Home » plasma

United - O tema para KDE Plasma que transforma a sua interface no Unity

É curioso de se observar que tantos projetos com o intuito de copiar a funcionalidade do Unity tenham aparecido depois da notícia da Canonical descontinuar a interface, parece que mais pessoas gostavam dele do que se imaginava, enfim, mostrando o quanto o KDE pode ser personalizável mais uma vez, a comunidade criou um tema para o Plasma que imita a funcionalidade e aparência do Unity.

KDE Plasma Unity Theme




O KDE Plasma é incrivelmente personalizável e versátil e praticamente consegue imitar o funcionamento de qualquer outra interface gráfica, neste aspecto ele é simplesmente imbatível. Os usuários de Plasma que querem uma experiência semelhante ao Unity através desta interface, seja qual a distro que utilizem, poderão fazê-lo através de um tema chamado United.

Confira o vídeo do canal Livre Software que ensina você a fazer esta customização:


Bacana não é? Claro que esta é somente uma das possibilidades que o Plasma nos oferece, como você gosta de utilizar o KDE no seu computador? Coloque os prints nos comentários e até a próxima! :)
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




domingo, 23 de abril de 2017

KDE Neon - Vale a pena?

Se você gosta do KDE, do Ubuntu e de sistemas minimalistas, o KDE Neon é uma pedida! Hoje você vai conhecer um pouco mais a distribuição oficial do projeto KDE.

KDE Plasma Neon




Acho interessante falar sobre o Neon, ele é uma iniciativa do KDE para demonstrar a tecnologia produzida pela comunidade, usando como base sempre uma LTS do Ubuntu, o KDE Neon foge um pouco a regra das LTS, que normalmente são mais conservadoras, ainda que seja baseada em um LTS do Ubuntu, atualmente na 16.04, o projeto sempre traz o que há de mais recente no Plasma e nas aplicações KDE.

Confira a nossa review do KDE Neon.



Uma coisa que eu acho importante que você entenda, é que o apesar de existir uma versão destinada a usuário domésticos, o foco principal do Neon é demonstrar tecnologia, isso acarreta algumas coisas no sistema.

Por conta da ideia por trás do Neon, o sistema é incrivelmente enxuto em aplicações, trazendo somente coisas que são apoiadas pelo projeto KDE, logo, até o momento, ele abre não de algumas comodidades, como gestores de drivers e repositórios, por elas não fazerem parte do projeto KDE.

Recursos do tipo só vão fazer parte do sistema quando o próprio projeto KDE fornecer uma ferramenta do tipo, assim como a preocupação com as estabilidade não é tão grande quanto a preocupação com trazer o que há de mais recente no Plasmas e suas aplicações, no entanto, apesar desta premissa, o Neon se mostrou razoavelmente estável para usuários comuns.

Quem não espera nada além de um sistema para ouvir músicas, ver vídeos e acessar a internet conseguirá usar o Neon sem conhecimento técnico, quem quer extrair um pouco mais dele vai ter que ir para  a linha de comando para algumas coisas, mas no geral ele é uma boa opção que vale a sua atenção e o seu teste.

Para baixar o sistema para testar, acesse o site oficial.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 15 de março de 2017

Confira as incríveis novidades do KDE Plasma 5.9

Mais um lançamento do KDE chegou e com ele temos várias novas funcionalidades para o Plasma, a interface gráfica da comunidade de desenvolvimento KDE, confira as novidades:

KDE Plasma 5.9




Existem várias novas funcionalidades que podem ajudar na sua produtividade. O Plasma agora conta com suporte aprimorado para o menu Global, assim como o macOS e o Ubuntu, e outros tipos de menu. Outra coisa bacana é que agora você pode alterar entre as janelas abertas pressionando a tecla do Windows e o número da ordem em que elas estão abertas.

KDE menus globais


Com certeza, a novidade que eu achei mais bacana e que certamente vai render muitos caras felizes é a possibilidade de trocar o padrão da interface com poucos cliques. Todos sabemos o quanto o KDE é personalizável, não há interface que chegue perto do nível de customização do KDE e isso acaba resultando em desktops muito curiosos, com aparências e funcionalidades bem diferentes.

O novo App de "Look And Feel" do Plasma permite que você modifique a interface KDE para ela trabalhar da mesma forma que o Unity, que o Gnome 3, que o macOS, etc. A grande sacada é que os usuários poderão compartilhar as suas modificações e disponibilizar para os demais usuários do KDE através da própria loja de aplicativos, assim, com o tempo, existirão várias formas diferentes de trabalhar com a interface.

KDE com interface semelhante a do Gnome


O Krunner agora funciona no menu do sistema também, e a tecla Windows também abre o menu (Aleluia!), as novas notificações são mais interativas e podem ser, caso haja este tipo de conteúdo, arrastadas para um navegador ou um cliente de e-mails, aumentando a sua produtividade também.

Outra coisa bacana é que agora você também pode agrupar os Widgets numa mesma janela, tendo assim várias funcionalidades diferentes, sem ocupar tanto espaço no desktop. Programas que reproduzem áudio agora podem ser mutados à partir da própria barra de tarefas e você também pode adicionar widgets diretamente através do menu.

Confira agora o vídeo de apresentação das novas funcionalidades:


O Plasma 5.9 deverá chegar em breve a todas as distros, porém, caso você queria sempre estar por dentro das novidades da interface o ideal é você usar a distro oficial, o KDE Neon.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Veja o KDE Plasma para Smartphones funcionando

O mercado de Smartphones parece clamar por um terceiro competidor que seja à altura de Android e iOS. A Microsoft parece ter reduzido o ritmo à este respeito, a Canonical ainda está evoluindo o Ubuntu e até conseguiu ter alguns aparelhos no mercado, depois do fracasso do Firefox OS, e aparelhos com o Tizen ainda não fazerem muito sucesso, o mundo Linux está começando a entregar um novo competidor para o mercado mobile baseado no projeto KDE.

KDE Plasma Mobile Demonstração




A intenção do projeto KDE para trazer o Plasma até o seu Smartphone é "simples": Levar um dos melhores e mais personalizáveis ambientes gráficos do mundo dos computadores com toda a sua segurança e maleabilidade para o seu bolso.

O discurso pode ser belo, mas a tarefa é árdua. A maior parte dos "entendidos" no assunto de telefonia - e acho que posso me incluir dentro dessa turma de palpiteiros - costuma acompanhar essas iniciativas de implementação de novas tecnologias com um certo brilho nos olhos mas sabendo que no fundo não basta apenas ter um bom sistema; ter um ambiente hóspito para a criação de aplicativos e ao mesmo tempo conseguir conquistar um grande público para atingir os objetivos de qualquer projeto do tipo não é uma tarefa simples, no entanto, parece ser algo essencial para o crescimento de qualquer sistema operacional na plataforma móvel.

Confira agora uma demonstração do Plasma Mobile:


O KDE Plasma Mobile tem a habilidade de rodar aplicativos de diversas formas, sem parecer haver um modo "oficial", por assim dizer. Ele tem suporte para os Plasmoids, os mesmos que você usa no seu Desktop KDE e que podem ser utilizados como aplicativos de algumas formas, tem suporte à alguns Apps do Ubuntu Phone, Web Apps e alguns aplicativos do Salfish OS também.

A lista de aparelhos compatíveis não é muito grande, na verdade ela tem apenas dois modelos testados e compatibilidade provável com mais alguns.

As pessoas que quiserem testar o sistema deverão ter um Nexus 5 ou um OnePlus One, ou ainda alguma aparelho com arquitetura Intel, o que pode indicar que os antigos modelos do ZenPhone poderiam ser compatíveis, mas não tenho certeza.

Um dos objetivos colocados pelo projeto KDE Plasma para o segmento mobile é também conseguir a convergência que o Ubuntu está implementando, podendo rodar tanto aplicações Desktop baseadas em QT, quanto em GTK, rodando sobre o servidor gráfico Wayland, como eles vão fazer isso é que ainda não ficou claro, mas é uma boa meta para perseguir sem dúvidas.

Outro objetivo do projeto é disponibilizar ROMs que possam ser instaladas em qualquer aparelho Android, mas mais uma vez, COMO eles vão fazer isso ainda não ficou claro, de qualquer forma, se você tem uma aparelho compatível e gostaria de acompanhar o desenvolvimento do Plasma para Smartphones basta acessar este link e ler mais sobre o processo de instalação.

O que você achou da iniciativa?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Conheça o novo KDE Plasma 5.8 LTS

O projeto KDE Plasma lançou uma versão com suporte estendido de 18 meses com melhorias e novidades, confira o vídeo oficial demonstrando as novas funcionalidades e recursos.





Desde que o KDE Plasma 5 foi lançado em 2014, o ambiente gráfico vem recebendo melhorias e ajustes para deixar a usabilidade. Na atualização mais recente houve a inclusão de uma nova tela de login com um acabamento muito mais aprimorado, que me lembra até a tela de login do Windows 10.

Outra coisa legal que eu achei é a nova atualização do Muon Discover, a central de programas do KDE, tudo isso visa facilitar a vida de novos usuários.


E aí, o que você achou da nova versão? Você consegue ver todas as mudanças desta LTS do KDE Plasma clicando aqui.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 5 de outubro de 2016