Home » cloud

Syncthing - Sincronize arquivos entre computadores em uma nuvem pessoal

Hoje vou mostrar para você uma forma muito fácil de você criar uma forma simples de compartilhamento de arquivos e ao mesmo tempo um backup de dados usando Syncthing, tudo isso, dentro da sua própria casa! 😄

Syncthing sincronizando arquivos em nuvem caseira



O Syncthing é uma plataforma de código aberto que permite a criação de uma rede de compartilhamento de arquivos de forma descentralizada, isso tem aplicações muito interessantes dentro de uma empresa, especialmente negócios pequenos, e dentro da sua casa.

Se você costuma usar os mesmos arquivos para trabalhar em mais um computador, e usa serviços como o popular Dropbox para sincronizar os mesmos, fica fácil de entender como o Syncthing funciona.

Imagine que você tem  um Notebook e um Desktop em casa, imagine que você use o Dropbox em ambos com a mesma conta, desta forma, os arquivos são sincronizados entre as duas máquinas. Os arquivos vão do seu Notebook para o servidor do Dropbox e do servidor do Dropbox para o seu Desktop, ou ao contrário, dependendo de onde você colocar o arquivo antes.

O funcionamento é ótimo, isso inclusive permite que você acesse os arquivos de qualquer dispositivo, incluindo o seu Smartphone, basta ter internet, contudo, para determinadas informações sigilosas, pode ser interessante ter um sistema de compartilhamento privado e é aí que o Syncthing entra.

No Syncthing...


... não existe um servidor central como no Dropbox, o compartilhamento é feito de uma máquina para a outra e você escolhe em qual disco rígido seus arquivos ficarão, em alguns casos, por fazer parte da sua rede local, a transferência de arquivos será muito mais rápida do que através do Dropbox ou qualquer outro.

Como você instala o Syncthing no seu computador?


O Synchting é um utilitário em linha de texto e funciona como um servidor de arquivos local, você poderia criar um servidor Samba também para o caso, mas o Syncthing além de ter uma bela interface, não requer muita experiência para ser configurado e ainda espelha os arquivos para que você tenha cópias de backup.

Apesar do Syncthing ser descentralizado, nada impede que você use uma máquina antiga para usar de servidor de arquivos, essa é uma escolha só sua. Eu ainda vou fazer um vídeo sobre o FreeNAS para soluções domésticas, mas por hora vamos ficar com o Syncthing.

Através do site oficial você pode baixar os instaladores para Windows, Linux, macOS e dispositivos móveis, para o Ubuntu e seus derivados, existem várias formas diferentes de instalar. 


1 - Você pode usar o próprio arquivo para "Linux" disponibilizado no site, que é um arquivo "genérico", basta extrair e dar dois cliques e uma interface Web dentro do seu navegador padrão vai se abrir.

Syncthing

2 - Usando o Software Boutique.

Syncthing Ubuntu Software Boutique

3 - Através de um pacote Snap, você pode achar ele tanto pelo terminal, quanto através do Ubuntu Software.

snap install syncthing

Syncthing Snap

Syncthing no Ubuntu Software

Independente da forma que você escolha para instalar, é bom que você saiba que existe uma interface gráfica em GTK para as distros Linux e um outro cliente para Windows:

SyncthingGTK (Linux e Windows)

- SyncTrayzor (Windows)

E existem outros criados pela comunidade de desenvolvedores para diversos sistemas.


Para dar sequência as explicações, você utilizará a forma simples de trabalhar, usando o arquivo disponibilizado no site para "Linux 64 bits" e utilizando o Ubuntu para exemplificar, não sendo necessário instalar pacotes adicionais, nem nada disso.

Ao baixar o arquivo do Syncthing, você terá um pacote compactado em tar.gz, basta extrair para uma pasta de sua preferência, eu recomendo que você extraia para dentro da sua Home por questão de organização, depois, para facilitar, mude o nome da pasta para syncthing.

Dentro da pasta, basta dar dois cliques no arquivo syncthing.

Syncthing

Alguns instantes depois de você dar dois cliques no arquivo, o seu navegador padrão deverá se abrir mostrando a interface do Syncthing, observe o endereço de IP e a porta dele, sendo que o IP será normalmente o próprio localhost.

Syncthing interface

Recomendo que você favorite o endereço para acessar ele através do navegador facilmente, sem precisar decorar IP/Porta, claro, se você não optou por baixar a interface em GTK ou alguma outra, eu achei mais interessante gerenciar pelo próprio browser, mas a escolha é sua.

Para que Syncthing inicie junto com sistema assim que você fizer login, basta adicionar o caminho para o executável dele (se você seguiu o meu exemplo ele está dentro da sua Home) ao "Aplicativos de sessão" do Ubuntu.

Syncthing inicializando junto com o Ubuntu

Ao adicionar somente o endereço do executável, assim que você fizer login um browser vai se abrir com a interface do Syncthing, se você quiser que apenas o processo inicie sem que um navegador seja aberto toda a vez, adicione um parâmetro ao final do comando assim: " -no-browser", sem as aspas.

No meu exemplo seria:

/home/dionatan/syncthing/syncthing (para abrir o navegador no login).

/home/dionatan/syncthing/syncthing -no-browser (sem abrir o navegador no login).

Você sempre pode ver se os processos do Syncthing estão em execução observando o "Monitor do Sistema".

Syncthing no monitor do sistema

Como sincronizar e compartilhar arquivos


Toda a configuração do Syncthing pode ser feita pela interface Web, a pasta padrão que o Syncthing compartilha é a "/home/seu_usuario/Sync/", mas você pode adicionar e remover as pastas ao seu gosto.

Pasta compartilhada no Syncthing

Toda a interface do Syncthing é em Português, então leia com calma para escolher todos os detalhes que você deseja.

Para compartilhar esta pasta com outro computador dentro da sua rede e fazer elas sincronizarem você precisa instalar o Syncthing na outra máquina que será sincronizada. Depois é necessário criar uma identificação através de ambas. 

No meu caso, estou compartilhando a pasta "Sync" do meu Notebook com o meu Desktop, então vou me referir a eles desta forma para você entender melhor.

No meu Notebook ao abrir a interface Web do Syncthing vou clicar no botão "Adicionar dispositivo remoto".

Syncthing
Na janela que se abre no Notebook eu devo informar os dados do dispositivo remoto que vai se conectar a ele, no caso, o meu Desktop.

Configurando Syncthing

Na tela acima, existem várias opções que podem ser configuradas, então, leia as opções com atenção, mas quero destacar 3 mais importantes e essenciais.

1 - O ID do dispositivo que vai se conectar (no caso o PC), logo adiante eu mostro como você consegue ele.

2 - Um nome de identificação para o dispositivo conectado.

3 - Marque para compartilhar a pasta padrão do Syncthing, no caso a pasta "Sync" dentro da Home, se você adicionar mais pastas elas vão aparecer aqui, marque todas as que você deseja que este dispositivo remoto possa acessar.

Agora no Desktop, vamos precisar pegar o ID do Syncthing dele para adicionar às configurações (da imagem anterior) do Notebook.

No Desktop, clicamos no menu "Ações" e depois em "Mostrar ID".

Configurações do Syncthing

Uma tela como esta abaixo vai se abrir com um código, este código nós devemos digitar no "ID do dispositivo", destacado como "item 1" na imagem anterior no Notebook. Isso fará com que o Syncthing do Notebook reconheça o do Desktop.

Syncthing ID

Você deve repetir o processo ao inverso, indo no Notebook, pegando o ID dele e adicionando o dispositivo no Desktop, assim haverá sincronia entre ambos. O código QR que aparece serve para você adicionar o cliente no seu Android, caso você queira usar o Syncthing por ele, como comentei no início do artigo, existe também uma versão para dispositivos móveis disponível no site oficial, Google Play e F-Droid.

Para que o Syncthing inicie automaticamente no Desktop, você precisa também adicioná-lo aos "Aplicativos de sessão", ou equivalente, dependendo do sistema que você esteja utilizando.

O Synthing funciona de modo cross-plataform, assim você pode sincronizar dados entre Windows, Linux, Mac, BSD, Android, etc, de forma privada e usando apenas uma ferramenta.

Existem muitas possibilidades para o Syncthing, ele tem tantas funções que fica difícil até resumir em um artigo como este (que já está um pouco longo), por isso, eu incetivo você a ler a documentação dele, você a encontra no rodapé da Web Interface do Syncthing, além disso, você pode explorar também as configurações do menu, lá é possível criar usuários inclusive, definir senhas de acesso e mais um monte de opções que vão desde coisas avançadas, como configuração de Firewall e Proxy, até uma simples mudança de tema da interface para um tons mais escuros.

Espero que a dica seja útil para você manter os seus arquivos exatamente onde você deseja, até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 14 de março de 2017

CloudReady - O mais perto que você vai chegar do Chrome OS sem comprar um Chromebook

Quem está buscando um sistema operacional com a mesma funcionalidade do Chrome OS, o sistema operacional baseado em Linux da Google que alimenta os Chromebooks, para usar um computador ou notebook comum, vai encontrar no CloudReady uma opção excelente.

CloudReady - Chrome OS




A Neverware é a empresa por trás do desenvolvimento do CloudReady, um "Chrome OS" grátis que você pode baixar e instalar no seu computador. Hoje dia, dada a extrema utilização da internet, muitas pessoas poderiam simplesmente abandonar um sistema operacional "mais completo", por uma solução Cloud Desktop, como o Chrome OS da Google, ou no caso, o CloudReady.

Neste ano os Chromebooks venderam muito bem, batendo em número até mesmo dos Macbooks, que são muito populares nos EUA, o que indica que muitas pessoas procuram esse tipo de solução.

Eu já pude testar o CloudReady e confesso que para um computador de viagem, pequeno, compacto, pouco potente e destinado à internet basicamente, o CloudReady pode ser uma das melhores opções.

Eu ainda pretendo fazer um vídeo para mostrar ele para vocês.

CloudReady Desktop

Então se você quiser testar e quem sabe dar uma sobrevida para aquele seu computador fraco, o CloudReady pode ser uma alternativa interessante.



Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Serviço de armazenamento em nuvem MEO Cloud será encerrado para pessoas fora de Portugal

Mais uma serviço de armazenamento em nuvem está, desta vez não acabando, mas reduzindo a sua atuação. O MEO Cloud, serviço português que eu indiquei várias vezes pela qualidade, estará restringindo a sua atuação para clientes MEO e pessoas que morem em Portugal, infelizmente, o que faz com que eu por exemplo, tenha que deixar de usar o serviço.

MEO Cloud




A MEO é uma empresa grande de Portugal, atua no ramo de telefonia e comunicação, muito parecido com uma Oi, Claro, Vivo e similares aqui no Brasil. Seu serviço de armazenamento em nuvem, além de ter integração com o Linux, é de fato muito bom, venho utilizando (se não me falha a memória) nos últimos 3 anos sem reclamações ou problemas.

E é com muito pesar que eu venho anunciar que o serviço excelente deles está sendo limitado ao território nacional deles, ou seja, Portugal, e para clientes MEO que estejam ao redor do mundo, recebi este e-mail de aviso:

MEO Cloud

Eu até mandei um e-mail para ver se ainda consigo utilizar o serviço mesmo depois do prazo, ainda não tive resposta, mas de qualquer forma é bom ter um "plano B" e começar a estudar a possibilidade de utilizar outro serviço, o MEO Cloud vai encerrar as contas e excluir os aquivos dos usuários que fogem à nova regra no dia 15 de Outubro, ou seja, temos praticamente um mês para ajustarmos a situação.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Conheça e instale o pCloud no Ubuntu (10 GB Grátis)

Serviços de armazenamento em nuvem são muito populares hoje em dia, porém, não são todos contém um aplicativo de sincronização para o Desktop Linux. Além de Dropbox, Insync (Google Drive), Meo Cloud, Mega, entre outros, temos agora o pCloud também, que te dá 10 GB gratuitos para você armazenar o que quiser.

pCloud no Ubuntu




Se você procurava uma alternativa para usar um serviço de armazenamento em nuvem com sincroniza no Linux, o pCloud pode ser uma boa opção, como instalar? Simples.

1 - Acesse o site oficial do pCloud.

Como instalar o pCloud no Ubuntu

2 - O site vai te disponibilizar o arquivo .deb que pode ser instalado facilmente, basta dar dois cliques nele e a Central de Programas vai se abrir. Clique em "Instalar" e digite a sua senha.

Digite a sua senha para instalar o programa

3 - Depois disso, o programa vai estar disponível no menu do sistema, abra para fazer login com a sua conta pCloud ou para criá-la.

login no pCloud

Ao abrir o programa pela primeira vez, será necessário logar-se com a sua conta, caso você já tenha, e se não tiver, basta criar uma conta, como no exemplo acima, informando o seu e-mail de preferência e uma senha para o serviço.

Depois de tudo registrado uma pequena apresentação de slides vai te mostrar como o produto funciona.

pCloud Linux

Depois de instalado, o pCloud cria um diretório montado no seu Nautilus (gerenciador de arquivos do Gnome e do Ubuntu), ele já vem (não sei o por quê) com arquis demonstrativos, você pode apaga-los sem problema nenhum, pois só eles ocupam um pouco mais de 50 MB de armazenamento.

O pCloud também aparece na sua área de notificações em um ícone onde você tem diversas opções de controle.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Faça o curso de Cloud da Linux Foundation gratuitamente

A Linux Foundation está disponibilizando através da plataforma EDX um curso de Tecnologias de Infraestrutura de Cloud gratuitamente, veja como fazer o curso.

Curso da The Linux Foundation




A ideia do curso é ajudar você que deseja trabalhar com Cloud Computing, ele é um curso introdutório ao assunto ministrado por alguns especialistas da Linux Foundation e almeja te ensinar os conceitos básicos da computação em nuvem e compreender como esta tecnologia funciona, assim como as ferramentas associadas a esse tipo de aplicação.

Os tópico abordados são:
  • Tecnologias em nuvem da próxima geração: Saiba mais sobre tecnologias de nuvem e de contêiner como Docker, CoreOS, Cloud Foundry, Kubernetes e OpenStack, bem como as ferramentas ao seu redor.
  • Soluções de computação, armazenamento e rede escalável e de elevada performance: Destinado a obter uma visão geral dos softwares de armazenamento e soluções de rede utilizados.
  • Soluções utilizadas pelas empresas para atender às suas demandas de negócios: Estude sobre DevOps e práticas de integração contínua, bem como as ferramentas de implantação disponíveis para arquitetos para atender e exceder suas metas de negócios.
Nenhuma experiência é necessária para este curso, com ele você terá seu conhecimento expandido e poderá tomar decisões mais inteligentes sobre quais serviços e aplicações em nuvem poderão ser aplicados dependendo da necessidades dos seus clientes.

Quem desejar um certificado reconhecido pela instituição poderá pagar 99 dólares por isso, o curso em si é grátis. Para acessá-lo basta clicar aqui.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 23 de março de 2016

Serviço de armazenamento em nuvem "Copy" será descontinuado

Uma notícia triste para os usuários do Copy (como eu), o serviço armazenamento em nuvem, muito similar ao dropbox, vai deixar de existir em breve, confira:

Copy será descontinuado

Os usuários do serviço estão recebendo notificações de que em primeiro de Maio de 2016 o Copy deixará de operar, o motivo parece ser realmente estratégia de mercado, a empresa por trás do serviço está investindo em um setor um pouco diferente (armazenamento massivo corporativo ao que parece) a ponto de que o cliente grátis para desktop não deverá mais funcionar.

Eles informaram também que estão preparando um guia para migrar os seus arquivos do Copy para outros serviços populares.

É realmente uma pena, eu vou voltar a pesquisar serviços confiáveis, apesar do Dropbox estar aí a muito tempo e ser dar sinais de que vai acabar tão cedo a quantidade de armazenamento grátis não é tão boa assim. Desde que as informações sobre o Mega não ser mais confiável saíram eu deixei de utilizá-lo, então por hora vou ficando com o Google Drive mesmo.

Eu utilizo sempre 3 serviços de armazenamento e sincronização do computador, tudo para separar os trabalhos e garantir um backup eficiente, se o Dropbox não é o suficiente para você eu recomendo que o Meo Cloud, venho usando há uns 3 anos já sem maiores problemas.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Solu o Mini-PC orgânico que roda Linux

Uma startup finlandesa está quase conseguindo arrecadar a quantidade de recursos financeiros o suficiente, através do Kickstarter, para concluírem o  projeto deste novo modelo de mini-PC orgânico. Vejam a ideia deste novo projeto.
Solu-o-Mini-pc-organico-que-roda-linux

Solu o Mini-PC orgânico que roda Linux

A empresa tem a ideia de trabalhar em um mini-PC como um smartphone, com um sistema baseado em Linux, orientado a nuvem e com uma interface Novel stack. A empresa espera se unir a pequena lista de mini-PCs que utilizam Linux pré-instalado. Mas não é só essa a ideia da Solu, a Solu afirma:
Visamos ajudar os usuários a compartilhar documente, aplicações e trabalhos cooperativamente.

solu-mini-pc

É um dispositivo touchscreen, com bateria, possui display 4K e uma base de madeira. Detalhando melhor a configuração do Solu:
-Vem com o SoluOS pré-instalado
-Chip “4-Plus-1” da Nvidia, que aparentaria ser o Tegra K1.
-O chip SoC Cortex-A15 quad-core de 2.3GHz de Nvidia com o Kepler graphics 192 CUDA cores.
-Dispositivo exterior feito de revesitimeto de madeira de 102x102x13mm (exceto o quadrado), 
-Display touchscreen de 1440x1440-pixel, 450ppi, edge-to-edge
-Aparenta utilizar uma porta USB tipo C em um monitor e drive de display de 4K.
-Uma bateria de 1200mAh 
-4GB de RAM LPDDR3 RAM e 32GB de storage local
-Fornece também dual-band WiFi (802.11a/b/g/n) e Bluetooth 4.0.

Assista ao vídeo sobre o Solu
video

Faltam alguns dias para finalizar a arrecadação de duzentos mil Euros, que no momento, a Solu já conseguiu arrecadar 182.363 Euros e pode ser conferido no Keckstarter da empresa.

Site da Solu
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Como usar o OneDrive no Linux sem complicação

O OneDrive para Linux não possui um cliente oficial feito pela Microsoft mas isso não quer dizer que você não pode utilizar o serviço no pinguim, veja como.

OneDrive para Linux

OneDrive no Linux com Storage Made Easy


A dica de hoje é muito legal! Com ela você vai poder utilizar o OneDrive e de "lambuja" o Google Drive também usando o mesmo software.

Storage Made Easy é um serviço que usa o software open source chamado "Fuse" para dar suporte a APIs dos mais populares serviços de armazenamento do mercado.

O serviço da suporte à mais de 50 serviços de armazenamento incluindo o OneDrive, o SME, ou Storage Made Easy, consegue unificar vários serviços em um cliente só e também possui um serviço próprio de armazenamento, ele é muito prático.

Como usar o OneDrive no Linux


O primeiro passo é criar uma conta no Storage Made Easy, você pode fazer isso no site deles clicando aqui.

Depois de criar a sua conta será enviado um código para o e-mail que você usar para criar a sua conta. Obs: Não é necessário que este e-mail seja o do OneDrive.

Agora será necessário adicionar a sua conta OneDrive ao Storage Made Easy, para isso faça login no site e encontre a opção "Add a Cloud Provider" como mostrado na imagem abaixo.

OneDrive no Linux

E adicione o OneDrive aos seus serviços como mostrando na imagem abaixo:

OneDrive no Linux

Será necessário fazer login na sua conta OneDrive e autorizar o uso do serviço, basta seguir os passos na tela.

Agora para você ter os seus arquivos sincronizados no seu computador vamos baixar o cliente Linux e instalar, uma observação interessante é que o Storage Made Easy possui clientes para Windows e Mac também.

Você pode baixar o cliente Linux aqui.

As distribuições suportadas são, Ubuntu, Debian, CentOS, Fedora, openSUSE e Mandriva, mas basicamente qualquer distro que use pacotes DEB e RPM pode usar o SME.

Você baixará um arquivo compactado, dentro dele haverá o pacote .deb ou .rpm que você deve instalar dando dois cliques.

Depois de instalado bata procurar por "SME Client" no menu do sistema, selecionar um servidor e entrar com os seus dados de login, depois disso é só aguardar a sincronização dos arquivos.

Basicamente é isso, agora você pode usar o OneDrive no Linux sem muita complicação e sem digitar um comando sequer percebeu? :) 

Algumas pessoas questionam a utilização de serviços da Microsoft no Linux, mas eu por exemplo sou um usuário antigo das contas deles, da época do "Windows Live Messenger" ainda e tenho 25 GB no OneDrive que não estou utilizando com toda a potencialidade que poderia, apesar do Google Drive ser o meu favorito é bom saber que posso usar qualquer tecnologia à meu favor.

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
domingo, 24 de maio de 2015

Lançado cliente do MEGA para Linux

Depois de muito espera finalmente temos um aplicativo de sincronização para desktop Linux do Mega, o site criado com Kim Dotcom em 2013 já é um dos serviços mais utilizados no mundo quando se fala em armazenamento em nuvem, confira as novidades!

Client Mega lançado para Linux

O que é o Mega para Linux


Tá bom que você não conhece o Mega né? Ok, se você nunca ouvir falar o Mega é um serviço de armazenamento em nuvem que te oferece 50 GB de armazenamento grátis, a empresa foi fundada pelo polêmico Kim Dotcom, criador do falecido e ainda lembrado MegaUpload.

Depois dos problemas que teve com a justiça por conta de toda a pirataria contida no MegaUpload para que Kim aprendeu como lidar com essas pessoas e lançou um nosso serviço, segundo ele "Maior, Melhor e mais seguro", esse serviço já possuía um cliente desktop para Windows que permitia a sincronização de arquivos entre PC e Nuvem de uma maneira semelhante ao Dropbox, entretanto este cliente até o momento não existia para Linux, pelo menos até o Momento.

Baixamos, testamos e aprovamos

Veja como instalar o MEGA no Linux

O Cliente Desktop para Linux ainda está em desenvolvimento mas é possível utilizar um Beta perfeitamente funcional, baixamos e testamos ele, como o Instalador não está completamente finalizado instalar ele requer um pouco de conhecimento, mas não se alarde não é tão complicado.

Quanto ao client desktop ele tem tudo o que eu procuro num programa deste tipo, ícone na bandeja que indica sincronização, opção para selecionar o que eu quero ou não sincronizar, velocidade e eficiência, e claro um grande destaque que o diferencia da concorrência, 50 GB grátis de espaço!

Baixando e instalando o MegaSync no Ubuntu e em outras distros


Vamos ensinar você a instalar no MegaSync, este é o nome do cliente de sincronização, no Ubuntu e em distros derivadas dele, se você utiliza outra distribuição é bem possível que o Mega tenha suporte também, na lista oficial temos, Ubuntu (12.04 - 12.10 - 13.10 - 14.04), Fedora (19 e 20), openSUSE (12.2 - 12.3 - 13.1) e Debian (6 e 7), você pode encontrar os arquivos para instalação para estas distribuições neste endereço.

No Ubuntu

Para instalar no Ubuntu 14.04 LTS podemos fazer assim, se você usa o Ubuntu de 32 bits, abra o terminal:

mkdir mega && cd mega && wget https://mega.co.nz/linux/MEGAsync/xUbuntu_14.04/i386/megasync_1.0.29_i386.deb && wget https://mega.co.nz/linux/MEGAsync/xUbuntu_14.04/i386/nautilus-megasync_1.0.29_i386.deb
sudo dpkg -i *.deb
Se ocorrer algum erro na instalação rode o comando abaixo:
sudo apt-get install -f 
Se você usa o Ubuntu 14.04 LTS 64 bits como eu, faça assim:

mkdir mega && cd mega && wget https://mega.co.nz/linux/MEGAsync/xUbuntu_14.04/amd64/megasync_1.0.29_amd64.deb && wget https://mega.co.nz/linux/MEGAsync/xUbuntu_14.04/amd64/nautilus-megasync_1.0.29_amd64.deb
sudo dpkg -i *.deb 
Se houver algum erro na instalação rode o comando:
sudo apt-get install -f 
 Caso você utilize uma versão diferente do Ubuntu ou outra distro será necessário baixar os pacotes específicos para a sua versão do sistema. 

Depois disso o MegaSync já estará pronto para a sua utilização, você pode abrir o aplicativo pelo menu do seu sistema.

MegaSync no Ubuntu

O MegaSync cria uma pasta na sua Home onde você pode colocar arquivos para sincronizar com a sua conta no MEGA, se você acessar a interface web do Mega pelo site você verá que ele criou uma pasta chamada "MegaSync" onde os arquivos que você selecionar no PC ficarão, ou seja, se você tem arquivos muito grandes com vários Gigas na raiz do Mega eles só serão sincronizados se você quiser, e isso é absolutamente ótimo!

MEGASync no Ubuntu

Pode ser necessário reiniciar o Nautilis (gerenciador de arquivos) para que a pastinha apareça, você pode fazer isso apenas encerrando a sessão e logando novamente.

Em breve devemos ter novidades sobre um client Mega oficial em sua versão final, fique ligado, assim que tivermos novidades postaremos aqui.

Fiquei muito feliz com a notícia, agora vou usar ele lado a lado com o MEOCloud que foi o serviço que eu escolhi para substituir o meu amado e falecido Ubuntu One.

Até a próxima!
terça-feira, 2 de setembro de 2014

MEO Cloud lança cliente desktop para Linux e se torna melhor opção ao Ubuntu One

Finalmente encontrei a melhor opção ao Ubuntu One


Eu sou um usuário órfão do Ubuntu One, e logo quando foi anunciando que ele seria descontinuado eu tratei de pesquisar alternativas, isso até gerou um artigo aqui no blog, você pode lê-lo aqui.

MEO Cloud - Dropbox and Copy Alternative

No artigo em que apresentei as melhores opções ao Ubuntu One, dei a entender que a melhor alternativa ainda seria o Dropbox, e no mesmo artigo comentei que precisava de uma alternativa ao Dropbox por sempre usei dois programas deste tipo ( Dropbox e Ubuntu One), então a minha sugestão foi o Copy, um excelente serviço que possui um cliente desktop que pelo menos pra mim ficou meio bugado.

Por que da escolha do MEO Cloud


A partir de hoje estou trocando oficialmente o Copy pelo MEO Cloud , um serviço que já havíamos comentado neste artigo aqui, que substitui o Ubuntu One com tudo o que ele tinha e mais, nós dá 16 GB de armazenamento totalmente gratuito.

O que faz ele ser tão bom?


 Além dos já comentados 16 GB grátis o programa tem as mesmas funcionalidades do Dropbox e do "falecido" Ubuntu One.

Integração com o Painel superior através de um indicador


MEO Cloud Cliente para Ubuntu

Outro recurso muito útil é mostrar os arquivos sincronizados através de um marcador sobre eles:

MEO Cloud no Ubuntu

Dentre as opções do programa ainda estão:

  • - Mostrar e ocultar notificações na área de trabalho
  • - Temas de ícone para barras claras e escuras
  • - Iniciar automaticamente ao logar no sistema
  • - Configuração de proxy
  • - Configurar limite de download e upload
  • - Sincronização seletiva de arquivos
  • - Escolher uma pasta específica para sincronizar

Além disso o programa ainda conta com uma versão Web muito fácil e completa de se utilizar, você pode acessar o site do MEO Cloud neste link.

Instalação do Cliente no Linux


Para instalar a versão Desktop do MEO Cloud você deve baixar o pacote correspondente a sua distribuição através deste link, existem versões de 32 e 64 bits para Ubuntu e Fedora ( Deb e RPM), no caso do Ubuntu baixe a versão que se enquadra no seu sistema e instale usando a Central de programas do Ubuntu.

Até a próxima pessoal!
quarta-feira, 14 de maio de 2014

Symbiose - Um sistema Cloud baseado no Gnome Shell

Gnome está nas nuvens

Tomei conhecimento de um projeto muito interessante hoje, o Symbiose é um sistema baseado em Linux e Gnome Shell voltado à aplicações em nuvem.


Symbiose


Acessando ele através do navegador você tem um ambiente de trabalho completo com versões cloud de aplicativos Linux como  o Libre Office, lembra um pouco o RollApp que mostramos recentemente por aqui.

O Symbiose também possui uma versão para download baseada no Ubuntu Linux e que pode ser instalado em um computador.

Acesse a página do projeto e confira.

Se você procura bons sistemas Cloud conheça o JoliOS.

Compartilhe para mostrar aos seus amigos



Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Minhateca: Um serviço brasileiro de armazenamento de dados online grátis e ilimitado

Muito espaço e totalmente grátis


Minhateca.com.br é um portal de conteúdos que oferece aos seus usuários um serviço de espaço em disco virtual diferenciado, nunca antes disponibilizado no Brasil. O site é uma plataforma multimídia onde os usuários podem procurar e navegar por vários tipos de materiais armazenados nas contas de outros usuários, e também de comunicação livre com outros usuários sobre discussões de seus interesses, criando uma variada e envolvente comunidade.

Minhateca


Cada usuário pode fazer o upload e compartilhar os arquivos dentro da comunidade de forma ilimitada, bem como baixar os arquivos disponibilizados por outros usuários. O usuário pode decidir se os arquivos enviados são acessíveis para todos os usuários (público) ou, alternativamente, os arquivos podem ser protegidos com uma senha (privado).

Nosso diferencial é a oferta GRATUITO de tamanho ILIMITADO de arquivos e a formação de uma comunidade em largo crescimento, nas bases de uma rede social de compartilhamento de informações e conteúdo - neste caso os conteúdos são agrupados e os arquivos disponibilizados conforme o interesse pesquisado.

Minhateca


Algumas características que merecem destaque são a comunidade de usuários, o pré-visualização dos arquivos, possibilidade de enviar mensagens para os outros usuários, gerenciador de arquivos e muitas outras funcionalidades.

Todo tipo de arquivo é permitido: filmes, fotos, música, textos, apresentações e relatórios - isso sem limite de tamanho e gratuitamente. Também pode ser utilizado para fazer backup de arquivos pessoais.

Segundo o que conversei com os desenvolvedores do projeto a única limitação até agora é o tamanho do arquivos para fazer upload que é de 1GB, mas que é um bom tamanho sem dúvidas, segundos os mesmos essa barreira será ultrapassada quando for criado o cliente desktop do serviço, porém, o mesmo não soube informar se existira versão para Linux até o presente momento.

Conheça o serviço acessando este site.

Espero que tenham gostado da dica, compartilhe com seus amigos e até a próxima!
Compartilhe para mostrar aos seus amigos



Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

terça-feira, 1 de outubro de 2013

RollApp: Aplicativos OpenSource pela Internet

Libre Office, Inkscape, Dia e outros rodando diretamente do navegador

Aplicativos em nuvem é uma tendência que tende a crescer cada dia mais e hoje tomei conhecimento de um projeto muito interessante de software em nuvem que leva os principais programas do universo Linux para o Cloud Computing, de modo que você pode acessar programas como o LibreOffice e Inskcape através de um navegador de maneira semelhante ao Google Docs.

RollApp



Este é o RollApp um site onde os programas de código Livre rodam diretamente em servidores e basta você criar uma conta ( grátis ) no site, acessar e trabalhar, existem muitos Apps que já foram portados e muitos ainda virão.

Vale o teste não é? E aí o que achou?

Compartilhe para mostrar aos seus amigos




Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

MEO Cloud - Serviço de armazenamento em nuvem que te dá 16 GB grátis

Conheça um novo serviço de Cloud totalmente em português

Armazenar dados em nuvem hoje em dia é algo natural, especialmente se você é antenado no mundo da tecnologia e existem vários serviços para esta finalidade sem que sem dúvidas o mais completo em termos de integração com sistemas e rodar em todas as plataformas é o Dropbox, em segundo lugar o Ubuntu One, porém a versão para Windows do Ubuntu One não é tão boa quanto a versão para Linux, nesse quesito o Dropbox se sai melhor.

MEO Cloud



Dentre essas opções e outras, talvez a parte que o Dropbox mais peque seja no armazenamento gratuito inicial que é de apenas 2 GB ( que pode ser expandido através da compra de mais espaço ou convidando amigos ) coisa que o MeoCloudPT tem de sobra com seus 16 GB gratuitos.

MEO Cloud

+MEO Cloud é um serviço português de armazenamento de dados que te dá gratuitamente 16 GB para que você armazeno os seus arquivos importantes.
Dentre suas características destacam-se:

O espaço

Normalmente estes serviços oferecem menos espaço.

Integração

Integração é algo fundamental e o MeoCloudPT se integra com o seu Android, iPhone e Windows Phone, existem versões para Desktop para Windows, Mac OS e Linux 32 e 64 bits e um AddOn para o Mozilla Firefox para qualquer sistema operacional.


Interface intuitiva

Isso é o mínimo que podemos esperar de qualquer sistema computacional mas a interface do MeoCloud realmente é muito bonita e agravável em sua versão web.


Opinião e problemas

A característica mais excelente do MEO Cloud é realmente o armazenamento, 16 GB é algo realmente incrível para produtos com integração desktop, porém ele ainda é muito precário no Linux, a versão Desktop apenas cria uma pasta na sua Home onde você pode colocar os arquivos que deseja sincronizar com a nuvem sem a menor indicação de que o mesmo está trabalhando, como faz o Dropbox por exemplo com um indicador e ícones nos arquivos que estão sincronizados ou sendo sincronizados.
E o AddOn para o Firefox é uma piada, é basicamente um atalho para o site, coisa que você poderia resolver adicionando o site aos favoritos em qualquer navegador e ele ainda seria mais visível.

MEO CloudPT - AddOn Firefox

Porém, segundo o próprio site em breve teremos uma versão "descente" do cliente MEO Cloud para Linux e isso deve melhorar um pouco as coisas.
De momento, do ponto de vista de um usuário Linux ele é realmente acessível através do site com uma interface realmente muito bonita, porém se você busca hospedagem de arquivos sem se importar com um cliente desktop existes sites com o MediaFire e o Mega que te dão 50GB de armazenamento grátis, mesmo assim eu vou manter a minha conta nele, parece-me um serviço promissor e com possibilidade de crescimento, especialmente se lançarem um versão melhorada do cliente para Linux.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

terça-feira, 24 de setembro de 2013