Responsive Ad Slot

Mandriva fecha as portas

Mandriva fecha as portas e deixará de existir

terça-feira, 26 de maio de 2015

/ by Dionatan Simioni
Uma das principais pioneiras no uso do Linux no mercado corporativo não conseguiu mais se manter e acabou fechando as portas, saiba mais:

Mandriva encerra as suas atividades

Mandriva encerrará as suas operações


Eu não sou um usuário Linux de longa data  como muitos dos meus amigos, mas já li bastante e até testei alguns sistemas destes que vou comentar agora.

A Mandriva era uma empresa muito importante e de bom renome até poucos anos atrás, ela nasceu da junção de duas companhias, de duas comunidades distintas, uma delas brasileira, a Conectiva e da distro Linux francesa Mandrake, ambas tinham uma proposta parecida de trabalho e com a sua fusão nasceu o Mandriva.

O Mandriva foi uma das poucas distros, até a chegada do Ubuntu, que conseguiram colocar o sistema pré-instalado em computadores que foram para o mercado consumidor mais comum, eu mesmo já me deparei várias vezes (e nem faz muito tempo) com computadores vindos com a versão 2010 do Mandriva, que usava o Gnome 2 em máquinas vendidas em lojas de departamento.

Mandriva 2011


A última versão do Mandriva Linux efetivamente lançada para o público em geral foi a de 2011, a qual eu fiz uma review bem no início aqui do blog, você pode ler aqui.

É realmente uma pena ver um projeto assim terminando, as ideias que o Mandriva trouxe, especialmente o MCC, Mandriva Control Center, hoje adaptado pelo Mageia, distro derivada, como Mageia Control Center (MCC igualmente) com a capacidade de permitir a fácil configuração de praticamente tudo no sistema via interface gráfica, isso foi uma revolução!

 Saiba mais sobre o Mageia aqui.

Em 2011 já podia se perceber o declínio da empresa, não sei dizer com certeza qual foi o problema administrativo que ela passou, mas de fato, de 2011 para cá raramente se ouviu falar da outrora badalada Mandriva, a empresa focou-se em trabalhar com servidores e soluções corporativas e abandonou o usuário comum, por conta disto inclusive criaram-se a distros derivadas, Mageia, como já comentei anteriormente e o openMandriva.

A empresa chegou a ter, em 2013, o comando de meio milhão de Euros em negócios e parcerias mas vem definhando desde então e hoje conta com apenas 10 empregados, e vai fechar as portas em breve depois de 16 anos de existência.

Você usou o Mandriva? O que tem a dizer sobre ele?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
Confira:
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo