Home » office

ONLYOFFICE é um novo pacote Office para Linux, Windows e Mac

Quem não conseguiu se adaptar ao LibreOffice e ainda está à procura de uma suíte Office que seja compatível com formatos abertos e ao proprietário poderá encontrar no Only Office uma opção interessante para o Desktop Linux, Windows e Mac.

Only Office




Hoje o pessoal do Only Office entrou em contato com a gente para falar um pouco sobre as novidades. Na verdade o produto já tinha sido liberado há alguns dias, porém, ele recebeu algumas atualizações e correções e agora está pronto para o usuário final.

Only Office Ubuntu

O ONLYOFFICE liberou o código-fonte dos editores de documentos para desktop - ONLYOFFICE Desktop Editors - sob a licença AGPL v.3. De agora em diante os editores são completamente livres para uso doméstico e comercial. 
O ONLYOFFICE Desktop Editors é um pacote de escritório que permite aos usuários criar, visualizar e editar documentos, tabelas e apresentações sem estar conectado à Internet. Todas os formatos populares são suportados: DOC, DOCX, ODT, RTF, TXT, PDF, HTML, EPUB, XPS, DjVu, XLS, XLSX, ODS, CSV, PPT, PPTX, ODP. Ele é composto por 3 aplicações distintas para a criação de tabelas, documentos e apresentações, assim como o WPS Office.

Em comparação com as populares suítes de escritório de código aberto como OpenOffice e LibreOffice, o ONLYOFFICE oferece maior compatibilidade com os formatos de Microsoft Office, porque ele usa o formato OOXML (docx, xlsx, pptx) como um base. Isso ficou mais evidente num pequeno teste que eu fiz com uma planilha que foi gerada no Excel com algumas formatações:

Only Office

Only Office

Como você pode ver, no ONLYOFFICE o arquivo não perdeu a sua formatação de cores, coisa que aconteceu no LibreOffice. Para vias de comparação eu abri o mesmo arquivo no WPS Office e o resultado foi o seguinte:

WPS Office

Nele o resultado também foi melhor que o LibreOffice e praticamente a mesma coisa que o ONLYOFFICE, entretanto, fazendo uma breve comparação, o WPS tem tradução para Português mas não trabalha com formatos abertos, já o ONLY trabalha também com formatos abertos, porém, é apenas em Inglês.
Voltando ao ONLYOFFICE, o modo online está disponível também, você pode conectar o aplicativo ao seu ONLYOFFICE na nuvem ou a um servidor local (há versão server gratuita e aberta - Community Edition), este modo online permite usar todas as funções de colaboração e recursos de bate-papo da suíte, o que pode ser muito interessante para quem quer implementar em uma empresa.

As funcionalidades dos editores podem ser estendidas através de plugins. Você pode fazer uso do ONLYOFFICE e das extensões prontas (modelos, OCR, tradutores, Youtube, etc.) ou criar seu próprio plugin com funções de que precisa nos editores. Leia a documentação da API para saber mais sobre os plugins. 

Plugins prontos podem ser encontrados no repositório de GitHub .

A versão atual está disponível para a maioria das distribuições Linux (sistemas 64 bits): você pode baixar pacotes DEB ou RPM. Windows (sistemas 32 bits e 64 bits) e MacOS são suportados também.


Se você ainda está procurando uma suíte office para trabalhar vale a pena dar uma chance para o ONLYOFFICE.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.





quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Correção ortográfica em Português do Brasil para o LibreOffice com o VERO

Fazia tempo que eu não precisava fazer uma revisão ortográfica em um grande documento com o LibreOffice, mas hoje eu precisei. Sempre soube que o Writer tinha a ferramenta de verificação de ortografia, mas curiosamente, ele vem sem o dicionário do Português do Brasil, o que impossibilita a verificação. Hoje eu vou te mostrar como instalar este dicionário para a fazer a correção dos seus textos.





O VERO é uma extensão para o LibreOffice que permite a correção ortográfica do texto em Português do Brasil com um dicionário muito completo e cheio de opções para correção gramatical e até mesmo envolvendo a coloquialidade e a utilização de palavras que as pessoas normalmente se confundem como os "Por quês", cacofonias, parônimos, entre outros.

Correção ortográfica no LibreOffice

Para utilizar o VERO no seu LibreOffice e ter à sua disposição o corretor ortográfico no nosso idioma você precisa fazer o download da extensão.

O download se encontra bem no final da página, procure baixar para a versão adequada do seu LibreOffice.

O arquivo que você vai baixar tem a extensão .oxt e basta dar dois cliques nele para iniciar a instalação com o LibreOffice.

Corretor ortográfico para o LibreOffice


Apenas confirme a adição e feche a janela, se você quiser configurar as opções que o corretor terá basta acessar o menu Ferramentas>>Opções...

Corretor automático no LibreOffice

Na janela que se abrir dentro de Configurações de Idioma você vai encontrar o Corretor Gramatical (Português-Brasil).

Agora você pode usar o corretor ortográfico normalmente para deixar os seus textos ainda mais polidos.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




sexta-feira, 11 de novembro de 2016

OpenOffice está prestes a deixar de existir

Segundo o Ars Technica e o pessoal do OMG!Ubuntu, o projeto OpenOffice está passando por diversos problemas, especialmente por falta de pessoal para desenvolver o projeto e está prestes a ser abandonado.

OpenOffice Diolinux





Depois que o LibreOffice foi lançado, muitos desenvolvedores do OpenOffice acabaram migrando de projeto, ao longo dos anos isso foi enfraquecendo a suíte e tornando as suas atualizações um pouco mais demoradas do que os desenvolvedores gostariam.
Leia também: Veja como instalar o OpenOffice no Ubuntu
O Vice-presidente do OpenOffice, Dennis E. Hamilton, comentou que "a aposentadoria é uma séria possibilidade", e que "A necessidade de divulgar as vulnerabilidades de segurança para as quais não há nenhuma mitigação em uma atualização tornou-se um problema sério",  contudo, o OpenOffice não necessariamente acabará, a direção ainda considera que mais pessoas possam entrar no projeto para mantê-lo vivo e ajudar a melhorá-lo.
Leia também: Veja como instalar o WPS Office
Há algum tempo, por conta da falta de atualizações de segurança, o OpenOffice chegou a recomendar que seus usuários migrassem para o Microsoft Office ou para o LibreOffice. Se você gosta do OpenOffice e deseja ajudar  ele a continuar, entre em contato com os desenvolvedores e "estenda a sua mão".
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Incrível! Stop Motion Super Mario Bros no OpenOffice/Excel

As vezes eu me surpreendo com o que pessoas com criatividade conseguem fazer utilizando ferramentas que em tese não deveria ser utilizadas para "diversão", que é o caso dos softwares de planilhas eletrônica. Mas parece que o pessoal do canal Cinémavore deu outro sentido para o OpenOffice, reproduzindo através dele uma animação da primeira fase do Super Mario Bros.

Super Mario Bros




Segundo a descrição, a animação foi feita no Excel, porém, está sendo reproduzida no OpenOffice, não sei dizer exatamente em qual software foi feito, mas dada a obra final, isso é o de menos, foram mais de 1000 imagens e 42 dias de trabalho, confira o resultado final:


Sensacional hein? Boa coisa pra se fazer nas horas vagas no escritório, não?

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




sexta-feira, 19 de agosto de 2016

WPS Office para Linux removido do site, veja como baixar e instalar mesmo assim

Algumas pessoas me relataram que o WPS Office para Linux foi removido do site oficial, aquele que indicamos no artigo onde falamos sobre o WPS Office como alternativa para o Microsoft Office, juntamente com o LibreOffice para Linux e até mesmo Windows, mesmo com a remoção você vai poder baixar e instalar se quiser para utilizar no sistema e eu vou dar a minha breve opinião sobre o que aconteceu com ele.

WPS Office para Linux - Download




Algumas pessoas acabaram usando a suíte WPS para o trabalho nos últimos tempos, como eu por exemplo, se surpreenderam ao ver que ele "sumiu" do site oficial, porém, o que muitos não leram e que estava escrito lá no local de download mesmo, é que eles vão fazer upload de uma nova versão "em breve"(não deram um tempo exato), o WPS Office para Linux ainda era um alpha, e funcionava muito bem, então poderemos ver em algum tempo uma versão Beta ou até mesmo a versão final para Linux. O motivo deles terem tirado a aplicação do site não foi explicado.

De qualquer forma, muita gente que formatou o computador ou que instalou o Linux para outras pessoas e estava com a intenção utilizar o WPS Office no sistema ficou sem os pacotes .deb para Ubuntu e derivados, mas eu tenho uma boa nova para você: Eu fiz backup deles! :)



Como as traduções e dicionários em português do WPS eram baixados do próprio servidor deles e os pacotes foram removidos, a função nativa dele de tradução da interface está desabilitada, mas não se preocupe, eu fiz backup dos pacotes de idioma também, tanto na versão de 32, quanto de 64 bits.
São aproximadamente 170 MB de download. Dentro do arquivo zip você encontra 4 pacotes, mas você vai utilizar apenas 3 deles. Existe a versão de 32 e 64 bits do WPS Office, escolha apenas o que for  para a arquitetura do seu computador, os outros dois são arquivos de tradução e dicionários, que independente da arquitetura do seu sistema devem ser instalados.

Se você quiser baixar os arquivos separadamente:





Vamos aguardar as novidades do WPS Office, uma suíte que apesar de não ser perfeita e de não ter tantos recursos quanto o LibreOffice, tem uma excelente compatibilidade com o formato do Microsoft Office e uma design interessante também, assim que tivermos notícias sobre o projeto você verá algum post aqui no Diolinux sobre o assunto. :)

Curtiu a dica? Então compartilhe e ajude mais pessoas! 

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 22 de junho de 2016

SoftMaker Office - Uma suíte office que você pode usar no Linux e no Windows

Hoje eu vou te apresentar mais uma alternativa de office para você usar no Linux, ou até mesmo no Windows. Conheça o SoftMaker Office, uma suíte compatível com formatos Microsoft e abertos.

Softmaker Office no Linux



O SoftMaker Office é uma suíte de escritório de código fechado que possui uma versão grátis e uma versão paga, a versão grátis e chamada de SoftMaker FreeOffice.
Leia também: WPS Office - Uma boa alternativa ao Microsoft Office para Linux e Windows
A aparência dele lembra um pouco a do LibreOffice, suíte completa que vem com a maior parte das distros Linux e que também está disponível para Windows e Mac, porém, ele é um Office mais simples, possuindo apenas 3 programas, o TextMaker (Texto), o PlanMaker (Planilhas) e o Presentations (Apresentação de Slides).

A sugestão para falar deste programa veio do nosso leitor Régis Soutello Pessolano, que diz estar utilizando de maneira satisfatória a ferramenta há algum tempo e com boa compatibilidade com os arquivos com extensão do MS Office e com formato aberto, então, muito obrigado pela dica! :)

Como baixar e instalar 


No site oficial existes pacotes em .rpm e .deb e um instalador genérico em shell script, além dos instaladores .exe para Windows, ou seja, é possível instalar em qualquer sistema praticamente sem muitos problemas. Porém, para fazer o download é necessário fazer um cadastro no site informando um e-mail de sua preferência, através dele você receberá um serial que deverá ser inserido na primeira vez que você abrir qualquer um dos programas da suíte.
Existe uma versão da suíte para o Android também. Se você testar também, conte pra gente como foi a sua experiência.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




domingo, 29 de maio de 2016

Open365: O LibreOffice na nuvem

Se você está procurando uma alternativa interessante para substituir o MS Office 365 que seja open source e livre de custos, provavelmente o Open365 vai cair como uma luva.

Open365 - LibreOffice Cloud




Contextualizando 


Se você já tinha ouvido falar do Open365 pode estar pensando: O blog Diolinux está meio atrasado, a notícia do surgimento do Open365 é do mês passado ainda!

Realmente, por data nós estamos um pouco atrasados, porém, apesar de eu também ter conhecimento dele eu esperei para fazer o post porque queria esclarecer algumas coisas sobre o projeto. Eu li algumas matérias em alguns sites brasileiros que falam de open source afirmando que de "open" o Open365 só tinha o nome... e que não havia código fonte e nem informações sobre a licença dele. 

Eu também achei estranho, pesquisei na internet e não encontrei muitas coisas, mas resolvi fazer o mais óbvio, achei o contado deles no Facebook e pedi para que me mostrassem onde estava o código fonte da aplicação e sob qual licença o software estava, agora que eu recebi os esclarecimentos vou poder falar do Open365 com maior propriedade, sem ficar especulando.

Conheça o Open365


O nome já sugere a sua funcionalidade, é praticamente uma paródia do Office365 da Microsoft, paródia só no nome, que fique claro. Ele usa a tecnologia de virtualização em nuvem para trazer até você o LibreOffice completo, igual ao que você usa diretamente no seu computador. Só este fato já é interessante para compararmos com o MS Officce365, que tem alguns recursos a menos que a versão de PC.

Usando o LibreOffice, o EyeOS, o Seafile e o KDE como base, o Open365 cria uma experiência de Office open source muito boa para qualquer tipo de usuário, outro recurso interessante é que você pode baixar um cliente dele para usar no seu computador, o cliente tem suporte para Windows, Mac e Linux, mas além disso, você também pode criar o seu próprio servidor, de uma maneira parecida com a solução do Collabora, e assim ter a sua própria nuvem com o LibreOffice para a sua empresa, juntando isso com o OwnCloud você conseguirá manter todos os seus dados localmente, interessante, não?

O meu amigo Ricardo, do blog Linux Descomplicado, fez um vídeo para mostrar algumas das funções básicas do Open365, confira:


Como eu suspeitava, como todo projeto feito por poucas pessoas, enquanto alguns estavam desconfiados sobre as licenças do Open365 e de seu código fonte, algo que eu acho justificável,  os desenvolvedores estavam trabalhando para criar a documentação e as páginas exatamente sobre isso.



- Você encontra o código fonte da aplicação aqui, podendo fazer um Fork se você quiser, nesta página também existem tutoriais para instalação do software.

O Open365 está licenciado através da licença AGPL.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




sexta-feira, 20 de maio de 2016

WPS Office - Como traduzir a interface e configurar o corretor ortográfico para Português do Brasil

Hoje vamos ajudar você a deixar o WPS Office mais interessante e mais fácil de utilizar. Se você não fala inglês pode ter tido alguns problemas para usar a suíte office, uma vez que ela traz por padrão apenas o inglês e o chinês. Vamos aprender a instalar a tradução para o Português do Brasil e também a configurar o corretor automático de texto para o nosso idioma.

Como traduzir o WPS Office para o Português do Brasil

Neste tutorial não vamos explicar porque o WPS Office é uma opção interessante ao Microsoft Office e ao LibreOffice e tampouco ensinar você a instalar a suíte no seu Linux. Tudo isso já foi explicado em um outro artigo aqui do blog, então se você quiser saber mais informações sobre o assunto eu sugiro que visite:
WPS Office 2016 - Uma ótima alternativa ao Microsoft Office para Linux

Como traduzir o WPS Office para o Português do Brasil 

Existe um projeto que está traduzindo o WPS Office para o nosso idioma, esta é uma iniciativa do União Livre, os mesmos desenvolvedores da distribuição Linux brasileira Kaiana, você pode encontrar um tutorial ensinando a instalar o repositório deles aqui. Mas em suma é bastante simples, você precisa apenas um pacote .DEB para traduzir a aplicação, você pode fazer o download clicando no botão abaixo, vale lembrar que os pacotes .DEB são compatíveis apenas com Debian, Ubuntu, Linux Mint e derivados.
Tradução da Interface
Para ajudar a verificação de texto e o dicionário precisaremos de outro pacote, esta dica em especial foi enviada pelo nosso leitor Maciel Castro que empacotou para o formato .DEB a aplicação, desta forma a instalação fica facilitada para todos os usuários de Debian, Ubuntu, Linux Mint e derivados, baixe os pacotes de idiomas para verificação de texto clicando no botão abaixo:
Idiomas para correção de texto
Este pacote para correção de texto contém na verdade mais de 20 idiomas diferentes, incluindo o Português do Brasil, em ambos os casos, depois de baixar o pacote basta dar dois cliques para instalar:

Instalando pela Central de Programas do Ubuntu

Cabe alertar que o empacotamento feito não atende todos os pré-requisitos do chamado "bom empacotamento" do Debian, por isso ao instalar o Ubuntu (ou outro sistema) vai te informar que o pacote é de "má qualidade", mas basta instalar e tudo vai funcionar normalmente. 

O próximo passo é configurar a correção do texto para o idioma desejado dentro do WPS Office. Para isso abra o programa "WPS Writer" por exemplo, clique na aba "Revisar" (ele já estará em português por conta do nosso pacote de idioma anterior), no primeiro ícone "Corretor Ortográfico" clique na seta indicadora e depois em "Definir Idioma", na janela que se abrir selecione o Português (Brasil) e clique em "Definir padrão", como mostra a imagem abaixo.

Corretor ortográfico

Agora você pode desfrutar do WPS Office na sua língua nativa. Quem não usa Ubuntu, ou outro sistema de base DEB pode ter um pouco de dificuldade para usar a tradução, porém, usuários de Manjaro e Arch Linux podem contar com a adaptação feita pelo meu amigo Tales Mendonça e usar em seu sistema mesmo assim.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

WPS Office recebe um patch de atualizações, instale a agora

O WPS Office recebeu uma atualização para correção de bugs e melhorias de estabilidade, veja como baixar a instalar.

WPS Office Linux

Recentemente publicamos um artigo sobre o WPS Office 2016 mostrando como ele pode ser uma boa alternativa nativa para quem precisa trabalhar com documentos do Microsoft Office e um facilitador para quem quer usar Linux no desktop mas ainda se complica um pouco com LibreOffice. 

O WPS tem uma interface muito amigável para quem sai da plataforma Microsoft e também tem uma boa compatibilidade em seus formatos de arquivos, porém, apesar de ser plenamente compatível com o MS Office (pelo menos até onde pudemos testar) ele não é capaz de trabalhar com formatos abertos ainda, como o ODT por exemplo.

Tenho usado ele em paralelo com o LibreOffice para abrir arquivos provindos do Microsoft Office, sobretudo os que o sufixo "x" no final, que fazem referência às versões mais recentes da suíte, como ".xlsx" para arquivos do Excel, até o momento estou satisfeito com o que vi.

Recentemente saiu uma nova atualização para o WPS Office que deixou ele mais estável, se você já usa a ferramenta provavelmente foi notificado deste "update" na própria inicialização do programa, caso contrário aqui está a oportunidade de conhecer uma ferramenta interessante.

Você encontra o patch para download diretamente no site do projeto - clique aqui para acessar - é um arquivo de pouco menos de 80 MB. Esta atualização não traz qualquer recurso novo, ela apenas foca em melhorar a estabilidade do software e corrigir bugs.

WPS Office

Como você pode ver na imagem acima, existe versões de 32 e 64 bits para distribuições que usem pacotes .DEB como o Ubuntu e .RPM como o Fedora, sendo que existem outros sistemas compatíveis com os mesmos pacotes, como o Debian e o Linux Mint (.DEB) e openSUSE e o Mageia (.RPM). A versões de 32 bits e 64 bits são pacotes com códigos fonte para serem compilados que pode ser usados por desenvolvedores ou para usuários avançados que usem uma distribuição que não possua compatibilidade com os pacotes pré-compilados (DEB e RPM).

Você já usou o WPS Office, o que você achou dele? Conte pra gente nos comentários! :)

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

WPS Office 2016 - Uma ótima alternativa ao Microsoft Office para Linux

O Software Chinês, WPS Office, conhecido em sua versão mobile por "Kingsoft Office" é uma aplicação muito interessante para quem precisa de uma alternativa para o Microsoft Office e não se dá muito bem com o LibreOffice. E ainda vamos te ensinar a instalar a tradução também.

WPS Office

Um clone do Microsoft Office


O WPS Office é uma solução de suíte Office para o mercado chinês mas que vem ganhando mercado no ocidente. A principal aposta dele é a sua aparência, que lembra muito a interface Ribbon do software da Microsoft e a sua praticamente perfeita compatibilidade com os formatos docx, xlsx e pptx.

WPS Office no Ubuntu

Apesar de ser muito interessante, o WPS tem um contra, ele não tem suporte para formatos abertos, como os do LibreOffice, isso aparentemente será implementado no futuro, mas no momento não é o que temos. Ele também é originalmente em inglês, mas para o Ubuntu e derivados nós temos um pacote de tradução para a maior parte de sua interface, o projeto foi feito pelo pessoal do União Livre, há também uma versão em desenvolvimento para Arch Linux e derivados, que por sua vez é uma derivação do pacote do União Livre.

Download do WPS Office 2016 para Linux


Para fazer o download do WPS Office 2016 basta clicar no botão abaixo, você será redirecionado para a página de downloads do software.
Na página de download você encontrará varias versões no painel que fica na parte esquerda, são várias versões Alpha e uma versão beta, se você clicou no botão acima você foi direcionado para a versão Alpha20, pois a Beta1 estava indisponível.

Rolando a página mais para baixo você encontra os links para download, como você pode ver na imagem abaixo, os sistemas estão indicados abaixo, lembrando que as versões em DEB também valem para Debian e derivados do Ubuntu, como o Linux Mint e as versões RPM também pode ser usadas em derivados do Red Hat e Fedora e com o openSUSE, a versão final em suma serve para qualquer distro, porém, você terá que compilar o código fonte.

Download do WPS Office

A tradução do WPS Office para o português


Assim que você instalar o DEB/RPM dando dois cliques, ou instalar usando o pacote com o código fonte, o WPS Office ficará em inglês, para traduzir a versão para o Ubuntu e derivados você pode baixar o pacote abaixo e dar dois cliques, posteriormente, ao abrir o programa você verá ele em português.


Para Arch Linux e derivados você encontra a tradução aqui, infelizmente não existe uma versão RPM para a tradução, porém, você pode usar o Alien para converter o pacote de DEB para RPM. Você encontra o repositório do União Livre aqui.

Confira um vídeo demostrativo da funcionalidade da aplicação:


Atualização:

O WPS Office foi removido do site oficial, provavelmente por conta de uma atualização que ele deverá sofrer, confira aqui uma outra forma de fazer a instalação.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Artista recria ícones do iOS usando apenas o Microsoft Word

Quem precisa de Photoshop para fazer o design dos ícones? Bom, parece que o artista Vaclav Krejci não precisa, veja o que este "mago" do Word é capaz de fazer.

Icones do iOS com o Word

Definitivamente quem faz a arte é o artista e não a ferramenta


Eu adoro ver essas produções inusitadas, enquanto a maioria das pessoas usa o Word para escrever documentos e fazer trabalhos o artista Vaclav Krejci usa o software para fazer design. Ele fez um vídeo, um pouco antigo já até, mostrando como fazer uma replica da interface de ícones do iOS, o sistema operacional mobile da Apple, usando apenas o software da Microsoft, confira:



Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Reino Unido adorá o LibreOffice no lugar no Microsoft Office

O Gorverno do Reuno Unido está prestes a dar um "chega pra lá" no Microsoft Office e irá migrar para o LibreOffice.

LibreOffice no reino unido

LibreOffice será padrão no Reino Unido


Visando trazer um pouco de economia para os cofres e também mais segurança, o Governo do Reino Unido decidiu fechar uma parceria com o grupo Collabora Produtivity, que não chega a ser um empresa muito popular, eles são um grupo de consultoria em LibreOffice, várias instituições utilizam-se do treinamento fornecido por eles para fazer uma migração. Além do treinamento, o grupo oferece também suporte técnico.

Assim como a Itália, o Reino Unido também pretende parar de pagar licenças de uso do Microsoft Office, além do suporte técnico e assistência, haverá sim um custo pra treinamento e manutenção do LibreOffice mas ele será muitíssimo mais barato, especialmente a longo prazo.

O pessoal do Collabora possui uma grande quantidade de profissionais de LibreOffice certificados e a solução adotada pelo Governo do Reino Unido inclui mais do que "apenas" a suíte Office, o serviço adaptado chama-se GovOffice, uma pequena modificação do LibreOffice para alguns padrões desejados, mas o que chama a atenção é um serviço chamado "CloudSuite", que seria uma versão do LibreOffice integrada com aplicações em nuvem, uma exigência do Governo que será provida pela Collabora Produtivity.

E esta é mais uma vitória do Open Source, esse tipo de coisa tem que ser encorajada e incentivada aqui no Brasil também, o mínimo que se espera de um órgão público é que ele não use o dinheiro dos seus impostos comprando licenças que vão favorecer apenas uma empresa, especialmente quando há substitutos à altura.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 20 de outubro de 2015

Apache OpenOffice vai lançar uma nova versão com melhor compatibilidade com o Microsoft Office

Apache OpenOffice lança nova versão de sua suíte Office com lapidação do código do programa e melhor compatibilidade com o Office da Microsoft.

Apache Open Office

Apache OpenOffice ganha nova versão


Para que busca uma suíte de escritório alternativa ao Libre Office ter como opção o OpenOffice é uma coisa boa, os projetos são praticamente irmãos, porém, são desenvolvidos de maneira separada. O projeto OpenOffice anunciou o lançamento de uma nova versão do programa que trará correções de bugs e novos recursos.


Ele é extremamente parecido com o Libre Office, então se você estava pensando em migrar de suíte por conta disso acredito que não seja um bom motivo.  Segundo as informações dos desenvolvedores a nova versão vem com uma melhor compatibilidade com o Microsoft SharePoint e aprimoramentos na abertura de documentos do Microsoft Office, entretanto, por experiência própria, as qualidades dele não são efetivamente diferenciais se comparado ao Libre Office.

O Apache OpenOffice esta disponível para as três principais plataformas, Linux, Windows e Mac OSX e você pode fazer o download através deste página.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Como instalar o tema de ícones do MS Office 2013 no Libre Office

Para quem quer uma adaptação mais rápida ao Libre Office utilizar os ícones do Microsoft Office pode ser uma tática interessante, então veja como deixar a suíte Office grátis mais utilizada no mundo semelhante ao concorrente da Microsoft.

ícones do MS Office 2013 no Libre Office

Como instalar os ícones do MS Office 2013 no Libre Office


A familiaridade com os ícones pode ajudar você a adaptar-se ao Libre Office com maior tranquilidade, seja para você não fazer muita confusão com ambas as suítes (talvez você use as duas), seja para alguma pessoa que você conheça que usou o Office a vida inteira e está tentando coisas novas, incluindo você.

Instalando os ícones do MS Office 2013 no Libre Office


Este tema funciona apenas (com 100% de certeza pelo menos) em versões acima da 4.0 do Libre Office, vamos aos passos:

1- Baixe este arquivo. (Não renomeie o arquivo!)

2 - Mude as permissões do arquivo para que ele tenha acesso de leitura e escrita.
Para fazer isso basta clicar nele com o botão direito do mouse, ir em "propriedades" e na aba de permissões mudar as opções para o seu usuário.

3 - Mova o arquivo para a pasta /usr/lib/libreoffice/share/config/
Para isso serão necessário abrir o navegador de arquivos como Root, então você pode fazer de duas formas:
1 - alt+f2 e digitar gksudo nautilus
2 - No terminal: sudo nautilus

ícones do MS Office no Libre Office


4 - O quarto passo consiste em configurar o tema dentro do próprio Libre Office, então abra ele, vá no menu Ferramentas e depois em Opções, expanda a aba Libre Office e clique sobre a opção Exibir, ali haverá a opção de tamanho e estilo dos ícones, nesta sessão mude para Office 2013 como mostra a imagem abaixo.

Ícones do MS Office no Libre Office

Dê "ok" e desfrute dos novos ícones.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 14 de julho de 2015

Sway, a alternativa da Microsoft ao Prezi que você pode usar do Linux

Microsoft está preparando o substituto do Power Point para tentar frear o crescimento do Prezi, conheça o Sway.

Sway, faça slides animados

Microsoft está desenvolvendo uma aplicação para bater de frente com o Prezi


Com o passar do tempo o Power Point deixou de ser o principal programa para apresentações, programas em nuvem acabaram suplantando o uso do Power Point convencional para apresentações, não bastasse a concorrência do Impress do Libre Office, do Google Apresentações do Google Drive e até mesmo do Microsoft Online a Microsoft acabou vendo o Prezi tomar conta do ramo de apresentações empresariais pela sua forma dinâmica e diferenciada de apresentar os slides.

Para tentar colocar uma concorrência ao Prezi a Microsoft está desenvolvendo o Sway, uma aplicação que você pode acessar de qualquer navegador e permite criar apresentações facilmente.


Interessando do comercial acima é eles usarem sem restrições vários serviços que não da Microsoft, como o Sway rodando em iPhones e iPads, mostrando integração com o YouTube e isso foi um toque interessante para mostrar a ideia de multiplataforma, talvez o fator mais atrativo seja ele ser gratuito, pelo menos por enquanto, enquanto ele é ainda um beta.

Para acessar e testar o Sway você só precisa de uma conta Microsoft e acessar este endereço.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Tradução do WPS Office para o Português está disponível

Recentemente comentamos e pedimos até mesmo o apoio da comunidade para traduzir o WPS Office para o português do Brasil sendo que o projeto de tradução é liderado pelos desenvolvedores do projeto União Livre, e pouco tempo depois já temos uma versão de "alpha" para podermos testar.

Tradução do WPS Office

Uma versão Alpha para que você ajude a testar e melhorar


Toda a suíte já foi traduzida, mas ainda necessita de revisão e melhorias para se encaixar perfeitamente com as normas ABNT, o pessoal da União Livre colocou os pacotes do WPS Office assim como a sua tradução em estágio Alpha no repositória da distribuição Kaiana, compatível com o Ubuntu 14.04 LTS, você pode instalar usando estes comandos:
wget http://repo.uniaolivre.com/uniaolivre.key -O- | sudo apt-key add -
echo "deb http://repo.uniaolivre.com/packages trusty main" | sudo tee /etc/apt/sources.list.d/uniaolivre.list
sudo apt-get update
sudo apt-get install kaiana-wps-office


Usando os comandos acima você instalará o WPS Office direto dos repositórios do União Livre juntamente com as suas dependências. Serão instalados os seguintes pacotes através desse metapacote: wps-office (pacote do WPS Office), wps-office-fonts (Pacote de fontes do WPS), wps-office-winfonts (Fontes extras do WPS que não são parte padrão do WPS por questão de direitos autorais), wps-office-mui-pt-br (Pacote de Idioma para o português do Brasil em estágio alpha) e o wps-office-vero (Pacote que traz o Corretor Ortográfico Vero do LibreOffice para o WPS Office, este pacote foi criado por nosso pessoal do Kaiana e é open-source). Todo o código dos pacotes criados por nós pode ser obtido em: github/kaiana/core-apps.

Caso você já tenha o WPS Office instalado pode instalar a tradução separadamente com o comando abaixo, neste caso não é necessário usar o último comando anterior.
sudo apt-get install wps-office-mui-pt-br

Gostou da ideia e quer colaborar com o projeto? Saiba mais aqui.
terça-feira, 9 de setembro de 2014

Ajude na tradução do WPS Office

Já pensou em ter uma suíte office totalmente em português, grátis e ainda por cima com uma semelhança enorme com o Microsoft Office? Se a resposta for SIM agora é a sua chance de colaborar com um projeto Open Source que visa traduzir o Kingsoft Office para o português do Brasil.

Ajude a traduzir o WPS Office para o português do Brasil

Um ótimo projeto que precisa da sua ajuda


Eu particularmente sempre gostei do Libre Office, uso ele diariamente, mas acho muito interessante existirem alternativas de boa qualidade como o WPS Office para que as pessoas possam escolher.

O projeto WPS Office conta com três aplicações principais, aplicação para textos (W), aplicação para apresentações (P) e aplicação para planilhas (S), sendo uma boa alternativa ao Word, Writer, Excel, Calc, PowerPoint e Impress; o WPS é uma aplicação chinesa que alcançou muito sucesso no mundo Mobile em sua versão para Android, especialmente por conseguir trabalhar formatos proprietários da Microsoft que são ainda amplamente utilizados em todo o mundo.

As 3 aplicações do WPS Office
Foto: Reprodução Kingsoft - OMGUbuntu!
Atualmente o software ainda está em desenvolvimento sendo que existem versões Beta que você pode testar e só existem versões em chinês, pouco atrativo para a maioria do público, e também em inglês, o que torna as coisas um pouco mais fáceis mas ainda não é o ideal para o público brasileiro, especialmente os mais leigos.

União Livre se dedica ao projeto de tradução


Caso você ainda não conheça, a União Livre é uma iniciativa nacional de promover e produzir software livre em terras brasileiras, eles estão desenvolvendo uma distro brasileira chamada Kaiana que está em versão Alpha e pretendem incluir como opção de instalação o WPS Office na sua distribuição.

União-Libre-Linux-Kaiana
Foto: Reprodução


O galera que trabalha em prol da União Livre decidiu traduzir o WPS Office para o nosso idioma, português do Brasil (pt_BR), inclusive eles entraram em contato com os desenvolvedores oficiais do WPS e assim que a tradução estiver livre de problemas ela será disponibilizada oficialmente com o software.

A sua chance de se engajar na comunidade


Se você é o tipo de usuário que sempre quis colaborar para a comunidade Linux e nunca soube como aqui está uma excelente chance de deixar a sua marca na história de um software!

Os desenvolvedores do Kaiana estão trabalhando em um projeto no Transifex para a tradução do WPS Office para o português do Brasil, a boa notícia é que ele já foi completamente traduzido! A sua chance de ajudar está em fazer a revisão da tradução e também testá-la, assim como os pacotes instaláveis que forem gerados a fim de encontrar possíveis problemas e reportar para que os desenvolvedores e mantenedores possam corrigir.

Faça parte! Acesse a página do projeto.

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

WebApps do Office da Microsoft e OneDrive no Ubuntu

Instale os lançadores do PowerPoint, Word, Excel e muitos mais no seu Ubuntu


Apesar do Libre Office suprir as necessidades da maioria das pessoas que usam o computador, para determinados documentos ainda é necessário usar o Microsoft Office.

Microsoft Office Online no Ubuntu


Nesses casos 3 opções, usar o Windows (i don't think so...), instalar o Office pelo Wine, é uma maneira e nós ensinamos você a fazer isso neste tutorial, mas se você só precisa dele esporadicamente e estar conectado com a internet não é algo raro para você usar estes WebApps já pode quebrar um grande galho.

Este é um projeto desenvolvido por um usuário chamado Dejan Petrovic, e tudo o que você precisa fazer para instalar no seu Ubuntu é baixar este pacote .deb e instalar usando a Central de Programas, na hora da instalação você verá o seguinte aviso.

WebApps da Microsoft no seu Ubuntu

Basta clicar em "Ignorar e Instalar" para concluir a instalação, desta forma os atalhos estão dentro da sua Dash (Menu do Ubuntu), pesquise por 'Word', 'Excel', etc..., eles funcionam como os tradicionais Web Apps para Ubuntu.

Gostou da dica? Então compartilhe e até a próxima!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Como instalar a suíte Office Calligra 2.5 no Ubuntu

Calligra Office no Ubuntu

Recentemente publicamos um artigo aqui no blog mostrando alternativas mais leves ao Libre Office, afinal muitas pessoas não precisam de uma suíte tão completa quanto ele, veja este artigo aqui.

Calligra Office

O Calligra é um suíte tão completa quanto o Libre Office, talvez até mais pois mais programas fazem parte do pacote, antigamente o Calligra era chamado de KOffice, um projeto que mudou de nome mas que ainda é mantido pelo KDE.

Fazem parte do Calligra:
  • Calligra Words: para a edição de texto
  • Calligra Sheets: para planilhas e tabelas
  • Calligra Stage: para apresentações e slides
  • Calligra Plan: para agenda e planejamento de atividades
  • Calligra Flow: para a criação de gráficos
  • Calligra Kexi: para produção de banco de dados
  • Calligra Krita: para pintura e desenhos
  • Calligra Karbon: para gráficos e desenhos vetoriais

Como instalar no Ubuntu

Para instalar no Ubuntu é muito simples, abra o terminal e cole os seguintes comandos:
sudo add-apt-repository ppa:kubuntu-ppa/backports
sudo apt-get update
sudo apt-get install calligra


Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Libre Office é preferência no Rio Grande do Sul

Formato aberto é adotado pelo governo gaúcho

Não posso deixar de comentar essa notícia, pois mesmo não sendo tão recente ela tem uma grande importância. Não posso deixar de me sentir orgulhoso com isso pois faço parte deste povo sulista que deu mais um bom passo rumo a independência do software proprietário.

RS adota o Libre Office
Caso você não esteja sabendo foi uma decisão do Comitê Executivo de TIC da Secretaria Geral de Governo usar softwares que consigam salvar arquivos no formato aberto, ODF.

De acordo com Rogério Alves de Souza, presidente do Comitê Executivo, hoje o gasto com licenças de softwares de escritório chega a R$ 50 milhões no estado, cifra que pode ser reduzida em 98%.

“A nossa nova orientação fará com que órgãos da administração pública direta, fundacional e autárquica precisem justificar a escolha de outras soluções não baseadas em ODF daqui para frente”, explica Souza, citando como exemplo o uso das chamadas macros em planilhas de texto.

Assim, o modo default das próximas licitações deverá ser para contratar empresas que façam a instalação do LibreOffice como um serviço, ao invés de vender a licença.

Esta é uma iniciativa louvável em prol do software livre, uma iniciativa que mais uma vez vem provar que o uso do Libre Office é sim viável pois na maioria das vezes quando tem algum problema no Libre é por conta da compatibilidade com o Microsoft Office.

É inadmissível que o governo pague por programas de processamento de textos. Deveríamos estar gerando conhecimento e não receitas para uma multinacional”, justifica Souza.
É só um começo, mas realmente espero que em pouco tempo todo o Brasil entenda essa realidade e mais estados e empresas sigam o exemplo, assim como foi em Valência na Espanha.

Fonte

Compartilhe para mostrar aos seus amigos



Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014