Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador google drive. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador google drive. Mostrar todas as postagens

KDE Plasma está adicionando integração ao Google Drive

Nenhum comentário

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Assim como o GNOME Shell, na verdade de forma muito parecida, o projeto KDE está adicionando ao Plasma a integração com o Google Drive para que os usuários possam acessar os seus arquivos na nuvem do Google diretamente do gerenciador de arquivos Dolphin.

Google Drive KDE Plasma




O recurso estava em desenvolvimento há algum tempo e agora está praticamente pronto para ser integrado por padrão ao KDE Plasma, contudo, os desenvolvedores comentaram que ainda faltam alguns testes para liberar a aplicação como algo estável.

Kio gDrive

A ideia é que os usuários possam utilizar o sistema de integração de contas online do KDE Plasma para fazer login e acessar as suas contas no serviço da Google, o Google Drive será integrado ao Dolphin e, além de permitir a integração e sincronização com o serviço, isso também permitirá que o sistema de notificações da interface trabalhe de forma ativa, criando uma maior sensação de integração, dispensando a necessidade de usar um cliente dedicado como o Insync para a maior parte dos usuários.

As pessoas que utilizam o KDE Neon na versão de desenvolvimento deverão receber em breve a integração, os usuários de outras distros deverão esperar um pouco mais pela atualização e integração, no entanto, quem estiver com pressa para testar a novidade poderá fazê-lo manualmente.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




InSync - O cliente de Google Drive para Linux está grátis por 72 horas, aproveite!

Nenhum comentário

segunda-feira, 16 de maio de 2016

O melhor e mais completo cliente Google Drive para Linux está disponível gratuitamente por tempo limitado,veja como conseguir a sua conta premium grátis.

Google Drive for Linux




Existem várias formas de usar o Google Drive no Linux, uma das mais legais é usar a integração do Nautilus com o serviço da Google, nós mostramos como integrar o Google Drive ao gerenciador de arquivos do Gnome e do Ubuntu neste tutorial, porém, apesar de ser muito eficaz, ainda falta uma característica interessante e importante, a sincronia de dados, algo que o InSync faz sem maiores problemas.

O InSync é pago, seus valores não tão altos, mas obviamente de graça é sempre melhor. A boa notícia é que o InSync está dando licenças por algumas horas gratuitamente, então você tem que correr para pegar a sua, lembrando que o InSync é multiplataforma, existem clientes para Windows e Mac também além de um excelente suporte para o Linux. Você pode baixar a sua versão grátis do InSync clicando no botão abaixo, lembre-se, é por tempo limitado!
Será necessário logar com a conta Google que você usa no Google Drive que você quer atrelar ao InSync, digite seus dados e baixe o instalador para o seu sistema, instale dando dois cliques. Após a instalação você encontrará o InSync no menu do seu sistema. Digite seus dados novamente no programa para ativar a sua conta, é necessário se logar com ela em até 24 horas para manter a sua conta premium free.

Google Drive Linux

Na página de downloads do InSync você poderá baixar os pacotes de instalação novamente (para instalar em outros computadores e mantê-los sincronizados) e também pacotes para integração com os principais gestores de arquivos do Linux.

Como você pode ver na imagem acima, eu criei uma pasta chamada "Google Drive" na minha home e ao instalar o complemento do InSync para o Nautilus ela ganhou este destaque em azul, na hora da instalação você pode escolher qual pasta você quer sincronizar. O InSync também possui um indicador que fica na barra do sistema, próximo ao relógio.

Se a dica foi importante para você, não esqueça de compartilhar para ajudar mais pessoas, afinal, é por tempo limitado! :)

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como usar o Google Drive nativamente no Ubuntu 16.04 LTS

Nenhum comentário

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Desde que o Gnome 3.18 foi lançado é possível integrar o Google Drive ao Nautilus e pouca gente sabe disso. A dica de hoje vai usar o Ubuntu como exemplo mas poderá ser utilizada em qualquer sistema que usa o Gnome Shell como interface (mas não necessariamente) e/ou que seja compatível com esta versão do Gnome ou alguma superior.

Google Drive para Linux




Se a Google não libera uma versão oficial do Google Drive para Linux, felizmente hoje em dia temos boas opções. Hoje eu vou te ensinar a montar o Google Drive diretamente no seu aplicativo de gerenciador de arquivos, ele vai funcionar como se fosse uma simples pasta que você pode acessar para trabalhar, existem algumas limitações, como não pode escolher quais pastas sincronizar, mas a grosso modo ele oferece o que você precisa.

Como instalar no Ubuntu 16.04 LTS?


Acredito que a única versão do Ubuntu que suporta nativamente este recurso é o 16.04 LTS, porém, se você tem o Ubuntu 15.10 e usa um PPA do Gnome para manter o ambiente atualizado na medida do possível, deve funcionar também sem maiores problemas.

O primeiro passo é instalar a Central de Configurações do Gnome (Gnome Control Center), você pode fazer isso facilmente pela Central de Programas do Ubuntu como na imagem abaixo:

Acessando o Google Drive no Linux

Depois de instalado, você vai conseguir acessá-lo através do menu do sistema ou através da barra do Unity, é bom prestar atenção pois apesar dele ser semelhante ao "Unity Control Center", incluindo os ícones presentes, ele é uma aplicação diferente.

Google Drive no Ubuntu

No "Gnome Control Center" que você abriu clique na opção "Contas on-line" como é demonstrado na imagem acima.

Google Drive Linux

Clique no botão "Adicionar uma conta on-line".

Google Drive Linux

Existem vária contas que você pode conectar, mas como estamos falando do Google Drive, clique em "Google".

Google Drive Linux

Entre com a sua conta Google.

Google Drive Linux

Permite o acesso do sistema à sua conta Google. A integração do Gnome com a sua conta Google é muito ampla, e vai muito além do Drive, porém, como eu não necessito de outros recursos eu deixei habilitado apenas o acesso a "Arquivos", como você pode ver na imagem abaixo.

Google Drive no Linux

Ao ativar esta função você verá na barra lateral do Unity e também do lado esquerdo na seção de "locais" do Nautilus o seu Google Drive montado:


Pelos testes que eu fiz, a sincronização entre o Google Drive montado desta forma e o acessado via navegador demora cerca de 2 segundos, ou seja, funciona muito bem, tanto criando arquivos à partir do Google Drive no browser, quanto criando à partir da pasta montada.

Existe uma pequena limitação também com relação a documentos e planilhas criadas através do Google Docs, Google Spreadsheet, etc. Apesar do arquivo ser sincronizado com o Google Drive no seu Nautilus, ele não possui uma extensão e não consegue ser aberto pelo LibreOffice por exemplo, por isso vale a apena adicionar uma extensão ao arquivo caso você queira editar ele facilmente. Se você colocar um arquivo criado em uma destas suítes offline dentro do seu Google Drive no Nautilus você conseguirá editá-lo normalmente.

Outro "contra", é que não existe um ícone que indique a sincronia dos arquivos, ou opções para configuração da conta através de um indicador como possui o Dropbox para Linux por exemplo, mas é uma solução elegante e sem gambiarra, ou sem muita pelo menos, para você ter os arquivos do seu Google Drive no Ubuntu.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Google Drive poderá ter suporte nativo no Gnome 3.18

Nenhum comentário

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Para está esperando ainda o Google Drive para Linux (alô Google!) uma boa notícia surge ao horizonte, o Gnome 3.18 pretende dar suporte nativo ao serviço de armazenamento da Google através do Nautilus.

Gnome dará suporte ao Google Drive

Gnome dará suporte ao Google Drive


O Gnome 3.18 trará uma novidade que irá acalentar os corações de quem ainda deseja um Google Drive para Linux, não, não será um cliente desktop como o esperado mas sim uma integração com a nuvem da Google a partir do gerenciador de arquivos Nautilus.
Leia também: Como instalar o Grive, o cliente Google Drive no Ubuntu
A ideia do projeto Gnome é permitir uma conexão de rede através do Nautilus com o seu Google Drive, a conexão se daria assim que você logasse com a sua conta Google no Gnome Online Acounts, desta forma o Nautilus criaria um acesso de rede na barra lateral esquerda, como se fosse um mapeamento de rede comum.

Os documentos seriam abertos no Gnome Documents, as músicas e vídeos no Totem, imagens através do Eye of Gnome (visualizador de imagens) e quando fosse necessário editar algum arquivo o gerenciador de arquivos abriria um navegador para que a edição pudesse ser feita por lá.

Apesar de ainda não ser um sistema de sincronia perfeita não deixa de ser um recurso muito interessante. O Gnome 3.18 deve sair até o final deste mês, porém, se você usa o Ubuntu Gnome ele não será o padrão, entretanto, será possível atualizar através de PPAs.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Google Drive para Ubuntu - Veja como instalar o Grive

Nenhum comentário

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Acessando a página do Google Drive você lê a triste informação de que o "Google Drive para Linux ainda não está pronto", porém, isso não quer dizer que você não pode usá-lo, no mundo Linux as pessoas sempre dão um jeito.

Google Drive para Linux

Use o Google Drive no Linux


Muitas pessoas usam o serviço da Google como principal ferramenta de sincronia e backup de arquivos online, porém, até o momento apesar de vários boatos, inclusive os vindos diretamente da "Gigante de Montain View", o cliente Google Drive para Linux não possui uma versão oficial.

O Grive Tools é uma ferramenta desenvolvida pelo pessoal do site The Fan Club, e permite que você use e sincronize os seus arquivos no Google Drive no Ubuntu.

Como instalar o Grive Tools no Ubuntu


Para instalar o Grive Tools no Ubuntu basta copiar todo este código abaixo e colocar no seu terminal, depois de colar pressione a tecla "enter", digite a sua senha e pressione "enter" novamente, aguarde a instalação, ele estará disponível no menu do sistema depois que ela terminar.
sudo add-apt-repository ppa:thefanclub/grive-tools -y && sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8 -y && sudo apt-get update && sudo apt-get install grive grive-tools -y

Configuração


Logo depois de instalar, se você pesquisar por "Grive" no menu do sistema encontrará 3 opções:

- Grive Setup
- Google Drive Indicator
- Google Drive

O primeiro, Grive Setup, serve para você configurar a sua conta, então você deve usar ele primeiro para cadastrar a conta que você deseja utilizar, o programa pedirá para que você insira um código para confirmar a sincronia, assim que você clicar no "autorizar" o Grive Tools irá abrir uma aba no seu browser para que você se logue com a conta Google que você deseja utilizar, basta logar e pegar o código.

O segundo, Google Drive Indicator, serve para colocar um indicador na área de notificação do sistema, ele é muito útil, basta clicar nele e um ícone indicador irá aparecer.

O terceiro, Google Drive, serve como um ícone de atalho para você fixar na barra no Unity se esta for a sua preferência.

Limitações do programa

Segundo o pessoal do "The Fan Club" o Grive Tools possui algumas limitações, são elas:

- A sincronização automática detecta apenas novos arquivos na sua pasta local (mais explicações adiante). 
- Links simbólicos não são suportados
- Documentos criados no Google Docs não são sincronizados
- Nomes muitos extensos nos arquivos ou com caracteres especiais podem não ser sincronizados corretamente.

Meu uso e sugestão de compra

Estive testando a ferramenta por tempo suficiente para perceber as reais implicações de suas limitações, no meu caso não chega a ser um grande problema, afinal, tudo o que eu quero é fazer um Backup de arquivos no Google Drive.

Se você criar uma pasta no Google Drive pelo navegador ou fizer um upload no navegador de um arquivo será necessário clicar no ícone do Grive na barra superior do sistema e clicar em sincronizar para que a sincronização ocorra, em contrapartida, se você criar arquivos ou diretórios na sua pasta local eles serão sincronizados perfeitamente.

As demais limitações não me afetaram de forma alguma, ao menos por enquanto, se você não quiser ter de lidar com esta limitações o pessoal do The Fan Club criou uma versão paga do aplicativo chamada de overGrive, que não tem estas limitações e segundo eles funciona exatamente como o aplicativo oficial da Google, ele custa cerca de 5 dólares para cada conta que você desejar utilizar e pode ser encontrado neste endereço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Google Drive chegará ao Linux oficialmente

Nenhum comentário

quarta-feira, 1 de abril de 2015

A imprensa internacional noticiou que a Google deixou escapar que a o cliente do Google  Drive chegará ao Linux finalmente.

Google Drive for Linux

Google Drive está à caminho, mas não fique tão animado




Pois é, aparentemente o Google estaria desenvolvendo finalmente a versão Linux do Google Drive, a informação vem do site Linux Veda.

Segundo as informações, ao passo que o Google anunciou a sua nova geração de Chromebooks o questionamento sobre a vinda do Google Drive para Linux foi posto em pauta e a resposta veio.

Katie Roberts-Hoffman, um dos engenheiros do Google do departamento de tecnologias ARM, teria comentado em seu blog (informação carece de fontes), que o Google Drive deve chegar ao Linux em 2016, mas apenas para clientes do Google Apps.

O Google Apps é o serviço pago do Google para os seus serviços, destinados a empresas e clientes que necessitem de um e-mail com domínio próprio, entre outras coisas.

Isso possivelmente abrange os compradores de Chromebooks, pois estes clientes recebem do Google um espaço muito maior de armazenamento, entre outras vantagens, e como o Chrome OS é baseado em Linux, o cliente Drive para ele parece até ser lógico.

Agora é a parte que você chora


Se você for um simples usuário como eu vai ficar chateado em saber que a versão para usuários não premium do Google, terão acesso ao Google Drive Linux somente em 2019.

Sério, juro que eu li novamente o texto, mas aparentemente o Google vai liberar o Drive para Linux para usuários comuns somente daqui a quatro anos!

Google Cry


Eu sempre uso o Google Drive e os produtos Google para o meu trabalho e até mesmo lazer, gosto muito dos serviços da empresa e a ausência do Google Drive não tem me feito um grande falta, mesmo assim, não posso esconder a minha decepção quanto a isso.

Cabe a observação de que uma vez que o Google Drive for Linux esteja pronto, liberá-lo para os usuários será uma simples questão de querer. Desta forma eu espero que o software chega antes da data informada.

Lembrando mais uma vez que a informação carece de confirmação, mas é completamente plausível.

Seria, primeiro de Abril? :3 perhaps

O que você pensa sobre isso? Compartilhe a sua opinião com os leitores através dos comentários logo abaixo.

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Insync - Um cliente Google Drive para Linux

Nenhum comentário

sexta-feira, 20 de março de 2015

Você quer usar o Google Drive no Ubuntu mas ficou frustado em saber que o Cliente Linux ainda não saiu? Bom, pelo menos agora você tem uma alternativa.

Google Drive para Linux

Google Drive Client no Linux


Estive observando algumas opções e cheguei a conclusão de que o Insync é a melhor alternativa para quem quer utilizar o Google Drive como  ferramenta de sincronização no desktop Linux; na verdade o programa atende outras plataformas também, mas no Linux, onde o Google Drive ainda não possui uma aplicação oficial, ele se torna ainda mais útil.

Apesar de ser muito bom, infelizmente ele não é grátis, porém ele também não é tão caro, comprando ele uma vez, no valor de 20 dólares, você pode usar ele por um tempo indefinido, apenas para uma conta é claro; existem planos para mais contas que envolvem pagamento anual.

Caso você queria testar o serviço é possível baixar o programa e testar gratuitamente por quinze dias, você pode acessar o site do produto neste link.

Enquanto isso, ficamos nas expectativa do Google disponibilizar um cliente oficial do Google Drive para Linux, já tivemos alguns indícios disso, veja neste artigo.

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Cliente oficial do Google Drive pode estar vindo para o Linux?

Nenhum comentário

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Será que chegou a hora finalmente da aplicação de sincronia do Google chegar ao Linux? São apenas rumores mas que indicam que isso pode acontecer em breve, confira:

Google Drive Linux
Imagem: WebUp8

Google Drive para Linux está chegando?


Antes e mais nada quero deixar claro que isto é apenas uma boato, com fortes indícios para ser verdade, mas para não causar falsas esperanças trataremos como boato.

Foi divulgado hoje no blog WebUp8 algumas imagens que foram descobertas por um acaso por leitor chamado "Francisco" dentro do app do Google Drive para Mac, uma das imagens é essa que você pode ver logo acima e a outra é esta:

Imagem: WebUp8
Esta seriam imagens que aparecem durante o instalação do programa que ajudam a ilustrar como funciona o serviço, assim como acontecesse com o Dropbox por exemplo, curioso é encontrar imagens do Ubuntu também juntamente com as imagens que servem para ilustrar a instalação do Mac e do Windows.

Isto poderia ser um indicio de que o Google estaria testando o Drive para Linux? Só o tempo dirá, a verdade é que eu mesmo me acostumei a não usá-lo assim, mas seria bom ver mais uma ferramenta vindo para o nosso lado.

Alias, é interessante ressaltar que existe uma alternativa perfeita para usar o Google Drive no Linux com sincronização e tudo, a ferramenta se chama inSync, porém ela, apesar de são ser cara, é paga.

O que você acha, será que agora vai?


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Cloudii - todos os serviços de armazenamento em nuvem em uma única aplicação

Nenhum comentário

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Junte todos os serviços de armazenamento em nuvem em um único lugar com Cloudii para Android

Armazenamento em nuvem é uma necessidade hoje em dia e existem muitos serviços de qualidade para escolhermos com os mais variados tipos de planos e integrações com os mais populares sistemas operacionais do mercado, eu por exemplo uso diariamente o Ubuntu One, o Dropbox e o Google Drive.

Cloudii

Cloudii é um App para Android que concentra os principais serviços de armazenamento em nuvem da atualidade, o App permite a sincronia simultânea  entre varias contas diferentes, dentre as contas que o Cloudii suporta estão:

  • Google Drive
  • Dropbox
  • Skydrive
  • Box.com
  • OwnCloud
  • SugarSync

Infelizmente o Ubuntu One ainda não está disponível, mas segundo os desenvolvedores mais serviços irão ser adicionados no futuro.

Download

O App não é totalmente grátis, ele possui uma versão de testes, você pode baixar e usar, se gostar o valor para compra dele não é nada exorbitante, a versão completa sai por 1,89 dólares.
Você pode baixar a versão de testes grátis através do link abaixo:


Até a próxima!

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Como usar o Google Docs como ferramenta de anotações com integração Unity

Um comentário

terça-feira, 7 de maio de 2013

Cansou do Nitro, do Tomboy e do Evernote?

Evernote
Com o passar do tempo anotar as ideias que temos ou os nossos afazeres é cada vez mais imprescindível. Programas como o Evernote e o Everpad ( cliente para Ubuntu )Nitro... se popularizaram pela simplicidade de uso, o próprio Evernote é muito completo e oferece opções para salvar vídeos e fotos inclusive.



O Tomboy notas que durante muito tempo veio com o Ubuntu se mostra uma opção mais simplista e igualmente eficiente, capaz de salvar as suas notas no Ubuntu One ou no Dropbox que é uma coisa que eu preso muito, backup online e acesso de qualquer dispositivo, como eu acho o Evernote "fresco" demais e o Tomboy muito simplista é que encontrei a solução de usar o Google Docs como bloco de notas, e é isso que vou compartilhar com você.

Pré-Requisitos

  • Google Chrome instalado ( ou Chromium )
  • Um conta Google ( para usar o Google Drive )
  • Conexão com a internet

Google Docs e Google Drive

O Google Drive é o serviço de armazenamento em nuvem da Google e o Docs é um processador de texto online, onde tudo que você escreve fica completamente salvo a cada letra que você digite, ainda não existe um cliente nativo no Google Drive para Linux, apesar de haver opções, porém, para Android e iPhone essa realidade é diferente e é isso que torna o que vamos fazer mais especial.

Criando um bloco de notas no Google Docs integrado ao Unity

Vale lembrar que o tutorial está sendo feito com o Unity como interface mas serve para outros ambientes também.
Vamos lá, acesse o Google Drive,  e crie um novo arquivo de Documento.

Criação de Documento do Google Drive

Renomeio o Documento para "Anotações", por exemplo.

Renomeando o arquivo no Google Drive
Agora vamos criar os atalhos que integrarão este arquivo ao Unity, ou qualquer outro ambiente.
Clique no menu de configuração do Google Chrome, vá na opção Ferramentas>>Criar atalhos para aplicativos.


Agora você terá a opção de criar um atalho na Área de trabalho do sistema operacional e nos Menus do sistema, se quiser criar em ambos basta selecionar as duas caixas indicadas pelas setas e clicar em Criar.

Criando um Webapp

Repare que agora você tem um novo ícone da Dash Bar do Ubuntu, ou no gerenciador de aplicações da sua distro, você pode bloquear o arquivo ali para que ele esteja disponível facilmente;

Google Docs integrado ao Ubuntu

Quando você clicar no ícone vai perceber que ele se tornou na verdade um WebApp, semelhante aos que o Ubuntu carrega consigo mesmo, com um atalho direto para as suas anotações, quando você quiser anotar alguma coisa basta digitar neste documento de texto e ele ficará salvo automaticamente no Google Drive.

Anotações - Google Drive no Unity

Dicas para melhorar a sua experiência

Uso este método à algum tempo já e nunca tive nenhum problema, você pode fazer este tipo de procedimento com qualquer site da internet e criar um webapp para ele da mesma forma que fez com o Google Docs, inclusive com o Google Drive ou outro serviço qualquer.
Uma coisa que pode acontecer é os ícones destes Web Aplicativos ficarem numa resolução muito baixa e ficarem "feios", a dica é usar o Alacarte para trocar os ícones, qualquer um ícone personalizado ou de melhor qualidade, esta ferramente já vem instalada no Diolinux OS.

sudo apt-get install alacarte

Aplicativo para Android

Do que serviria esta nossa dica se não fosse possível acessar o seu documento de qualquer dispositivo, basta você instalar o App do Google Drive no seu Android, o App está disponível gratuitamente na Google Play e você pode baixá-lo através do link abaixo:


Uma última dica que é válida é configurara para disponibilizar o arquivo offline, assim você pode trabalhar nele mesmo sem internet.

Até a próxima dica pessoal!

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Como instalar o Drop Box no Ubuntu 12.10

Nenhum comentário

quinta-feira, 8 de novembro de 2012


Tutorial de instalação do DropBox no Ubuntu Quantal Quetzal

Se você ainda não conhece o Drop Box, saiba que ele é um dos mais antigos e melhores sistemas de armazenamento em nuvem que existe, um popular serviço de cloud assim como o Ubuntu One e o Google Drive. Mas qual a diferença?

dropbox

Bom, no que tange ao armazenamento, ele não se destaca muito dos seus concorrentes, todos eles oferecem basicamente por volta dos 5 GB de armazenamento, mas o DropBox tem um recurso interessante, que o Ubuntu One adotou também, que consiste em convidar seus amigos para usarem o programa, assim você ganha espaço de armazenamento, diferentemente do GDrive que você só pode obter mais espaço comprando, ou segundo rumores , caso você compre um ChromeBook o Google será generoso com você no armazenamento em nuvem.
Bom, apresentações feitas, o objetivo deste artigo em guiá-lo na instalação do Drop Box na última versão do Ubuntu a 12.10.


Instalação

Você poderá efetuar a instalação de duas maneiras, usando o pacote .DEB que pode ser baixado diretamente do site, onde existem versões para outras distros também, e caso você seja um bravo guerreiro spartano ainda pode compilar você mesmo o código fonte.
Se você não sabe como instalar um pacote .DEB sugiro que leia este artigo.

Modo Manual ( Terminal )

Primeiro vamos adicionar a chave do repositório, abra o terminal e cole a linha abaixo:

sudo apt-key adv - keyserver pgp.mit.edu - recv-keys 5044912E
O próximo passo é adicionar o repositório, assim você terá sempre a última versão estável do software, cole a linha que segue no terminal:

sudo add-apt-repository "deb http://linux.dropbox.com/ubuntu precise main"
E finalmente instale:

sudo apt-get update && sudo apt-get install nautilus-dropbox
Depois de instalado, esta tela deverá aparecer:

instalação do dropbox 

Clique em Next....

dropbox-ubuntu

E depois em Start Dropbox...

Tela-de-login-do-Drop-Box-no-Ubuntu-12-10

Com isso o Dropbox já deve estar habilitado, você pode usar a sua conta para fazer login e caso não tenha, criar uma.
Vale a pena comentar que o Dropbox é uma ferramenta incrível, sendo multi plataforma, você pode usar para sincronizar os seus arquivos entre seus computadores e seu Smartphone com Android ou iPhone.

Divirta-se!
Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 


Instale o Insync Cliente do Google Drive no Ubuntu 12,04 12,10

2 comentários

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Um boa opção para quem usa o Drive do Google


Este simples tutorial vai mostrar como instalar Insync para Linux no Ubuntu usando PPA.

Ele suporta múltiplas contas do Google, o Google Docs off-line,acesso através do botão direito do mouse , mostra notificações recentes mudanças,

Insync para Linux ainda está em versão beta, ele foi testado no Ubuntu 12.04 e Linux Mint 13.

Instale Insync no Ubuntu usando PPA:


O PPA apoia Ubuntu 12,10, 12,04, 11,10, 11,04, e 10,10. Para a linha de comando, pressione Ctrl + Alt + T, e executar seguindo três comandos no terminal:

sudo add-apt-repository ppa:trebelnik-stefina/insync
sudo apt-get update
sudo apt-get install insync-beta-ubuntu

Uma vez instalado, basta executar o InSync no terminal:

insync 




Fique por dentro de tudo o que acontece no Diolinux...

              Twitter Diolinux@blogdiolinux   Facebook  blogdiolinux  Twitter Diolinux@dionatanvs   Google Plus Circule do Google +

Como criar uma plataforma do tipo Google Docs usando o FengOffice

Nenhum comentário

terça-feira, 2 de outubro de 2012


Ideal para uso Coorporativo

Como eu gosto de vasculhar essa tal de internet em buscas de coisas interessantes, me deparei com um projeto chamado FengOffice, que visa ser uma suíte office e muitos mais recursos que serão descritos mais adiante. Para quem quiser conhecer o projeto basta acessar o endereço http://www.fengoffice.com/

Para quem não gosta que a sua informação circule pela Internet (no caso Google Docs o utilizador não sabe onde é que a sua informação fica armazenada), nada melhor que instalar a sua própria plataforma. Para esse efeito hoje damos a conhecer o FengOffice.

O FengOffice é uma plataforma open Source, baseada na Web, que reúne essencialmente funcionalidades para realização de trabalhos colaborativo.

O Feng Office trabalha com diversos tipos diferentes de informação:
  • Notas
  • E-mail’s
  • Contatos (endereços de pessoas e das empresas/organizações às quais elas pertencem)
  • Documentos (i.e. ficheiros do word, apresentações, arquivos PDF, imagens
  • Tarefas e marcos
  • Calendário de eventos
  • Links de internet
  • Registo de horas (tempo gasto na realização das tarefas)

Como instalar o FengOffice no Ubuntu?


Para instalar o FengOffice é necessário que você já tenha instalado os seguinte softwares:
  • Apache
  • PHP
  • PHPMyAdmin
  • MySQL

Passo 1 – Para instalar o Apache2 + MySQL + PHP, basta abrir o terminal e escrever o seguinte comando:

sudo apt-get install lamp-server^


A instalação de todos os serviços ocupa aproximadamente 115MB. Após receber essa informação, o utilizador apenas terá de confirmar com “Y” para avançar na instalação.

No meio da instalação será pedido ao para introduzir o password para o serviço de base de dados MySQL (você vai precisar confirmar a password numa outra interface)



Depois de tudo instalado, o utilizador pode confirmar numa primeira fase se tudo está correcto, abrindo o browser e inserindo o url: http://localhost



Passo 2 - Para instalar o PHPMyAdmin, basta abrir o terminal e inserir o seguinte comando:

sudo apt-get install phpmyadmin


Passo 3 – Após instalado o phpmyadmin, vamos abrir novamente o browser com o seguinte endereço:

http://localhost/phpmyadmin/


Passo 4 – O próximo passo é criar um utilizador na base de dados MySQL para associarmos a plataforma FengOffice . 

Para isso vamos ao separador Privileges e em seguida carregamos em “Add a new user“e introduzimos os dados solicitados.


Devemos também selecionar a opção “Create database with same name and grant all privileges”


Instalação da plataforma FengOffice (até que me fim!)


Depois de termos montado a base da nossa plataforma, vamos agora proceder à instalar propriamente dita da plataforma.

Passo 1 – Obter o software na página do SourceForge aqui

Passo 2 – Descompactar o ficheiro e mover a pasta para /var/www/feng
sudo mv fengoffice /var/www/feng



Passo 3 - Abrir o endereço http://localhost/fengtest/public/install/ num browser, para proceder a instalação.



Passo 4 – Validação de pré-requisitos. 

No caso de existirem diretórios com falta de permissões abra a linha de comando e introduza o seguinte comando para cada uma delas (exemplo para a pasta config)
chown www-data:www-data config



Passo 5 – Indicamos agora as credenciais de acesso à base de dados por parte da plataforma.



E finalizamos o processo de instalação do feng.



Então criamos uma conta


Usamos as credencias pré-definidas no passo anterior para entrar


e agora é só usufruirmos de todas as funcionalidades que esta fantástica plataforma nos oferece.




Este excelente material foi retirado do site Ppware.
Fique por dentro de tudo o que acontece no Diolinux...

@blogdiolinux blogdiolinux @dionatanvs Circule do Google +
Confira:
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo