Responsive Ad Slot

Ubuntu Phone que "se transforma" em computador chegará em 2016

Nenhum comentário

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Uma novo aparelho com Ubuntu está à caminho do mercado para dar uma demonstração clara da convergência que a Canonical vem trabalhando há muito tempo.

Ubuntu Phone Convergente

A convergência de mercado


Mais do que convergir as aplicações, a Canonical empresa por trás do Ubuntu, está tentando uma "convergência de mercado", trazendo para o seu bolso um verdadeiro computador. Tudo bem, algumas pessoas podem pensar que os nosso atuais Smartphones são computadores de bolso, e de fato eles são, mas o que chegará ao mercado com o Ubuntu Phone em 2016 será um verdadeiro computador, você poderá ligar um mouse, um teclado e um monitor no aparelho e usá-lo como desktop, uma vez que o novo Unity permitirá isso.
Leia também: Canonical anuncia novo Design para o Ubuntu
A empresa que vai ajudar a dar vida ao Ubuntu Phone verdadeiramente convergente será a espanhola BQ, a mesma empresa que lançou o primeiro Ubuntu Phone no mercado. Nesta semana mesmo nós publicamos uma matéria sobre as indicações que a Canonical estava dando de que novos Smartphones chegariam, clique aqui para ver.

Amostras da convergência


No momento o Unity Next que será convergente ainda está em desenvolvimento mas já temos algumas amostra do que será e de como vai funcionar, veja os tópicos abaixo para ficar por dentro de todas as novidades e demonstrações:

- A convergência entre plataformas em um vídeo.

- Linux Foundation apoia a iniciativa de convergência da Canonical

- Smartphone com Ubuntu no modo Desktop

- Unity Next - Convergência na prática

- Nexus 7 com mouse e teclado com Unity Next

- Convergência entre Mir e X.org no Ubuntu

A revelação destes projetos vieram através do próprio fundador da Canonical, Mark Shuttleworth comentou sobre os planos futuros.

Fonte
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




OpenShot 2.0 virá com mudanças extremas e suporte para Windows e Mac OSX

Nenhum comentário
O blog oficial do OpenShot anunciou que um novo lançamento se aproxima e com ele vários recursos novos chegarão ao software juntamente com o suporte para Windows e Mac OSX, além claro, do Linux.

OpenShot 2.0

OpenShot 2.0: Poderoso para quem precisa e simples para todos


O OpenShot é um editor de vídeos muitíssimo simples de usar, atualmente ele só tem versão para Linux, porém, isso deve mudar em breve. Ele lembra um pouco o antigo Windows Movie Maker que vinha junto com o Windows XP (quem lembra?), porém ele tem recursos muito mais avançados que o WMM nunca sonhou em ter.

Novidades da versão 2.0


OpenShot 2 com suporte para GIFS animados

O novo OpenShot traz uma série de novidades, o suporte a Gifs animados estará presente, como você pode ser na imagem acima, além disso, novos efeitos para os vídeos estarão disponíveis, keyframes, diálogos de propriedades melhorados, melhorias de performance e do live preview também estarão presentes, tornando o programa ainda mais eficiente.

OpenShot 2.0 logo
Para mostrar como o projeto realmente irá se transformar até mesmo o logo foi alterado, as versões para Windows e para Mac OSX também chegarão em breve, o que deve popularizar ainda mais o excelente editor. Os desenvolvedores afirmaram que estão tendo alguns problemas de compatibilidade com os sistemas proprietários mas isso deve ser contornado em breve.

Outra novidade interessante é que a interface do software mudou das biblitecas GTK para o QT, o que parece ser uma tendência na maior parte dos softwares ultimamente, ou é impressão minha?


O lançamento da versão final do OpenShot 2.0


Infelizmente vamos ter que esperar um pouco ainda para poder usar esta versão do OpenShot, atualmente não existe nem sequer um repositório unstable para usar ele, há apenas a versão 1.4 que está no repositório de todas as distros, porém, pelo menos temos uma data aproximada, aparentemente o novo OpenShot sairá até o final de Fevereiro de 2016.


Você pode ler mais sobre o lançamento do OpenShot 2.0 e as novidades que acompanharão ele no blog oficial
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




PinguyBuilder - A nova alternativa ao Remastersys

Nenhum comentário

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Você estava com saudade do Remastersys? De fazer os seus backups e remasterizações? Parece que o pessoal do Pinguy OS também estava e eles deram um jeito nisso com o PinguyBuilder.

PinguyBuilder

PinguyBuilder - Customize a sua própria versão do Ubuntu


Para as pessoas que gostam de fazer remasterizações do Ubuntu, eis aqui uma ferramenta interessante. Quer saber de outro fato interessante? Há quanto tempo você é leitor do blog Diolinux? Será que já fazem mais de dois anos? Estou perguntando porque em 2013 eu fiz um tutorial, aliás, foi série de tutoriais (13 no total) ensinando você a remasterizar um sistema usando o Remastersys, mas como sabemos ele foi descontinuado (ou continuado a trancos e barrancos por terceiros), porém agora temos o PinguyBuilder e todo o meu tutorial voltou a ser útil! 

Leia também: Como criar uma distro baseada no openSUSE

O que é o PinguyBuilder?


Basicamente ele é um fork do Remastersys, ou uma cópia se você preferir, a principal diferença é que  ele foi compatibilizado com as versões mais recentes do Ubuntu. O programa é uma ferramenta muito interessante que permite que você gere uma ISO completa do sistema instalado, preservando as suas configurações e programas, desta forma, você pode tanto criar um backup de todo o seu sistema como criar uma remasterização dele para distribuir para as pessoas.
Recomendada a leitura: 13 artigos para ensinar você a criar a sua própria remasterização do Ubuntu
O PinguyBuilder tem este nome peculiar por conta da distribuição que deu o nome a ele, parece que o pessoal do Pinguy OS precisava do programa para continuar fazendo a distro e então eles mantiveram o projeto do Remastersys vivo.

Para fazer o download do pacote .deb do PinguyBuilder basta acessar este link.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como instalar a última versão dos drivers Nvidia no Ubuntu

Nenhum comentário
Hoje você vai aprender a instalar os melhores drivers de vídeo no seu Ubuntu, da maneira mais fácil possível, você vai também aprender a identificar qual é o melhor driver para a sua placa de vídeo, vamos lá?

Como instalar drivers de vídeo no Ubuntu

Como instalar os últimos drivers de vídeo da Nvidia no Ubuntu da maneira correta


Muitas pessoas ainda acham que é complicado instalar e gerenciar os drivers de vídeo  no Ubuntu, cada um tem suas particularidades, Nvidia, AMD e Intel são cada um, um caso à parte, o foco deste tutorial é placas da Nvidia, posteriormente farei alguns comentários sobre as outras duas marcas.

Habilitando o repositório de drivers de vídeo do Ubuntu


A ideia é que este artigo seja o definitivo, e de maneira direta vamos ao que interessa. No Ubuntu nós temo uma aplicação simples para gerenciamento de drivers que se chama "Drivers Adicionais" você encontra ele no menu do sistema ou através do aplicativo "Programas e atualizações" que igualmente pode ser encontrado no menu do sistema, o mesmo aplicativo pode ser aberto pela Central de Programas através do menu "editar">>"canais de software".


Como instalar drivers de vídeo Ubuntu

Independente do método que você tenha escolhido para acessar a aplicação, você verá a tela acima, como você irá reparar já existem opções de drivers para você instalar, estes são os drivers foram testados pela Canonical para que eles sejam colocados no sistema, normalmente há uma versão recomendada que coloca entre parenteses a palavra "testado".

Diferença entre os drivers


Você pode escolher o que bem entender para usar no seu sistema, é provável que a maior que está aí funcione na sua placa, entretanto, existe uma versão específica que é adequada para cada situação. Antes de eu te ensinar como achar a versão certa do driver para a sua placa de vídeo vamos às diferenças entre os tipos de drivers que você pode encontrar.

No menu de seleção de drivers existem algumas palavras que ajudam a descrever o tipo do driver e a maneira com que ele irá se comportar no seu sistema.

Binary Driver: Refere-se ao tipo do driver.

Proprietário: Refere-se ao tipo de código do driver, neste caso ele é fechado.

Open Source: Mesmo que o de cima, porém, neste caso o driver tem código aberto.
 
Legacy Binary Driver: São drivers que tecnicamente não são mais suportados pelos lançamentos oficiais da Nvidia, são utilizados em placas mais antigas, normalmente não recebem atualizações para desempenho, apenas bugfixes.

Nouveau: Este é o driver open source feito pelo projeto Nouveau, é um driver de vídeo básico que atualmente consegue apenas fazer com que a sua placa de vídeo funcione até que você possa instalar um driver mais adequado. Ele vem normalmente junto com o Kernel do sistema, versões mais recentes do Kernel podem trazer versões mais recentes do driver Nouveau, ele vem melhorando bastante nas última versões com a ajuda da Nvidia, porém, ainda não é a melhor opção para quem quiser jogar.

Testado: Alguns drivers do Ubuntu possuem o atributo "testado", isso significa que este driver foi analisado pela Canonical e é o driver recomendado para a maioria dos dispositivos se a sua intenção for estabilidade do sistema e não necessariamente recursos e desempenho, ele lhe entregará um driver que não irá desestabilizar o Ubuntu, entretanto, provavelmente também não entregará todo o desempenho da placa. O Interessante deste driver é que ele pode, em tese, ser usado com qualquer placa da Nvidia que o sistema funcionará sem maiores problemas.

Updates: Alguns drivers tem ao final de sua nomenclatura a palavra "updates", isso significa que este driver poderá receber atualizações dentro de sua linha de lançamento, por exemplo, o driver 340.93 poderá atualizar para o 340.94 se atualizações saírem para ele, porém, ele nunca mudará sua série, por exemplo, de 340.93 para 341. Alguns drivers não possuem o atributo "updates", desta forma, este driver não receberá atualizações.

Como saber qual é o driver para minha placa de vídeo?


Agora que você já sabe como funcionam as nomenclaturas dos drivers chegou a hora de identificar qual é o melhor para você, e quem melhor para te dizer qual é o melhor do que a própria fabricante?


Como você pode ver, na tela que você abriu existe a informação de qual placa de vídeo você está usando, no meu caso é uma "GeForce GT 640M", agora que você sabe qual é o nome da sua placa de vídeo vamos até o site da NVIDIA - clique aqui - para ver qual é o driver correto.

Drivers de Vídeo Nvidia para Ubuntu

Preencha as informações no site com os dados da sua placa, acima você vê o exemplo utilizando a minha placa, depois de colocar todos os seus dados, da mesma forma que faria se fosse baixar o driver, clique no botão de pesquisar.

Baixando driver NVIDIA Ubuntu

Quando você clicar em "PROCURAR" o mecanismo de pesquisa do site vai te trazer um resultado semelhante a este abaixo que vai te indicar a versão correta do driver para a sua placa.

Driver correto para Ubuntu

Eventualmente a versão do driver poderá ser a mesma para placas de vídeo diferentes, você até poderia baixar o driver pelo site mas a instalação é um pouco complicada para leigos e também impende algumas atualizações, então, o site vai servir basicamente para vermos qual a melhor versão do driver para a nossa placa. O bom é que as versões são constantemente atualizadas no site, então, sempre que você tiver alguma dúvida, você pode consultá-lo.

No meu caso a versão correta do driver é a 352.41.

Adicionando o repositório de drivers NVIDIA no Ubuntu


Há algumas semanas atrás eu publiquei aqui no blog sobre uma iniciativa da Canonical e de alguns usuários que criaram um repositório PPA especial, tanto para versões LTS do Ubuntu como para versões non-LTS que permite que você instale as últimas versões dos drivers no sistema. Eu fiz uma análise comparativa entre os drivers que já vinham com o Ubuntu e os drivers novos deste repositório e a diferença realmente foi notável, clique aqui para ver a comparação.

Para adicionar o repositório faça o seguinte; lembra-se daquele programa que eu pedi para você abrir no início do tutorial, pois então, navegue até a aba "Outros programas" e clique no botão "Adicionar".

Adicionando repositório de drivers Ubuntu

Na tela que se abrir adicione o seguinte repositório: ppa:graphics-drivers/ppa

Adicionando repositório

Depois disso, clique em "Adicionar Fonte" (será necessário digitar a sua senha) e posteriormente no botão "Fechar"

Recarregue os repositórios

Depois de clicar no botão de "Fechar" a janela acima irá aparecer, você deve recarregar o repositório para ativar os novos drivers, apenas clique em "Recarregar", caso esta janela não apareça você pode executar o programa de atualização, procure no menu por "Atualizador de Programas", mas claro, isso se a janela acima não aparecer.


Depois de clicar em "Recarregar" você verá a imagem acima.

Fazendo a mesma coisa pelo terminal

Para os que preferem o terminal, é possível adicionar o repositório e atualizar as listas com apenas um comando:
sudo apt-add-repository ppa:graphics-drivers/ppa -y && sudo apt-get update

Instalando o driver correto

Agora que você adicionou o repositório a lista de drivers no aplicativo "Drivers Adicionais" deve ter sofrido algumas alterações e você tem uma lista mais atual dos drivers NVIDIA para o seu hardware.

Como instalar driver Nvidia Ubuntu

Agora ficou fácil, marque a opção de driver que você descobriu que era a versão certa no site da NVIDIA e clique em "Aplicar alterações", aguarde a instalação do driver e ao final reinicie o seu computador para começar a usar o driver correto.

Sobre drivers da AMD e Intel

Como comentei no início do artigo, tenho certeza de que existem muitas pessoas que gostaria de saber como proceder com drivers AMD e Intel. 

Ambos os drivers acompanham o Kernel Linux, sobretudo o da Intel, ou seja, se você quer um driver mais recente da Intel para o seu Ubuntu use a última versão do Kernel Linux.


No caso da AMD a solução é por hora, complicada, se a sua intenção é apenas usar tranquilamente a sua placa de vídeo, use o driver open source, neste caso a dica do kernel atualizado vale para ele também, a AMD também disponibiliza uma versão semelhante a da NVIDIA através de seu site, leia mais aqui.

Com isso, encerramos o nosso tutorial por aqui, acho que agora você não terá mais dúvidas sobre os drivers NVIDIA no Ubuntu, porém, se tiver restado alguma dúvida use a sessão de comentários logo abaixo.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Canonical finalmente revela imagens da nova interface do Ubuntu

Nenhum comentário
Aparentemente a mudança visual que boa parte dos usuários do Ubuntu gostariam de ver está tomando forma, até o momento tivemos apenas amostrar de adaptações da interface mobile para o desktop com o Unity Next, porém, agora estamos vendo o próximo passo, confira:

Novo design de interface do Ubuntu

Novo conceito visual do Ubuntu  - New User Interface Design


A equipe de Design do Ubuntu publicou hoje em seu blog oficial algumas imagens do novo conceito visual (UI Design) que deverá chegar nas próximas versões do sistema, tanto para computadores como para Smartphones.

Novo modelo do instalador do Ubuntu
Comparativo entre o antigo instalador do Ubuntu e o novo

A equipe realça que a primeira impressão é algo importante, especialmente para dar identidade a um novo produto que será lançado no mercado, os primeiros Ubuntu Phones e primeiras imagens do Unity Next aparentemente não refletem com exatidão o conceito que será liberado para os usuários.

Nova interface de instalação do Ubuntu


O objetivo é deixar as pessoas surpresas logo na instalação, usando o mesmo método passo a passo intuitivo que tornou o Ubuntu simples de se instalar com o passar do anos, o chamado Ubiquity, só que com um visual moderno que lembrará um pouco o Material Design da Google.

Novo instalador do Ubuntu


O time de desenvolvimento afirma que ouviu o feedback dos atuais usuários do Ubuntu, tanto de desktops, quanto do Ubuntu Phone e também se inspirou em tendências que os concorrentes estão utilizando (daí o Material Design, acredito), desta forma o novo design levará em consideração os seguintes conceitos:

- Design para seduzir o usuário
- Simplicidade
- Criar e firmar uma identidade visual
- Transformar e padronizar os assistentes de configuração

Conexão com rede Wi-Fi


Tudo isso de maneira unificada para que os usuários tenham a mesma experiência de uso em todos os dispositivos. O projeto está sendo chamado de OOBE (Out of the Box Experience) e já está sendo implementando, segundo as informações, o matéria comenta que logo os usuários poderão testar mas não comenta quando isto estará disponível.

As imagens revelarão como será a instalação do Ubuntu no futuro, mas não mostraram ainda como o mesmo conceito será aplicado no restante do sistema, mas posso dizer que particularmente gostei do que vi. E você, o que achou?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




ClearOS - Um sistema para você substituir o Microsoft Active Directory

Nenhum comentário

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Aqui vai uma dica que pode fazer você economizar um pouco com licenças do Microsoft Active Directory, você já conhece o ClearOS?

ClearOS

Uma distro para o seu servidor


O Linux tem algo intrínseco a sua existência que consiste em atender públicos específicos, existem distribuições para atender todos os setores específicos que você puder imaginar e talvez até os setores que você não possa imaginar.

Um dos lugares que o Linux tem maior reconhecimento é justamente nos servidores, então hoje você via conhecer o ClearOS.

ClearOS - o seu servidor para residências e empresas de médio porte


O ClearOS é um sistema baseado no CentOS, que por sua vez deriva do Red Hat, ambos muito populares no mundo dos servidores, como diferenciais ele propõem uma interface gráfico simples e elegante para fazer as configurações necessárias.

O sistema operacional traz uma série de ferramentas por padrão como, anti-vírus, anti-spam, VPN, filtragem de conteúdo, gerenciador de banda, serviços de arquivo, serviços SMTP, os serviços de impressão, certificação SSL, e serviços de web, com a implementação do Samba4 agora é possível trabalhar com o Active Diretory, o ClearOS inclui também um mercado que simplifica a instalação de software, incluindo módulos e pacotes para habilitar diversos tipos de serviços. 

A distribuição é fornecida como um download gratuito, inclusive de atualizações básicas do sistema operacional com inscrição gratuita, para os que desejarem, há também a possibilidade de comprar suporte oficial para o sistema e até mesmo hardware com o mesmo pré-instalado.

Para testar o sistema e saber mais, acesso o site oficial clicando aqui.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Microsoft e Canonical fecham parceria para usar Ubuntu no Microsoft Azure

Nenhum comentário
A Microsoft está colocando seu plano de usar Linux na plataforma Azure em prática, e além do sistema criado pela própria empresa para alimentar uma das sessões do ecossistema, a nova distro Linux a aparecer por lá é o Ubuntu da Canonical.

Ubuntu e Windows

Ubuntu será usado no analytics HDInsight na plataforma Azure da Microsoft


Na conferência de Strata, na California, a Microsoft anunciou o o Azure HDInsight com Ubuntu, mais um exemplo de como o sistema é reconhecido pela sua escalabilidade em Big Data. O serviço basicamente é um mecanismo de mineração de dados, trocando em miúdos, que permite que os clientes analisem Petabytes de dados sem fazer tanto esforço.

Canonical e Microsoft

Leia também: Microsoft desenvolve sua própria distribuição Linux
A Canonical, por sua vez, além de utilizar a plataforma Microsoft, no sentido físico, ainda implementará o aclamado JUJU, que fez da empresa uma das líderes no mercado de grandes servidores. JUJU é uma maneira simples de se gerenciar aplicações em Big Data, falando de maneira simples. Você pode ler mais sobre o trabalho em equipe da Canonical com a Microsoft no blog oficial do Ubuntu.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Solus OS receberá a sua versão definitiva com o ambiente gráfico Budgie Desktop

Nenhum comentário
Quem gosta de experimentar novas distribuições Linux vai gostar de saber as novidades vindas dos desenvolvedores do projeto Solus OS, parece que finalmente o seu sistema sairá da versão beta.

Solus OS download

Solus OS, uma distro totalmente voltada para o Desktop


Quer algo novo? Com um ambiente gráfico feito do zero? Então o Solus OS pode ser uma boa opção para você. Este sistema operacional baseado em Linux usa o Budgie Desktop como ambiente gráfico, um ambiente que é um pouco desconhecido, pelo menos por enquanto.

Leia também: Instale o Budgie Desktop no Ubuntu 14.04 LTS

Os desenvolvedores informaram que a distro estará disponível em sua primeira versão estável no início de Outubro, correções de bugs e polimentos visuais são esperados para o lançamento.

Ficou curioso para saber como é o Budgie Desktop e para saber como é uma distro feita do zero? Então relaxa na sua cadeira, pois o canal do Diolinux produziu uma review completa do último Beta do Solus para mostrar para você, confira aí:


Acesse a página do projeto: solus-project.com

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Canonical está preparando mais Ubuntu Phones?

Nenhum comentário
Uma mensagem no site do Ubuntu chamou a atenção dos usuários e clientes que acessaram, na página são listados os aparelhos que estão no mercado, um deles já indisponível, quem vem com o Ubuntu Touch como sistema operacional, mas há indícios de que mais vem por aí.

Ubuntu Phones

Mais algum aparelho está à caminho?


Conheço muita gente que adoraria poder usar o Ubuntu Phone, infelizmente, como o projeto está ainda no começo o foco de vendas foi principalmente a Europa e parte da Ásia, ou seja, nada de chegar ao Brasil!


Eu não vou dizer que novos Ubuntu Phones vão chegar ao Brasil para não gerar falsas esperanças, afinal, nada está indicando isso, pelo menos até agora. Mas uma mensagem posta no site do Ubuntu deixou as pessoas curiosas, nele você vê a descrição dos três principais modelos de Ubuntu Phones e bem ao fundo da página a frase "More Ubuntu Phones coming soon...", algo como, "Mais Ubuntu Phones em breve...", o que pode indicar novos modelos prestes à chegar ao mercado.


Quem sabe na Índia?


Que fique claro que isso é apenas especulação da minha parte, porém, recentemente a Canonical tem mostrando diversas "vitórias" no mercado indiano, fazendo lentes ou scopes para o Ubuntu Phone sobre a indústria de cinema local, a popular Bollywood, além disso, o governo do país adotou o Ubuntu como o sistema operacional para as repartições públicas, dessa forma não me surpreenderia uma investida maior com o Ubuntu Phone no mercado.

Se isso for verdadeiro, ainda fica a questão de quem produziria o Ubuntu Phone, ou quem produziria os novos Ubuntu Phones que o site sugere que estão à caminho? A resposta ainda é uma incógnita, poderia ser a mesma empresa responsável por dar à vida o primeiro modelo, a BQ, fabricante espanhola? Talvez, fique ligado aqui no Diolinux para saber as principais novidades sobre o Ubuntu Phone e ajude-nos à cruzar os dedos para que algum modelo venha também para o Brasil.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Mozilla testa seu novo modo anônimo para o Firefox (um realmente anônimo segundo eles)

Nenhum comentário
Boa parte das pessoas que navega pela internet hoje em dia preocupa-se com os dados que circulam pelo navegador, a outra parte que não se preocupa deveria preocupar-se, pelo menos um pouco. A Mozilla está criando um modo anônimo diferenciado para o Firefox e ele já está em fase beta, confira:

Modo anônimo na internet

Firefox com um modo realmente anônimo?


Quem é ligado aqui no blog talvez lembra que comentamos aqui há algumas semanas que a Mozilla estaria desenvolvendo um novo modo anônimo para o Firefox, agora o recurso está em modo beta, acompanhando as versões igualmente Betas do Browser.

A versão com o "modo secreto" do Firefox estará disponível na versão final do navegador em breve para todas as plataformas, sendo que no Android o recurso está sendo chamado de "Tracking Protection".
Leia também: Firefox irá suportar as extensões do Google Chrome
Diferente do modo anônimo dos populares navegadores atualmente que simplesmente não armazenam histórico de navegação, cache e demais informações sobre os sites no próprio browser, o "modo secreto" do Firefox promete ir muito além disso.

Firefox Tracking


O recurso "Tracking Protection" bloqueia ativamente o rastreamento de dados pelos sites, tentando impedi-los de obter informações do usuário através do navegador. Para fazer isso a técnica consiste em evitar o carregamento de elementos das páginas que possam contar códigos criados para rastrear os hábitos de navegação, que seriam os Cookies.

Apesar de assemelhar-se em alguns aspectos o mecanismo não substitui bloqueadores do propaganda, vale lembrar também que o recurso só funciona quando o navegador estiver no modo anônimo.

Como testar o novo recurso?


Como dissemos, ele ainda está em desenvolvimento e pode chegar na futura versão do Firefox, o que pode demorar algumas semanas, se você estiver ansioso para ver o funcionamento da ferramenta o mais indicado neste caso é baixar a versão Beta do Firefox, e dentro dele simplesmente entrar no modo navegação privada.

O site dos betas do Firefox onde você pode encontrar a versão de testes é este aqui. Se você usa o Ubuntu você pode instalar a versão beta do Firefox utilizando um PPA:
sudo apt-add-repository ppa:mozillateam/firefox-next -y && sudo apt-get update && sudo apt-get install firefox -y
Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Nova versão do App do Diolinux para Android, baixe agora!

Nenhum comentário
Para quem gosta de ficar ligado em tudo que é postado aqui no blog nós temos uma boa nova. O App do Diolinux para Android recebeu mais atualizações e correções de bugs e agora se encontra em sua primeira release estável.

Diolinux Mobile

Baixe a versão atualizada do aplicativo do Diolinux para o seu Smartphone


Havíamos publicado aqui no blog há alguns dias atrás o lançamento do beta do nosso aplicativo para Android, ele ainda estava em desenvolvimento e agora temos uma versão melhor acabada do mesmo que vai facilitar o seu acesso ao conteúdo do blog, além de não ocupar muito espaço, ele vai garantir uma maior interatividade entre nós e você, nosso querido leitor(a).

Enquanto eu, Dionatan, cuidava do design da aplicação juntamente com o Kewer, outro integrante aqui do blog, o desenvolvimento está sendo feito pelo Renan Cunha, o App ainda não está na Google Play, mas este é o plano para o futuro, o código do mesmo está disponível no Github, clique aqui para acessar.

Novidades


Apesar de simples, as mudanças feitas vão acarretar em uma melhor experiência de uso, agora todos os menus do blog ficam agrupados em uma sessão à direita, deixando assim o cabeçalho livre.

No rodapé do App, o paginador do blog também foi alterado para facilitar a navegação e agora no topo temos um botão para facilitar o seu trabalho de compartilhar algum post do blog.

Faça o download


Mais uma vez agradecemos a colaboração do Renan Cunha pelo empenho no desenvolvimento da aplicação, que apesar de simples é uma "mão na roda" para todos nós. Você pode baixar o APK atualizado do Diolinux Mobile no seu Smartphone clicando no botão abaixo.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Vivaldi: O melhor do Opera e do Google Chrome em um navegador só

Nenhum comentário
Você está procurando um browser alternativo para o seu sistema? Que tal dar uma chance ao Vivaldi?

Vivaldi Browser no Ubuntu

Uma boa alternativa para você


Apesar de são existirem muitos navegadores realmente diferentes no mercado o Vivaldi bem que tenta ser "diferente" dos demais, focando especialmente no design, ele é um navegador mantido por ex-mantenedores do Opera Browser, que é ainda muito popular, porém sua base é o Chromium, ou seja, a mesma base do Chrome.

O Vivaldi ainda não está em sua versão final, a versão disponível é a chamada "Technical Preview", juntando alguns elementos famosos no Opera com o motor do Chrome ele promete ser uma alternativa interessante para que não está satisfeito com os browsers atuais.

Vivaldi Bookmarks

A sua maneira de organizar os favoritos, mostrar os downloads e outras opções é um diferencial, existem também uma série de opções que podem ser configuradas nele, todas de forma muito intuitiva.

Segundo o blog oficial, o foco no momento é a correção de bugs, você pode ver todo o changelog da versão atual neste link. Os desenvolvedores não colocaram um prazo para o lançamento da versão final, mas alertam que o browser está suficientemente estável para um tido como "normal", e claro, recomendam que caso você possa, que ajude a reportar o bugs que eventualmente encontrar.

Baixe o Vivaldi para Linux, Windows e Mac OSX

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Wine terá uma versão nova por ano

Nenhum comentário

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Os desenvolvedores do Wine reuniram-se para definir alguns detalhes do rumo do projeto e colocar ordem na casa, agora o Wine deverá receber constantes atualizações e grandes lançamentos anuais.

Datas de lançamento do Wine

Colocando ordem na casa!


Wine é um software muito importante para alguns usuários Linux, eu por exemplo posso jogar PES 2016 no meu Ubuntu por conta do software. 


O Wine, entretanto, tem um cadeia de lançamentos um pouco confusa e arbitrária, saem versões diferentes dele com uma frequência extremamente alta, o que pode ser bom por um lado e ruim por outro, pois a ânsia por lançar versões novas deixa passar alguns bugs, de forma que uma versão mais recente pode fazer com que um programa que funciona perfeitamente em um versão mais antiga deixe de funcionar, porém, isto está prestes à mudar.

Leia também: Wine Staging a versão "turbo" do Wine

Durante a WineConf, os desenvolvedores do Wine estabeleceram que o software terá apenas um grande lançamento anual, e eventuais lançamentos que ocorram serão considerados betas, o Wine passará desta forma por uma triagem maior e lançará versões mais estáveis. A próxima versão do Wine que será estável e debugada é a 1.8.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Você sabe por que o mascote do Linux é um pinguim? A gente conta pra você!

Nenhum comentário
Você já deve ter percebido que o mascote do Linux é um pinguim, ele está e todo o lugar e representa o Linux em todo o lugar em que o sistema esteja, várias distribuições usam variações dele em seus logotipos, vários jogos foram feitos usando ele, mas você sabe por que ele é um pinguim?

Qual a origem do Tux?

Linus e os pinguins


Senta que lá vem história! (Sempre quis escrever isso hehehe), os "segredos" da origem do Tux, este o nome do pinguim do Linux caso você não saiba, vão ser narrados pelo Laurence Fishburne do Linux aqui no Brasil, dono do canal Toca do Tux e também redator aqui do Diolinux, Gabriel da Silveira Costa. Pega a pipoca e dá play aí:


Descrição do vídeo

Um site voltado pra cultura nerd em diversos assuntos, como filme, séries, jogos, mangás, animes, HQs com informação voltada para o conteudo de um filme e sua história e review: http://www.bazingatv.com.br/

https://www.cs.earlham.edu/~jeremiah/...
http://www.techhive.com/article/11388...
http://xtux.sourceforge.net/index.html
https://www.youtube.com/watch?v=jV5cI...
http://sourceforge.net/projects/tuxma...
http://sourceforge.net/projects/tuxwo...
https://www.youtube.com/watch?v=8D0ss...
http://www.freedroid.org/

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




F-Droid: Liberte o seu Smartphone com Android

Nenhum comentário
É comum falarmos em softwares livres e open sources para computadores, mas e os Smartphones? Eles já são computadores de bolso e o Android, baseado em Linux, é o sistema mais utilizado neste meio, será que podemos usar programas abertos no sistema da Google também? A resposta é SIM, conheça agora o F-Droid.

F-droid: O repositório livre para Android

F-droid: O repositório livre para Android


Preparamos um vídeo bem bacana para mostrar para você o F-Droid, um repositório de aplicativos de código aberto para você usar no seu Android, ao lado ou substituindo a Google Play, conforme a sua necessidade, confira.


Descrição do vídeo

Veja como você pode usar softwares de código aberto no seu Android e ainda conheça o Just Play, um excelente player de música para Android que tem código aberto.

F-Droid: https://f-droid.org/

Acesse a nossa loja: http://www.diostore.com.br

Conheça o nosso Patreon; https://www.patreon.com/Diolinux

Anuncie no Diolinux: http://goo.gl/BWsafD

- Acesse o site: http://www.diolinux.com.br
- Facebook: http://www.facebook.com/blogdiolinux
- Twitter: http://www.twitter.com/blogdiolinux
- Google Plus: https://plus.google.com/+DiolinuxBr/
- Android App: http://goo.gl/DTVt7I
- Assine o nosso Feed:http://goo.gl/w6418F
- Diolinux na Google Play Banca: http://goo.gl/qCJQqr

Contato:blogdiolinux@gmail.com

Rocker Chicks de Audionautix está licenciada sob uma licença Creative Commons Attribution (https://creativecommons.org/licenses/...)
Artista: http://audionautix.com/
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Ubuntu 16.04 LTS será mais acessível para pessoas com deficiências motoras e visuais

Nenhum comentário
Cada distribuição tem seu enfoque, o Ubuntu já deixou claro que é "o sistema para seres humanos", pensando não apenas em atender o usuário profissional de todas as formas mas proporcionando um ambiente fácil para leigos também, a nova LTS será ainda mais especial.

Mark ShuttleWorth

Ubuntu: "Eu sou porque nós somos"


Will Cooke é o nome do engenheiro da Canonical responsável pela área de acessibilidade do sistema, que são os programas e maneira com que o Ubuntu lida com os mesmos para auxiliar que pessoas que tenham algum tipo de deficiência física, motora, auditiva ou visual.

Acessibilidade no Ubuntu

Na imagem acessa você vê o aplicativo "Acessibilidade" que já vem por padrão com o Ubuntu, se você for uma pessoa afortunada nem sequer precisou utilizar ele alguma vez, mas ele é extremamente útil para  as pessoas que necessitam de algumas ajudas especiais.


Segundo o engenheiro, a ideia é trazer para o Ubuntu 16.04 LTS um ganha maior de opções, correções de bugs eventuais para as funções já existentes e aumentar as possibilidades de acessibilidade diretamente na instalação do sistema. O mesmo engenheiro comentou que a modificação que eles fizerem no Ubuntu poderá ser utilizada por outros sistemas que desejarem, desde que o back-end do Gnome esteja presente.

A ideia de colocar estas modificações no Ubuntu 16.04 LTS, que ainda não nem um nome, pois as versões LTS tendem a ser usadas por mais tempo em empresas e pelos usuários em geral.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Ubuntu 15.10 Beta 2 está disponível para download juntamente com suas derivações

Nenhum comentário

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Estamos quase chegando ao lançamento final do ciclo de desenvolvimento do Ubuntu 15.10 Wily Werewolf, confira as novidades e faça o download.

Ubuntu 15.10 Beta 2

Anunciado o novo Beta do Ubuntu 15.10


Finalmente está chegando a hora do lançamento do Ubuntu 15.10, no próximo mês (Outubro) lá pelo dia 23 ele deverá sair em sua versão definitiva, quem não tem muito a perder pode se dar ao luxo de já instalar o Ubuntu 15.10 Beta 2, mas é bom prestar atenção aos PPAs que eventualmente você use, pois ele podem ainda não estar disponíveis para a nova versão do Ubuntu.

Kubuntu 15.10

Para os fãs de KDE, o Kubuntu 15.10 chega com a versão 5.4 do Plasma Desktop e as aplicações fazem parte da geração 15.08.2, faça o download aqui.

Quem curte o Xubuntu pode fazer download do Beta 2 clicando neste link, esta versão não traz nenhuma grande novidades, apenas correções de bugs do beta passado.

Ubuntu Gnome 15.10

Quem prefere o Gnome vai ficar feliz em saber que a nova versão do Ubuntu Gnome já vai sair de fábrica mais estável, ao invés de apostar na última versão do Gnome, a distro vai usar o Gnome 3.16 e não o 3.18 que foi lançado nesta semana conforme noticiamos, os usuários que quiserem poderão atualizar o ambiente para a última versão posteriormente.

Para fazer o download do Ubuntu Gnome 15.10 Beta 2 clique aqui.

Quem prefere um ambiente mais leve como MATE vai encontrar no Ubuntu MATE 15.10 Beta 2 uma excelente opção, o sistema vem com o MATE Desktop 1.10 e não há grandes modificações à partir do primeiro Beta, o destaque fica por conta da nova tela de boas vindas.

Ubuntu Mate 15.10

Para baixar o Ubuntu MATE 15.10 Beta 2 clique aqui.

Se o Ubuntu MATE não é leve o suficiente para você a sua melhor escolha é o Lubuntu 15.10 Beta 2, esta versão do sistema removeu o modo NetBook do sistema, que era um pouco arcaico, vamos combinar,  e está preparando o terreno para a implementação do LxQT, que será o desktop padrão no lugar do LXDE no futuro, para baixar o Lubuntu 15.10 Beta 2 clique aqui.

Se você quiser baixar o Ubuntu padrão, com Unity, você pode fazer isto neste endereço, para saber todos os planos de lançamento do Ubuntu 15.10 original clique aqui.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




7 fatos incríveis sobre o Linux que vão te surpreender

Nenhum comentário
O Linux está em mais lugares do que você pode imaginar, ele é maleável ao extremo e é utilizado em diversas situações, e como todo grande projeto ele tem várias curiosidades, hoje vamos conhecer 7 deles que você provavelmente não conhecia.

Fatos interessantes sobre o Linux

Linux em todos os lugares!


1 - O primeiro Kernel que Linus lançou tinha o tamanho de apenas 65 KB, atualmente o Kernel Linux tem mais de 18 milhões de linhas de código.

2 - O Scientific Linux controla o acelerador de partículas do CERN. Ele é baseado no Red Hat Linux e é novamente um sistema operacional livre e aberto.

Linux no CERN

3 - O Linux cresceu tanto que hoje em dia o código que é escrito por Linus Torvalds nas versões atuais representa apenas 2% do total, uma série imensa de empresas colabora hoje em dia para a realização do Kernel, cerca de 80% do Kernel é feito por iniciativas empresariais, o restante é feito pela comunidade.

4 - Linux tem um grande destaque em Hollywood, tanto para a renderização dos filmes como para a produção, filmes como Avatar, Titanic, Interstellar, Gravity, Shrek e muito outros foram feitos usando soluções abertas que rodavam no Linux.

Avatar e Linux

5 - As maiores empresas do mundo da tecnologia colocam seus serviços na ar través de servidores Linux, Google, Amazon, Neftlix, Facebook, Twitter e recentemente até a Microsoft criou um software que roda sobre o Linux para seus servidores.

6 - O Departamento de Defesa dos os EUA também usa Linux extensivamente. O Red Hat Linux comando os submarinos nucleares do país.

Submarinos dos EUA usam Linux

7 - O Kernel Linux recebe cerca de 1.300 alterações em seu código por semana, tudo isso é analisado pela equipe do Kernel e por Linus Torvalds antes de entrar na versão definitiva que as pessoas e desenvolvedores vão utilizar.

E muito mais!


E existem muito mais curiosidades sobre o Linux então se você quiser saber mais coisas legais sobre tudo o que existem em torno deste mundo vamos deixar algumas boas sugestões aqui.






Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Confira:
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo