Home » bash

48 horas para você dominar o Terminal Linux!

Você é o tipo de usuário Linux que vive brigando com o terminal? Então hoje você terá a oportunidade de fazer o nosso curso completo de Bash e aprender a falar a língua do terminal pelo mesmo valor de um mês na Netflix!

Aprenda a língua do terminal Linux- Curso de Bash




Nós elaboramos um curso para você virar craque no terminal e não ter mais medo da "telinha preta", sem enrolação!

São um total de 15 vídeo aulas com duração variada e material complementar onde você vai aprender a "língua" do terminal Linux, os assuntos abordadores serão os seguintes:

 - Os principais comandos do terminal;
- Entradas e saídas
- Redirecionamento para arquivos
- Redirecionamento entre processos
- Variáveis
- Comandos para gerenciar arquivos
- Comandos para administrar o sistema
- Como encontrar ajuda para trabalhar de forma autônoma depois do curso
- Gerenciamento de espaço de rede

E muito, muito mais!

Bônus: Comprando nesta promoção você irá receber gratuitamente um treinamento de 30 minutos extra sobre o editor de textos VIM, muito popular no mundo Linux.

Objetivo: Perder o medo de usar o terminal e passar a enxergá-lo como a ferramenta poderosa que é para te auxiliar a ter controle absoluto sobre o seu computador.

A quem se destina: Pessoas interessadas em aprofundar os seus conhecimentos do Linux e dispostas a terem o controle completo do computador em suas mãos.

Certificado: Você receberá um certificado de finalização do curso assinado com o nome do instrutor e com o nome do diretor do Diolinux EAD.

Carga Horária: O tempo de duração do curso gira em torno de 4,5 horas, entretanto, o valor pode praticamente dobrar se você fizer todos os exercícios propostos durante as aulas.

Conheça o seu professor!


Por quanto?


Claro, não menos importante é o valor para acesso a esse incrível conteúdo. Como eu disse no início, vai ser o valor de uma mensalidade da Netflix para você poder adquirir este conhecimento e virar um Ninja no Terminal.

As aulas serão no nosso EAD e você terá acesso a este curso por apenas R$ 19,90, mas atenção, esta oferta vale por apenas 48 horas e apenas para os primeiros 50 compradores! Caso as 50 vendas sejam feitas nas próximas horas a promoção vai se encerrar e o preço voltará ao seu padrão, R$ 79,90. Encerrando-se dia 12/04/2017 às 14 horas.
Curso de Bash
Clique para pegar o seu!
E aí, está esperando o que pra dominar o terminal de vez?


Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




segunda-feira, 10 de abril de 2017

Do Bash para o ZSH - Como alterar o terminal padrão no Linux

Por mais que isso seja algo que maior parte dos usuários não dá muita importância, é bom que você saiba que o Bash, apesar de ser o interpretador de comandos padrão e mais popular, não é a única alternativa que você tem, aliás, existem algumas outras muitos interessantes, como o ZSH, que você aprenderá a configurar hoje.

Substituindo o bash pelo ZSH




Eu não sou um árduo usuário de terminal no Linux, dado o meu envolvimento com o público mais leigo, eu muitas vezes evito usar ele para poder sentir na pele quais são as dificuldades, dúvidas e problemas que os usuários podem ter e assim poder construir alguns dos artigos do blog, mas confesso que me interesso pelo assunto e é sempre bom conhecer novas ferramentas.

Mais de um mês atrás eu estava falando com o meu grande amigo Gabriel, do canal Toca do Tux, sobre interpretadores alternativos ao Bash, visto que ele está fazendo uma série em seu canal intitulada "Muito além do GNU", que está muito interessante à propósito, onde ele mostra que apesar do Linux e do GNU serem comumente relacionados, um consegue existem sem o outro, e então ele me fez uma apresentação "formal" do ZSH, um shell com vários recursos interessantes para power users e que ele utiliza profissionalmente há muito tempo.

Há algum tempo atrás eu fiz um vídeo comparando um recurso que me chamou a atenção dentro do ZSH, confira abaixo:



Como não encontrei nenhum tutorial muito bem explicado sobre o assunto, hoje eu vou te mostrar como você pode trocar o shell padrão do seu sistema sem muita complicação, no caso vamos fazer a troca para o ZSH, mas o procedimento serve para qualquer outro que você goste mais, basta saber o caminho do binário dele.

Instalando o ZSH e substituindo o Bash como Shell padrão


O ZSH já está disponível no repositório da maioria das distribuições Linux, então fica fácil de instalar, mas caso você queria fazer de forma manual, há também a página no GitHub dele, lá você encontra informações sobre um projeto chamado "Oh My ZSH!" que vai turbinar o seu ZSH ainda mais, caso você queria extrair ainda mais do potencial da ferramenta.

No Ubuntu o processo de instalação via terminal é assim:
sudo apt install zsh
É só isso mesmo, fácil né?

Bom, uma vez que você abra o terminal, provavelmente ainda estará utilizando o Bash, para passar a usar o ZSH dentro do mesmo terminal basta digitar:
zsh 
Zsh Ubuntu

Repare como o terminal mudou seu visual, ao invés de você ter o popular "$" indicando o seu usuário comum, agora você tem um símbolo percentual. No caso de usar o root, tanto Bash, quanto ZSH vão exibir o tradicional "#".

Ok, então para você usar o ZSH basta digitar "zsh" dentro do Bash, mas e se você quiser que o emulador de terminal já abra com o ZSH como padrão, "como faz"?

Simples também, vamos usar o terminal novamente, precisamos editar o arquivo passwd que fica dentro deste diretório:
/etc/passwd
Para isso você pode usar um editor de textos de sua preferência, gedit, kate, vim, nano, etc, etc, então escolha o que mais gostar e vamos em frente. Por exemplo, usando o gedit:
sudo gedit /etc/passwd
gedit terminal padrão

Procure pela linha do seu usuário, ela deve estar ao final do arquivo, no meu caso na linha 40, mas o seu pode estar em outra, então olhe com calma.

Reparece que existe uma informação logo ao final da linha":/bin/bash", tudo o que temos a fazer aqui é trocar a palavra "bash" por "zsh".

Configurando ZSH

Depois de fazer a alteração, salve o documento. Será necessário encerrar a sessão do seu sistema e logar-se novamente, se preferir, você pode reiniciar também, mas isso provavelmente não será realmente necessário.

Ao logar-se novamente e abrir o terminal você já estará utilizando o ZSH, para reverter a configuração de volta para o Bash basta repetir este tutorial e mudar novamente o arquivo de configuração para "bash" no final ao invés de "zsh". Alternativamente, da mesma forma que você fez antes para testar o ZSH enquanto o Bash era o padrão, basta digitar "bash" dentro do terminal com o ZSH que o Bash volta rapidinho à aparecer.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 16 de março de 2017