Criador do Debian, Ian Murdock faleceu hoje aos 42 anos

É um dia triste para a comunidade Linux, especialmente os usuários da distribuição Debian, seu criador, Ian Murdock, faleceu aos 42 anos.


A equipe do Docker publicou em seu blog uma mensagem em memória de Ian e informando o acontecido. Ian Murdock era ex-funcionário da Sun Microsystems e da Salesforce, porém, é mundialmente reconhecido por ter criado a distribuição Linux Debian, sistema que até hoje serve de base para boa parte das distribuições Linux em geral. Ele tinha 42 anos.

A causa da morte não foi exclarecida no post e o Departamento de Polícia de San Francisco também não informou nada, ao menos por enquanto. A morte dele é envolta a alguns mistérios, aparentemente ele teve alguns problemas com a polícia (veja o PDF), a conta de Ian no Twitter foi deletada, ele também havia comentado sobre suicídio em um dos tweets, porém, nada foi confirmado até agora.

Ficam aqui nossos sentimentos a família e amigos de Ian Murdock, alguém que realmente fez diferença no mundo e que será lembrado para sempre na história da tecnologia.
Condolências de pessoas relacionadas ao Debian e mais amplamente, qualquer membro da comunidade Linux podem ser enviadas para [email protected]

Descanse em paz.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Lançada a primeira versão estável do Solus OS

Este é um sistema operacional que chamou muito a atenção no início do ano, além de ser um sistema baseado em Linux feito do zero, sua interface gráfica, o Budgie Desktop agradou muitas pessoas e agora ele está pronto para você testar.

Solus OS

Depois de um bom tempo de desenvolvido e de ter mudado de nome (Solus era chamado de Evolve antigamente), o sistema prometeu uma ótima (ou tão boa quanto possível) experiência de uso a nível 
de desktop.

O objetivo do Solus é trazer uma experiência clássica no desktop, tudo isso graças ao Budgie, nós já mostramos o projeto Solus quando ele estava em fase Beta, confira logo abaixo, isso vai te dar uma noção do que esperar.


Os aplicativos padrões disponíveis no Solus incluem Firefox 43.0.2, Nautilus 3.18.4, Rhythmbox 3.2.1, Thunderbird 38.5.0 e VLC 2.2.1.


Se você quiser baixar o Solus OS para testar é possível fazê-lo através da página oficial do projeto.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 29 de dezembro de 2015

RedStar OS: O Linux nada livre da Coreia do Norte

Linux é sinônimo de liberdade para algumas pessoas, mas isso não é necessariamente verdade, sobretudo se você é um cidadão da Coreia do Norte, o país mantém um sistema operacional Linux chamado RedStar OS que é entregue para a população e deixa as pessoas sob vigilância constante.

RedStar OS

RedStar OS, o Linux que te deixa "preso"


Ao contrário do que se poderia imaginar, o Linux na Coreia do Norte não é usado para a liberdade dos usuários e sim para a liberdade do governo em administrar as pessoas que vivem no país. A distribuição Linux utilizada pelo Governo de lá é chamada de RedStar OS e realmente reflete o regime político do país.

A aparência lembra o OSX da Apple, ou o elementary OS, porém, o grande diferencial está realmente escondido das linhas de código que compõem o sistema, segundo o "The Registeralguns pesquisadores estudaram o sistema operacional e descobriram coisas bizarras.

O RedStar OS é capaz de colocar automaticamente um código serial em qualquer arquivo que entre em contato com o sistema operacional, eles não precisam nem ser abertos ou executados, bastam estar no disco rígido, desta forma, não há como um norte-coreano enviar algum arquivo para fora do país sem se descoberto pelo governo.

A navegador padrão do RedStar é uma variação do Firefox chamada de Naenara que faz com que o usuário conecte-se automaticamente à intranet do país. Isso impede que as pessoas acessem sites famosos como Facebook e Twitter. O sistema também tem um mecanismo de "defesa" que impede que o usuário modifique o Linux, toda vez que o sistema detecta alguma mudança em algum arquivo do sistema o computador é reiniciado imediatamente.

O sistema operacional também vem com um firewall pré-instalado e até mesmo um software antivírus. A base do sistema é o Fedora 11. Se você estiver curioso em testar o sistema em uma máquina virtual ele está disponível nesta página, lembrando que o único idioma disponível é o Coreano.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Baixe o calendário 2016 feito no LibreOffice

O LibreOffice é uma suíte muito poderosa e tem um programa chamado "LibreOffice Draw" que é pouco utilizado pela maioria das pessoas, mas agora além de conhecer um pouco do potencial do software você poderá usar o calendário no ano de 2016.

Calendário 2016

Eliane Domingos, membro da comunidade LibreOffice, disponibilizou em seu perfil do Facebook os arquivos em formato aberto do calendário do ano de 2016 com a temática LibreOffice e feita nele também.

Você pode baixar a versão aberta, como esta da imagem acima onde você pode incluir os feriados locais também se desejar ou fazer qualquer outra modificação e também uma versão em PDF para quem deseja apenas o calendário pronto.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Lançada versão 1.9 no Wine

Uma nova versão do Wine foi disponibilizada, o Wine é um programa muito útil, disponível para Linux e Mac OSX que permite rodar aplicações que são nativamente feitas para Windows.

Wine 1.9

Os desenvolvedores do Wine anunciaram uma nova versão do programa, ele já está disponível para manipulação através do PlayOnLinux, a versão mais recente inclui uma série de correções de bugs, a implementação do WSAPoll, correção de fontes da janelas de diálogo e melhorias nas função de arrastar e soltar.
Conheça o Wine Staging, uma versão turbinada do Wine
Você pode ver todas as notas de lançamento no site oficial do Wine.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como instalar os programas do Linux Deepin no Ubuntu

O Linux Deepin é uma distribuição chinesa que chama a atenção pela a sua aparência e pela qualidade de suas aplicações nativas, hoje você vai aprender a instalar os programas padrões do Linux Deepin no seu Ubuntu ou sistema operacional derivado.

Linux Deepin Apps para Ubuntu

Instalando os Apps do Linux Deepin no Ubuntu


O Linux Deepin é uma distribuição Linux baseada no Ubuntu, por isso suas aplicações podem ser instaladas no sistema da Canonical, nós já fizemos uma análise dele, no vídeo abaixo você pode ter uma ideia de como ele funciona e qual é a sua aparência:


Como você deve ter reparado, a maioria das ferramentas desenvolvidas pelo Deepin tem um visual muito particular e alguns são muito interessantes como a sua Central de Programas, agora você vai aprender a instalar os programas do Linux Deepin no Ubuntu.

Instalação


Para fazer a instalação você precisa adicionar o seguinte repositório: ppa:noobslab/deepin-sc

Clique no menu do sistema, pesquise pelo aplicativo "Programas e Atualizações", dentro dele clique no botão "Adicionar", na janela que aparecer coloque o PPA acima, como no exemplo abaixo, posteriormente clique em "Adicionar Fonte", clique em "Fechar", agora é necessário fazer a atualização dos repositórios, se quando você fechar aparecer uma janela pedindo a atualização você pode fazer essa atualização apenas confirmando a ação, caso contrário, procure no menu do sistema pelo aplicativo "Atualizador de Programas" e deixe ele fazer uma atualização.

Instalando os programas do Linux Deepin no Ubuntu
Clique na imagem para Ampliar

Depois do repositórios instalado você encontrar as aplicações na Central de Programas do Ubuntu basta clicar nos links abaixo para instalar a aplicação que você quiser:


Fazendo a instalação via terminal (opcional)


Se você já fez o procedimento acima você não precisa repetir usando o terminal, isto é apenas para aqueles que preferem fazer a instalação desta forma. 

Basta copiar todo este código abaixo e colocar no seu terminal, depois de colar pressione a tecla "enter", digite a sua senha e pressione "enter" novamente, aguarde a instalação, ele estará disponível no menu do sistema depois que ela terminar.
sudo apt-add-repository ppa:noobslab/deepin-sc -y && sudo apt-get update
Para instalar as aplicações:
sudo apt-get install deepin-music
sudo apt-get install deepin-terminal
sudo apt-get install deepin-movie
sudo apt-get install deepin-software-center

Aproveite as aplicações!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




WPS Office 2016 - Uma ótima alternativa ao Microsoft Office para Linux

O Software Chinês, WPS Office, conhecido em sua versão mobile por "Kingsoft Office" é uma aplicação muito interessante para quem precisa de uma alternativa para o Microsoft Office e não se dá muito bem com o LibreOffice. E ainda vamos te ensinar a instalar a tradução também.

WPS Office

Um clone do Microsoft Office


O WPS Office é uma solução de suíte Office para o mercado chinês mas que vem ganhando mercado no ocidente. A principal aposta dele é a sua aparência, que lembra muito a interface Ribbon do software da Microsoft e a sua praticamente perfeita compatibilidade com os formatos docx, xlsx e pptx.

WPS Office no Ubuntu

Apesar de ser muito interessante, o WPS tem um contra, ele não tem suporte para formatos abertos, como os do LibreOffice, isso aparentemente será implementado no futuro, mas no momento não é o que temos. Ele também é originalmente em inglês, mas para o Ubuntu e derivados nós temos um pacote de tradução para a maior parte de sua interface, o projeto foi feito pelo pessoal do União Livre, há também uma versão em desenvolvimento para Arch Linux e derivados, que por sua vez é uma derivação do pacote do União Livre.

Download do WPS Office 2016 para Linux


Para fazer o download do WPS Office 2016 basta clicar no botão abaixo, você será redirecionado para a página de downloads do software.
Na página de download você encontrará varias versões no painel que fica na parte esquerda, são várias versões Alpha e uma versão beta, se você clicou no botão acima você foi direcionado para a versão Alpha20, pois a Beta1 estava indisponível.

Rolando a página mais para baixo você encontra os links para download, como você pode ver na imagem abaixo, os sistemas estão indicados abaixo, lembrando que as versões em DEB também valem para Debian e derivados do Ubuntu, como o Linux Mint e as versões RPM também pode ser usadas em derivados do Red Hat e Fedora e com o openSUSE, a versão final em suma serve para qualquer distro, porém, você terá que compilar o código fonte.

Download do WPS Office

A tradução do WPS Office para o português


Assim que você instalar o DEB/RPM dando dois cliques, ou instalar usando o pacote com o código fonte, o WPS Office ficará em inglês, para traduzir a versão para o Ubuntu e derivados você pode baixar o pacote abaixo e dar dois cliques, posteriormente, ao abrir o programa você verá ele em português.


Para Arch Linux e derivados você encontra a tradução aqui, infelizmente não existe uma versão RPM para a tradução, porém, você pode usar o Alien para converter o pacote de DEB para RPM. Você encontra o repositório do União Livre aqui.

Confira um vídeo demostrativo da funcionalidade da aplicação:


Atualização:

O WPS Office foi removido do site oficial, provavelmente por conta de uma atualização que ele deverá sofrer, confira aqui uma outra forma de fazer a instalação.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Vídeo especial de Natal explicando "Porque você usa Linux"

Olá pessoal! Espero que estejam todos muito bem e que tenham tido um ótimo Natal. Hoje estou escrevendo por um motivo especial, nós tivemos um vídeo diferenciado nesta véspera de Natal que contou com a ilustre participação de vocês, leitores, inscritos, amigos; vamos conferir juntos?

Especial de Natal

Um vídeo especial para um dia especial


Talvez você tenha perdido o nosso vídeo especial de Natal, se perdeu, espero que seja por um ótimo motivo, como estar com a sua família em dia tão importante.

Na véspera de Natal nós  publicamos um vídeo no Canal do Diolinux com o intuito de fazer um agradecimento a todos que acompanham o nosso trabalho com o blog e com o canal, mas além disso, o intuito do vídeo era mostrar um pouco dos membros que fazem parte dessa verdadeira comunidade que se criou em torno do meu humilde projeto, que iniciou há quase 5 anos atrás.

Hoje, dia 26 de Dezembro de 2015, o nosso Canal no YouTube atingiu a fantástica marca, pelo menos para mim, de 40 mil inscritos, e se tornou o maior Canal brasileiro sobre conteúdo Linux, tudo isso graças a você! Por isso no vídeo especial eu fiz questão de mostrar um pouco das pessoas que tornaram este sonho real, afinal, como eu comentei no vídeo, números, estatísticas, tudo isso é muito "frio" perto do que realmente é, cada número, cada estatística, é na verdade uma pessoa como eu, com sonhos e anseios, objetivos e muita batalha para conquistar o que deseja para vida; em suma, obrigado pelos 40K mas acima de tudo, obrigado pela companhia de 40 mil pessoas de verdade, com histórias para contar.

É ótimo saber o quanto o nosso esforço em ficar horas gravando, editando, pesquisando, escrevendo trouxe benefício para algumas pessoas, é bom saber que as nossas opiniões e instruções mais ajudaram do que deixaram pessoas chateadas. Este final de ano foi um pouco corrido para mim e para o pessoal aqui do blog em geral. Todos os vídeos que vocês viram e ainda irão ver até amanhã, domingo, foram produzidos na quinta-feira, 17, então se alguma informação estiver desatualizada eu peço desculpas por isso. Foi uma maratona incrível baseada em muito café e boa vontade (rsrsrs), mas no final deu certo. Aliás, se você quiser saber da programação de final do ano do blog/canal/loja basta clicar aqui.

Agora eu deixo você com o vídeo, e desejo a você um ótimo final de ano!


_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




sábado, 26 de dezembro de 2015

Diretor da Canonical revela números: Ubuntu tem mais de 1 Bilhão de usuários (com B)

Que o Ubuntu era popular você já sabia não é verdade? Os dados revelados pela Canonical  mostrando a quantidade de usuários a nível desktop, cerca de 40 milhões, nem de perto arranham a estimativa de pessoas  usando o Ubuntu ao redor do mundo segundo Dustin Kirkland.

Ubuntu tem mais de 1 Bilhão de usuários

Ubuntu tem mais de 1 Bilhão de usuários


Recentemente a PC World publicou uma nota comentando o "fracasso" da Canonical em não conseguir fazer o Ubuntu ter 200 milhões de usuários em 2015, algo que Mark Shuttleworth teria objetivado em 2011, porém, um dos diretores de negócio da Canonical, Dustin Kirkland, publicou algo a respeito em seu blog que é absolutamente impressionante!

De fato, e infelizmente também, o Ubuntu não atingiu 200 milhões de usuários no Desktop, mesmo assim é de longe a distribuição mais utilizada, e com a tendência mobile que vem acontecendo nos últimos anos é muito provável que o Desktop não traga para o Ubuntu estes 200 milhões de usuários, porém, Dustin nos lembra que o Ubuntu não é "apenas" a versão de Destkop, é muito, muito mais do que isso. De fato, até quem diz que não gosta de Ubuntu pode estar usando o sistema, direta ou indiretamente.

O projeto Ubuntu é muito diversificado e Dustin Kirkland explica onde o Ubuntu é utilizado, afirmando que é praticamente impossível afirmar com precisão a quantidade de pessoas que usa o Ubuntu ao redor do mundo, mas o número é muito alto, uma vez que, ao contrário de outras grandes empresas detentoras de sistemas operacionais, a Canonical não exige um cadastro para usar o S.O., fica complicado estimar os dados com precisão.

Dustin comenta que você pode comprar Notebooks com Ubuntu pré-instalado da Dell, Lenovo e Asus e existem também servidores da IBM, Dell, HP, Cisco, Lenovo, Quanta e outros mais que também trazem o Ubuntu.

Vejamos alguns fatos deste ano relacionados ao uso do Ubuntu.

- Usuários do Dockers usaram imagens do Ubuntu com ele 35,4 milhões de vezes;

- ISOs HashiCorp's Vagrant com Ubuntu 14.04 LTS 64 bits foram baixadas 10 milhões de vezes;

- Pelo menos 20 milhões de instâncias de nuvem openStack foram lançada usando Ubuntu exclusivamente;

- Temos os Ubuntu Phones da BQ e da Meizu e as instalações em dispositivos Nexus;

- Carros inteligentes da Tesla rodam Ubuntu;

- Carros inteligentes da Google, rodam Ubuntu

- Ubuntu Snappy tem sido baixado massivamente para ser usado em todo tipo de equipamento, Raspberry Pi, Drones, Robôs, Switches de rede, dispositivos inteligentes e internet das coisas;

- Todo o e-Commerce do Walmart é baseado no Ubuntu;

- Trabalhando com Kubernetes ou Apache Mesos? O Ubuntu é usado ali também;- Tianhe-2, o super computador com 80.000 processadores Xeon e 1,4TB de memória RAM com 12,4 PB de disco roda Ubuntu;

- Servidores da Netflix rodam Ubuntu, lembre disso quando assistir uma série ou filme no serviço;

- Você gosta de usar o Uber para pegar um carona? O seu App está conversando com servidores Ubuntu no Backend;

- Você gosta de "O Hobbit?", "Jogos Vorazes", "Os Vingadores", "Avatar?", saiba que todos eles foram renderizados com o Ubuntu, além de muitos outros filmes;

- Você usa o Instagram? Pois é, é o Ubuntu que está armazenando as suas fotos;

- WallStreet também usa o Ubuntu para os computadores da bolsa de valores Bloomberg;

- Paypal, Dropbox, Snapchat, Pinterest, Reddit, tudo isso roda sob o Ubuntu;

- A Wikipédia e Wikimedia, são dois dos sites mais visitados da internet com cerca de 18 bilhões de page views por mês, tudo isso é hospedado pelo Ubuntu.

É difícil dizer quantos usuários desfrutam do Ubuntu direta ou indiretamente, mas há mais de um bilhão de pessoas hoje que se beneficiam do sistema de alguma forma, por isso, você pode até não gostar de Linux ou do Ubuntu, mas ele é sem sombra de dúvidas a distribuição Linux mais popular do mundo (talvez perdendo apenas para o Android por conta dos bilhões de Smartphones), mas mesmo assim é um número de respeito. Ele proporciona a você muitos dos recursos da tecnologia que você gosta, está por traz de vários Apps e serviços famosos.

Você pode conferir as fontes de todos os itens comentados acima e também mais alguns números que não foram citados no post original de Dustin, basta clicar aqui.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

10 jogos para Linux para você comprar na promoção de final de ano da Steam

A promoção de inverno para os norte americanos chegou com força na Steam, hoje vamos listar para você 10 games ótimos que você pode comprar neste final de ano para passar as suas férias com uma ótima opção de entretenimento, tudo isso jogando do seu Linux, vamos lá?

10 jogos para você comprar no Winter Sale da Steam

10 jogos para você comprar na Winter Sale da Steam


Querendo algumas alternativas de games para jogar na sua distro Linux nas férias de final de ano? Nós vamos te dar algumas dicas para você incrementar a sua biblioteca Steam.

Pensei em fazer uma lista com alguns games não tão massivos em termos de usuários, então você não verá na listas os clássicos da Valve, como os Counter Strike (todos em promoção inclusive), Dota2 e Team Fortress 2 (ambos grátis), os Half-Lifes e Portal, vamos colocar alguns outros games legais em pauta, tentei selecionar estilos diferentes para agradar a todos os tipos de jogadores, confira a lista.




Se você tiver alguma sugestão de game para Linux deixe ela aqui nos comentários, que game você vai zerar nestas férias?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Resultado da promoção de final de ano e avisos importantes!

Olá pessoal, vamos revelar os vencedores da nossa promoção de Dezembro e aproveitar para desejar um Feliz Natal adiantado, além disso, temos também algumas informações importantes para passar sobre como será o final de ano no blog e também do canal.

Final de ano Diolinux

Esse foi um ano memorável, não necessariamente bom em todos os sentidos, especialmente econômicos, mas sem dúvidas, um ano memorável. Nós atingimos várias marcas importantes e realizamos projetos que há muito estavam guardados.

Para fechar o ano com chave de ouro faltava premiar você, leitor do blog, que sempre acompanha as últimas novidades do mundo da tecnologia, especialmente o mundo Linux, por aqui. No vídeo abaixo você verá a relevação dos vencedores da promoção deste mês (já desejo boa sorte adiantado) e também ouvirá alguns avisos importantes que temos a fazer sobre como o blog vai funcionar neste final de ano, como o Canal vai funcionar neste final de ano e também sobre como a nossa loja, a DioStore, vai funcionar neste final de ano. Confira:


Um ótimo final de ano para você e para toda a sua família, a gente se vê por aí e por aqui também!

Até logo!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Magazine Luiza da dicas para você usar o Ubuntu!

É muito interessante ver vídeo de terceiros, isto é, de pessoas não necessariamente envolvidas com o mundo Linux diretamente falando sobre o sistema, encontrei este vídeo do Magazine Luiza, uma loja muito popular aqui no Brasil, dando algumas dicas de como usar o  sistema.

Magazine Luiza Ubuntu

Obviamente o vídeo tem a intenção de reforçar o produto sendo vendido, que no caso é um computador com o Ubuntu, apesar da interface não se mostrar absolutamente fiel a interface que temos hoje em dia (alguns detalhes de design apenas), as dicas são realmente interessantes, especialmente para quem não conhece o Ubuntu.

Fora isso, acho importante divulgar qualquer propaganda feita com o Linux, são de pequenas ações como essas que os sistemas baseados no Kernel precisam, vídeos assim chamam muito a atenção, confira:


O que você achou do vídeo? Você também acha que precisamos de mais marketing deste tipo para que a massa comece a ver o Linux como uma opção viável.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Deixe a sua opinião: Quais Apps você quer no Ubuntu Touch?

O site não oficial de Apps online para o Ubuntu Touch elaborou uma votação onde os usuários podem dizer qual App eles gostariam de ver rodando no Ubuntu para dispositivos móveis, isso pode nortear os desenvolvedores para saber quais são as prioridades.

App Whishlist para Ubuntu Touch

Mesmo sendo inovador, sendo diferente e rápido, um sistema operacional mobile depende basicamente de Apps para sobreviver e o Ubuntu ainda é muito recente e tem uma gama pequena de aplicações. Para ajudar os desenvolvedores a saberem quais são as prioridades o site uApp Explorer, um site não oficial para instalar Apps no Ubuntu Phone, criou um "concurso" onde você pode votar e dizer qual aplicativo você quer ver rodando no Ubuntu Touch.

Curiosamente, a aplicação mais votada até o momento é o Firefox, o que não parece ser um problema muito grande, ele deve chegar em breve ao Ubuntu Touch, entretanto, outras aplicações muito votadas estão um pouco mais longe, como o WhatsApp e o Facebook Messenger, que dependem, mais do que da boa vontade de seus desenvolvedores, de que o Ubuntu Touch rode aplicações alocadas na memória, que é um requisito destes Apps, algo que, por escolha da Canonical, o sistema ainda não faz.

Se você quiser votar também basta acessar o site e se logar com a sua conta Ubuntu. Atualmente as estimativas indicam que o Ubuntu Touch tem apenas 25 mil usuários.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




AMD lança nova atualização nos drivers de vídeo para Linux (15.12)

A AMD lançou uma nova versão de seu driver de vídeo Crimson na versão 15.12 para Linux, a principal mudança são os pacotes .deb que agora estão disponíveis para o Ubuntu 15.10.

Crimson 15.12 para Linux


AMD Creamson na versão 15.12 é uma pequena atualização para a versão 15.11, lançada no mês passado. O principal destaque da versão é o suporte oficial para várias distribuições Linux que foram atualizadas recentemente como o Red Hat Enterprise Linux 7.2. Todos os sistemas operacionais Ubuntu Linux são suportadas neste momento, incluindo 15.10, 15.04, 14.04 LTS, e 12.04 LTS.

Além destas versões o novo driver suporta também o Red Hat Enterprise Linux 7.1, 7.0, 6.7, 6.6, e 6.5, o SUSE Linux Enterprise 11 SP3 e 12, e openSUSE 13.1, porém vale comentar que a AMD fornece pacotes binários apenas para o Red Hat Enterprise Linux 7.1, 7.0, 6.6, e 6.5, bem como Ubuntu 12.04.4 14.04.2 LTS ad LTS.

Por menores que as atualizações sejam é importante salientar a constante atualização que vem aparecendo nos últimos meses para os drivers da AMD para Linux, algo muito diferente do que o histórico que a empresa construiu, você encontra os links para download das versões mais recentes do driver no site da AMD.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Lançado Saints Row IV para Linux com promoção na Steam

Finalmente chega ao Linux o prometido Saints Row IV com todos os seus pacotes de expansão e por um preço muito convidativo.

Saints Row 4 no Linux/Steam OS

Fim de ano feliz para os gamers de Linux


Depois do anúncio da Capcom de que Street Fighter V será lançado para Linux no próximo ano, os gamers do "sistema do pinguim" poderão comemorar também o lançado de Saints Row IV para a plataforma.

Saints Row IV é um game de "mundo aberto" onde você pode explorar o cenário, é muito fácil comparar o seu estilo com o famoso GTA da RockStar, porém, ele tem seus próprios diferenciais e puxa muito mais para o lado da comédia do que qualquer outra coisa. Confira abaixo o trailer.


Para deixar os gamers ainda mais felizes o game está em promoção na Steam para comemorar o seu lançamento, acesse a página da Steam e reserve o seu e claro, fique ligado no nosso canal, logo vamos mostrar um gameplay dele rodando no Linux.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Actor Messenger uma nova alternativa de código aberto ao WhatsApp e ao Telegram

Se você está procurando uma boa alternativa de aplicativo de mensagens que seja seguro e open source então o Actor pode ser uma opção interessante para você.

Actor Messenger

Uma alternativa aberta aos mensageiros populares


Disponível para Android, iOS e uma versão web, assim como temos no Telegram e também o no WhatsApp. O Actor Messenger tem o código aberto e é tão fácil de utilizar quanto qualquer outro messenger que você já tenha usado. Ele ainda não possui tantos recursos quanto o Telegram e o WhatsApp mas isso não quer dizer que ele seja simplesmente descartável.

Veja também: Telegram ganha usuários com a parada do WhatsApp

O aplicativo tem suporte a chats, assim como os dos outros mensageiros tradicionais, mas além de ter seu código aberto o seu grande diferencial é a sua versão empresarial, chamado de Actor for Work que você encontra na Google Play.

Saiba mais sobre o projeto e encontre links para download para as versões para Android e iOS, além da versão Web, no site do Actor Messenger.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




"The Watchers: Knight of Light" e como ler eBooks no Ubuntu/Linux


Você gostar de ler eBooks no computador? Hoje vamos falar um pouco sobre o assunto e de quebra quero compartilhar com você a minha experiência com um livro que terminei de ler fazem alguns dias já, vamos lá?

Leitores de eBook Ubuntu

The Watchers: Knight of Light


Este é o título do livro que me fez procurar um leitor de eBooks, eu ganhei ele do pessoal da Amazon e da editora e ele veio no formato ePub, que é bem comum para eBooks, e então a minha jornada da encontrar um programa que me permitisse fazer isso no computador começou.

O livro


Como eu ganhei o livro deles acho que seria bom falar um pouco dele aqui também. Durante os últimos anos os meus hábitos de leitura mudaram muito. Antigamente eu gostava muito de ler fantasias e ficções, gostava de ler sobre coisas místicas, hoje em dia tenho o hábito de consumir muito conteúdo científico, não sei, são fases da vida talvez... porém, resolvi dar uma chance ao livro, já que foi um presente, e senti até uma nostalgia.

Deirdra Eden era uma autora desconhecida por mim até então, não conheço a sua história ou demais livros que tenha lançado - na verdade conheço os outros dois que são sequência deste, da mesma série The Watchers - mas este me surpreendeu.

O primeiro desafio a ser encarado por mim foi ler o livro em inglês, ele é de leitura simples até, eu costumo ler em inglês todos os dias, notícias, sites, manuais etc, porém, um livro fazia um bom tempo já que eu não "me arriscava", mas tudo correu bem, nada que um Google Tradutor nas palavras que eu não conhecesse não desse um jeito!

"The Watchers: Knight of Light" é o primeiro livro da série e conta a história de Auriella, uma mocinha metida a bruxa na Inglaterra de 1200, achei o livro interessante pois ele me lembra em alguns elementos uma série que eu gosto muito que é a "Supernatural" e curiosamente, essa questão de aprender e ser iniciada a bruxaria me lembrou de um livro do Paulo Coelho que eu li há muito tempo atrás chamado "Brida", igualmente interessante para quem gosta desse tipo de literatura.

Para quem gosta de históricas místicas, com bruxas, elfos, demônios, dragões, cavaleiros e mais esse livro tem o Kit completo. Curiosamente, este é o primeiro livro que eu vejo que tem um trailer, confere aí:


Se você quiser comprar o livro na Amazon basta dar uma olhada neste link.

Leitores de eBook


Eu fiz a minha leitura do  "The Watchers: Knight of Light" no computador e no celular, para Smartphones Android eu recomendo um App chamado Universal Book Reader, ele é muito bom para este propósito.

Para leitura no computador encontrei dois que foram satisfatórios, um mais do que o outro na verdade, o FBReader é muito simples, leve e deve ser o suficiente para você ler um eBook como este sem problemas, você encontra ele na Central de Programas do Ubuntu:

Calibre: Se além de simplesmente "ler" o eBook você quer gerenciar a sua coleção e até comprar livros, Calibre é uma suíte completa para tal, realmente sensacional. 

Calibre

O Calibre, além de gerenciar dos seus eBooks ainda tem um leitor cheio de recursos, e a coisa mais legal, na minha opinião, ele sempre abre o livro na página que você parou, mesmo sem você adicionar um marcador.

Você pode instalar o Calibre através da Central de Programas do Ubuntu clicando no botão abaixo:

Boa leitura!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




domingo, 20 de dezembro de 2015

Akila Script - Um script para facilitar a pós instalação do seu Ubuntu ou derivado

Hoje vamos dar voz a um projeto da comunidade Linux chamado Akila Script, uma shell script que fará várias alterações automaticamente no seu sistema com o intuito de facilitar a sua vida na tarefa de instalar todos os recursos básicos para qualquer usuário.

Akila Script

O projeto foi desenvolvido pelo nosso leitor Walber Vaz e consiste num conjunto de comandos que permite instalar uma gama ampla de aplicações básicas no sistema e posteriormente fazer uma limpeza para deixar tudo organizado.

O Script hospedado no GitHub tem duas versões, uma para Ubuntu e derivados e uma específica para o elementary OS, que é um sistema que vem com menos programas nativamente, o script irá instalar mais coisas nele.

No Ubuntu


No Ubuntu os programas e complementos instalados pelo Script são e ações realizadas por ele são:


- CODECS
- GDEBI
- UBUNTU TWEAK
- UNETBOOTIN
- ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA
- REMOVE PACOTES DESNECESSÁRIOS
- ATUALIZAÇÃO DO LIBREOFFICE - MAIS RECENTE
- ICONS
- ATOM EDITOR
- BRACKETS EDITOR
- SUBLIME TEXT
- JAVA - ORACLE JDK
- OPENJDK - JAVA JRE
- PLANK DOCK
- ELEMENTARY TWEAKS - ELEMENTARY OS
- GCC - COMPILADOR
- INKSCAPE - MAIS RECENTE STABLE

Cada recursos é opcionalmente instalado, você pode escolher na hora da instalação o que você quer fazer ou não, para usar o Script no Ubuntu abra o terminal e rode os seguintes comandos.

Caso você não tenha o Git instalado será necessário instalar para dar prosseguimento ao tutorial:
sudo apt-get install git 
Posteriormente rode os comandos a seguir:
git clone https://github.com/akila-project/akila-script.git


cd akila-script/akila-ubuntu

chmod +x akila-install
Para rodarmos sempre que quisermos podemos colocar o script dentro das pasta dos binários desta forma:
sudo mv akila-install /usr/bin
Agora você pode abrir o Script sempre que quiser rodando o comando abaixo:
sudo akila-install

No elementary OS 


Se você usa o elementary OS o Akila Script traz uma gama maior de pacotes pois o sistema originalmente vem com poucos programas básicos, para usá-lo faça o seguinte no terminal:

Caso você não tenha o Git instalado será necessário instalar para dar prosseguimento ao tutorial:
sudo apt-get install git
git clone https://github.com/akila-project/akila-script.git
cd akila-script/akila-elementary
chmod +x akila-install
sudo mv akila-install /usr/bin
sudo akila-install
Mais informações você encontra na página oficial do Script no GitHub.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Capcom lançará Street Fighter V para Linux

Eis que o mundo gamer entra em alvoroço, a Capcom acaba de anunciar que irá portar o novo Street Fighter V para Steam OS e consequentemente, Linux.

Street Fighter Nativo do Linux

Agora a Capcom entrou na onda de fazer games para Linux também e o primeiro da lista é o ainda não lançado oficialmente e muito aguardado pelos gamers e fãs do mundo todo, Street Fighter V.

A informação vem do site Capcom Unity e informa que o game está sendo trabalhodo junto com a Valve e as novidades deverão aparecer já nos próximos betas que saírem pois além do game em si, o pessoal da Capcom também quer dar suporte para o Steam Controller, a informação é que as novidades deverão chegar na Steam até a próxima segunda-feira.

Mais uma gigante começa a voltar os olhos para o Linux, quem sabe no futuro pinta umas remasterizações dos Resident Evils também né, não seria nada mal! Agora espalhe essa incrível novidade para todos os seus amigos que gostam de jogar no Linux. O game está em pré-venda na Steam.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Lançada versão 5.0.4 do LibreOffice, veja como instalar no Ubuntu e derivados

O LibreOffice anunciou uma nova atualização para a suite de escritório, as novidades não são muitas mas elas trazem correções de bugs e mais estabilidade ao programa.

LibreOffice 5.0.4

Para quem gosta de ficar sempre a última versão do LibreOffice temos uma nova atualização, o anúncio foi feito diretamente de Berlim, este lançamento é apenas uma versão de manutenção da versão 5.X e realmente não traz nenhuma grande novidade. Porém, o LibreOffice já apresentou novidades interessantes nesta semana, como a versão online da suíte.

Quem desejar ter a última versão estável do LibreOffice no Ubuntu ou qualquer derivado do sistema pode usar o nosso tutorial especial que ensina você a adicionar o PPA oficial do projeto.

Até a próxima
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Hacker tenta criar seu próprio carro inteligente usando o Ubuntu

Um novo projeto interessante está sendo desenvolvido por George Hotz, um carro inteligente controlado pelo Ubuntu, Hotz ficou conhecido por ser a primeira pessoa a conseguir hackear o iPhone e o PlayStation 3.

Carro inteligente controlado pelo Ubuntu

Os carros autônomos/inteligentes parecem realmente ser o futuro do segmento, a capacidade do carro guiar-se sozinho tomando as melhores decisões para levar os passageiros em segurança de um ponto a outro é algo muito interessante.

Existem algumas empresas que reconhecidamente vem trabalhando para isso, a Google a Tesla já mostraram alguns projetos interessantes assim como a Bosch, que curiosamente também usa o Ubuntu como você pode ver na matéria que fizemos sobre eles.

Apesar de grandes empresas estarem por trás destas tecnologias, George Hotz acredita que estas tecnologias são desatualizadas e por isso ele vem trabalhando em seu próprio projeto. Ele transformou seu carro acrescentando detector de luz e movimento através de um laser, câmeras ao redor do carro, e o Ubuntu para controlar todo o equipamento. Hotz afirma que ainda está um pouco longe da versão estável do software ficar pronta mas espera que isso aconteça no ano que vem, ele pretende vender o seu programa, que poderia ser adaptado em qualquer carro, por cerca de 1 mil dólares.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




WhatsApp bloqueado: As consequências e como burlar o bloqueio

Você já deve ter percebido ou ficado sabendo que o WhatsApp foi bloqueado por uma decisão judicial no Brasil por 48 horas contando à partir da 0 hora do dia 17, quinta-feira. Agora vamos entender todas as consequências da ação. 

WhatsApp Brasil

Ententa "a treta"


Muitas pessoas ficaram decepcionadas ao descobrir que o WhatsApp teve seu funcionamento interrompido no Brasil, ainda que seja por pouco tempo (48 horas), mas para além disso, a maioria ficou sem saber exatamente o porque disso, então vamos tentar te explicar.

Veja também: Comparativo entre Telegram, WhatsApp e Viber.

Tudo começou ainda em Julho deste ano, onde o WhatsApp teria simplesmente ignorado as multas e avisos enviadas pela justiça por um caso ainda mais antigo. Em 2013 um homem foi preso pela Polícia Civil de São Paulo, acusado de latrocínio, tráfico de drogas e associação ao Primeiro Comando da Capital (PCC), o suspeito ficou preso preventivamente por dois anos e acabou sendo soltou em novembro deste ano pelo STF. Na época a justiça pediu ao WhatsApp que liberasse informações sobre o referido e a empresa teria se negado a fazer isso.

Documento bloqueio WhatsApp


Mark Zuckerbeg pronunciou-se sobre o assunto


O criador do Facebook e dono do WhatsApp publicou uma nota em seu perfil no Facebook sobre o assunto:

“Este é um dia triste para o país. Até hoje o Brasil tem sido um importante aliado na criação de uma internet aberta. Os brasileiros estão sempre entre os mais apaixonados em compartilhar suas vozes online. Estou chocado que nossos esforços em proteger dados pessoais poderiam resultar na punição de todos os usuários brasileiros do WhatsApp pela decisão extrema de um único juiz.”
Quem está comemorando com a medida é a concorrência, o Telegram por exemplo já conseguiu mais de 1,5 milhões de usuários nas primeiras horas da parada.

Telegram WhatsApp

Como as pessoas não iriam deixar por isso mesmo, já existem na internet algumas dicas de como fazer com que o WhatsApp continue funcionando, entretanto, será necessário um pouco de conhecimento em tecnologia, o processo consiste em usar uma VPN para tal, você pode ver as dicas e tutoriais neste arquivo no Pastebin.

Cabe um alerta sobre as VPN, elas não são necessariamente seguras, pois elas são redes privadas, então faça modificações do tipo por conta e risco e procure escolher bem qual VPN você vai usar, o site AndroidPit tem um tutorial ensinando como utilizar a ferramenta também.

Eu achei a medida no mínimo exagerada, acredito que em investigações criminais sérias é necessária uma certa transparência por parte destes serviços, porém, acho que não permitir o uso da ferramenta para todos os brasileiros simplesmente como medida punitiva para o WhatsApp foi uma "puta ideia de girico", se é que me entende, em vez de punir a empresa acaba punindo todas as pessoas que nada tem a ver com o trâmite entre a justiça e o WhatsApp.

O que você pensa disso?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




LibreOffice e ownCloud juntos para trazer uma solução aberta semelhante ao Google Docs

É impressionante como iniciativas de código aberto podem colaborar entre si para criar um produto novo e ainda melhor. Depois dos boatos sobre a possível junção do LibreOffice com o projeto Thunderbird, iniciado pela Mozilla, agora é a vez de outra aplicação aberta muito popular, o ownCloud, juntar forças com a maior suíte Office de código aberto da atualidade.


LibreOffice sempre avançando


Um dos softwares de código aberto de maior relevância atualmente é o LibreOffice, isso sem sombra de dúvidas. Apesar de algumas pessoas ainda cobrarem determinadas funções para ele, é notável que seu modelo colaborativo vem trazendo frutos.

Uma interface semelhante a organização da interface Ribbon do Microsoft Office está sendo desenvolvida, algo que pode ajudar os mais aficionados à suite da Microsoft a pelo menos experimentar o LibreOffice, recentemente o Libre atingiu a marca de 100 milhões de usuários também, uma marca muito importante.

A novidade de hoje é interessante porque houve muita cobrança para que isso acontecesse, uma versão online do LibreOffice sem ser a versão do RollApp. A integração com a nuvem veio através do desenvolvimento de uma solução empresarial feita pela instituição Collabora, uma organização que está por trás de boa parte do desenvolvimento do LibreOffice e é especializada em treinamentos, especialmente na Europa.

OwnCloud


A versão em nuvem do LibreOffice chega aos usuários graças ao ownCloud, uma ferramenta de código aberto que permite que sejam criados servidores pessoais de armazenamento em nuvem, você pode baixar ele e criar um "Dropbox" no seu próprio computador, uma solução que interessa muito as empresas que não querem deixar seus arquivos em servidores de terceiros. O vídeo a seguir do pessoal do Collabora mostra como funciona o novo recurso.


Você encontra as instruções para instalar e o link para fazer o download da versão online do LibreOffice na página oficial do projeto, tenha em mente que todo o ambiente ainda está em desenvolvimento, o pessoal do Collabora também colocou o código do projeto no GitHub.

O que esperar da versão Online do LibreOffice?


A usabilidade mais clara para o LibreOffice online é efetivamente em ambiente empresarial, atualmente não existe uma solução viável para o uso do mesmo de maneira doméstica, da mesma forma que você faz com o Google Docs e o motivo é simples, o LibreOffice não é uma empresa e não teria condições, provavelmente, se sustentar um serviço gratuito deste porte, entretanto, nada impede que alguma empresa, ou a própria "The Document Foundation" criasse uma versão Online do LibreOffice para ser usada como o Google Docs por assinatura, desta forma elas conseguiriam, acredito eu, cobrir os seus gastos e disponibilizar para o público em geral.

É bom ver o LibreOffice evoluindo a passos largos, o que você achou da novidade?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 16 de dezembro de 2015