Julho 2016 - Diolinux - Open Source, Ubuntu, Android e tecnologia

Responsive Ad Slot

Como economizar memória RAM no Google Chrome com uma extensão

Nenhum comentário

sábado, 30 de julho de 2016

O Chrome é uma navegador excelente, eu simplesmente o adoro, mas reconheço que ele, com o perdão do trocadilho, é um "chromedor" de memória RAM. Isso acontece porque todas as abas, extensões e aplicativos que você instala nele são tratadas como um processo em separado, além de por si só, consumir muita memória. Porém, este problema pode ser amenizado com uma simples extensão, caso você não queira optar por outro navegador.

Como economizar memória RAM




O Google Chrome "comer" memória RAM virou até um "meme" já, tão comum quanto aqueles do Internet Explorer lento ou travando. Como a ideia é indicar para você uma possibilidade para deixar o seu Chrome menos pesado, vamos deixar de lado as sugestões para você mudar de browser, ainda que realmente seja uma opção, caso você não use algo específico do Chrome, o Firefox é excelente, vale a pena dar uma chance, caso você não dependa do navegador da Google.

Se você for como eu, que tem um verdadeiro apresso pelo Chrome e o utiliza como navegador principal vai gostar destas dicas para deixar o navegar "menos comelão".

Dica #1 para economizar memória RAM com o Google Chrome.



O Chrome já vem com muitos aplicativos por padrão, se você não os utiliza, remova. Isso já vai dar um certo alívio para a sua memória RAM, só deixa os que você realmente precisa. Se você usa muitos aplicativos apenas como atalhos para sites ou serviços, considere apenas favoritá-los no browser para fácil acesso, sua RAM agradece.


Outra coisa que pode ser feita é também desabilitar as extensões que você não utiliza, digite no campo de URL do seu navegar: chrome://extensions/ e remova tudo o que você não utiliza.

Dica #2 - Utilize a extensão OneTab


Além de eliminar aplicativos desnecessários, você pode utilizar a extensão que condensa as abas que você não estiver utilizando no momento, isso faz com que ao invés de, não sei... 16 abas abertas, você tenha apenas uma, certamente isso fará diferença, eu tenho um vídeo mostrando como o recurso funciona:


Clique para instalar o App
Com certeza o seu Google Chrome vai utilizar muito menos memória RAM usando estas dicas.

A propósito, já que você está quase de saída mesmo e o post está acabando e pelo visto você tem interessante por otimizações em navegadores de internet, eu quero fazer um convite especial.

Recentemente nós entrevistamos em vídeo o CEO do Vivaldi Browser, uma navegador relativamente novo e que chama muito a nossa atenção, então vou deixar dois links aqui para você ver, a nossa entrevista e também a review do navegador que foi feita pouco tempo depois:

- Vivaldi Browser Review


Se você não conhecia o nosso canal no YouTube, não perca tempo, temos vídeos diariamente, sempre às 19 horas.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Drivers Oibaf para melhorar o desempenho em jogos no Ubuntu

Nenhum comentário
Quem usa Linux com placas gráficas Intel, e especialmente AMD, depende muito dos drivers de código aberto para o bom funcionamento do sistema, porém, os drivers que as distribuições normalmente trazem não são os mais otimizados e recentes, tudo isso pode ser corrigido no Ubuntu e em seus derivados com os drivers Oibaf, sem a necessidade de mudança de Kernel.







Este PPA Oibaf traz drivers otimizados para Intel, AMD e Nvidia, com otimizações de OpenGL e outras configurações para tentar tirar o máximo proveito da sua placa gráfica.

Como não tenho nenhuma placa AMD, não pude fazer testes nelas, instalei no meu Notebook com Ubuntu e placa Intel HD Graphics 3000 e tive um bom desempenho com jogos na Steam, para placas Nvidia, ainda é melhor utilizar o driver fornecido por este outro repositório, o PPA Graphics Nvidia do Ubuntu.

Apesar de não possuir hardware AMD, eu pude testar no Notebook da minha namorada, este sim com uma placa da AMD simples e o resultado foi satisfatório. O notebook dela é um pouco fraco, então, juntando estes drivers com a dica de deixar o Unity que ela tanto gosta no modo de Low GFX, o desempenho do notebook melhorou consideravelmente.

Baseado nos testes que eu fiz, acredito que vale apena usar este repositório caso você tenha placas Intel e AMD e use drivers open source, os mesmos que vem com o Kernel Linux do Ubuntu ou algum derivado, apenas se você usa o computador para jogar ou usar algum software que exija um maior desempenho em 3D, caso contrário, você pode usar o próprio driver do Kernel sem problemas.

Testando

Como testar não custa nada, se você quiser fazer a experimentação abra o terminal e cole os seguintes comandos:
sudo apt-add-repository ppa:oibaf/graphics-drivers
sudo apt-get update
sudo apt-get dist-upgrade
Depois disso reinicie o seu sistema e faça os seus testes, caso algo não funcione de acordo, desinstale usando os comandos:
sudo apt-get install ppa-purge
sudo ppa-purge ppa:oibaf/graphics-drivers
Depois de testar volte aqui e comente o que aconteceu, assim vamos poder ajudar mais pessoas, até a próxima!


Como ativar leds de teclado gamer no Linux - CMSTORM DEVASTATOR

Nenhum comentário

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Existem alguns teclados gamers de baixo custo que possuem retroiluminação, o chamado "backlight", porém, eles podem não funcionar corretamente no Linux, pelo menos não de forma automática. Agora você vai ver como deixar "o seu teclado aceso", no exemplo utilizamos um teclado CMSTORM DEVASTATOR da Cooler Master.






Uma das coisas mais legais em teclados gamers, visualmente falando é claro, é a retroiliminação das teclas, ela deixa o visual de qualquer teclado muito melhor, certamente.

Existem vários modelos com estas características, de todos os preços e formatos, mas eventualmente algum modelo pode não funcionar corretamente. 

Para te ajudar a configurar o seu teclado o nosso parceiro, Bruno, criou um tutorial simples, passo a passo, para você deixar o seu teclado com o funcionamento do "backlight" perfeito, no exemplo ele usou o modelo  CMSTORM DEVASTATOR, confira:


Clique para conhecer o canal do Bruno (Vídeos todos os dias)
Curtiu a dica? Foi útil para você? Então compartilhe para os seus amigos, até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Vídeo Unboxing: Amplificador de 10 dólares BlitzWolf + BlueTooth Receiver

Nenhum comentário
Olá pessoal! Hoje eu vou mostrar para vocês um presente bem bacana que eu ganhei do pessoal da BlitzWolf, me senti criança de novo montando som em casa e desencapando fios com as facas da Tramontina! Foram dois produtos que chegaram, um amplificador e um receptor bluetooth; confira:

Amplificador BlitzWolf


Produtos da BlitzWolf:






São dois produtos complementares, ou seja, eles podem ser usados em conjunto, com o Bluetooth Receiver transmitindo para o amplificador.

Confira o vídeo de Unboxing e o teste que nós fizemos para demonstrar os dois produtos funcionando:



Eu nunca tive um amplificador em miniatura deste tipo, ele tem uma potência baixa como você viu no vídeo, mas mesmo assim ele se mostra bem valente, além de ter um visual atraente, o que é interessante também. Um diferencial ao meu ver são os vários tipos de conexões que ele suporta.


O  Bluetooth Receiver também é muito legal. Compacto, lembra de longe aquele modelo clássico do iPod Shuffle, funciona muito bem, mas é bom ter cuidado com o rádio que você vai colocá-lo, se por acaso ele ficar meio frouxo isso pode causar um problema na qualidade do som reproduzido.

Conectando por Bluetooth

Conectar o Smartphone ao receptor por bluetooth é muito simples, basta ligar o aparelho, ativar o bluetooth no seu Smartphone e parear ambos, como você faria com qualquer  outro Smartphone, assim que você conectar ambos, o seu Smartphone deixará de reproduzir áudio pelos auto-falantes e passará a transmitir diretamente para o aparelho, em últimos casos, você pode usá-lo com fones de ouvido se quiser, deixando seu Smartphone dentro de uma mochila ou bolsa e andando apenas o aparelho no bolso.

Ambos tem um preço atrativo, o único problema é que eles vem de fora do país, por conta disso a entrega pode demorar, no meu caso, fora dois meses, acho que até um pouco mais. Se quiser ver mais o sobre ambos os produtos, basta clicar em um dos link abaixo:






Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como instalar o Ubuntu por Pen Drive com o Unetbootin

Nenhum comentário
Instalar sistemas operacionais Linux por um pen drive, além de prático, é muito fácil. Hoje você vai aprender a instalar o Ubuntu através de um simples pen drive e também vai aprender a configurar a persistência para poder usar o pen drive como um sistema operacional portátil.

Como instalar o Ubuntu por pen drive




A ideia deste post é na verdade reescrever, com maior qualidade, um antigo post aqui no blog que tem a mesma proposta e contém um vídeo antigo, um dos primeiros que eu fiz para o YouTube (do tempo que eu era magro ainda), que ainda é funcional, mas realmente, precisava de uma atualizada.

Como formatar o seu computador com o Ubuntu através de um pen drive?


Usar um pen drive para formatar o seu computador no lugar de um CD ou DVD tem algumas vantagens claras. Você tem maior velocidade de instalação, não precisa gastar dinheiro com mídias, afinal, você vai poder reaproveitar o seu pen drive depois para qualquer outra coisa, e o mais interessante, você pode até usar apenas o pen drive como armazenamento e carregar o seu Ubuntu no bolso para onde você quiser.

Preparando o pen drive


O primeiro passo é preparar o seu pen drive para que ele possa ser utilizado na instalação, eu recomendo que você use um Pen Drive de pelo menos 2 GB para fazer a instalação do Ubuntu, porém, se você deseja usar o sistema através do pen drive no modo persistência de dados, o quanto maior ele for, melhor, certo?

Você também precisa formatar o seu pen drive para um sistema de arquivos que permita que seja dado boot por um dispositivo móvel, como o FAT32, você pode fazer isso através do Gerenciador de Discos do Ubuntu, ou através da ferramenta de formatação do Windows, selecionando o sistema de arquivos que você deseja.

Formando um pen drive Linux


Formatando pen drive no Windows

Depois de formatado, chegou a hora de utilizar o Unetbootin para mandar o Ubuntu para o seu pen drive.

Como instalar o Unetbootin


O tutorial tem o foco no Ubuntu, porém, este mesmo procedimento pode ser utilizado para praticamente qualquer distribuição, basta você procurar o Unetbootin no repositórios do seu sistema. O Unetbootin também está disponível para Windows e Mac OS X, além de todas as distribuições Linux, você pode usar ele para mandar qualquer distro Linux para o pen drive, não somente o Ubuntu, menos o openSUSE.

Para instalar o Unetbootin no Ubuntu é muito simples, basta clicar no botão abaixo.
apt://unetbootin

Você também pode pesquisar pelo Unetbootin na Central de Programas, ou ainda utilizar o terminal:
sudo apt-get install unetbootin
Depois de instalado, você vai encontrar o Unetbootin no menu do seu sistema, ao abrir, será pedido a sua senha de root para poder utilizá-lo, digite e você verá uma imagem semelhante a essa:

Unetbootin

1 - Nesta primeira opção você pode selecionar uma distribuição para o Unetbootin baixar.

2 - Nesta opção, você seleciona a versão que você quer que o Unetbootin baixe.

Sim, caso você não tenha percebido, o Unetbootin é capaz de baixar para você as distribuições, eu raramente utilizei esta opção, sempre preferi baixar a ISO do site da distribuição que eu queria colocar no pen drive, então, se você fizer o mesmo, provavelmente você nunca usará estas duas primeiras opções.

3 - Se você vai utilizar uma ISO baixada previamente para fazer o seu pen drive bootável, você deve marcar esta opção.

4 - Selecionando a opção 3, na 4 você deve clicar no botão com reticências e selecionar o arquivo ISO que você quer colocar no seu pen drive.

unetbootin

Unetbootin Ubuntu

5 - Nesta região você escolhe o tipo de dispositivo que será utilizado para criar o a unidade bootável.

6 - E nesta opção você escolhe o dispositivo em específico.

Depois de selecionada a ISO, como na imagem acima, você ainda pode colocar uma certa quantidade em MB na opção "Espaço usado para preservar os arquivos nas reinicializações", é nesta opção que você pode criar um pen drive com persistência de dados, obviamente, quanto maior o seu pen drive, mais espaço você pode destinar para esta funcionalidade, lembre-se de subtrair o tamanho da ISO que você está colocando do tamanho do Pen Drive, por exemplo: Se você está usando um pen drive de 8GB para colocar o Ubuntu 16.04 LTS, você pode deixar 4, ou 5 GB para arquivos de persistência (lembre de colocar estes valores em MB), esse espaço será utilizado para salvar documentos que você utilizar através do pen drive e poderá ser utilizado também para instalar alguns programas se você quiser, ele será basicamente o seu "HD", de forma que você pode espertar este pen drive bootável em vários computadores diferentes e ter o mesmo sistema operacional, com arquivos e programas que você instalou.

Mesmo que você não utilize o pen drive desta forma, eu recomendo colocar pelo menos uns 500 MB para fazer o pen drive bootável com o Ubuntu no Unetbootin, pois assim, o sistema pode baixar alguns arquivos de tradução e ter um espaço para cache, se você for utilizar ele em live para testar antes de fazer a instalação.

Clique no "OK" para prosseguir.


Agora você só precisa esperar, ao chegar perto do final do processo, a barra de progressão ficará parada em um determinada porcentagem enquanto passa o arquivo "squash", que é um pouco maior que os demais, isso é normal, não se preocupe, apenas aguarde.

Unetbootin

Depois do fim do processo, o Unetbootin vai te pedir se você deseja reiniciar o computador agora para fazer a instalação do sistema nele ou se você quer sair do Unetbootin, então aqui depende do que você quer fazer.

Eu normalmente clico no "Sair", independente do que eu vá fazer.

Curtiu a dica? Espero que agora você consiga instalar o Ubuntu através de um pen drive, ou outra distribuição, no seu computador sem problemas! :)

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como instalar de Ubuntu Mininal - Tutorial passo a passo

Nenhum comentário

quinta-feira, 28 de julho de 2016

O Ubuntu possui muitas nuances diferentes para todos os tipos de usuários, certamente é  uma das distribuições Linux mais abrangentes, e um de seus modos de instalação, a dita "instalação mínima", onde você baixa apenas a base do sistema (cerca de 56 MB) e instala todo o restante como desejar à partir daí é um dos mais interessantes. Veja agora como instalar o Ubuntu Minimal na sua máquina.

Como instalar o Ubuntu Minimal




Como eu estava dizendo, o Ubuntu é uma distribuição Linux versátil, tanto que recentemente ele até extrapolou o Linux e ganhou uma versão com Kernel BSD também.

Além do Ubuntu BSD, há também a opção de instalar o Ubuntu apenas com Software Livre, usar o Ubuntu no formato Rolling Release, ou usar o Ubuntu com pacotes antigos em versões que atualmente não tem mais suporte com o repositório Old Releases, além de todas as variações com interfaces gráficas diferentes, que você pode conferir as reviews...

- Lubuntu 16.04 LTS
- Kubuntu 16.04 LTS
- Ubuntu MATE 16.04 LTS
- Ubuntu Budgie Remix
- Ubuntu Studio 16.04 LTS

... e é claro, existe o modo de instalação tradicional, onde você instala o sistema para o seu uso pessoal, caso você tenha alguma dúvida, consulte o seguinte material:

- Como instalar o Ubuntu no seu computador - Tutorial passo a passo

- Como fazer dualboot do Ubuntu com o Windows 10

É claro que o modo de instalação que você vai conhecer agora é totalmente diferente de qualquer um que nós  tenhamos comentado até então.

O que é o Ubuntu Minimal?


Um sistema baseado em Linux pode ser dividido em várias camadas, simplificando um pouco as coisas, nós temos 3: O Kernel, o núcleo do sistema, que é o que efetivamente chamamos de "Linux", a interface com o usuário e as aplicações.

Veja também: SUSE Studio, crie o seu próprio sistema com base do openSUSE

O Ubuntu Minimal é basicamente o Kernel do Ubuntu com seus repositórios e um instalador gráfico simplista que permite que você instale o Ubuntu sem interface gráfica e sem programa algum no seu computador, o intuito é que você mesmo monte o sistema como quiser, de uma forma parecida com que os usuários de Arch Linux fazem, se assemelhando mais ao Debian netinstall.

Por que o Ubuntu Minimal pode ser uma boa opção para você?


Se você é o tipo de usuário que quer simplicidade e quer poder escolher cada pacote que fará parte do seu sistema, montando sistemas básicos para determinadas tarefas e ainda utilizar a distribuição Linux Desktop mais famosa e com uma ampla gama de softwares e repositórios de terceiros, mantendo a boa e velha compatibilidade com os pacotes .deb, essa sem dúvidas é uma boa opção.

Fora isso, pode ser um aprendizado para você, ao instalar o sistema desta forma, assim você vai entender melhor o que cada pacote e programa faz no seu Ubuntu.

Onde baixar o Ubuntu Minimal?


O Ubuntu Minimal pode ser baixado nesta página, escolha a versão e arquitetura que você desejar e baixe a ISO, ela terá um tamanho muito pequeno, normalmente menos de 60 MB, não se espante, é só isso mesmo!

Para instalar o Ubuntu à partir da imagem mínima, eu recomendo a utilização de um pen drive, qualquer outro tipo de mídia (CD/DVD) me parece desperdício, ainda mais devido ao tamanho do arquivo.


Caso o Unetbootin não funcione corretamente para você, tente usar o Multisystem. Depois do seu pen drive preparado, é hora de começar a instalação, espete ele no seu computador e configure a máquina para dar boot pelo dispositivo móvel desejado, à partir de então a instalação vai se iniciar.

Nós preparamos um vídeo para facilitar a sua vida com a instalação do Ubuntu Minimal, confira: 



Gostou do material em vídeo? Então clique no botão acima para se inscrever gratuitamente no nosso canal no YouTube e receber os vídeos novos conforme eles forem saindo, temos vídeos todos os dias às 19 horas.

Curtiu o Ubuntu Minimal? Deixe a sua opinião nos comentários e até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Baixe o E-book: 101 dicas para você usar Linux como um profissional

Nenhum comentário
O pessoal da Linux Solutions preparou um E-book com 101 dicas sobre Linux para você aumentar os seus conhecimentos e o seu domínio com o sistema. Veja como baixar:

101 Dicas para aprender Linux




O nosso blog está cheio de dicas para quem quer dar os primeiros passos no mundo Linux, mas elas nunca são demais, não é verdade? Hoje temos um conteúdo interessante para você, um e-book, exatamente. Este material foi produzido pelos nossos parceiros da Linux Solutions e tem 101 Dicas para você usar no Linux (as mais variadas distribuições) e que certamente facilitarão a sua vida.

Exemplo do E-book 101 dicas sobre Linux
Exemplo do conteúdo do E-book
Se você é novo no Linux, está dando seus primeiros passos e buscando conteúdo para aprender um pouco mais, além do e-book, permita-me te indicar dos artigos mais completos aqui do blog:


Para baixar o e-book basta clicar no botão abaixo e logar com a conta da sua rede social favorita ou usar um seu e-mail, o e-book será enviado por e-mail para você, o seu e-mail também será cadastrado na lista de e-mails da Linux Solutions que via te enviar de vez em quando mais algumas dicas e material interessante sobre tecnologias Open Source para você baixar e aprender ainda mais.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




3 dicas simples para você estudar programação e T.I online gratuitamente

Nenhum comentário
Você está procurando uma forma de estudar programação online? Então confira agora algumas sugestões para você começar a sua jornada no mundo da tecnologia com sites que você pode usar como auxiliares para o seu desenvolvimento como profissional e/ou hobbysta.

Aprenda em casa




Este texto foi escrito pelo nosso leitor, Felipe Pedrosa, e não representa necessariamente a opinião do blog sobre assunto, mas certamente será de valor para você que está querendo dar uma guinada na sua vida através dos estudos e não tem muito dinheiro para investir na sua educação, confira:

Estudando em casa


Olá amantes da tecnologia, hoje apresentarei diversos sites que venho utilizando para aprimorar meu conhecimento, espero que ajude vocês na caminhada do conhecimento.

Em primeiro lugar trago o a Code Academy, este entre todos é meu favorito, possui diversos tipos de linguagem para programação WEB como Python, Ruby, JavaScript entre outros e todo este conteúdo totalmente de graça.

Para quem deseja aprender SQL posso indicar um curso que eu conclui no site da “SoftBlue”e é espetacular, o curso possui embasamento na ferramenta “PostgreSQL" mas isto não implica em nada caso queira utilizar outra ferramenta de sua preferência como o “MySQL”.

Como estamos falando da SoftBlue posso indicar um outro curso disponibilizado pela empresa que é sobre “Lógica de programação” outro curso excelente, mas este não completei.


Outra alternativa muito interessante que encontrei foi o ”Code Combat”, um site que ensina a programar “jogando”, a iniciativa é muito simples, você controla seu personagem utilizando programação para derrotar seus inimigos e passar de fase, você pode “jogar” utilizando alguns tipos de linguagens diferentes como Python, JavaScript, CoffeeScript e Lua ( no site diz que Lua é uma linguagem utilizada para criar jogos ). Hoje o site esta disponível em português de Portugal mas caso alguém queira contribuir para a tradução para Português do Brasil a opção esta disponível no site da empresa. 

Por ultimo trago uma lista feita pelo Olhar Digital onde diversos sites disponibilizam conhecimento gratuito, este link foi apresentado por meu gerente na empresa em que trabalho e gostaria de compartilhar com todos.

Apenas para conhecimento o nenhuma das empresas citadas patrocinaram esta postagem ou o blog, as informações divulgadas aqui são apenas para que outras pessoas adquiram conhecimento, assim abrindo portas e mostrando que todo mundo tem uma oportunidade de melhorar seu futuro.

Agradeço ao Dionatan e ao blog Diolinux por concederem esta oportunidade.

Nota do blog


Quero agradecer a participação do nosso querido leitor e sugerir a você, caso você tenha alguma ideia bacana, dica, tutorial que gostaria de compartilhar com as pessoas, mande um e-mail pra gente com o seu artigo.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como reportar bugs específicos no Ubuntu

Nenhum comentário

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Todos os sistemas tem seus problemas e algumas distribuições Linux possuem serviços para reportar bugs de maneira geral, como o Apport do Ubuntu, que aparece quando o próprio sistema detecta alguma instabilidade, além disso, normalmente os próprios programas tem seus próprios serviços de reportar bugs individualmente, porém, você pode estar enfrentando um bug peculiar que não atinja muitos usuários em uma situação específica. Hoje você vai aprender a reportar bugs de uma maneira simples para ajudar a melhorar o Ubuntu.

Como reportar bugs no Ubuntu




Se você é um usuário comum do Ubuntu e deseja ajudar a melhorar o sistema, sempre que uma mensagem de erro aparecer, basta clicar em reportar, porém, se você tiver um pouco mais de conhecimento, talvez você pode ajudar de uma forma um pouco mais incisiva. 


Para "reportar bugs like a boss" você precisa abrir o terminal, ou apertar Ctrl+F2 para abrir a caixa de diálogo de execução e digitar:
apport-bug
Depois de você digitar isso e pressionar a tecla "enter", uma pequena janela vai se abrir com algumas opções, mesmo com o sistema em Português, essas opções aparecem em Inglês, o que pode dificultar a vida de alguns, mas com um pouco de paciência, mesmo não falando/entendendo o idioma, você conseguirá reportar o problema que estiver enfrentando.

Vamos dar um exemplo:

Ao abrir o "bug reporter" você verá várias opções para segmentar melhor o problema que você está tendo, procure selecionar exatamente o tipo de problema que você quer reportar, no exemplo, vou simular um problema de som, então selecionarei a opção "Sound/audio related problems", basta selecionar a opção e clicar no botão "OK".


Independente da categoria que você escolher, o Apport-Bug vai procurar especificar o máximo possível o problema no intuito de facilitar a vida de quem for corrigir, na imagem abaixo por exemplo, ele vai pedir para que eu selecione qual dispositivo de áudio não está funcionando corretamente. Funciona da mesma forma que a etapa anterior, selecione e clique no "OK".


Especificando o problema um pouco mais.


Neste caso de exemplo, reportando um problema de som, o Ubuntu fez um pequeno teste com tons de áudio, que funcionou perfeitamente, porém, mesmo assim eu cliquei na opção "Não", indicando que o problema continuava e isso nos leva até a próxima tela onde você poderá ver um resumo de bug antes de enviá-lo.



Esta é a última tela antes do bug ser reportado por completo, você pode ver um resumo de tudo que será enviado para os desenvolvedores do Ubuntu para que eles tenham ciência do problema que você está tendo.


Se for um bug que afeta muitos usuários, eles tendem a serem corrigidos com maior velocidade, por isso mantenha o seu sistema sempre atualizado.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como desabilitar/remover o Error Apport no Ubuntu

Nenhum comentário

Esse tipo de assunto gera polêmica porque dizem que ignorar os bugs do Ubuntu e como se o seu filho fizesse mal criação e você fizesse de conta que isso não existe.

Para quem não sabe o System Error Apport é um mecanismo que a Canonical instituiu nas últimas versões do Ubuntu para que os usuários possam reportar os erros do sistema facilmente.

Ok, pode ser realmente verdade que não ajuda em nada remover, porém se você é daqueles que nunca reporta os erros e sempre clica no cancelar quando vê essas mensagens:

System Error Apport Ubuntu

System Error Apport Ubuntu

Então não tem porque você deixar o System Error Apport habilitado certo? Se ele te deixa irritado, te atrapalha e pior, o erro que você irá reportar quase nunca é notado realmente no sistema, é um processo interno do sistema que na maioria das vezes não afeta o usuário, provavelmente desabilitar a opção é algo que não dará muita diferença na sua vida.

Desabilitando o Error Apport no Ubuntu


Abra o terminal e digite:

sudo gedit /etc/default/apport

Neste arquivo você alterar uma linha do arquivo, modifique Enable de 1 para 0:

Error Apport

Desta maneira você não vai mais receber aquelas mensagens de erro, caso você realmente não queira usar o Error Apport ainda é possível remover o pacote do sistema com o comando abaixo:
sudo apt-get remove apport apport-symptoms
Caso você mude de ideia e decida reportar os bugs você pode usar o comando abaixo para reinstalar o Error Apport no Ubuntu.
sudo apt-get install apport apport-gtk apport-symptoms
Obs: 

Os comandos acima funcionam em qualquer versão do Ubuntu a partir da 12.04.

Aprendendo Docker - Vencedor da promoção

Nenhum comentário

terça-feira, 26 de julho de 2016

Chegou a hora de descobrirmos quem foi o felizardo ou felizarda que vai levar para casa o livre "Aprendendo Docker" da editar Novatec em parceria com o Diolinux, será que você teve sorte?

Docker Livro Linux Sorteio




Como anunciamos há uma semana atrás, hoje vamos finalmente sortear o livro "Aprendendo Docker" da editora Novatec, você deve se lembrar dos passos para a participação desta promoção, caso contrário relembre vendo o post do anúncio da mesma.

Foram 343 participações na nossa promoção, o sorteio foi feito através do Random.org e você vê o resultado logo abaixo.

Sorteio no random.org

Parabéns ao vencedor: Vinícius Silva Cucolo

Entraremos em contato com o vencedor para solicitar as informações para o envio do prêmio!

Muito obrigado a todos que participaram, em breve teremos mais promoções! :)

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Itch - Conheça o "Steam" de games Indie compatível com Linux

Nenhum comentário
Existem várias formas fáceis de jogar usando o Linux atualmente, a Steam certamente é a mais popular, mas não é a única, além do Desura e do GOG, agora você também pode usar o "itch", um serviço semelhante ao demais, porém, com foco em jogos Indie.

Indie Linux Gaming




O itch é um serviço que promove uma interface simples e prática para você baixar games indie para Linux, Mac OS X e Windows sem muitos problemas; a maior parte dos games são gratuitos, mas existem alguns que são pagos que você pode comprar também através da plataforma.

itch no Ubuntu LInux

Você precisa criar uma conta no serviço para poder usá-lo com plenitude, então acesse o site oficial e crie a sua conta, no mesmo site você poderá baixar o software para usar no seu computador.

Como "instalar" o itch no Linux?


A palavra "instalar" está entre aspas porque ele não requer uma instalação de verdade, basta baixar o pacote, extrair e dar dois cliques no arquivo binário, caso ele não rode vale a pena conferir se as opções e permissões de execução estão corretas nas propriedades do arquivo.

Ubuntu Linux ITCH

Depois que o programa abrir, basta você se logar com a conta que você criou no site e navegar pelas categorias, encontrar os games que você quiser baixar e adicionar à sua biblioteca de games. A plataforma também está em Português, o que facilita muito a sua vida, você também terá um indicador da tray do sistema, onde você pode abrir o itch facilmente.

O itch não cria ícones no menu do seu sistema, você precisa dar dois cliques nele sempre que quiser abrí-lo, vale a pena colocar ele dentro da sua home para fins de organização.

Até a próxima!  :)
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Fundador da Epic Games diz que Microsoft quer acabar com a Steam

Nenhum comentário
O fundador da Epic Games, desenvolvedora de games famosos como Gears of War e Unreal Tournament, afirmou em uma entrevista à "PC Gamer" que a Microsoft estaria "silenciosamente" sabotando a Steam no Windows 10.

Microsoft quer abocanhar a Steam em 5 anos




Tim Sweeney, co-fundador da Epic Games, afirmou em uma entrevista algo polêmico. Ele acredita que dentro dos próximos 5 anos a Microsoft vai passar a aplicar Patches para fazer com que o Steam seja instável no Windows, que ele quebre com facilidade e que não funcione corretamente; o motivo, segundo ele, seria para que a loja de aplicações da Microsoft que pretende crescer no ramo de games pareça uma opção melhor para os jogadores que atualmente são usuários fiéis da plataforma da Valve.

Segundo ele, não seria a primeira vez que a empresa faz algo do tipo, Sweeney acredita que este tipo de medida faz com que o desenvolvimento de jogos de computador acabe ficando muito prezo aos desmandos da Microsoft, algo que ele não considera bom.

Não posso dizer se ele está certo ou não, mas parece que quando a Valve decidiu começar a trabalhar o Linux para que ele seja uma alternativa interessante ao Windows, era justamente para evitar coisas deste tipo.

O que você acha do assunto?

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Cumulus - Previsão do tempo no seu Desktop Ubuntu

Nenhum comentário
Além de serem úteis, widgets de previsão do tempo também podem enfeitar o seu desktop, conheça hoje um programa chamado Cumulus, com boas opções de personalização para deixar o seu desktop mais moderno.

Cumulus Desktop Weather Ubuntu




Cumulus é o nome de um aplicativo simples de previsão do tempo, ele não tem tradução completa para o Português, porém, isso não deverá te impedir de utilizá-lo, uma vez que todas as configurações são absolutamente intuitivas.

Cumulus Weather

Para configurar o Cumulus Weather basta clicar no ícone da engrenagem presente nele e digitar o nome da cidade que você deseja ver as informações de clima, no mesmo local você pode configurar as unidades de medida e também as cores e opacidade que ajustarão a aparência do Widget de acordo com o seu gosto.

Como instalar o Cumulus Weather no Ubuntu e derivados


O Cumulus só é compatível com o sistemas de 64 bits e está  disponível em formato .deb e em formato de código fonte para quem desejar compilar para outros sistemas, clique aqui para ter acesso aos arquivos de instalação, se você usa o Ubuntu de 64 bits, apenas baixe o arquivo .deb e dê dois cliques, instale através da Central de Programas ou outro utilitário a sua escolha.

Depois de instalado, você encontra o programa no menu do sistema.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




GRUB Customizer - Como configurar o GRUB no Ubuntu e no Linux Mint

3 comentários

domingo, 24 de julho de 2016

O GRUB é o gerenciador de Boot da maior parte das distribuições Linux, apesar de não ser o único, existem outras alternativas como o BURG e o Lillo, ele certamente é o mais popular, por conta disso, você pode querer personalizá-lo para deixá-lo ao seu gosto, mudar a resolução, o tempo de espera, o tema, entra outras coisas. Aprenda a instalar o GRUB Customizer, uma ferramenta para você configurar o GRUB graficamente.

GRUB Customizer Ubuntu

O GRUB Customizer é uma aplicação gráfica para se gerenciar o GRUB 2, ele é excelente, entre as principais características do GRUB Customizer estão: 

- Editar as entradas do menu (reorganizar, renomear, adicionar ou remover entradas)
- Alterar a entrada de inicialização padrão
- Alterar a visibilidade do menu e tempo de espera
- Desativar entradas de recuperação
- Alterar a resolução do GRUB, cores do menu ou imagem de fundo
- Reparo e configuração do GRUB usando um Live CD
- Opções avançadas como inicializar uma ISO, alterando os parâmetros do kernel e muito mais.

A versão mais recente do GRUB Customizer adicionou os seguintes recursos:

- Entradas podem ser movidas livremente agora
- Diálogo de configurações integrado
- Novo seletor de partição
-Menu de contexto
- Multi seleção de ítens
- Editor de entradas reorganizado
- Manipulação de erros em modo gráfico gráfico
- Sistema anti erro: advertindo ao tentar remover um script inadequado ou entradas do sistema 



Como instalar o GRUB Customizer no Ubuntu ou no Linux Mint


Para instalar no Ubuntu ou no Linux Mint podemos usar apenas um comando, adicionando o PPA, atualizando o sistema e instalando o software.


sudo add-apt-repository ppa:danielrichter2007/grub-customizer && sudo apt-get update && sudo apt-get install grub-customizer

O GRUB Customizer é um programa estável, mas tome cuidado ao utilizá-lo pois o uso errado do mesmo pode causar transtornos desnecessários, como o sistema não iniciar entre outras situações desagradáveis.

Boas customizações! :)

Unity Tweak Tool - A ferramenta ideal para configurar o Unity

Nenhum comentário

sexta-feira, 22 de julho de 2016

O Unity certamente não é o ambiente gráfico mais personalizável disponível para o Linux, mas isso não quer dizer que não possam ser feitas boas customizações para deixar o Ubuntu ao seu agrado. Com o Unity Tweak Tool é possível configurar os temas do Ubuntu e uma série de outras opções que darão a sua cara para o sistema.

Unity Tweak Tool Ubuntu

Através da imagem acima você pode ter uma noção clara de quantas opções você pode configurar através desta ferramenta.

O Unity Tweak Tool é dividido em categorias simples, que permitem que você configure a aparência do lançador do Unity, como mover ele para a parte inferior da tela por exemplo, temas GTK, temas de ícones, cursores, fontes, entre outros.

Você também consegue escolher os efeitos das janelas e menus, configurar as múltiplas áreas de trabalho e o seu comportamento, ícones na "Área de Trabalho", a transparência da barra superior do Unity e muito, muito mais!

Certamente é um aplicativo obrigatório para qualquer usuário de Ubuntu com Unity.

Como instalar o Unity Tweak Tool no Ubuntu


O Unity Tweak está disponível na  Central de Programas do Ubuntu e você pode instalar clicando no botão abaixo:

Ubuntu Unity Tweak Download

sudo apt-get install unity-tweak-tool
Depois de instalado, você o encontrará o programa no menu do sistema facilmente.

Até a próxima dica e boas customizações!

Novo recurso do Ubuntu deixa Unity mais leve em computadores fracos

Nenhum comentário
Um novo recurso interessante foi adicionado ao Ubuntu com Unity pela Canonical, o "LOW-GFX" permite que o sistema rode melhor em computadores que não tem placas gráficas muito potentes, conheça a mudança e veja como ativar no seu sistema.

Ubuntu Low-GFX



O recurso em si não é novo, nós já mostramos como ativar o "Unity 2D" no Ubuntu, o procedimento é válido para o Ubuntu 14.04 LTS por exemplo, porém, até então não existia uma opção simples para ativar esta funcionalidade, pelo menos até agora. O recurso de "low graphics" também é possível de ser atingido através do Unity Tweak Tool, basta ter um pouco de paciência para configurar tudo direitinho.

A Canonical atendeu ao pedido dos usuários que acham que o Unity é pesado demais para computadores modestos, desta forma, mesmo computadores que não possuem uma boa aceleração gráfica poderão usar o sistema.

Basicamente, o que faz o Unity ser "pesado", são as suas transparências e "fades", então, deixando estas opções opacas, o impacto para uma placa gráfica modesta é muito menor.

Uma modificação no Compiz


Enquanto o Unity 8, que deve ser leve, afinal roda até mesmo em Smartphones, não chega, o Unity 7 continua sendo lapidado. O Unity é na verdade um plugin do Compiz, um compositor de janelas que já foi muito mais popular do que é hoje, especialmente por conta dos efeitos gráficos que o mesmo costuma proporcionar.

Basicamente, a opção "low-gfx", adicionada recentemente como uma opção no Compiz, desabilita todas estas opções que fazem o Unity ser pesado.

Como fazer a modificação no Ubuntu 16.04 LTS?


1 - O primeiro passo é ter certeza de que você está com o sistema atualizado, portanto, use o "Atualizador de programas", que você encontra no menu do sistema, para fazer esta verificação, ou use o terminal se você preferir:
sudo apt update
sudo apt upgrade
2 - O próximo passo é instalar o Compiz Config Settings Manager, ou CCSM, para poder configurar o plugin do Unity, quem prefere instalar pelo Ubuntu Software, basta procurar pelo nome comentado logo acima, ou clicar no botão abaixo.


Para fazer o procedimento pelo terminal, use o seguinte comando:
sudo apt install compizconfig-settings-manager
3 - Depois de instalado, você encontra o programa para configurar o Compiz no menu do sistema, procure pela palavra "Compiz" no menu e abra o CCSM:

Compiz Config Settings Manager

4 - Procure a opção "Ubuntu Unity Plugin", como indicado na figura acima, dentro dele você encontrará a opção "Enable Low Graphics Mode", basta marcar a o "checkbox" indicado na image abaixo, você verá mudanças instantaneamente, porém, é recomendável encerrar a sessão e depois logar-se novamente para ter certeza que tudo estará configurado corretamente.

Unity Low Graphics

É isso, você logo perceberá que o Unity está mais opaco e veloz.

Dicas adicionais para otimizar a velocidade


Existem vários "pequenos truques" que você pode fazer para otimizar a velocidade do sistema, além, é claro, desta configuração.

Se você utilizar o Unity Tweak Tool para fazer alguns ajustes, haverá uma configuração que pode ser feita na sessão "Gerenciamento de janelas", na opção "Geral", que permite a você colocar a qualidade de textura no modo "Rápido" e desabilitar as animações das janelas, isso certamente vai acelerar o seu  Unity. Veja o exemplo na imagem abaixo.


Agora o seu Unity já vai estar mais leve e mais rápido, se mesmo assim não for o suficiente para você, aqui vão mais algumas dicas que podem ser úteis:
7 Dicas incríveis para otimizar o Ubuntu
Conte pra gente se as mudanças deram resultado para você comentando logo abaixo e até a próxima! :)
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo