Em busca das chaves em Silent Hill

Novo episódio para você conferir

E aí? Você já conferiu o novo vídeo da série de Silent Hill no nosso canal no YouTube? Se ainda não não perca, a série só está iniciando e está muito legal, veja os dois vídeos abaixo:






O game está legendado e dublado em português, então com toda a certeza é uma boa pedida para quem curte terror.

Não esqueça de avaliar e comentar o vídeo isso nos ajuda a sempre melhorar, nos ajude também a fazer o canal crescer compartilhando o vídeo e indicando o canal para o seus amigos.

Todo o trabalho de gravação, os jogos, a edição, tudo é feito com Linux, o que nos faz o primeiro canal de sobre Linux feito com Linux brasileiro a levar esse modo de comunicação a um nível profissional.

Conheça também o projeto +Diolinux e veja como você nos ajudar a construir o canal de maior sucesso e com mais qualidade, até a próxima!

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Microsoft vai disfarçar Android de Windows Phone para usar em novos aparelhos da Nokia

Novos Smartphones da Nokia parecem WP8 mas são na verdade Androids

Depois que a Microsoft comprou a Nokia a esperança de ver algum aparelho da empresa rodando o consagrado Android parecia ter ido para o espaço, mas uma reviravolta aconteceu.

A Microsoft que vem lutando a um bom tempo para conseguir um espaço no mercado mobile decidiu ceder ao Android e agora a Nokia deverá lançar 3 modelos com o sistema operacional baseado em Linux do Google.

Nokia com Android


Mesmo dando o braço a torcer para o Android a Microsoft pretende usar o sistema com cautela para não ficar nas mãos da gigante de Montain View , o Smartphone da Nokia produzido pela Microsoft com Android deverá ser muito diferente dos Androids que conhecemos atualmente, não serão nada parecidos com os sistemas que equipam os Smartphones da Samgung por exemplo.

A ideia da Microsoft é usar a maleabilidade que o Android traz para fazer uma interface semelhante a do Windows Phone 8 com seus "Tails", que sãos os quadradinhos animados, além disso o sistema não usaria o popular Google Play como loja de aplicativos, ele usaria uma loja própria, mesmo com isso a Microsoft garante milhares de aplicativos, diferente do que acontecesse com o WP8. pensando bem isso seria possível afinal bastaria "copiar" a loja da Google pois todos os APKs Android seriam compatíveis.

Para ilustrar melhor a ideia veja o vídeo abaixo:


Os novos Smartphones fariam parte da linha "Nokia X" e será uma experiência segundo a própria Microsoft que ainda pisa neste mercado meio "em falso".

Fonte.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Desurium: Instalando o Desura via PPA no Ubuntu

Instale o Desura no Ubuntu através de um repositório

Estava eu reinstalando o Desura no meu Ubuntu depois de uns 6 meses sem a plataforma no meu PC, estava seguindo a minha própria dica, você pode encontrar ela aqui, mas ao contrário do que sempre aconteceu estava tento problemas na hora de instalar algum game.



Desura: Caso você não saiba o Desura é uma plataforma de games semelhante ao Steam, com a diferença de que o Desura sempre foi focado em games de estúdios menores, coisa que o Steam está fazendo agora com Greenlight, mesmo assim, no Desura você encontra alguns títulos da Valve e da E e muitos games para Linux.

Como estava tento problemas com a instalação direta do Desura resolvei pesquisar para ver se o Desura tinha repositório PPA para instalar ele desta forma, e não é que tem? =D

O projeto chama-se Desurium e é capaz de instalar o Desura no seu Ubuntu sem maiores problemas, faça o seguinte, abra o terminal e cole os seguintes comandos:
sudo add-apt-repository ppa:makson96/desurium-stable
sudo apt-get update
sudo apt-get install desurium
Depois disso é só abrir ele pela Dash do Ubuntu, o Desurium atualmente é compatível com o Ubuntu 12.04 ou superior mas ainda NÃO É COMPATÍVEL com o Ubuntu 14.04 Beta.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Robô que joga Flappy Bird é movido a Ubuntu

O Ubuntu é o jogador perfeito de Flappy Bird

Você já deve ter jogado ou pelo menos ouvido falar do tal Flappy Bird também conhecido como o jogo de satanás , e você deve ter percebido o quanto é difícil jogar o tal joguinho.

Flappy Bird jogado por Robo

Poucas pessoas conseguiram a façanha de fazer uma pontuação alta no game, alta que eu digo é acima de 100 pontos.
Pensando nisso dois Chineses criaram um robô jogador de Flappy Bird com uma câmera, um braço de HD, O que parece ser um Raspberry Pi e o Ubuntu como sistema operacional e claro, muita criatividade, para entender melhor veja o vídeo:


Robot jugando al Flappy Bird por yonkis

No mínimo criativo não?

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Lançado Ubuntu 14.04 LTS Beta 1 - Baixe aqui!

Nova versão beta do Ubuntu está pronta para você testar!

Falta pouco pessoal, em poucas semanas vamos ter uma nova versão LTS do Ubuntu entre nós mas hoje para os interessados em testar e reportar bugs a Canonical liberou o primeiro Beta do Ubuntu 14.04 Trusty Tahr, eu já baixei e instalei, visualmente temos pouca diferença mas o desempenho está muito melhor que na versão anterior.

Ubuntu-14-04-LTS

A nova versão do Ubuntu ainda deverá receber muitas atualizações e novidades, acompanhe a evolução desta versão do Ubuntu através desta tag especial.


Para baixar o Beta 1 do Ubuntu clique aqui.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Confira a demonstração do Ubuntu Touch (Vídeo)

Smartphone da Meizu rodando o Ubuntu for Phones

Como anunciamos recentemente a Canonical conseguiu finalmente produzir os seus primeiros Smartphones com Ubuntu graças a sua parceria com duas empresas, uma delas a Meizu já possui um aparelho com o Ubuntu Touch.

Ubuntu Touch


Confira no vídeo abaixo o "Hands On" do Meizu MX3 com Ubuntu Touch, repare na beleza e fluidez do sistema que promete muito!





Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Combo da Desgraça! - Venda de computadores com Hardwares incondizentes

Muita memória, pouco processador e outras pilantragens da indústria

Já havia um tempinho que queria escrever sobre isso, sobre como a indústria faz pouco caso dos consumidores empurrando computadores ruins para as pessoas, especialmente aqui no Brasil como se fossem boas máquinas.

Computador Lento


Como eu formato computadores para ganhar um extra de vez em sempre acabo me deparando com essas perolas com uma certa frequência, e toda a vez que eu olho isso penso em como a pessoa foi feita de trouxa na hora de comprar o equipamento.

O problema

Digamos que para um computador ter um bom desempenho de maneira geral, nada muito hardcore, mas para que ele não trave independentemente do sistema operacional que utilize dois fatores são primordiais.
Quantidade de memória e o processador, sendo neste caso importante avaliar o número de núcleos e obviamente o clock do mesmo.

Existe uma linha de computadores que não chega a ter um preço baixo no Brasil ( custam em torno de uns R$ 1.300 podendo variar, normalmente para mais) que tem uma configuração de Hardware não condizente com a necessidade de um usuário, por exemplo:
  • Dual Core 1.3 Ghz
  • 3 GB Memória
  • 500 GB de HD
  • Vídeo Integrado
  • Tela de 15,1"
  • Teclado numérico
A primeira vista pode parecer um bom computador, a maioria dos leigos olha pra quantidade de memória e acha que está adquirindo uma boa máquina mas o gargalo está no processador, existem muitos Smartphones com um processador similar por aí.


Estou falando com conhecimento de causa, por que eu tinha um notebook com essa configuração, umas 4 abas do Chrome abertas e o PC ficava muito mas muito lento!

O problema não é o computador ter um processador destes, afinal o processador faz o que se propõe a fazer o problema é a maneira com que ele é vendido.

O pessoal que monta computadores sabe a possivelmente o componente mais caro é justamente o processador, então eles optam por uma versão mais barata, muitas vezes mais antiga ( normalmente processador barato não presta) e optam por "encher os números" em peças mais em conta, como disco rígido e memória RAM.

Se este mesmo computador tivesse 6 GB de memória mesmo assim ele seria lento, o problema não é a memória e sim o processador e ainda vendido como uma super máquina "capaz de realizar os seus sonhos" pela loja, este computador me custou 1500 reais no final de 2011, sim eu fui burro e não prestei atenção, por isso estou escrevendo o alerta.

O Windows 7 não rodava direito nele, o Ubuntu não rodava direito, ele travava até com o XFCE! A única distro que fluiu melhor nele foi o Linux Mint KDE por incrível que pareça.

E hoje...

O que eu encontrei me deixou mais triste... ( não tô cantando!), um computador com características semelhantes, só que pior!

No anterior era um processador AMD, hoje peguei um notebook para formatar que tem um processador Intel Dual Core de míseros 1 Ghz e adivinhem? 4 GB de RAM!

Me diz se isso não é para enganar o consumidor? Segundo informações o computador custou R$ 1.300 reais.

Um computador assim não foi capaz de rodar o Cinnamon, nem o Unity, nem o KDE 4.10, nem o Gnome, nem o Pantheon do Elementary que tem fama de ser leve rodou direito nele, o Windows 8 não rodou e o Windows 7 no seu "Modo Fallback" que foi o que veio de fábrica funcionou razoavelmente, o computador é novo, veio com o UEFI e tudo, mas não é nada bom, nem para o usuário comum, o computador não consegue rodar direito nem os games em flash do Facebook e trava em vídeos do Youtube por falta de processamento.

Evite!


Evite cair neste "Combo da desgraça", dê preferência por processador com o clock acima de 2 Ghz,  e observe a quantidade de núcleos, nunca, jamais compre um PC com apenas um núcleo, se você não tem tanto dinheiro na hora de comprar, não se importe tanto com a quantidade de memória, por que você até consegue colocar mais memória em um notebook mas trocar o processador sairá muito mais caro!

Se informe antes de comprar uma máquina, não faça como eu fiz na época, não confie nos vendedores, eles simplesmente querem vender, isso quanto entendem do que estão vendendo, então abra o olho e não compre um PC com um processador tão fraco, você pode até querer ele só para navegar na internet mas se ele tiver um CPU tão ruim até essa atividade simples será prejudicada.

Use a regra do 2:2:2:200


  • Pelo menos 2 - Núcleos
  • Pelo menos 2 - Ghz
  • Pelo menos 2 - GB RAM
  • Pelo menos 200 - Gigas de HD
Tomando como base estes valores qualquer computador acima disso será uma boa máquina para pelo menos você fazer todas as suas atividades diárias sem muitas preocupações.

Ajude-nos a ajudar as pessoas compartilhando este artigo, é só clicar nos links logo abaixo, até a próxima!

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Portal 2 é liberado para Linux como Beta

Mais um game famoso chega no Linux

Portal 2 é mais um clássico dos games que está chegando para Linux, atualmente o jogo está disponível como beta na Steam.

Portal 2 Steam

Para ter acesso ao jogo você precisa habilitar os games Beta na sua conta, para isso vá nas propriedades na Steam Linux e na aba de Betas marque a opção de mostrar os games que ainda estão nessa fase.
O game custa por volta de R$ 35,00
.

Enjoy. =)

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Os melhores programas para Ubuntu #3

3ª edição da nossa série com mais 3 aplicativos para o seu Ubuntu

Desta vez temos uma aplicativo para você conhecer todas as configurações do seu computador, uma dica de editor de Áudio e também um player de música super bacana para quem é apaixonado pelo mundo artístico.


Para começar a seleção desta semana vamos apresentar o:

I-Nex

I-Nex- informações de hardware no Ubuntu

O I-Nex é uma aplicativo muito simples de se utilizar mas que tem uma funcionalidade muito interessante que é conseguir ler todas as configurações de hardware do seu computador e as principais de software e organizar todas elas de uma maneira elegante para que você possa compreender com maior facilidade.

Com ele você conseguirá saber informações sobre a sua placa-mãe, processador, placa de vídeo e muitas outras coisas, leia aqui o artigo completo e exclusivo sobre ele que fizemos, nele você também vai encontrar informações sobre a instalação do programa no Ubuntu.

Audacity

Audacity - Editor de Áudio no Ubuntu

Alguns podem dizer que ele não é o tipo de software profissional, mas a verdade é que além de grátis e multiplataforma o Audacity é simplesmente fantástico, sendo a melhor opção Livre e Free para editar arquivos de áudio no Ubuntu.
Ele tem suporte a múltiplas trilhas e diversos efeitos, veja mais informações sobre ele e a dica de como instalar no seu Ubuntu neste artigo dedicado ao software.

Tomahawk Player

Tomahawk Player


Você é fã de música? Gosta de acompanhar tudo do seu artista favorito, gosta de saber a letra das canções as biografias e discografias das bandas?  Então você precisa do Tomahawk!

O Tomahawk também funciona em qualquer sistema operacional e claro, no Ubuntu não seria diferente, ele tem uma integração social muito boa, você pode ouvir músicas do GrooveShark e do Last.FM por exemplo por ele além de organizar as suas coleções de músicas.

Fizemos um artigo detalhando o software aqui, nele você também verá como instalar ele no Ubuntu.

Espero que tenham gostado de mais essa edição, não esqueça de compartilhar o artigo para nos ajudar e até a próxima!


Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Nova opção no controle de volume no Ubuntu 14.04 LTS

Ubuntu 14.04 ganha nova opção de configuração

Umas das coisas mais úteis do controle de volume do Linux, do Ubuntu no caso, é a opção de aumentar o volume acima do 100% com um ganho extra, esse recurso "cai como uma luva" quando estamos vendo algum vídeo na internet ou executando algum tipo de mídia onde o som não é muito alto.

Ubuntu Trusty


Atualmente, no Ubuntu 13.10 o controle de volume é assim:

Controlador de som Ubuntu


Neste modelo atual ( e quase antigo) o controle volume não tem limitação, você pode aumentar ele em até 150% do valor original, sendo que isso é possível apenas através deste menu, através do indicador no painel superior é possível aumentar somente até o 100%.

Com a modificação você poderá configurar no menu se você quer habilitar ou não essa capacidade de aumentar o som acima do 100%, como mostra  imagem abaixo:

Nova configuração
Novo gerenciamento de áudio no Ubuntu com aviso de "possível distorção"
A ideia é que dessa forma você consiga já ter um volume com um ganho diretamente no applet indicador.

E aí, curtiu?

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

As verdades sobre o Linux: Afinal por que o sistema não pega vírus?

Linux não pega vírus, isso é mesmo verdade? Entenda como as coisas funcionam

Nessas últimas duas semanas acabei criando meio que uma série sem querer, estou chamando ela de "As verdades sobre o Linux", pelo menos de maneira informal, o primeiro artigo foi explicando o por que o gerenciamento de software do Linux ser mais inteligente que o do Windows, o segundo explicando por que o Linux não precisa desfragmentar discos, ambos obtiveram uma boa resposta dos leitores e por isso hoje temos mais um capítulo.

linux-dont-get-virus-br-pt


Hoje abordaremos uma das maiores lendas da informática, "Linux não pega vírus", o único problema das lendas é que às vezes elas são de verdade. ( muahahaha!)

Antes de explicar os detalhes eu dei uma pesquisada pela internet para ganhar um pouco mais de base além do meu conhecimento para passar para vocês uma informação verdadeira e correta sobre o assunto, o interessante é que eu achei vários comentários no mínimo distorcidos sobre o assunto e antes de iniciarmos vamos rir um pouco ok?

Quando a pergunta é: Linux não pega vírus?

Claro, esse é o único motivo... ¬¬

HUAHSUAHSUHSUASH

"Em umas partes mais e outras MENAS"

Verdade, sempre que eu baixo um programa tenho que descriptografar, e esse é o só primeiro argumento

Eu imagino o quanto difícil deve ser fazer programas para Linux, um sistema que não te dá o código para estudar é complicado mesmo =/

Sistema implantado para vírus leves? Ainda tô tentando entender essa...

Faz sentido né? ou não?

Em meio a tanta gente com pouco informação passando por sabidos e sabidas eu resolvi tentar esclarecer da melhor maneira possível essa questão de vírus no Linux.

Windows, um sistema vulnerável

Os maiores casos de infecções computacionais são provenientes de computadores que usam o Windows como sistema operacional, mas você já parou para pensar por que isso acontece e por que nunca mudou?

Em primeiro lugar deve-se a estrutura de usuários do sistema, em segundo lugar os muitos pontos vulneráveis que ele apresenta, em terceiro a grande faixa de usuários pouco experientes que usam o sistema ( apesar de não ser um bom motivo) e por último a total falta de interesse em corrigir algumas falhas de segurança.

Eu explico...


O primeiro motivo de o Windows ter uma fácil infecção é que normalmente o Windows deixa o usuário Administrador, também conhecido como Root, como usuário principal do computador, esse usuário é capaz de fazer alterações no sistema e o máximo que o Windows vai colocar no caminho de um programa para ser instalado é uma tela perguntando se você quer continuar com duas opções "Sim" ou "Não".

Tela de confirmação de execução no Windows

Esta tela não pede nenhum tipo de autenticação para autorizar um software a ser instalado no sistema, não pede seja, basta que qualquer um clique em Continuar e o programa será executado.

Por conta disso não somente os vírus são mais facilmente instalados mas também outros softwares que não tem lá muito boas intenções, como o Hao123 e o Baidu, que a propósito são dos mesmos desenvolvedores.

Além disso os pontos críticos do Windows, como o seu famoso registro, a pasta System32 ( que é onde fica o Kernel no sistema e as principais bibliotecas, as DLLs) são facilmente acessadas por qualquer usuários que esteja utilizando o sistema no modo administrador; é possível utilizar o sistema com um usuário restrito mas por experiência própria, em muitos anos dando aulas de informática, a maioria das pessoas não utiliza este recursos, falta de conhecimento? Talvez, a Microsoft poderia impor o uso de um usuário de maneira mais segura mas não faz.

Não podemos negar que a existência ou não de vírus está ligado ao usuário que utiliza o sistema, existem muito mais usuários leigos de Windows do que Linux, uma vez que o Linux acaba meio que incitando o aprendizado, mas não podemos descartar essa tese.

Seguindo o exemplo do Linux que deixa "as portas abertas" para que qualquer um observe como o sistema funciona a Microsoft poderia adaptar as boas características de segurança do Linux para o seu sistema, mas é claro que existe algo muito comercial por traz disso, a Microsoft é parceira de muitas empresas de softwares antivírus, uma vez que os servidores são dominados pelo Linux o que resta para estas empresas são os usuários domésticos e empresas como maiores clientes, se o Windows fosse menos vulnerável a receita diminuiria um pouco, e isso não interessa muito para eles não é verdade? Business my friend!



Sempre me perguntei por que existe o Firewall do Windows e o Windows Defender se quando você instala o sistema ele recomenda a instalação de softwares antivírus.

No caso do Linux, como ele não é um corporação com fins lucrativos não existe o menor interesse em criar um ambiente hóspito para a proliferação de vírus.

Você pode ter estranhado um pouco o fato do artigo falar sobre vírus no Linux e até agora termos falado do Windows mas o que eu queria mostrar é quais são as falhas do Windows para ficar mais simples de entender como e porque o Linux não pega vírus através de medidas simples de segurança

Vírus no Linux, tem ou não tem?

De uma vez por todas, sim tem! Mas... ( e sempre tem um "mas") existem várias características que tornam improvável que um sistema Linux peque alguma dessas pragas.

Vírus para Linux existem e tem até um bom número mas por alguns motivos que eu pretendo elucidar eles são na maioria das vezes inofensivos.

Um sistema computacional não é invulnerável, o Linux não é invulnerável, mas comparado ao sistema da Microsoft o Linux é "uma muralha" enquanto o Windows uma "cerquinha branca."

Inteligência no gerenciamento do usuário

Vamos tomar o Ubuntu como exemplo por ser o sistema baseado em Linux com mais usuários, eu não esqueci o Android não, porém, o Android não tem uma grande faixa de usuários a nível desktop e foi profundamente modificado, falarei disso mais adiante; vou usar o Ubuntu como exemplo por ser a distribuição que eu uso.

Senha de Root


No caso do Ubuntu logo que você instale o sistema você está utilizando um usuário do tipo padrão, ou seja, ele não tem permissões de Root para fazer alterações nas pastas no sistema, o único lugar onde o usuário tem "jurisdição" digamos assim, é na sua própria pasta /home/user/, para instalar um programa qualquer é necessário passar por uma tela de confirmação, mas diferente da do Windows que basta clicar em "Sim" ou em "Continuar" no Ubuntu você vai precisar a sua senha de Root, ela é criada na instalação do sistema, ou seja, se você não é de fato o "dono da bagaça" você não consegue fazer alterações profundas no sistema, de qualquer modo como se não bastasse isso existe o "sudo".

Você que já use tutoriais para instalar certos programas no Ubuntu, especialmente os que vem via PPA, já deve ter usando o comando "sudo", o "sudo" é uma maneira de dar permissões de root temporárias para um determinado programa até que ele cumpra a sua tarefa, logo depois disso o usuário normal volta a ser usado.

Desta forma também existe a possibilidade de ser Root em programas específicos, por exemplo, não é porque você está como root no terminal que você conseguirá copiar arquivos como Root com o gerenciador de arquivos por exemplo, isso garante mais segurança.

Em termos práticos, além de você ter que encontrar um vírus capaz de fazer algum dano você tem que dar permissões de execução para ele e ainda executá-lo como Root para que ele tenha capacidade de talvez infectar arquivos do sistema, ou seja você tem que dizer: "Vírus me infecte!"

Instalação de programas

Existem vários sites na internet que disponibilizam programas para o Windows, muitos deles são arquivos pirateados que só por esse fato já podem conter brechas de segurança, quando não são de fato vírus, e ainda existem outros sites como o Baixaki ( sim eu falo mesmo!) que disponibilizam softwares com um instalador que a última preocupação é baixar o software que o usuário queria, não é nada incomum instalar um programa baixado pelo Baixaki e ele lhe dar opções que saltam aos olhos para influenciar o usuário a instalar programas de terceiros, muitas vezes sem o mesmo saber o que está acontecendo, os defensores da prática ( se é que existem) vão dizer que na hora da instalação existe a opção de desabilitar a instalação, assim como é possível ver e ler as licenças dos programas que serão instalados.
Isso é verdade, mas seria muito mais ético deixar a instalação destes softwares como o Baidu ( cara, tenho uma raiva dessa praga!) desabilitadas como padrão e não habilitadas, caso o usuários realmente quisesse instalar ele marcaria, mas como a maioria dos usuários Windows é adépto do bom e velho "Next, Next, Finish" muitos acabariam não instalando, e isso não seria muito bom para os negócios, certo? Double Business my Friend!*

Já no Ubuntu...

Os programas principais estão disponíveis nos repositórios oficiais que são mantidos pela própria distribuição, eles são testados antes de entrarem para a Central de Programas do Ubuntu para garantir que seja um software de qualidade e que não tente empurrar coisas para o usuário sem que ele queira.

Central de Programas, a maneira mais segura de instalar softwares


Ainda existem os programas que são instalados via PPA, estes são desenvolvidos pro terceiros mas mesmo assim é possível ver cada pacote que está disponível dentro do repositório através da sua página no Launchpad, existem ainda os arquivos .deb e os scripts, ambos podem ter o seu conteúdo verificado antes de se instalar e mesmo assim você precisa colocar a sua senha de Root para rodá-los, ou seja, caso o usuário tenha um mínimo de cuidado, mínimo mesmo, não haverá possibilidade de infecção, usar apenas o repositório oficial é uma boa maneira de fazer isso.

Ou seja, para "fazer cagada" no Linux precisa ser mais experiente e tentar coisas mais difíceis, um usuário leigo que só usa o PC para conversar com os amigos e criar umas galinhas no Facebook estará protegido, ao contrário dos usuários Windows que podem no mesmo Facebook pegar o famoso "vírus troca  a cor do Face".


Os executáveis


Outro detalhe são os tipos de arquivos comuns de vírus na internet, eles são normalmente desenvolvidos para Windows, explorando as falhas de segurança que já comentamos, eles tem o formato EXE, ou BAT ou ainda MSI, ou qualquer outro executável de Windows não roda no Linux

A única maneira de rodá-los é usando o WINE, e de fato é possível pegar um vírus de Windows no WINE, mas basta você apagar o diretório oculto" .wine " na sua Home para acabar com eles todos.

O Linux não tem usuários por isso não tem tanto vírus

Acho que essa é a maior falácia de todas, o Linux pode até não ter muitos usuários a nível de desktop quanto o Windows mas praticamente todos os servidores da Internet rodam Linux, até a Microsoft acaba usando Linux em alguns deles como os do Bing terceirizados para a Akamai, ou seja, a maioria dos computadores importantes do mundo usa Linux, quem tem a intenção de criar vírus para fazer grandes estragos não teria por que não fazer, ainda mais com o facilitador do código ser aberto para poder explorar todas as vulnerabilidades.

Linux tem atualizações constantes

Pelo código ser aberto a velocidade de correção de bugs também é maior, são muitas pessoas debugando o código do Ubuntu a cada lançamento, não só do Ubuntu mas do Kernel Linux também, então os erros são identificados e corrigidos rapidamente através das atualizações do sistema, na mesma velocidade que um cracker poderia identificar uma falha no sistema e criar um vírus para ataca-lá um hacker pode fazer o mesmo e indicar a correção, e como eu disse antes, pelo sistema não ter um claro fim lucrativo não existe interesse de alguém para que o sistema tenha vírus.

Java, o possível calcanhar de aquiles 

De vez em quando ( quando sai o arco-íris) aparece um vírus para Linux que dizem que pode causar mais estrago, como roubar senhas bancárias, e normalmente são programas feitos em Java, ou seja, o problema vai um pouco além do Linux, ele explora falhas nos navegadores e no próprio Java e não no Linux em si.

Felizmente são poucos os usuários leigos que precisam realmente do Java, talvez apenas se você tenha a prática de utilizar o internet banking do seu banco, caso contrário o OpenJDK que recebe atualizações com mais frequência que o Java da Oracle deve dar conta do recado, inclusive para jogar Minecraft :3

Android, o Linux que tem vírus

Vírus no Android


"Fala que Linux não tem vírus mas o  meu Android tá trincando a tela de tantos vírus"

Com toda a certeza vale a pena falar disso, você talvez já tenha se perguntado, "ué, mas se o Android é Linux por que tem tantos vírus para ele?" e a resposta é simples, o Android tem um massa imensa de usuários.

A quantidade de usuários está relacionada diretamente com a quantidade de vírus produzida para o sistema, isso é lógico, mas não quer dizer que o sistema seja mais vulnerável por conta disso.

Se você já pegou vírus no Android conte-me como foi, foi  baixando um APK não foi? Ahh, você fez Root no aparelho também? Então desculpe, mas a culpa é sua!

Eu uso Android a 3 anos, tenho root, não uso antivírus, mudei de Rom umas 20 vezes e nunca peguei vírus, milagre? Não, atenção meu nobre amigo.

O Android te dá a possibilidade de alterar e mexer com o sistema profundamente, assim como qualquer outro Linux, a diferença é que o Android como uma distribuição foi modificado pelo Google profundamente e não se assemelha a qualquer outra distro Linux, talvez o maior problema seja que fazer Root no Android em muitos casos está ao alcance de pessoas apenas curiosas e que não procuram adquirir conhecimento prévio antes de rootear o Smartphone e acabam fazendo coisas que não deviam.

Via de regra se você usar somente o Google Play para baixar os programas você não terá problemas.

O usuário faz toda a diferença

Pode parecer clichê mas é a pura verdade, o melhor antivírus ainda é você que usa o computador, acredito que se você tomar cuidado mesmo no Windows você terá poucos problemas com isso, acontece que no Linux se o seu filho sem querer clicar em algum link dentro de um site de jogos você não vai ganhar uma toolbar ou trojan de presente.

E para responder a pergunta...

Linux pega vírus? Sim pega, não é um sistema complemente imune mas sinceramente, acho muito pouco provável você pegar um, e se ainda bater uma paranoia apenas ligue o Firewall, sim aqui ele funciona.

Agora que você conheceu melhor como as coisas funcionam e são você terá mais embasamento da hora de afirmar que "Linux não pega vírus" e poderá explicar melhor para o seu colega que só sabe instalar programas pelo Baixaki, espalhe este artigo por aí, comente, discorde e concorde, vamos conversar!

Até a próxima!


Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Tema de ícones Numix vai criar uma distro Linux

Em breve teremos o Numix Linux

Você possivelmente conhece o tema Numix, ele é bem popular no mundo Linux, eles possuem temas de ícones e GTK e agora querem mais, querem uma distribuição própria.

Mockup Numix Linux


Segundo anúncio no Google Plus a empresa buscas desenvolvedores e cogita a hipótese de basear o sistema no Ubuntu 14.04.
O sistema ainda seria voltado par games e carregaria o ambiente Gnome com personalizações.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Entenda por que você não precisa desfragmentar o seu HD no Linux

Qual o motivo do gerenciamento de disco do Linux ser superior ao do Windows?

Se você perguntar para um usuário Linux vantagens do sistema sobre o concorrente da Microsoft muitos vão apontar o desempenho do sistema, isso se deve muito a gerenciamento de disco do Ubuntu e do Linux de maneira geral.

Gerenciamento de Discos


Recentemente fizemos um artigo explicando porque o gerenciamento de software do Linux é superior ao do Windows, o artigo teve uma boa resposta e está recomendada a leitura.

Para complementar este artigo hoje vamos explicar por que motivos o Ext4 é superior ao NTFS.

O Gerenciamento de disco do Windows e as desfragmentações 


Quem trabalha com o Windows sabe que de tempos e tempos é recomendado desfragmentar o disco rígido para tentar recuperar um pouco da performance do sistema, tanto que o próprio sistema traz consigo um utilitário de disco com essa finalidade.

Tecnicamente funciona assim: Quando vocês copiar/recortar/colar em fim, mover arquivos no computador você estará mexendo com os dados no seu HD, com o tempo os dados (no caso do Windows) vão se espalhando pelo disco, normalmente fragmentados e fora de ordem, o resultado desta bagunça é um computador mais lento e que demora mais tempo para conseguir acessar os arquivos.

Para ficar mais simples de entender vamos associar o seu HD a uma grande prateleira onde os seus arquivos são os livros que você colocará nela.

Prateleira representando o seu HD no Windows

Suponhamos que você tenha algumas coleções de livros, este livros devem ficar agrupados para facilitar o acesso a um conteúdo unificado sempre que você queira, caso contrário você terá que ficar procurando pela prateleira até encontrar todos os volumes da sua coleção.

É exatamente isso que o Windows faz, não importa exatamente a ordem dos arquivos, "o importante é caber", então se em uma coluna acima não couber a sua "coleção" inteira o Windows colocara esses "livros" na parte inferior, se ali houver apenas um espaço, um livro irá ali e o resto irá onde houver mais espaço, deixando eles assim espalhados pela sua estante, dificultando a sua a vida na hora de encontrar todos eles.

"A estante de livros do Linux"


Vamos manter a associação de prateleiras e estantes com livros aqui, ao contrário do que o Windows faz de ir simplesmente "colocando os livros" independentemente da ordem se preocupando apenas com o "alocar o mais rápido possível e não necessariamente em ordem" o Linux aloca os mesmos livros de uma maneira mais inteligente.

Organização de arquivos no Ubuntu


Ao invés de colocar todos os volumes de uma coleção um ao lado do outro, o sistema deixa um grande espaço livre entre cada item. Dessa forma, quando a coleção original aumentar, haverá lugar suficiente para guardar tudo junto em uma sequência.

Com isso o sistema de arquivos do Linux, normalmente o Ext4 mas existem outros, consegue "prever" a expansão de dados e já deixa um espacinho reservado para ela, evitando a fragmentação de uma maneira relativamente simples.

Um adendo...


Mesmo com isso ainda existe a possibilidade de um sistema Linux fragmentar um pouco, primeiro você deve entender um pouco da estrutura dos diretórios do sistema, enquanto no Windows a movimentação de arquivos ocorre livremente e você pode copiar dados para dentro das pastas do núcleo do sistema no Linux isso é mais restrito graças a senha de root.

No Ubuntu por exemplo, a maioria dos dados que o usuário manipula fica dentro da sua pasta pessoal /home/nome-do-usuário  e toda a  movimentação de dados passível de fragmentação ocorreria nesta pasta, que inclusive pode ser em uma partição separada do sistema.

A única maneira de fragmentar algum arquivo no Linux é quando o sistema atinge mais de 90% de sua capacidade de armazenamento, ou seja, quando um suposto HD de  100GB fica com apenas 10GB de espaço livre, de qualquer forma, basta apagar alguns arquivos para evitar a fragmentação, ou copiar os dados para outro lugar ( como um HD externo) limpar a pasta e copiar tudo de volta que o sistema se encarregará de deixar tudo bonito e funcional novamente.

Mesmo com essa possibilidade a fragmentação é mínima para não dizer nula e não interfere no desempenho do sistema operacional, justamente por ocorrer (se ocorrer) em apenas uma pasta.


Indícios de que o seu disco está fragmentado


No caso do Windows é recomendado fazer a desfragmentação regularmente já no Linux existem duas coisas que podem indicar que o seu HD pode estar fragmentando. A primeira coisa é você observar quando espaço livre você nem no seu HD, ensinamos você a fazer isso neste artigo aqui.

Caso o seu HD não esteja lotado não existe a possibilidade de você ter dados fragmentados no Linux, mas se o seu HD estiver cheio repare no tempo que os arquivos demoram para abrir, por exemplo, se você for abrir um vídeo de 700MB e o sistema demorar muito tempo para abrir o player isso pode indicar fragmentação, provavelmente você não terá esse problema.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook: