Maio 2016 - Diolinux - Open Source, Ubuntu, Android e tecnologia

Responsive Ad Slot

Como instalar as ferramentas do Ubuntu Studio no Ubuntu "normal"

Nenhum comentário

terça-feira, 31 de maio de 2016

O Ubuntu Studio é a versão do Ubuntu para produtores musicais, produtores de vídeo e designers gráficos; é o Ubuntu para pessoas criativas, como diz o lema da distro. Ele usa o ambiente gráfico XFCE por padrão e traz uma série de ferramentas pré-instaladas para todas essas finalidades. Hoje você vai aprender a instalar os recursos do Ubuntu Studio no seu Ubuntu "normal" ou qualquer outra versão com interface diferente (Kubuntu, Xubuntu, Lubuntu, etc).

Ferramentas do Ubuntu Studio no Ubuntu




Eis um fato interessante sobre as ferramentas do Ubuntu Studio: Elas estão disponíveis nos repositórios do Ubuntu através de meta-pacotes, o que significa que é muito fácil instalá-las no Ubuntu ou em qualquer outra derivação como o Kubuntu, Xubuntu, Ubuntu MATE, Ubuntu Gnome e por aí vai.

Para completar "a facilidade" do processo, existe um instalador gráfico que permite que você selecione os meta-pacotes individualmente, podendo selecionar o segmento específico que você quer trabalhar, por exemplo: Só programas para trabalhar com vídeo ou só programas para trabalhar com áudio, etc.

Veja agora uma brave demonstração do conteúdo do Ubuntu Studio. (Para acessar a descrição do vídeo clique aqui).


Receba mais vídeos como este no seu YouTube


Ubuntu Studio Meta Installer


O Ubuntu Studio Meta Installer é o programa responsável por instalar os pacotes da distro no seu sistema, você encontra ele na Central de Programas do Ubuntu facilmente pesquisando por "Ubuntu Studio" ou, basta clicar no botão abaixo e instalar:

Quem prefere instalar as coisas pelo terminal pode usar este comando:
sudo apt-get install ubuntustudio-installer -y
O programa vai estar disponível no menu do sistema.

Como utilizar? 


Abra o programa e vai ficar óbvio, você verá as opções para instalar os pacotes para cada segmento:

Ubuntu Studio Meta Installer

Basta marcar a que você quiser e dar um singelo "OK" na parte inferior, veja que é possível até mesmo instalar o Kernel Low Latency no sistema através da ferramenta.

Bom proveito!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




BlitzWolf BW-MP1 Mini - Unboxing de projetor de baixo custo

Nenhum comentário
Recentemente eu recebi como presente da empresa BlitWolf um projetor "nanico", que é pensado no público que deseja utilizar o recurso de projeção em casa, para fins domésticos, como assistir filmes e quem sabe até jogar. Quer dar uma olhada comigo?

BlitzWolf BW-MP1 Mini




O BlitzWolf BW-MP1 Mini foi mandado para mim pela empresa de mesmo nome para que eu pudesse fazer uma análise do produto, resenhando desta forma as minhas opiniões sobre dele; bom, eu já escrevi o roteiro da análise e ela será postada em vídeo no canal do Diolinux assim que eu tiver um tempinho pra gravar, pelas mensagens que os inscritos mandaram, percebi que muitos ficaram interessados nas possibilidades do equipamento.

BlitzWolf BW-MP1 Mini

Posso dizer que estou gostando do "bichinho", tenho usado ele quase que diariamente para assistir filmes e séries ligando-o ao meu Notebook via cabo HDMI. Ele é pequeno, ocupa pouco espaço, é fácil de configurar... mas faz um pouco de barulho... disso não gostei muito, mas vocês verão maiores detalhes na review em vídeo.

BlitzWolf BW-MP1 Mini

Eu ganhei ele, mas o preço é bem acessível, seria algo que estaria dentro do meu orçamento se eu fosse comprá-lo, ele custa cerca de 90 Dólares e é vendido nesta loja. Um valor bem abaixo dos que são praticados por marcas famosas, onde os valores podem passar facilmente dos 2 mil Reais,  neste caso, o valor gira em torno de uns 350 Reais, sem custo para entrega pelo que eles me falaram.

A BlitzWolf  tem muitos produtos no site Banggood, até então eu nunca tinha recebido nenhum produto de lá. Como você pode ver no unboxing abaixo, a caixa  chegou um pouco amassada, não sei por culpa de quem... mas chegou. Ele também demorou muito para chegar até às minhas mãos, o produto chegou ao Brasil de Hong Kong em mais ou menos uma semana, mas demorou inacreditáveis 2 meses para sair da unidade de importação em Curitiba para chegar ao destino final, eu. Ele foi taxado em 45 Reais, dos quais eu mesmo tive que pagar para retirar o produto, o valor dele em si foi coberto pela BlitzWolf.

Para mim, em termos de custo/benefício, obviamente que pagar apenas 45 Reais em um projetor é vantajoso, ainda que ele não fosse muito bom, afinal, o valor gasto foi irrisório para um equipamento do tipo, porém, na análise que ainda está por vir, obviamente eu vou levar em consideração o preço da compra original que você vai pagar caso compre por lá. Posso adiantar que mesmo pagando o valor original dele me parece valer a pena, se você ficou curioso, aguarde a review em vídeo para saber mais detalhes dos recursos e funcionamento do equipamento, reitero. 

Algumas pessoas me pediram o que eu acho do site Banggood (onde a BlitzWolf vende  o projetor), porém, infelizmente eu não posso dar uma opinião consistente, pois nunca fui um cliente direto deles, a primeira vez que "compro" algo do site foi esta, e ainda foi uma compra indireta, vinda diretamente ṕor do fabricante (BlitzWolf) e não do site (Banggood), então minha resposta é um sincero "não sei". 

Pesquisando um pouco eu não encontrei indícios muito relevantes, na minha opinião, de problemas. Algumas reclamações com entregas, mas foram do tipo que toda grande rede tem, então, vou deixar nas suas mãos avaliar e pesquisar por si só.

Se você ainda não viu o vídeo do Unxboxing do BlitzWolf BW-MP1 Mini, retirando o produto da caixa, ele está logo abaixo, assim você pode ter uma ideia melhor de como é a aparência dele e quais componentes vem com ele também.


Não conhecia o nosso canal? Inscreva-se para receber mais vídeos como este:
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como instalar as ferramentas do Kali Linux no Ubuntu com o Katoolin

Nenhum comentário
Katoolin é um script que permite que você instale facilmente as ferramentas de PenTest da famosa distribuição Kali Linux no Ubuntu. Veja como funciona.





A dica é útil para quem quer transformar o sistema operacional Ubuntu em uma ferramenta de testes de segurança sem a necessidade de reinstalar o sistema, fazer dual boot ou usar máquinas virtuais com o Kali Linux ou qualquer outras distro com essa finalidade.
Leia também: Top 7 melhores distros para PenTest
O script Katoolin tem basicamente 3 funções:

- Adicionar os repositórios do Kali Linux.
- Remover os repositórios do Kali Linux.
- Instalar as ferramentas do Kali Linux.

Como estamos falando de ferramentas para profissionais e estudantes de segurança de redes de computadores não vamos poupar o terminal desta vez, como fazemos nos tutoriais para iniciantes aqui do blog, então, vamos aprender a rodar este script e instalar tudo o que você precisa para fazer os seus testes de segurança.

Instalando ferramentas do Kali Linux no Ubuntu com Katoolin


Como pré-requisitos temos que ter o Python 2.7 instalado no computador, ou uma versão superior, os desenvolvedores informaram que o único sistema onde a ferramenta foi testada foi o Ubuntu, porém, o Katoolin deve funcionar em outros derivados do sistema da Canonical possivelmente.
sudo su
git clone https://github.com/LionSec/katoolin.git && cp katoolin/katoolin.py /usr/bin/katoolin
chmod +x /usr/bin/katoolin
sudo katoolin
Rodando o script você basicamente deve selecionar o que você deseja utilizar. Temos aqui um vídeo exemplificando o funcionamento:


Alerta: Os desenvolvedores pedem para que você remova o repositório do Kali Linux depois da instalação das ferramentas para evitar problemas, ou que pelo menos você o desabilite temporariamente até querer fazer alguma atualização das mesmas. Você pode usar o próprio Katoolin para isso.

Se você estiver em dúvida sobre o funcionamento, faça o teste em uma máquina virtual primeiramente antes de colocar no seu computador de trabalho.
GitHub do Katoolin
Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




SteamOS 2.80 beta traz novo editor Unity3D

Nenhum comentário
Semana passada tivemos aqui no Diolinux a notícia da nova atualização recebida pelo Unity 3D para Linux. Nesta semana recebemos a informação Beta do SteamOS 2.80 com novos recursos, sendo que um deles faz referência justamente ao Unity 3D.






O SteamOS 2.80 está em sua nova versão Beta; e essa nova versão traz consigo suporte para driver GPU da AMD (incluindo driver RC1 da AMD GPU PRO com Vulkan e com a API de apresentação e de decodificação VDPA). Esse novo driver só estava habilitado para a geração Bonaire. Mas agora ele estará disponível outros em versão testing.

O SteamOS 2.80 traz também consigo a recente atualização do editor de jogos Unity 3D que o Linux recebeu e que pode ser conferido aqui no blog Diolinux:
Notícia de jogos que vem simultaneamente junto com  a do SteamOS é a do Atari Vault. Dois meses depois do lançamento para o Windows, agora está disponível também para Linux a Atari Vault, que  é uma coleção de jogos para Arcade dos anos 70. É... talvez isso não soe como grande vitória para muitos, mas está valendo. Se a Atari começou a desenvolver jogos para Linux, se torna mais uma aliada.



Para os que gostam de jogos de corrida, agora está disponível o F1 2015, que é baseado na nova geração de motor EGO da Codemasters:


Até a próxima!

Fonte
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




13 frases épicas de Richard Stallman

Nenhum comentário
Atendendo a pedidos no artigo "13 frases épicas de Linus Torvalds", estamos chegando a segunda edição desta série com o pai do projeto GNU e pioneiro do movimento do software livre, Richard M. Stallman, com uma seleção de frases feitas pela nossa equipe, que mostram de alguma forma o pensamento deste hacker excêntrico.





Richard Matthew Stallman, ou simplesmente RMS, é autor de opiniões e frases que causam polêmica na sociedade e no mundo da tecnologia, selecionamos aqui 13 de suas frases famosas:

1 - Liberdade não é escolher quem amar. É não amar ninguém.
2 - Livre não significa grátis. (Desambiguação da palavra "free" em Inglês).
3 - GNU é um único sistema operacional, Linux é apenas um dos seus núcleos.
4 - Se você vê alguém se afogando e sabe como para nadar, você tem o dever moral de salvá-lo, a menos que um deles seja o George Bush ou Aznar.
5 - Steve Jobs, o pioneiro em transformar computadores em prisões.
6 - Os governos (estados) devem investir em software livre para recuperar sua soberania.
7 - Por que você acha que a Microsoft dá cópias quase grátis do sistema operacional Windows para escolas e crianças? É como dar drogas que causam dependência, a primeira dose é grátis, depois de se tornar dependente, você tem que pagar.
8 - No momento acreditamos que ajudar (dando o código) um amigo é moralmente equivalente a atacar um navio. Eles nós chamam pirata.
9 - Qualquer decisão que conduz uma pessoa vem de valores e objetivos. As pessoas podem ter muitos objetivos e valores diferentes: fama, lucro, amor, sobrevivência, diversão e liberdade são apenas algumas das metas que uma boa pessoa pode ter. Quando o objetivo é para ajudar os outros tão  bem como a si mesmo, chamamos isso de idealismo.
10 - A prostituição, adultério, necrofilia, zoofilia, posse de pornografia infantil e até mesmo o incesto e a pedofilia ... deve ser legal, enquanto não forçar ninguém. Eles são apenas ilegais por causa do preconceito e mentes estreitas.
11 - Receber o Linus Torvalds Award como Free Software Foundation na LinuxWorld99  é quase como dar o prêmio Han Solo Award à Aliança Rebelde.
12 - Se valorizamos a nossa liberdade, podemos mantê-la e defendê-la.
13 - O futuro depende da nossa filosofia.
E você já conhecia essas frases de Stallman? O próximo capítulo será com frases de John McAfee, como vocês pediram, mas você ainda pode deixar a sua opinião. De qual outra personalidade da tecnologia você gostaria de ver um compilado de frases épicas? Deixe a sua sugestão e até a próxima!

Fontes das frases deste artigo: Magarciaguerra, es.wikiquote.org, tuxpepino, akifrases e stallman.org
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Unigine Heaven/Valley - Plataforma de Benchmark gráfico para Linux, Windows e Mac

Nenhum comentário

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Estou pretendendo fazer alguns vídeos no futuro do canal do Diolinux envolvendo benchmarks entre sistemas operacionais, então, nada melhor do que encontrar uma plataforma de benchmark fixa para fazer uma análise, para isto é que a Unigine Heaven sai servir, sendo compatível com Linux, Windows e Mac.

Benchmark Linux Unigine Heaven




A Unigine Heaven tem uma versão paga também, porém, a versão free "já dá pro gasto", como se diz.

O programa serve para você fazer testes de stress no seu hardware gráfico, tanto usando DirectX, quanto OpenGL, como a ferramenta tem versões para Linux, Windows e Mac, é possível comparar os 3 sistemas, pelo menos sob a API open source.

Existem várias opções para você customizar o teste, com processamento de tesselação e filtros Anti-Aliasing para que você possa ver até onde a sua placa vai. A Unigine Heaven é compatível com Nvidia, AMD e Intel e pede para você dê preferencia por usar drivers proprietários no Linux para ter uma melhor experiência.

Download e utilização


Para baixar, basta acessar essa página, existe também a versão Unigine Valley, que basicamente muda o tipo do cenário utilizado nos Benchmarks, você testar com as duas se quiser. O arquivo tem pouco mais de 270 MB de tamanho para ser baixado.

O arquivo baixado tem a extensão .run, em tese você pode executá-lo dando dois cliques, caso isso não seja possível, verifique se nas propriedades do arquivo o mesmo está marcado para ser executado como um programa.

Unigine Heaven Ubuntu


Dando dois cliques nele e rodando-o, uma pasta com o nome do software será criada na pasta em que você está, se você salvou o arquivo na Área de Trabalho por exemplo, uma pasta será criada ali, dentro desta pasta você vai encontrar os arquivos para executar a Unigine Heaven (ou Valley), basta dar dois cliques no arquivo "heaven" se você estiver usando a Unigine Heaven, ou no arquivo "valley", se você estiver utilizando a Unigine Valley.

Agora é partir para os testes! :)
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Linux Mint 18 - Conheça o novo tema e os XApps

Nenhum comentário
O Linux Mint é uma das minhas distribuições Linux favoritas, não estou utilizado ele agora como sistema principal, mas foi com ela que dei meus primeiros passos no mundo Linux e a versão 18 que vem aí está me chamando muito a atenção.

Linux Mint 18




O Linux Min 18, que deverá sair no próximo mês (Junho/2016), porém, ainda sem dia definido, já foi tema do blog por conta das novidades prometidas, você pode ler mais aqui.

Dentre os principais destaques contidos no boletim da distro, estão o desenvolvimento dos chamados XApps, estes aplicativos seriam aplicações "cross interface", ou seja, serão os mesmos programas que rodarão no Linux Mint 18 Cinnamon, MATE e possivelmente XFCE, aparentemente o KDE ficou de fora, estas que compõe os quatro sabores oficiais do sistema. 


De qualquer forma, o "carro chefe" do Linux Mint é o Cinnamon e secundariamente o ambiente MATE, estes Apps são:

- Um player de mídia com base no Totem, chamado XPlayer
- Um editor de texto baseado no Pluma, chamado Xed
- Um visualizador de imagens com base no eog, chamado Xviewer
- Um leitor de documentos com base no Atril, chamado Xreader

XApps - Xed

XApps - Xplayer


Além dos XApps que deverão ser os mesmos em quase todas as versões do Linux Mint, temos a terceira geração do ambiente gráfico Cinnamon, que chega com muitas novidades, mostramos como instalar ele no Ubuntu neste tutorial, porém, a coisa que eu mais estava esperando para ver como estava ficando eram os novos temas, tanto de ícones, quanto o GTK.

Temos aqui duas imagens conceituais do que será o novo Linux Mint.

Linux Mint 18 novo tema

Linux Mint 18 novo tema

Segundo os desenvolvedores do Linux Mint, o novo tema é uma mistura de conceitos do tema GTK Arc e do tema de ícones Moka. Eu gostei muito do visual, e você?

Assim que tivermos mais informações interessantes sobre o novo Linux Mint, você ficará sabendo por aqui.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




One Dollar Board: Um projeto brasileiro para revolucionar a educação

Nenhum comentário
Com o objetivo de popularizar o acesso inicial a Internet das coisas (IoT) e robótica para crianças e adultos de países em desenvolvimento evitando o analfabetismo tecnológico, surgiu a One Dollar Board.

One Dollar Board




Uma placa para entrar no mundo da eletrônica e da programação, compatível com o popular software livre e gratuito IDE Arduino, acompanhada de um manual de instruções impresso nela mesma (on-board). Criada para fazer parte da lista básica de materiais escolares de crianças, a One Dollar Board tem o propósito de fazer a criança sair da escola já sabendo programar, assim como aprende os conteúdos básicos, matemática, gramatica, geografia, etc

Com o objetivo de incentivar a programação de hardware, você que é palestrante, programador, professor, gosta de robótica e quer fazer seu amigo interessar-se por eletrônica e iniciar-se na Internet das Coisas (IoT). Agora você pode presenteá-lo sem precisar gastar muito e iniciá-lo facilmente neste universo. Se você quer gerar um impacto na vida das pessoas presenteando-as ou quer realizar uma doação, o investimento será menor comparado com os resultados efetivos.

O One Dollar Board será comercializada com um preço acessível para qualquer pessoa do mundo, tendo como foco principal os países em desenvolvimento. Ela contém o básico para iniciar projetos e ser funcional.

O que você faria com um Dólar?


O que você faria com 1 Dólar? Quer uma dica? Por quê não se aventurar e descobrir a programação de uma maneira mais lúdica, tendo possibilidades de trabalhar com robótica e Internet das coisas?




A One Dollar Board nasceu para ser livre, o que permite aumentar seu impacto na sociedade possibilitando à qualquer pessoa modificar a versão original ou melhorar para outras aplicações comerciais ou não comercias. Ela possui licença Open Source Hardware 

O projeto ainda está buscando apoio financeiro para realizar seus objetivos, você pode colaborar e ver mais detalhes da campanha na página da One Dollar Board no IndieGOGO. O projeto nasceu nas Campus Party 2015 de São Paulo através das mãos de Claudio Olmedo.

Curtiu a ideia? Então apoie o projeto e compartilhe as informações para que mais pessoas possam saber desta iniciativa.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Linux é utilizado na Universidade Federal do Ceará #EuViLinux

Nenhum comentário
Voltamos com mais um capítulo na nossa série, #EuViLinux, esta consiste em mostrar para as pessoas os mais diversos locais onde as distribuições Linux são utilizadas, para todas as finalidades. O nosso exemplo de hoje vem do Ceará.

Eu Vi Linux no Ceará




O "flagra" de hoje é uma contribuição do nosso leitor Davi Montenegro, que entrou em contato através do nosso e-mail e disse:

"Eu vi Linux! Na biblioteca do Centro de Humanidades da Universidade Federal do Ceará, o Lubuntu voa nos computadores parrudos! Alguns também com Gnome, mas o desempenho é praticamente o mesmo!"

Linux é utilizado na universidade do Ceará


O Lubuntu é uma distribuição muito leve e pode ser utilizado em computadores com hardwares diversos, incluindo computadores antigos e limitados, se você quiser conhecer mais o Lubuntu, confira a nossa análise em vídeo.

Você também viu Linux em algum lugar diferente? Tire uma foto e mande pra gente! Quem sabe você pode aparecer aqui no quadro #EuViLinux do blog.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Manjaro Linux terá uma versão destinada para gamers

Nenhum comentário
A comunidade em torno do Manjaro Linux é muito interessante, você consegue encontrar imagens do sistema com praticamente todas as interfaces gráficas existentes, porém, agora começamos a encontrar o Manjaro composto por uma seleção de softwares diferentes também, procurando atingir um público algo ainda mais específico, neste caso destinada para gamers.

Manjaro Linux Gaming Edition




Está é uma versão comunitária, ainda em desenvolvimento, do Manjaro, visto que ele ainda não foi anunciado no site oficial (até o momento deste post, pelo menos) e que faz uma modificação dos pacotes de software que vem por padrão na versão, digamos assim, oficial, do Manjaro, com XFCE, da qual nós já fizemos uma análise.


O que tem de diferente na versão gaming?


A versão gaming modifica basicamente os pacotes padrão trazendo softwares destinados para gamers e pessoas que produzem conteúdo para internet, seja para o YouTube, TwitchTV ou qualquer outro site.

Manjaro Gaming

As aplicações adicionadas foram:

- Audacity
- Conky Manager
- KdenLIVE
- Mumble
- OBS Studio
- OpenShot
- PlayOnLinux
- Shutter
- Skype
- VirtualBox
- Wine
- Steam

Há também uma lista grande de emuladores de vídeo game para os que gostam de jogar desta forma:

- DeSmuME
- Dolphin Emulator
- DOSBox
- Fceux
- Gens/GS
- PCSXR
- PCSX2
- PPSSPP
- Stella
- VBA-M
- Yabause
- ZSNES

Vale o teste?

Se você já gosta da base Arch Linux, do Manjaro, e gosta de usar o seu computador para jogar, certamente está edição deve estar na sua lista de testes. O Manjaro Gaming é um projeto que traz praticamente todos os programas que você precisa para jogar e para criar conteúdo envolvendo jogos no Linux para a internet.

Uma coisa que vale comentar, é que tirando a adição de pacotes, o sistema parece não ter outras otimizações para games, adições de drivers ou modificações do tipo, o que pode não ser de grande impacto, já que os pacotes do Manjaro são bem atualizados, porém, ainda deixa aquela sensação de "gostaria que tivesse mais", como o Steam OS tende a ser. Como o projeto ainda está no início podemos esperar por novidades e melhorias, você pode baixar ele do Sourceforge, logo abaixo:


Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Alex e suas experiências no mundo Linux

Nenhum comentário

domingo, 29 de maio de 2016

Uma vez mais vamos abrir espaço para os nossos leitores contarem suas histórias e experiências sobre o mundo Linux. O texto de hoje foi escrito pelo nosso leitor Alex Morgado, será que você se identifica?

Tem um pinguim na minha vida




Gostaria de agradecer ao Alex pela sua participação e dizer que se você também tiver uma história bacana para contar, sinta-se à vontade para mandar um e-mail pra gente. O texto abaixo é de autoria do nosso leitor e não representa necessariamente a nossa opinião sobre os assuntos abordados, aproveite!

"Meu nome é Alex Morgado, moro no Paraná e venho compartilhar minhas experiências no mundo Linux.


Tudo começou quando eu comprei meu primeiro notebook aos 19 anos, o sistema operacional instalado era o Windows e eu estava entrando no mundo da programação. Percebi que o Windows, de certo modo, me impedia de programar mais, eu precisava viver mais nas linhas de comando, esse foi um dos pontos negativos que percebi no Windows, ele facilitava muito com a interface gráfica, me deixando acomodado, resolvi então, pesquisar sobre as distribuições Linux. 

Como programador, eu costumo sempre tirar minhas próprias dúvidas fazendo algo do que perguntando para alguém que já usou, pois cada pessoa se adapta de uma certa forma. Eu até pesquisei no Google sobre pessoas que preferem o Windows ou Linux, pra dizer bem a verdade, ficaram empatados dentro da minha concepção na época, mas hoje eu tenho minhas próprias conclusões disso tudo!

Meu primeiro passo foi pesquisar as distribuições, através dessas pesquisas decidi fazer o download do Fedora, Debian e também do Ubuntu. 

Instalei elas dentro de uma máquina virtual e comecei a testar. O primeiro que testei foi o Debian, apanhei muito com ele pela falta de conhecimento na época, ele veio totalmente vazio, eu ainda estava me adaptando com o terminal, achei totalmente diferente, mas mesmo assim foi uma experiência muito boa, tanto é que hoje eu uso essa distribuição para fazer algumas coisas. 

Em seguida instalei o Fedora, uma interface gráfica muito leve, gostei muito, antes mesmo de experimentar o Ubuntu eu já estava decidindo em ficar com Fedora, porém, com calma resolvi testar por algumas semanas o Ubuntu, a instalação foi um pouco mais tranquila, sem muita configuração, comecei a perceber que já era um versão mais para usuários que não querem perder tempo com configurações mais robustas e com proposito único, depois que instalei, na hora de pesquisar minhas IDE´s, eu me surpreendi com a rapidez de achar os programas para ele e foi ai que decidi fazer o dual boot com o Ubuntu, pois eu ainda precisava do Windows para mexer com o Photoshop e Corel Draw.

Estou há três anos usando o Ubuntu. As pessoas me perguntam qual é a melhor distribuição muitas vezes, e eu digo que "são todas", tudo depende de como você irá utilizar, bastando apenas usar e treinar para se adaptar e nunca dar muita importância para informações do Google à respeito disso, pois as pessoas que não se acostumam, são pessoas acomodadas, que querem tudo no “Next” da instalação."

Nota blog


Gostaria mais uma vez de agradecer ao nosso leitor por compartilhar a sua experiência e te incentivar a fazer o mesmo, entre em contato e conte a sua história! Agora chegou a sua vez de comentar o assunto; a história do Alex é parecida com a sua? Qual a sua opinião sobre o depoimento dele? Deixe os seus pensamentos aqui nos comentários.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




SoftMaker Office - Uma suíte office que você pode usar no Linux e no Windows

Nenhum comentário
Hoje eu vou te apresentar mais uma alternativa de office para você usar no Linux, ou até mesmo no Windows. Conheça o SoftMaker Office, uma suíte compatível com formatos Microsoft e abertos.

Softmaker Office no Linux



O SoftMaker Office é uma suíte de escritório de código fechado que possui uma versão grátis e uma versão paga, a versão grátis e chamada de SoftMaker FreeOffice.
Leia também: WPS Office - Uma boa alternativa ao Microsoft Office para Linux e Windows
A aparência dele lembra um pouco a do LibreOffice, suíte completa que vem com a maior parte das distros Linux e que também está disponível para Windows e Mac, porém, ele é um Office mais simples, possuindo apenas 3 programas, o TextMaker (Texto), o PlanMaker (Planilhas) e o Presentations (Apresentação de Slides).

A sugestão para falar deste programa veio do nosso leitor Régis Soutello Pessolano, que diz estar utilizando de maneira satisfatória a ferramenta há algum tempo e com boa compatibilidade com os arquivos com extensão do MS Office e com formato aberto, então, muito obrigado pela dica! :)

Como baixar e instalar 


No site oficial existes pacotes em .rpm e .deb e um instalador genérico em shell script, além dos instaladores .exe para Windows, ou seja, é possível instalar em qualquer sistema praticamente sem muitos problemas. Porém, para fazer o download é necessário fazer um cadastro no site informando um e-mail de sua preferência, através dele você receberá um serial que deverá ser inserido na primeira vez que você abrir qualquer um dos programas da suíte.
Existe uma versão da suíte para o Android também. Se você testar também, conte pra gente como foi a sua experiência.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Linux: O software colaborativo mais popular do mundo [Vídeo]

Nenhum comentário

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Linux é sem dúvida a base de sistema mais popular do mundo, sua maleabilidade permite que ele seja empregado em todo o tipo de tecnologia, seja em um computador convencional, seja na sua Televisão, ou no seu Smartphone.

Linux, o sistema mais popular do mundo




Apesar de ser muito popular, o nome "Linux" não está na cabeça das pessoas comuns normalmente, mas provavelmente ele chegou até você que não conhecia o sistema com um outro nome, "Android" talvez? Ou quem sabe de que outras formas mais, através de diversos dispositivos eletrônicos e principalmente, a internet.

Sabia que toda vez que você acesso o Facebook você está usando Linux indiretamente? Aliás, neste exato momento, acessando este site, você está usando Linux indiretamente por conta dos servidores que mantém essa página online. Confira o vídeo abaixo para ter uma noção mais clara da amplitude de aplicações do Kernel Linux (Ative as legendas).


Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Linux caminha para ser o software padrão da indústria automotiva

Nenhum comentário
A Linux Foundation comanda um projeto que reúne várias marcas de veículos em prol de criar um sistema unificado para o gerenciamento de carros inteligentes, semelhante ao que é o Android hoje em dia para os Smartphones.

Sistema para carros  autônomos baseados em Linux



A indústria está começando a se voltar a cada dia mais para a ideia de carros autônomos, o sonho de que todas as pessoas terão acesso a essa tecnologia como algo comum ainda está distante, porém, agora são dados os primeiros passos na direção de criar uma solução completa para o controle de veículos por diversas marcas famosas do segmento.

Existem várias marcas compondo um projeto chamado AGL (Automotive Grade Linux), essas empresas buscam através do Linux e da Linux Foundation, criar um sistema com um padrão de interface para carros inteligentes que tenha um visual intuitivo e uma interface simples de ser utilizada por qualquer pessoa. A ideia é ter algo funcional, de onde todas as marcas poderão partir e assim cada uma poderá inserir os seus diferenciais se quiser.

Este software tem seu código aberto e você pode baixar para ver como ele funciona na página oficial do projeto. Esse conceito também promete integrar funções de controle do veículo aos nossos Smartphones, confira o vídeo demonstrativo:


Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Unity 3D ganha nova atualização para Linux

Nenhum comentário
Apesar da mudança ser modesta ela trouxe algumas melhoras significativas. Para quem não conhece,o Unity 3D é uma Engine muito popular para desenvolvimento de games de uma maneira relativamente simples, a ferramenta é responsável por uma série de games Indie por conta de sua facilidade e pode ser utilizada para fazer games para internet, computador e mobile.

Unity 3D Engine for Linux




Desde que o projeto foi anunciado, várias coisas interessantes aconteceram, podemos considerar o Unity 3D como algo utilizável no Linux à partir desta versão, porém, pequenos detalhes ainda não foram portados por enquanto, o trabalho parece é árduo mas os desenvolvedores da Unity 3D estão fazendo um grande trabalho.

Eu estive fazendo algumas aulas online para aprender um pouco do Unity 3D e estava fazendo todo o curso usando o Unity 3D através do Linux, até que cheguei a um ponto onde não conseguia importar alguns "assets", nesta versão, a 5.4, o recurso está funcionando normalmente, o que me permite continuar estudando. \o/

Basicamente as mudanças feitas foram duas, um processo de upgrade da versão 5.3 para a 5.4 com os recursos que a mesma carrega e uma correção de bug com o desenvolvimento com WebGL.

Downloads


Para Linux, a única distribuição que tem suporte oficial é apenas o Ubuntu (na versão 64 bits), porém, os desenvolvedores tem também um pacote não oficial que deve funcionar em qualquer distribuição, porém, sem suporte por parte da empresa.

Instalador oficial para Ubuntu no formato .deb:

5.4.0b18: Download

(sha1sum a52f4d94233facba1624140a9e5733178c5a4222)

Para outras distribuições:

5.4.0b18: Download

(sha1sum a4207fdcb8d5cea66c21e81778e6345f2633b520)

Versão em torrent, incluindo os dois instaladores:


_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




3 dicas da Google para você ter mais segurança online

Nenhum comentário
A Google é uma das empresas mais influentes do mundo da tecnologia e de vez em quando eles produzem conteúdos educativos para tentar ajudar a melhorar a vida dos seus usuários e no fim das contas, de qualquer usuário de internet, confira agora 3 vídeos que podem te dar algumas dicas valiosas para usar o seu computador ou dispositivo com maior segurança.

3 dicas de segurança do Google




Os produtos Google são utilizados por milhões de pessoas, então nada melhor do que tomar cuidado para não colocar em perigo os seus dados. A Google tem um canal no YouTube oficial, que curiosamente não tem muitos seguidores, mas que volta e meia traz alguns conteúdos muito interessantes, como estes que você vai ver, confira:





E aí, curtiu as dicas? Então ajude mais pessoas e compartilhe a informação. Até a próxima! :)
 _____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Chromebooks vendem mais do que Macbooks nos EUA, Torvalds está feliz!

Nenhum comentário

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Tivemos uma estatística de mercado muito interessante em relação a utilização do Linux recentemente. Quem comentou este fato foi justamente o criador do Kernel Linux, Linus Torvalds, confira:

O ano do Linux no Desktop



Apesar da vendas de computadores virem diminuindo ao longo do tempo, nós vemos computadores portáteis com vendas em crescimento, um exemplo disso são os Macbooks, que continuando aumentando as suas vendas nos EUA, porém, surpreendentemente os Chromebooks tiveram mais vendas do que os Macbooks no país no primeiro trimestre de 2016.
Leia também: Baixe o Chromium OS para o seu computador.
Linus Torvalds comentou o assunto em sua página no Google+ dizendo que: "podemos deixar a piada de 0 ano do Linux no Desktop" de lado, segundo Linus Torvalds, o conceito de computador está mudando sempre e os Chromebooks, juntamente com o conceito que eles empregam de computação em nuvem, parecem ser a tendência futura. Para Torvalds, 2016 é o ano do Linux no Desktop, pelo menos nos Desktops da "nova geração". Não é a primeira vez que Linus comenta que quer ver o Linux dominando no Desktop também.
Veja também: Confira a entrevista de Linus Torvalds no TED Talks
Mais uma vez vemos a Google, que tornou o Linux o sistema mais utilizado em Smartphones, trazer o Linux aos holofotes novamente nos computadores portáteis, quem sabe onde chegaremos através deles?

Tenho certeza que você vai achar interessante estas matérias também:




_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Chromium OS - Versão Desktop de 64 bits está disponível

Nenhum comentário
Assim como existe o Google Chrome e o projeto Chromium, nós também temos o Chrome OS e o Chromium OS. A versão custom do Chromium OS agora tem suporte para 64 bits e está disponível para download gratuitamente.

Chromium OS






Os desenvolvedor do Android x86 Arne Exton, desenvolveu uma versão customizada do Chromium OS. O código do sistema é uma variação do Chrome OS da Google, que tem código aberto, a ideia é que ele possa ser instalado em qualquer computador de 64 bits.

Chromium OS


Quem quer ter uma experiência parecida com o Chrome OS sem abrir mão dos apps offline do Linux, pode dar uma olhada no projeto Cub Linux, porém, o Chromium OS é realmente uma compilação à partir do código fonte do Chrome OS, outra alternativa e ele é o NayuOS.

Você encontra os links para download e instruções para instalação aqui. 

Bons testes e até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Shotwell Photo Manager muda de desenvolvedor e recebe nova atualização

Nenhum comentário
O Shotwell Photo Manager é uma aplicação Gnome que acompanha o Ubuntu há algum tempo, ele também era o aplicativo de visualização de imagens padrão do elementary OS, anteriormente desenvolvido pela empresa Yorba e que agora ele está sob nova direção.

Shotwell




A empresa Yorba deixou de operar e os aplicativos que eles mantiveram durantes os últimos anos tiveram um hiato em seu desenvolvimento, porém, como tudo no mundo open source que desperta o interesse dos desenvolvedores, os projetos da Yorba não morreram.
Leia também: Como usar o Shotwell para criar um Slide de wallpapers na sua área de trabalho

O primeiro a voltar foi o gerenciador de e-mails Geary e agora temos a volta do Shotwell. O novo desenvolvedor do Shotwell é Jens Georg, ele tem um novo repositório PPA para o Shotwell, você pode instalar no seu Ubuntu ou qualquer outra distribuição derivada usando o seguinte repositório: ppa:yg-jensge/shotwell



Quem preferir fazer a instalação por terminal pode usar o seguinte comando:

sudo add-apt-repository ppa:yg-jensge/shotwell -y && sudo apt update && sudo apt install shotwell -y
Confira aqui todas as mudanças feitas na nova versão.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Nexus acaba de receber uma forma ainda mais simples de atualização

Nenhum comentário

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Se você é tipo de pessoa que gosta de usar um smartphone Android puro, certamente já ouviu falar do Nexus e suas atualizações sempre constantes com as modificações vindas diretamente da Google. O Nexus é de fato, o modelo que carrega "o Android" mesmo, as demais marcas fazem sempre customizações, e agora você ganhou mais um motivo para querer um para você.

Nexus receberá atualizações mais facilmente




A novidade que a Google revelou sobre os aparelhos Nexus vai agradar quem gosta de sempre ter as últimas versões do Android com todas as atualizações e modificações feitas pela empresa. Essas atualizações já  chegam normalmente para os aparelhos via OTA, mas quem tem mais pressa normalmente vai até o site e baixa as ROMs, desbloqueia o bootloader do smartphone e faz a instalação manualmente.

A novidade é que agora a Google vai permitir que você baixe essas atualizações via OTA também, muito antes do que era normalmente, basta você aceitar os termos de licença, estes consistem em informar que a responsabilidade por essa atualizações fica por conta do usuário, uma vez que elas não são a atualização "oficial" via OTA, e sim um "early access" para as imagens.

Os arquivos estão disponíveis para os modelos Pixel C, Nexus 6P, Nexus 5X, Nexus 5, Nexus 6, Nexus 7, Nexus 9 e Nexus Player. Todos com a versão do Android Marshmallow 6.0.1. E futuramente estarão disponíveis outras versões.

A grande vantagem disso é que não será mais necessário desbloquear o bootloader obrigatoriamente para fazer essas atualizações.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo