Novo Kazam permite livestreams no YouTube

Mais uma vez a comunidade do software livre se supera, novo Kazam Screemcaster traz ferramenta para fazer lives no YouTube diretamente do seu Linux e também suporte a Webcam.

Novo Kazam Screemcaster

Kazam: Muitas ferramentas em um único programa


Se você está procurando um programa completo para ScreenCast vai encontrar no Kazam uma das melhores alternativas para isso, a futura versão do software vem com melhorias e algumas ótimas implementações. 

Essa versão do Kazam ainda está em desenvolvimento, mesmo assim você aprenderá a instá-la ao final deste artigo.

Novidades que acompanham o programa


Quem já trabalhava com ele vai achar uma grata surpresa os novos recursos, para quem gosta de fazer gameplays com facecam, que é aquela prática de filmar-se a si mesmo enquanto joga, vai encontrar este recurso nativo no novo Kazam.
Outro recurso novo é a possibilidade de fazer broadcast diretamente para o YouTube, ou seja, fazer eventos ao vivo, bastando entrar com a sua conta nas configurações no Programa.

Novo ícone do Kazam
Novo ícone do Kazam segue o estilo dos Smartphones


O ícone também recebeu um redesenho e está mais semelhante aos ícones de aplicativos de Smartphone, e uma observação pessoal, na versão atual o Kazam (ao menos para mim) sofria com um bug estranho, quando usamos a opção de gravar uma região específica da tela ele fecha de uma hora para outra tornando inviável o seu uso, nesta nova versão o mesmo bug não se apresenta.

Os melhores recursos para quem quer fazer captura de tela


Kazam é um ótimo programa para fazer captura de tela

Para quem ainda não conhece agora vamos elucidar os recursos do programa, além das novidades já comentadas anteriormente o Kazam ainda pode:

- Capturar tela completa;
- Capturar apenas uma janela especifica;
- Capturar uma área específica que o usuário define desenhando na tela;
- Capturar multimonitores
- Capturar ou não o cursor do mouse;
- Capturar ou não o som dos auto falantes (caixas de som ou fones de ouvido);
- Capturar ou não o som do seu Microfone;
- Capturar as teclas e os cliques do mouse;
- Capturar a sua Webcam;
- Fazer printscreens da sua tela com os mesmos recursos da captura de vídeo;
- Fazer transmissões ao vivo no YouTube;
- Pode exibir um contador de segundos antes de iniciar a gravaçao;

Menu de opções do Kazam

Você ainda pode:

- Definir qual é a saída e entrada de áudio que deseja usar;
- Habilitar ou desabilitar o contador de segundos que aparece na tela antes da gravação começar;
- Definir o número de quadros por segundos da captura;
- Escolher entre os codecs H264 (MP4), VP8 (WEBM), RAW (AVI), HUFFYUV (AVI), LossLess JPG (AVI) para encodar o vídeo;
- Pode selecionar onde salvar a captura de tela automaticamente;
- O mesmo vale para as capturas de imagem e você ainda pode selecionar o som do obturador da câmera entre Nikon D80 e  Canon 7D.

É um software realmente completo e que vale a pena testar, vamos aprender a instalar no Ubuntu?

Instalando o novo Kazam Screencaster no Ubuntu e derivados


Se você apenas quer testar o Kazam recomendados que instale a versão que está na Central de Programas, você terá uma noção básica de como ele funciona, para isso clique no botão abaixo:

Clique para instalar


Vale alertar que a versão que está na Central de Programas não possui todos os recursos dessa versão em desenvolvimento que comentamos neste artigo, para instalar essa versão você precisará adicionar o repositório dos desenvolvedores do software e para isso vamos utilizar um simples PPA, se você não curte muito digitar comandos por favor verifique este artigo onde ensinamos a adicionar um PPA pela interface gráfica, se está pronto para continuar vamos lá, no terminal apenas cole este comando:

sudo add-apt-repository ppa:kazam-team/unstable-series && sudo apt-get update && sudo apt-get install kazam python3-cairo python3-xlib

Lembre-se, esta é uma versão em desenvolvimento ainda, bugs podem acontecer e seria muito interesse se você os reportasse caso ocorra, assim o pessoal que desenvolve o Kazam pode melhorar ele ainda mais.

Até a próxima! 
domingo, 31 de agosto de 2014

Instale a última versão do excelente editor de vídeo grátis Kdenlive

Se você gosta de trabalhar com edição de vídeo e ainda está procurando um programa gratuito ideal para os seus trabalhos as sua busca acaba agora!

Kdenlive - Não basta ser grátis, tem que ser o melhor!


Infelizmente lemos muito pouco sobre o Kdenlive na internet, é realmente uma pena, ainda mais pela qualidade que o software tem, o projeto Kdenlive derivou do projeto KDE e apesar de ter ótimas qualidades acabou sofrendo com a falta de mantenedores.

instale-ultima-versao-kdenlive-ppa

Depois de quase um ano de projeto parado felizmente em Maio de 2014 o projeto voltou à ativa e agora está dando frutos, novos recursos, melhorias e correções de bugs estão na nova versão do Kdenlive.

As mudanças no software


Quem gosta de trabalhar com efeitos de vídeo como ChromaKey vai adorar a surpresa, as ferramentas para manipulação de alpha e consequentemente ChromaKey ganharam um refinamento e estão mais detalhadas permitindo um efeito muito melhor, para se ter uma ideia no final do vídeo "Euro Truck Simulator 2 para Linux - Simulador de Pedro e Bino" você pode me ver brincando com este efeito e lançando um míssil na tela, tudo bem que ficou um pouco tosco mas eu melhor, prometo!

Versão mais recente do Kdenlive


Outra coisa bacana que encontrei na nova versão está relacionada a possibilidade de editar áudio dentro dele que recursos muito interessantes como redução de ruído de som, mesma função presente no Audacity, e compressão de áudio que pode ser útil para aumentar o som de algum áudio sem distorce-lo.

Como instalar a versão mais recente do Kdenlive no Ubuntu e derivados


Agora vamos a parte mais interessante, instalar no nosso computador para poder aproveitar as maravilhas do programa, antes de mais nada é bom avisar que o Kdenlive está disponível para qualquer distribuição Linux e também para Mac OSX, para Windows não... aí vai meu sorriso de canto de boca, entretanto, este tutorial vai servir para instalar apenas no Ubuntu e seus derivados, como o Linux Mint, para demais distros e Mac consulte a página oficial.

Update: O Kdenlive para o Ubuntu 16.04 LTS tem novos repositórios, confira aqui.

Para instalarmos este programa vamos precisar do PPA de desenvolvimento, uma versão mais antiga do Kdenlive com recursos a menos está disponível na Central de Programas do Ubuntu, se você quiser apenas ver o programa para ver como as coisas funcionam você pode baixar por lá, para os que ainda não se sentem à vontade usando os comandos do Linux também é interessante instalar aquela versão da Central de Programas mesmo.

Mesmo assim ainda quero sugerir dois artigos para os que não gostam de usar comandos no terminal, isso vai contornar os seus problemas com toda a certeza:



Então agora vamos instalar o Kdenlive na versão 0.9.8, abra o terminal e cole os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:sunab/kdenlive-release
sudo apt-get update
sudo apt-get install kdenlive

Pronto! Kdenlive habilitado para você se tornar o novo Spielberg, vale lembrar que mantendo este PPA no seu sistema sempre que houver alguma atualização você receberá juntamente com as atualizações do sistema.

Até a próxima!
sábado, 30 de agosto de 2014

1 Tera Byte - Dropbox exagera na oferta de seu novo plano!

Quando essa onda de armazenamento em nuvem começou eu fui um dos primeiros entre os meus amigos a aderir, hoje em dia não consigo trabalhar sem uma ou duas ferramentas de sincronização, dentre elas o nosso querido Dropbox, eu sempre acreditei e conforme o tempo fosse passando e esse tipo de serviço fosse se popularizando o custo para se poder armazenar grandes quantidades de dados online também diminuiria, prova disso é o novo plano do Dropbox; e fica a pergunta, qual a quantidade de dados que você precisa armazenar?

Dropbox oferece novo serviço de 1TB por $ 9.99



Que tal começarmos com 1TB por $ 9,99 por mês?

Tenho certeza que essa quantia impressiona até mesmo os mais viciados em serviços online, aquele pessoal que cria conta em tudo que é serviço de armazenamento virtual, 1 Tera Byte deve ser o mais que suficiente para que você e para qualquer outra pessoa, de qualquer forma, a nova proposta do Dropbox e excepcionalmente viável.

Um preço acessível para muito espaço


O anúncio da nova modalidade foi feito através do blog do Dropbox e oferece o serviço de armazenamento de 1024 Giga Bytes por apenas 9.99 dólares, que na nossa moeda da mais ou menos R$ 23,00 por mês.

Pode parecer muito para um usuário comum, tanto no preço quanto na capacidade de armazenamento, e realmente é, mas para uma empresa que utilize o serviço chega a ser muito em conta.

Comparativo com o Mega


Para termos uma noção mais claro do que essa iniciativa do Dropbox significa resolvemos colocá-la lado a lado com outra empresa gigante do setor, o Mega de Kim Dotcom.

Mega vs Dropbox


O Mega oferece "apenas" 500 GB de espaço pelo mesmo valor mensal que o Dropbox oferece por 1 TB, entretanto fazendo a assinatura anual e comprando  2TB no Mega você economiza uns 40 dólares e tem o dobro do espaço.

Vale a pena?


Apesar de eu usar muito estes serviços de armazenamento online para mim 1TB não é necessário, ainda mais com serviços como o MEO Cloud oferecendo 16 GB gratuitamente, entretanto, essa pode ser uma boa alternativa para empresas que simplesmente vão ter o trabalho de escolher com qual empresa querem trabalhar, felizmente os preços estão bons e competitivos.

E você, compraria uma conta de 1TB no Dropbox?

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Veja como fazer para instalar programas de 32 bits no Ubuntu 14.04 LTS de 64 bits

A Canonical mudou um pouco a forma como gerenciamos as múltiplas arquiteturas de processadores e pacotes na última versão do Ubuntu, antigamente tínhamos apenas que instalar um pacote adicionando as ia32libs e BINGO! estava feito.

32-bits-no-ubuntu-64

Na versão 14.04 LTS do Ubuntu a Canonical retirou este pacote simpático mas as libs responsáveis pela compatibilidade entre multi arquiteturas continuam lá, só não estão empacotadinhas.

Este é um tutorial um pouco avançado e será necessário o uso do terminal.

Como habilitar a arquitetura 32 bits no Ubuntu 64 bits


Primeiramente vamos ter certeza de que você está usando um sistema de 64 bits, abra o terminal e cole o seguinte comando:
dpkg --print-architecture
Este comando serve para verificar qual a arquitetura do seu sistema, caso você esteja utilizando o Ubuntu de 64 bits o resultado será "AMD64" sem aspas, caso contrário você já possui um sistema de 32 bits e está convidado a ler outro artigo aqui do blog. =D

Prosseguindo, agora vamos ser se o seu sistema já tem o suporte para múltiplas arquiteturas usando o seguinte comando:
dpkg --print-architecture
A resposta deste comando verá ser "i386" sem aspas indicando que o sistema já possui a arquitetura adicionada, caso não seja essa a resposta adicione a arquitetura com o comando abaixo:
sudo dpkg --add-architecture i386
E agora uma boa e velha atualizada nos repositórios:
sudo apt-get update 
 Agora é que as coisas mudam um pouco, antes com o pacote de ia32libs você já instalava um conjunto de bibliotecas, agora elas simplesmente estão disponíveis para instalação se você quiser utilizá-las, basta acrescentar o sufixo :i386 no final de cada lib.

Exemplo:

Suponhamos que você queira instalar as libs libidn11 e libglu1-mesa bastaria digitar o comando:
sudo apt-get install libidn11:i386 libglu1-mesa:i386
Atentando para adicionar o :i386 no final, uma boa maneira de ver todos os pacotes de 32 bits no repositório é usando o Synaptic, ele é um gerenciador de pacotes muito completo e cheio de recursos, se você ainda não tem ele instalado pode instalar pela Central de Programas do Ubuntu ou usando o comando:
sudo apt-get install synaptic
Uma vez instalado abra pelo menu:


Do lado esquerdo clique em "Arquitetura", ainda na esquerda na parte superior clique em "Arch i386" e do lado direito será exibido todos os pacotes de 32 bits para o seu desfrute, para instalar basta selecionar um pacote e clicar em "Aplicar" no menu superior.

Até a próxima!





quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Certified Hardware, seu computador pode rodar o Ubuntu?

Conheça uma área um pouco explorada no site do Ubuntu


Este artigo é uma sugestão que eu recebi por e-mail, infelizmente não consegui mais encontrá-lo para informar o nome da pessoa, de qualquer forma, obrigado pela sugestão, este é realmente um assunto muito interessante e importante, e talvez poucos usuários conheçam.

Ubuntu Certified Hardware

Existe uma sessão dentro do site do Ubuntu, você pode acessar ela aqui, que relaciona marcas e modelos de computadores, Desktops, notebooks e até mesmo servidores que possuem hardware certificado pela Canonical para rodar o Ubuntu.

Lá você encontrar modelos que são altamente compatíveis com o sistema operacional Ubuntu, é uma boa maneira de acertar em cheio na sua compra e evitar de comprar um hardware que não seja totalmente compatível, a Dell lidera com um número de modelos que somando os dispositivos fica acima de 300.

#Ficaadica

Euro Truck Simulator 2 para Linux

Veja um gameplay de Euro Truck Simulator 2 para Linux


Quem gosta de simuladores não pode deixar de conhecer um dos melhores jogos do gênero, Euro Truck Simulator 2 tem muitos fãs por todo o mundo e você pode jogá-los no Linux.

Euro Truck Simulator 2 para Linux
Imagem: Softpedia

O game está disponível para compra na plataforma Steam e você pode acessar o conteúdo através deste link, o game custa atualmente R$ 34,99.

Se você ainda não conhecia o game uma boa oportunidade para conhecer é vendo o nosso gameplay logo abaixo.


Se a primeira vez que você vê o nosso canal, inscreva-se! Sempre tem muitas dicas e gameplays de jogos para Linux por lá!

Até a próxima!
terça-feira, 26 de agosto de 2014

Point Blank no Linux

Ajude a trazer o Point Blank para o Linux


O game Point Blank da Ongame é muito popular no gênero FPS e possui uma quantidade enorme de fãs por vários países do mundo.

Point Blank no Linux

É um game gratuito e pode ser baixado através do portal oficial da Ongame dedicado a ele, atualmente ele só está disponível para Windows e o seu porte para o sistema Linux abriria um novo mercado de games para o Pinguim, mercado este que está aquecido por conta da Steam da Valve.

Por isso resolvemos abrir um abaixo assinado para entregar a Ongame um pedido para fazer o Point Blank para Linux, você pode nos ajudar assinando a petição e compartilhando a mesma para o maior número de amigos que você puder.


Mesmo que você não curta jogos ajude, pois o crescimento do Linux no desktop é útil para todos os usuários.

Notas Autoadesivas no Ubuntu, conheça as opções

Os melhores programas para você tomar notas no sistema do Pinguim


Semana passada estava trabalhando com um amigo meu que usa o Windows 7 e assim que ele ligou o notebook dele a tela tapou-se de notas do aplicativo de notas adesivas tradicional do sistema da Microsoft.

Stick Notes do Windows 7

Apesar da aparente desorganização daquilo eu tenho certeza de que aquele tipo de aplicação é de extrema utilidade para ele e então pensei, qual seria a aplicação ideal para substituir os stick notes do Windows no Linux, no Ubuntu mais precisamente?

Então fiz alguns testes com alguns programas para chegar a uma conclusão melhor e agora apresentar boas alternativas.

Quem é das antigas deve lembrar que o Ubuntu vinha com uma aplicação de notas chamada Tomboy, que é uma maneira muito bacana de armazenar as notas e é certamente uma opção, mas ele, assim como o Gnote (aplicações de notas do Gnome) possui uma interface que tem, digamos assim, um passo a mais antes de criar as notas, diminui levemente a produtividade de criar as notas mas elas ficam mais organizadas, de qualquer forma, não é semelhante à aplicação do Windows.

Então encontrei uma aplicação chamada XPad que tem as mesmas características, você pode encher os seus desktop de notinhas e fechar o programa, assim que você abrir ele novamente elas voltam a povoar a sua área de trabalho.

XPad - Notas Adesivas para o Ubuntu

O Xpad ainda tem várias opções de configuração, você pode mudar a fonte dele, mudar a cor da nota também, assim você pode separar coisas urgentes por cor, usando a cor vermelha por exemplo.

 Clique para instalar o Xpad

Qual ferramenta eu utilizo?


Eu como qualquer outro mortal também utilizo notas para lembrar das coisas mas utilizo mesmo no Ubuntu a ferramenta do Google chamada Keep.

O Google Keep é ferramenta de anotações que muitos recursos e que possui sincronia automática com a nuvem do Google, você pode usar ele através do Google Chrome mas eu mostrei como usar ele integrado ao sistema, leia este artigo onde as coisas estão mais explicadas.

Vale lembrar que o Tomboy Notas também tem o recurso de ligar a um serviço em nuvem como o Dropbox e o XPad apesar de ser mais prático armazena as notas localmente.

Gostou da dica? Compartilhe! =)

Nautilus travando ao mover grandes quantidades de dados

Como contornar o problema de travamento do Nautilus ao copiar/mover arquivos


Tenho percebido este problema em distros diferentes mas que usam por base o ambiente Gnome, como o Fedora e o Ubuntu, me parece ser um problema com o Nautilus (e com meu HD) visto que em outros ambientes gráficos isso não acontece.

Nautilus travando o sistema ao copiar arquivos

Percebi este problema ao tentar copiar e colar (mover) arquivos maiores do que 10 GB, aparentemente com arquivos menores o problema não ocorre, e por vezes o Nautilus fica lento chegando a travar o sistema por completo, isso não acontece sempre mas quando acontece é chato pra caramba!!!

Independente de quem ou o que seja o culpado pelo problema descobri uma maneira simples de contornar, usar o Thunar, gerenciador de arquivos do XFCE, para fazer transferências de grandes quantidades de dados assim o sistema não trava.

Para instalar o Thunar no Ubuntu você pode usar a Central de Programas e pesquisar pela palavra "Thunar", ou use o comando:

sudo apt-get install thunar
Ou no Fedora:
sudo yum install thunar
Então abra o Thunar pela menu do seu sistema e use ele quando precisar fazer um transferência de arquivos com muitos Gigas, tenho certeza que evitará travamentos.

Thunar File Manager

É isso aí galera, até a próxima dica!
segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Diolinux OS 5 disponível para download

Ubuntu Diolinux Edition baseado no Ubuntu 14.04 LTS está pronto para você!


Depois de um bom tempo em fim saiu a mais nova versão da nossa remasterização do Ubuntu, o chamado Diolinux OS (ou Ubuntu Diolinux Edition) chega a sua quinta versão.

Diolinux OS 4 (Ubuntu14.04 LTS)

Objetivo


Em primeiro lugar gostaria de esclarecer a função do Diolinux OS, muitos argumentam da inutilidade de se criar uma nova distribuição e eu realmente concordo com isso, já existem tantas boas não é verdade? É por isso que gosto de deixar claro que o Diolinux OS é uma remasterização simples e útil do Ubuntu e não um novo sistema.

A ideia é levar até você o Ubuntu um pouco mais puro do que ele é, como analogia podemos usar o Android que possui uma versão "original" e outras modificadas pelas fabricantes, neste caso estamos oferecendo um Ubuntu com uma seleção de softwares e configurações de acordo com as necessidades da maioria, um sistema totalmente out of the box com o ambiente Unity para que você possa simplesmente instalar e sair usando.

PlayOnLinux vem como padrão

Quer saber o que tem de diferente neste Ubuntu modificado?


Acho que se tem uma coisa que o Diolinux OS é, é prático, especialmente para quem não tem muito tempo de ficar instalando programas e mais programas na pós instalação, sabemos que cada usuário tem um gosto diferente mas a nossa seleção certamente é satisfatória, vejamos:

Base: Ubuntu 14.04.1 LTS 64 bits, Kernel Linux 3.13, Unity 7.2.2.

Aparência: Isso não é muito relevante e se existe algo que com toda a certeza gera divergência são temas e ícones, e acrescentá-los só faria a ISO ficar ainda maior, então resolvemos não alterar nada, apenas o papel de parede padrão para deixar a nossa marca, os demais wallpapers são o mesmos, então, personalize à vontade.

Multimídia: O Diolinux OS vem com todos os codecs inclusos através do pacote ubuntu-restricted-extras que foi previamente instalado, traz o player multimídia Banshee que pode ser utilizado tanto para reprodução musical quanto para reprodução de vídeo, a distro traz também o famoso player VLC, em contrapartida foram retirados o Totem e o Rhythmbox do Ubuntu original, o Brasero permanece no sistema como gravador de CD/DVD e o programa para Webcam Cheese também.

Banshee gerenciando a biblioteca de músicas


Acessórios: Dentre os acessórios do sistema podemos acrescentar o Shutter como ferramenta de captura e uma leve mudança do tema do editor de textos Gedit para tons escuros.

Gráficos: Aqui temos uma boa novidade, incluímos o nosso GIMPSHOP no sistema, que nada mais é do que o GIMP com a configuração do Adobe Photoshop, tanto ícones quanto organização visual e até mesmo as teclas de atalho; como visualizador de imagens padrão temos o Shotwell, que além de poder organizar as imagens em álbuns ainda possui ferramentas para fazer pequenas correções nas imagens, o Eye of Gnome foi mantido por conta de dependências e pode ser usado também sem maiores problemas.

GIMP do Diolinux


Internet: Como aplicações para internet tivemos uma mudança boa de time, para arquivos de torrent temos o qBittorrent como padrão, o Skype 4.3 também vem por padrão, o Firefox já com o Flash instalado e o Google Chrome completam o time.

Jogos: Foram removidos todos os joguinhos quem vem por padrão no Ubuntu entretanto em seu lugar temos o Steam e o PlayOnLinux, que por tabela já serve para rodar outras aplicações de Windows no Linux.

Lançador Steam já vem por padrão


Personalização: A nossa versão remasterizada do Ubuntu também traz consigo o Unity Tweak e o Ubuntu Tweak para facilitar a personalização do sistema.

Outras modificações:

- Ativada pesquisa recursiva no Nautilus;
- Adicionados ícones de múltiplas áreas de trabalho e  mostrar área de trabalho à barra lateral do Unity;
- Adicionada ferramente de configuração gráfica do Firefox GUFW;
- Removido Remmina;
- Removido Landscape;
- Desativadas buscas e integração online da Dash;
- Desativado envio de relatórios de erros para a Canonical;
- Instalado Java Oracle 7;
- Adicionado Synaptic como opção para gerenciamento de pacotes;
- Adicionado particionador GParted;
- Desativado Blur do fundo do menu;
- Desativado Efeitos no Compiz;
- Ativado MinimeOnClick;
- Idioma PT_br por padrão;
- Empathy, Orca e Thunderbird saíram;
- Preload instalado por padrão;

Entre outras pequenas modificações em prol do desempenho, observe abaixo o consumo do sistema logo depois de instalado:

Consumo de memória e processador

Se você gostou do nosso projeto e gostaria de baixar para testar e quem sabe até usar como sistema principal faça o download nesta página.

Até a próxima!

Linus Torvalds quer Linux dominando no Desktop também

Perguntado sobre o futuro do Linux Torvalds afirmou: "Agora só falta o Desktop"


Por conta do Linux não ser uma empresa muitas pessoas não conseguem dar-se conta da sua enormidade de aplicação, o Linux esta em praticamente todos os dispositivos eletrônicos que carecem de "um pouco de inteligência", como pequenos computadores, caixas eletrônicos, cafeteiras, Microondas, relógios, servidores, Smartphones, Consoles, super computadores e até mesmo na ISS (Estação Espacial Internacional).

Linus Torvalds - Foto Reprodução

Na LinuxCon 2014 quando foi indagado sobre qual seria o próxima passo do Linux, onde mais falta ele chegar, sendo que o kernel que Linus criou hoje é utilizado para fazer até pipoca (literalmente); a resposta que levantou aplausos das pessoas que assistiam a conferência foi: "Quero ver o Linux nos Desktops!".

Apesar de milhões de pessoas utilizarem o Linux como desktop, só usuários de Ubuntu são mais de 20 milhões, o desktop Linux ainda é o que tem menos destaque, mas segundo Linus isso deve mudar em breve.

Linus ainda argumentou que o avanço para o desktop dos lares das pessoas é uma tarefa que não é uma missão exclusivamente para o Linux (o Kernel) porque isso depende muito de infraestrutura e suporte, um servidor Linux é administrado por profissionais, um desktop é usado por pessoas que podem querer apenas acessar a internet e se divertir.

Linus também comentou que os mantenedores do Kernel estão sempre "fazendo faxina" nos códigos pois ele ficou um pouco "inchado" depois de mais de 20 anos de atualizações, o ideal seria reescrever códigos úteis antigos e melhorá-los, isso dá trabalho mas traz muito benefício, e estamos fazendo isso."

Como diria o meu amigo +Aprígio Simões , Linux é o poder!

Via: eWeek

Evite que o seu monitor se desligue com o Caffeine Plus

Veja como evitar o desligamento ou proteção de tela do seu computador


Acabei descobrindo este programa por conta de um problema que tive, costumo usar o meu notebook ligado diretamente à minha televisão por um cabo VGA comum para assistir séries e filmes online.

Caffeine Plus

Neste caso tudo funcionava muito bem mas então resolvi que seria melhor utilizar o computador com o cabo HDMI, tanto pela qualidade quanto pela praticidade e utilizar apenas um cabo para áudio e vídeo, foi então que tive um pouco de dor de cabeça.

Mesmo espelhando as telas o monitor conectado via HDMI acabava "dormindo" em mais ou menos 10 minutos de inatividade (sem mexer mouse e teclado) então encontrei essa solução simples, o Caffeine Plus, um software que inibe o desligamento da tela.

Instalando o Caffeine Plus no seu sistema


Este tutorial serve para o Ubuntu e qualquer derivado seu, o programa é mantido pelo pessoal do WebUpd8, abra o seu terminal e cole os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8 
sudo apt-get update 
sudo apt-get install caffeine-plus

Se você não quiser utilizar o terminal tudo bem, veja neste artigo como utilizar um programa gráfico para manipular os PPAs.

Depois de instalado simplesmente abra o aplicativo pelo menu do Ubuntu ou o equivalente na sua distribuição Linux.

Até a próxima!
sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Os 10 Games mais caros da Steam para Linux

Conheça o Top 10 jogos mais caros na Steam para Linux, quantos destes você tem?


Atualmente existem mais de 600 games para Linux na Steam (Agosto de 2014) e os preços são os mais variados, se você é um gamer deve estar sempre atento às promoções que a Valve faz para tentar economizar uma grana.

Os 10 jogos mais caros da Steam para Linux


Conheça agora um Top Games mais caros para Linux na Steam, será que você tem alguns deles?

10 - Football Manager 2014 - R$ 69,99


Existem vários games nesta mesma faixa de preço então eu resolvi deixar a própria listagem da Steam ordená-los e em 10º lugar temos Football Manager 2014, um ótimo game para quem gosta de futebol e de estratégia, você será o técnico do time e terá que escalar a sua equipe e administrar o seu clube rumo ao estrelato.

Football Manager 2014 para Linux

9 - Europa Universalis IV - R$ 69,99


Mais um excelente game de estratégia que segue a linha do consagrado Age of Empires, nele você deve criar a melhor estratégia para conquistar as terras europeias e expandir o domínio da sua nação para todo o globo.

Europa Universalis

8 - Crusader Kings II - R$ 69,99


Mais um game de estratégia muito semelhante ao anterior, Europa Universalis IV, com diferença de que este traz um ar um pouco mais medieval, a sua escolha entre este e o anterior depende de qual período da história você se identifica mais.

Crusader Kings 2 para Linux

7 - Half-Life 2: Lost Coast - R$ 69,99


Este impressiona um pouco quanto ao preço, ele faz parte do popular Half Life 2 e é um episódio a mais para ele, uma fase a mais, o preço é realmente salgado pois é possível zerar esse capítulo em 20 minutos ou menos, mas para fãs não existe preço alto demais não é verdade?

O jogo foi o primeiro a trazer algumas novas tecnologias a Source Engine da Valve, como o HDR (High Dynamic Range).

Half Life 2: Lost Coast

6 - Jagged Alliance Flashback - R$ 72,99


Mais um jogo de estratégia que aparece, se esse é o seu gênero você está muito bem servido, mas ao contrário dos games anteriores este tem uma temática diferente, o game é baseado em turnos e você controla o seu próprio exército de mercenários em busca da vitória, o game se assemelha em alguns aspectos ao popular Worms.


5 - Out of the Park Baseball 15 - R$ 72,99


E na quinta posição mais um game de estratégia! Sério, eu não tô fazendo de propósito, o game que ocupa a quinta colocação dentre os 10 games mais caros na Steam Linux é  o Out of The Park Baseball 15, que, para você entender facilmente, é uma versão de Basebool do Football Manager que aparecem na décima posição da nossa lista. No game você controla o seu próprio time de Baseball e tem a missão de levá-lo ao todo do mundo do esporte que envolve tacos e bolas. 


Out of the Park Baseball 15

4 - Serious Sam 3 BFE - R$ 72,99


Finalmente um game FPS na parada, esse eu gosto muito desses jogo, ele é tem um pegada dos FPSs mais clássicos, como por exemplo DOOM 2 mas com gráficos atuais, SAM é o nome do personagem principal e ele é por definição um "BadAss", um concorrente a altura para o Duke da série Duke Nuken e para o Dante de Devil May Cry.

Recentemente postei um vídeo no meu canal dele e você pode conferir as minhas habilidades supremas logo abaixo:



3 - Dungeon Defenders Collection - R$ 84,99


A Steam está vendendo o pack com o game completo com todas as extensões e DLCs de Dungeon Defenders, um RPG clássico e muito divertido, além de term gráficos muito interessantes que me lembra os do Borderlands.

Este é o único Pack que está nesta lista, você pode comprar apenas o game por singelos R$ 24,99, mas para ter acesso a tudo o que ele oferece é necessário desembolsar um pouco mais.

Dungeon Defenders

2 - Wasteland 2 Digital Deluxe Edition - R$ 99,99


Este é mais um RPG para a nossa lista, o enredo se passa em um cenário Pós Apocalíptico e o gráfico é ótimo, um dos seus grandes diferenciais além da temática e do gráfico é que é possível comandar personagens múltiplos no game, eles fazem parte do seu clã de sobreviventes, mas cada um características diferentes que você pode explorar individualmente a fim de melhorar a sua estratégia para vencer um perigo ou inimigo.

Wasteland 2 Digital Deluxe Edition

1 - X-Plane 10 Global - 64 Bit - R$ 105,99


Eu aposto que você chutou errado sobre qual seria o game mais caro, X-Plane é um jogo do tipo simulador de aviões onde você tem uma experiência próxima com a de pilotar uma avião de verdade, tirando o fato de que você está sentado em frente ao seu PC hehehe, mas enfim, com ele você poderá controlar vários tipos de aeronaves diferentes, aviões comerciais e jatinhos particulares e para desfrutar destes prazeres você deve desembolsar um pouco mais de cem reais.

X-Plane 10 Global - 64 Bit

Apesar de este escrito lá no título é sempre bom salientar, essa é uma lista dos games mais caros da Steam Linux neste exato momento e instante do universo e claro que isso pode mudar, e essa também não é a lista dos melhores games, muitos games bons, melhores que estes aqui são mais baratos, como Metro Last Light, Left 4 Dead, e alguns são até gratuitos como Dota 2 e Team Fortress 2.

Deixe a sua opinião aí nos comentários e uma sugestão de game para a galera jogar, até a próxima!
quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Instale o Viber no seu Desktop

Você usa o Viber no seu Smartphone? Que tal usar ele no seu desktop também?


O Viber é uma ótima alternativa ao Whatsapp no seu Smartphone, mais do que isso o pessoal do Viber se preocupa muito com a integração do seu aplicativo com o Desktop, nada mais legal que enviar e receber mensagens direto do seu computador também.

Viber para Desktop

O aplicativo tem compatibilidade com Windows, Mac OSX e claro, Linux (Ubuntu/Debian/Mint) em versões de 64 bits.
Para fazer download do programa para o seu sistema basta acessar este link e clicar em "Get Viber" no botão verde, baixar o arquivo e dê dois cliques para instalar.

Participe do XI Fórum Goiano de Software Livre - FGSL

Se você mora nas redondezas de Goiás agora você tem um lugar para ir ver o Software Livre acontecer


Acontecerá nos dias 21 e 22 de novembro de 2014, na cidade de Goiânia-GO, juntamente com a 2ª Escola Regional de Informática de Goiás - ERI-GO, edição regional do congresso da Sociedade Brasileira de Computação, que é um evento de cunho científico e acadêmico.

Fórum Goiano de Software Livre


Neste ano contará com ilustres palestrantes de todo o Brasil e do exterior, incluindo Jon "maddog" Hall, Diretor Executivo da Linux International, considerado o embaixador do Linux no mundo. Além da palestra de abertura, "maddog" estará presente durante todo o evento e será a sua primeira visita à capital de Goiás.

Então se você mora nas redondezas aí está uma excelente oportunidade para compartilhar o seu gosto pelo SL com outras pessoas, não perca!

O Diolinux apoia este evento, mais informações na página oficial.
terça-feira, 19 de agosto de 2014

Y-PPA Manager, o programa ideal para quem tem alergia ao terminal

Quer instalar programas via PPA mas tem dificuldade em usar a linha de comando? Este artigo é para você!


Apesar de ser possível usar Linux sem precisar recorrer ao terminal havemos de convir que o terminal é uma ajuda e tanto, mesmo assim ainda existem pessoas que não gostam ou não querem utilizar ele no dia-a-dia, você pode até "torcer o nariz" mas elas realmente não tem a obrigação de aprender isso.

Manipulando PPAs por modo gráfico

O Grande inconveniente, podemos dizer assim, é que para ter acesso a determinados programas que não passaram pelo crivo da Canonical para estar na Central de Programas do Ubuntu é preciso adicionar PPAs, que não é nada difícil afinal é só copiar e colar os comandos, mas mesmo assim ainda existem pessoas que não gostam de usar o terminal para nada.

Para isso é que existe o Y-PPA Manager, um software mantido pelo pessoal do WebUpd8, quer permite que você:

- Adicionar PPA
- Removers PPA
- Usar o PPA-Purge
- Atualizar os PPAs
- Editar os PPAs
- Listar os pacotes dentro de cada PPA
- Pesquisar pacotes dentro dos PPAs
- Instalar pacotes de um PPA
- Escanear e remover PPAs duplicados
- Importar chaves GPG que estejam faltando
- Fazer backup dos repositórios
- Reabilitar os PPAs depois que você fizer uma atualização de sistema
- Atualizar o nome de lançamento dos PPA que estão ativos

Tudo isso em modo gráfico, e para instalar este programinha fantástico vamos precisar adivinha, adivinha? Instalar ele via PPA.

Existe uma maneira de instalar PPAs no Ubuntu graficamente sem o Y-PPA manager, você pode ver isso por aqui.

Se você não se importar em fazer isso uma última vez, abra o seu terminal e cole os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/y-ppa-manager 
sudo apt-get update 
sudo apt-get install y-ppa-manager

Uma vez instalado o programara estará disponível no menu do seu Ubuntu ou Linux Mint, abra ele vamos aprender a usar algumas funções básicas, quando você clicar nele você precisará digitar a sua senha de root.

Y-PPA Manager

Na imagem acima vemos a tela inicial do Y-PPA Manager, clicando no primeiro item você pode adicionar os PPAs, este é um dos recursos mais importantes para quem não quer usar comandos no terminal, clicando nele você verá uma tela como esta abaixo:

Adicionando PPA

Nesta tela é onde você deve adicionar o PPA do programa, como exemplo vamos usar este artigo onde mostramos como instalar o ClipGrab do Ubuntu através de um PPA.

Os comandos em questão são:

sudo add-apt-repository ppa:clipgrab-team/ppa
sudo apt-get update
sudo apt-get install clipgrab

Nesta caso o que você deve fazer é abrir o Y-PPA Manager, clicar em "Add a PPA" e na janela que se abrir usar somente a parte em vermelho que vem depois da palavra "repository" do primeiro comando do exemplo acima:

Adicionando PPA

Depois de colocar, clique no "OK" e aguarde o Y-PPA Manager fazer o seu trabalho, ele vai adicionar o PPA para você e atualizar a lista de pacotes, para instalar o pacote, volte até a tela inicial do programa e seleciona a opção "Install Packages".

No campo de buscas coloque o nome do pacote que você quer instalar, no exemplo acima o nome do pacote está em laranja.

Instalando software via PPA em modo gráfico

Depois de escrever basta clicar no "Install" ou pressionar a tecla "Enter" no seu teclado, simples.

Aguarda a instalação terminar e você poderá abrir o programa pelo menu, é isso aí, agora é só você espalhar a dica e a alegria pelo mundo compartilhando o artigo, até a próxima!
domingo, 17 de agosto de 2014

Como baixar músicas e vídeos da Internet facilmente com o ClipGrab

Sem vírus, sem problema, em dois cliques!


Existem vários programas internet à fora que prometem te ajudar a baixar vídeos e músicas do YouTube e de outros sites, muitos deles são apenas softwares maliciosos que estão a fim de infectar o seu PC ou que simplesmente não funciona.

Baixe Vídeos e Músicas Grátis

Quando a questão dos vírus e Malwares, se você usa Linux já é meio caminho andado, mas seja lá qual for o seu sistema o ClipGrab está disponível, veja o funcionamento do programa e também aprenda a instalar no vídeo abaixo:


O ClipGrab também suporta vários sites além do YouTube como:

- Vimeo
- Dailymotion
- metacafe.com
- youku.com
- myspass.de
- myvideo.de
- clipfish.de

Pela lista podemos ver que ele suporta praticamente todos os sites mais famosos, se você usa Ubuntu ou derivado e quiser instalar o programa via PPA, confira o tutorial neste endereço.

Até a próxima!
sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Gimpshop: Tranforme o GIMP no Photoshop

Temas de ícones, organizações dos menus e atalhos do Photoshop no GIMP


Eu gosto muito do GIMP, mas dou aulas de Photoshop profissionalmente também, em minha casa uso o GIMP e no trabalho sempre que posso faço o mesmo, mas tem algo no GIMP que não em agrada, a cor dele, o branco da aparência do GIMP mas os meus olhos doerem se eu ficar muito tempo olhando para a tela.

Gimpshop Diolinux

Fora isso ainda tem a questão de atalhos no teclado que são diferentes entre o Adobe Photoshop e o GIMP, isso pode confundir um pouco quem usa os dois programas, ter atalhos semelhantes ajuda também que está tentando migrar, e o conjunto de ícones vai deixar o seu GIMP muito mais clean e bonito, depois que se acostumar com este modelo nunca mais você vai usar o GIMP de outro jeito.

Download e instalação


Para ter esse conjunto de temas e configuração do seu GIMP é muito fácil basta você baixar este arquivo (130KB apenas) e extrair o seu conteúdo para a sua pasta home substituindo os arquivos originais.

Quadros do Procedimento 


1- Baixe o arquivo
2 - Dê dois cliques nele
3 - Selecione o arquivo ".gimp-2.8" e clique em extrair
4 - Como destino selecione a sua pasta Home (Pasta pessoal)
5 - Clique em extrair
6 - Substitua todos os arquivos
7 - Pronto!

Agora na próxima vez que você abrir o GIMP ele vai abrir já configurado e bonitinho muito parecido com o PS, se você tem interesse em temas para o GIMP verifique também este artigo onde mostramos alguns temas escuros para o GIMP ficar ainda mais personalizado.

Quer ver mais algumas dicas sobre o GIMP, então confira neste link.
quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Como resolver problema de atualização no Ubuntu

"Não foi possível obter trava... / Impossível criar acesso exclusivo ao diretório"


Este é um erro meio chato que pode acontecer no Ubuntu quando uma atualização é cancelada de maneira abrupta, ou quando você estava usando a Central de Programas para instalar um Software e tenta fazer uma outra instalação pelo terminal, normalmente o erro traz as seguintes mensagens:

Problemas de atualização do Ubuntu



- Não foi possível obter trava /var/lib/apt/lists/lock - open (11: Resource temporarity unavaliable)

- Impossível criar acesso exclusivo ao diretório/var/lib/apt/lists/ - open (11: Resource temporarity unavaliable)

- Não foi possível obter acesso exclusivo ao diretório de administração (/var/lib/dpkg/), outro processo está a utilizá-lo?

Esse problema é bem simples de se resolver, mas como a ideia é ensinar você o porque das coisas também, primeiramente vamos a explicação.

Por isso acontece?


Esse problema ocorre quando dois gerenciadores de pacotes, por exemplo, Central de Programas e Apt-Get pelo terminal, estão em execução e você fecha abruptamente um deles, fazendo com que o arquivo "lock" que é criado para permitir apenas a instalação de um software por vez não seja eliminado, assim quando você tentar atualizar ou instalar alguma coisa o APT (gerenciador de pacotes) acha que o Ubuntu ainda está instalando/atualizando alguma coisa.

O Ubuntu permite apenas a instalação de um software por vez, como a maioria dos sistemas, isso acontece como uma medida preventiva para não haver quebra de dependências de pacote.

Assim como o Windows usa as DLLs compartilhadas entre aplicativos o Linux também faz isso com as suas bibliotecas, só que de uma maneira muito mais aprimorada, expliquei melhor isso neste artigo, e a melhor maneira de manter o sistema sem quebras de bibliotecas é instalar um software por vez.

Resolvendo o Problema


Normalmente se você fizer logoff ( encerrar a sessão) e entrar novamente ou reiniciar o PC o problema vai-se embora, mas se você não quiser reiniciar tudo o que você precisa fazer é remover o arquivo "lock".

Removendo trava lock

sudo rm /var/lib/apt/lists/lock
E tente atualizar o sistema:

sudo apt-get update 

Caso o problema persista remova os "locks" dos outros diretórios também:

sudo rm /var/lib/dpkg/lock

E tente atualizar novamente, agora provavelmente o sistema já vai atualizar e instalar programas normalmente.

Atualização do Sistema Ubuntu

É isso aí, ajude a espalhar o conhecimento compartilhando este artigo nas suas redes sociais favoritas, você pode usar os botões abaixo para fazer isso. =)

Até a próxima!
terça-feira, 12 de agosto de 2014