl no Ubuntu

Verifique a "saúde" do seu HD

Tomei conhecimento de um programa que pode ser muito útil para verificar se o seu HD está funcionando corretamente, o programa se chama GSmartControl e se encontra nos repositórios oficias das principais distribuições Linux.

Para instalar no Ubuntu, basta você procurar na Central de Programas pelo pacote: GSmartControl

Ou se preferir instalar pelo terminal:

sudo apt-get install gsmartcontrol

Depois de instalado procure pelo programa pelo menu do sistema, ele vai listar os seus discos rígidos, para abrir as opções de teste basta dar dois cliques no disco desejado.

Se você procura uma maneira de testar para confirmar a existência de badblocks no seu disco rígido confira este tutorial.

Até a próxima! 


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Atualizando o Kernel para a versão 3.16 pelo repositório oficial no Ubuntu 14.04.2

Hoje você vai aprender a atualizar a versão do Kernel no seu Ubuntu 14.04.2 LTS para a versão 3.16, vamos lá?

Atualizando o Kernel do Ubuntu

Veja como deixar o seu Ubuntu LTS com o Kernel mais recente oficialmente suportado


A pouco tempo a Canonical disponibilizou a atualização do Ubuntu 14.04 LTS para a sua segunda grande atualização, você pode ler mais sobre o assunto neste post dedicado, porém não sei se a atualização vai demorar um pouco mais para sair ou o que, mas fato é que o Kernel 3.16 prometido para o Ubuntu 14.04.2 acabou não vindo com as atualizações do sistema, porém ele está no repositório oficial pronto para ser instalado.

Então você pode escolher esperar para ver a atualização vem automaticamente pelas atualizações do próprio sistema ou fazer a instalação manualmente através deste tutorial.

Atualizando o Kernel do Ubuntu 14.04.2 LTS para a versão 3.16


Se você usa drivers proprietários a primeira coisa que você tem a fazer para evitar problemas e desabilitá-los e passar a usar os drivers genéricos durante a atualização, então, abra o menu e digite "Drivers", abrindo a aplicativo de "Drivers adicionais" selecione o driver genérico e aplique:

Configure para usar o driver genérico

Depois de instalar o driver genérico reinicie o computador para logar com novo driver carregado, agora podemos fazer a atualização sem maiores problemas.

Agora vamos usar o Synaptic para instalar o novo Kernel, caso você não tenha este programa apenas pesquise pela Central de Programas do Ubuntu por ele, vai ser bem fácil encontrar.

Uma vez instalado o Synaptic, vamos abri-lo pelo menu, no campo de busca do Synaptic digite o seguinte nome: linux-image-generic

Synaptic

Dentre a lista de pacotes que ele lhe exibir pela sua pesquisa localize o:
 linux-image-generic-lts-utopic

Dê dois cliques neste pacote e a tela abaixo aparecerá pedindo para você marcar a instalação de mais dois pacotes, clique em "Marcar" 

Instalando o novo Kernel

Muito bem! Agora clique no botão "Aplicar" no Synaptic e aguarde a instalação, ao final tudo deve estar correto, basta reiniciar o computador para usar o novo Kernel.

Para confirmar que o novo Kernel está instalado corretamente você pode digitar no terminal o comando:

uname -r

E o resultado deverá ser como este:

Terminal

Agora que tudo está correto, caso você tenha removido o driver proprietário do seu sistema lá no início do tutorial é hora de colocá-lo de volta, torne a abrir o gerenciador de drivers como no Primeiro passo e instale o Driver que estava selecionado antes, reinicie o computador mais uma vez agora sim você está com tudo pronto para usar o seu PC com o Kernel mais recente suportado oficialmente pela Canonical.

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Baboo dizendo que Windows é mais seguro que Linux e Mac OSX? Alguma coisa está errada...

Hoje meus amigos eu venho alertar a todos vocês que acompanham o blog Diolinux e o nosso canal também mais uma vez, para não acreditar em tudo o que você lê por aí, pelo menos não de primeira, vamos aos fatos.

Vulnerabilidades do Linux

Será que o Linux está tão frágil assim?


Bom, a primeira coisa que você pensa quando dizem que o Linux tem mais vulnerabilidades que o Windows é:"tem algo errado nisso aí..." e tem mesmo, mas foi na maneira com que a notícia é passada, esse tipo de desinformação acaba apenas prejudicando o conhecimento e a opinião das pessoas.

Caso você não tenha lido a notícia foi postada no Baboo, só a partir daí você já tem que receber a notícia com mais cuidado, afinal estamos falando de um dos maiores fórums de Windows da internet.

Indução ao erro é isso que eu chamo, a lista foi divulgada pelo NVD, um departamento de segurança computacional do governo norte americano que visa identificar vulnerabilidades e apresentar possíveis soluções para o caso, o mesmo que , segundo a Wikipédia, sofreu uma falha de segurança que comprometeu seu banco de dados em 2013.

Primeiro equivoco


Falar que o Linux teve mais falhas de segurança que o Windows em 2014, no mínimo para a notícia ficar mais correta seria necessário dizer que o Linux teve mais problemas REPORTADOS em 2014 nos EUA, isso mesmo, sabemos que usuários de Windows normalmente não reportam bugs e a estimativa foi feita somente em território americano.

Segundo equivoco

A lista trata todas as distribuições Linux como sendo uma coisa só mas trata as versões do Windows como coisas separadas, o Linux teve 119 vulnerabilidades, mas será que as mesmas vulnerabilidades vindas do Android são aplicáveis no Desktop ou no servidores e vice-e-versa, acho pouco provável, as pessoas tem que parar de enxergar o Linux como uma coisa só. E aparentemente eles juntaram bugs reportados a partir de versões antigas do Kernel.

Juntando todas as versões do do Windows com problemas REPORTADOS, sem incluir as versões que não foram reportadas o somatório dá 248 vulnerabilidades!

"E agora josé?'

O que eu posso dizer? Da maneira com que os dados foram filtrados realmente o Linux aparece antes do Windows (e depois do Mac) como sistema com mais vulnerabilidades apresentadas, mas do jeito que está claramente eles interpretaram "a coisa" para dar a impressão que o Windows é mais seguro.

Outro "pequeno detalhe" que eles esqueceram de colocar foi a origem das vulnerabilidades, olha só que tabela bacana:

Aplicações vulneráveis

Tá vendo a listinha? Tá vendo algum Linux aí? Pois é, os problemas são em aplicações que por vezes rodam no Linux e não no Kernel e si. E adivinha quem é o líder disparado?


Façam-me o favor de não desinformar as pessoas!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Conheça algumas das novidades do Gnome 3.16

O Gnome continua em pleno desenvolvimento, confira neste artigo algumas das principais funcionalidades implementadas.

3.16

Confira este vídeo com alguns dos novos elementos da nova versão do Gnome


Enquanto o novo Unity, já estabelecido no Ubuntu Phone, começa a dar seus primeiros passos no Desktop, o Gnome continua "afinando" o ambiente seguindo a mesma linha de desenvolvimento que se iniciou em 2011, e cá entre nós, quem usou o Gnome 3 daquela época não poderia imaginar que ele fosse ficar tão bonito assim.

O Gnome 3.16 ainda está em fase beta e não deve demorar tanto para sair, antes que alguém pergunte, eu não consegui encontrar alguma informação sobre a data de lançamento, mas para deixar você já com "água na boca" confira o vídeo abaixo mostrando algumas das novas funções do Gnome Shell.



As novidades


De todas as novidades a que eu gostei mais foi o novo posicionamento das notificações, barra inferior não é alto tão prático assim em telas que não são sensíveis ao toque, com esse reposicionamento elas ficam acessíveis com muita facilidade, o recurso "overlay" vem sendo usado no Ubuntu a algum tempo e é algo realmente interessante que aumenta o seu espaço útil nas janelas, as animações entre as transições de espaços nos menus também dão um toque bacana, apesar de não ser novidade ele deixa o ambiente muito mais belo, talvez tenha sido inspiração do elementary, quem sabe né?

E você, o que achou do novo Gnome?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
domingo, 22 de fevereiro de 2015

GThumb um programa simples para editar a suas fotos no Ubuntu

Se você não é profissional e se atrapalha com programas avançados como o GIMP e quer um programa mais simples que se aproxime mais ao PhotoScape, o GThumb pode ser uma ótima alternativa.

GThumb
GThumb

Um programa simples para "dar um trato" nas suas fotos


Muitas pessoas já me pediram se eu conhecia um bom programa para editar fotos de maneira mais simples e básica, já que o GIMP é um editor tão avançado quanto o Photoshop, acredito que as pessoas gostariam de algo semelhante ao PhotoScape mesmo, então preparei até um artigo ensinando a instalar o PhotoScape no Ubuntu, você pode clicar neste link para vê-lo.

Mas talvez não seja necessário usar o PhotoScape, o novo GThumb possui uma série de melhoria, dentre elas novos filtros de imagens e opções para fazer pequenas correções de cores e posições, como você pode ver na imagem acima.

Como instalar o Gthumb no Ubuntu

Para instalar o Gthumb é simples, basta copiar todo o conteúdo abaixo e colar no terminal, pressionar a tecla "enter", digitar a sua senha e pressionar a tecla "enter" novamente.

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/gthumb -y && sudo apt-get update && sudo apt-get install gthumb
Uma outra boa opção para quem busca um editor fácil para o Ubuntu e talvez até com mais recursos é o Pixlr Touch Up, confira neste artigo.

Até a próxima!

Fonte
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Disponível para Download o Ubuntu 14.04.2 LTS

Canonical libera a nova ISO do Ubuntu 14.04 LTS com a segunda grande atualização do sistema, confira como baixar ou atualizar o seu sistema.

Trusty 14.04.2

Uma nova ISO do Ubuntu 14.04 está disponível


Quem chegou recentemente ao Ubuntu pode estranhar o fato de existirem dois lançamentos com datas próximas, o Ubuntu 14.04.2 LTS desta semana, e o Ubuntu 15.04 que sairá em Abril, pouco mais de uma mês de diferença.

O Ubuntu 14.04 LTS, foi lançado em Abril de 2014 e por ser uma LTS (Long Term Support) tem suporte até o ano de 2019 recebendo atualizações, isso porque depois de ser lançado várias correções e upgrades no sistema são feitos, novos programas chegam, versões mais novas do Kernel Linux, etc, tudo isso colabora para evolução e estabilidade do sistema.

Hoje, se você fosse baixar o Ubuntu 14.04 LTS que foi lançado lá em 2014, logo após a instalação você teria de baixar muitos MB de dados e pacotes de software que são as atualizações do sistema, e isso acaba se tornando inviável, por isso, a cada 6 ou 8 meses a Canonical, empresa que desenvolve o Ubuntu, lança uma nova ISO com todas as atualizações já instaladas, atualmente estamos no Ubuntu 14.04.1 LTS, e agora está chegando a segunda grande atualização, o 14.04.2, funciona como se fosse um Service Pack, eles que ficaram bem populares com o Windows XP.

O que isso significa?


Muitas pessoas confundem este lançamento e acham que tem que formatar os seus computadores para ter essa nova versão, mas na verdade isso não é necessário, basicamente este lançamento significa que caso você baixe a ISO do Ubuntu direto do site hoje ela já estará quase que completamente atualizada com os pacotes mais recentes desta versão do Ubuntu, se você assim como eu, já tem o Ubuntu 14.04.1 LTS instalado, não se preocupe, as mudanças devem chegar via atualização de software no sistema, e se você é do tipo que sempre instala atualizações quando elas aparecem provavelmente não vai precisar baixar muita coisa.

O que tem de diferente nesta versão?


Basicamente atualizações de programas e um novo Kernel, sim, agora o  Ubuntu 14.04 passará a usar o Kernel 3.16, o que para mim é algo bem positivo visto que o Kernel 3.15 teve algumas melhorias para jogos e desempenho de placas de vídeo, se você quiser ler todo o sumário de modificações desta versão fique à vontade, ele se encontra neste link.


Para baixar o novo release do Ubuntu 14.04 LTS basta acessar o site dele e baixar.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Como instalar o Cinnamon no Ubuntu

Hoje você vai aprender a instalar este ambiente gráfico sensacional no Ubuntu para poder desfrutar dele sem precisar instalar o Linux Mint.

Cinnamon 2.4 no Ubuntu
Imagem: WebUpd8

Instalando o Cinnamon 2.4 no Ubuntu 14.04


Recentemente estive testando o ambiente gráfico do Linux Mint, o Cinnamon, para Games, e percebi uma leve melhoria em FPS no Counter Strike Global Offensive, talvez pelo compositor de janelas, fora isso ele é uma ambiente muito agradável em linhas gerais.

Instalação do Cinnamon


Abra o seu terminal e cole os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:tsvetko.tsvetkov/cinnamon 
sudo apt-get update 
sudo apt-get install cinnamon
Instale também os temas do Linux Mint no Cinnamon:

sudo apt-get install mint-themes
Então é só você fazer logoff e na tela de login escolher a interface, caso algo dê errado ou você não curta muito o ambiente é só usar estes comandos abaixo para remover:

sudo apt-get purge cinnamon* nemo-* cjs muffin* python-nemo 
sudo rm /etc/apt/sources.list.d/tsvetko_tsvetkov-cinnamon*.list 
sudo apt-get update

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015