Home » steamos

Ex-funcionário da Valve afirma que Steam para Linux forçou a Microsoft a melhorar o Windows

Neste semana eu li uma notícia que saiu no ZDNet que falava sobre a presença da Steam Linux e como isso influenciou a Microsoft a melhorar o Windows 10 para games, mostrando o quanto a concorrência só faz com que todo o público consumidor ganhe.

Steam no Windows 10




Quando a Valve resolveu apoiar o Linux como plataforma de jogos, criando até o seu SteamOS, um sistema operacional baseado no Debian com foco nos jogos, o principal motivo apontado era a insatisfação com as atuais versões no Windows. Isso se agravou quando a Valve descobriu que alguns de seus games, mesmo sem otimizações, rodavam com OpenGL melhor no Linux do que no Windows.

Com isso a Valve começou a chamar seus parceiros, como a Alienware, para trazer as Steam Machines para o mercado, ainda que tenha sido investido muito em marketing até o momento. Essa manobra chamou a atenção da Microsoft, segundo o ex-funcionário da Valve, a "gigante de Redmond" focou muito de seus esforços no Windows 10 para melhorar o sistema para os gamers, e se comparado com o Windows 8.1, parece ter realmente conseguido.

Essa é uma prova de que incentivar o crescimento no Linux como plataforma de games para computador ajuda a todos, até mesmo quem não utiliza "o sistema do pinguim" no dia a dia.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Dos 100 games mais vendidos em 2016 na Steam, 40 rodam no Linux

Ainda estamos longe do cenário ideal para os gamers de Linux, mas já existe uma boa quantidade de games para a plataforma sendo lançados, somente no ano passado foram mais de 1000 títulos, muitos games indie e alguns triplo A, mas chama a atenção que 40% dos games mais vendidos da Steam em 2016 já estão disponíveis na plataforma.

Os games mais vendidos da Steam em 2016




Dependendo do seu estilo de jogo, o Linux já pode ser considerado uma plataforma para você jogar sem precisar piratear o sistema operacional, ou pagar uma licença por ele. De fato, quase metade dos 100 games mais vendidos na Steam em 2016 já rodam no "sistema do pinguim", para ser mais exato, 40.

É verdade também que muitos títulos importantes e consagrados ainda não possuem versão para o sistema, caso de The Witcher 3, GTA V e  Fallout 4, que pesam contra com muita força, mas outros títulos importantes também saíra para a plataforma, como Deus Ex: Mankind Divided, Dying Light e o popular CS:GO, além de vários outros títulos importantes, mas menos expressivos  com relação ao nome, como Rocket League, Dota 2, XCOM2, Ark: Survival Evolved, Pay Day 2, Life is Strange, etc. que também já rodam no Linux.



- Nós fizemos uma lista com os 14 principais lançamentos de 2016 para Linux, você pode conferir aqui.

O Windows é a plataforma que recebe praticamente todos os lançamentos de games para computador, mas é bom ver o Linux crescendo aos poucos, o macOS não teve tantos produtos a mais na lista de mais vendidos, enquanto o Linux teve 41 itens, o sistema da Apple teve 46 (isso inclui o Steam controller), sendo que a Steam está a mais tempo no macOS do que no Linux,  ainda que não tanto tempo, talvez essa comparação seja mais justa.

Quanto mais games  multiplataforma saírem, melhor para nós, gamers. Não vamos ficar presos a uma plataforma específica e vamos poder ter, além de um bom sistema para jogar gratuitamente e legalmente, um sistema operacional mais seguro e personalizável, e ainda incentivar a concorrência entre plataformas para que existam diferenciais, ou seja, todos tem a ganhar.

Você pode conferir a lista completa dos 100 games e comprá-los também neste endereço da Steam.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Valve anuncia novo óculos VR com suporte para Linux

Os games estão começando a embarcar na onda da realidade virtual, quem já viu algum vídeo, ou mesmo teve a oportunidade de testar um destes equipamentos, sabe o quando a experiência nos games é diferenciada através deles. A Valve, como grande apoiadora dos games para Linux, está lançando uma plataforma chamada SteamVR que terá compatibilidade com o sistema do Pinguim.

SteamVR Linux




De tempos em tempos a Valve realiza em Seatle o "Steam Dev Days", um destes eventos que grandes companhias da área de tecnologia costumam fazer para mostrar ao público as novidades.  No caso da Valve, é basicamente um evento para quem desenvolve games, e (quem diria) o Linux teve muito espaço deste vez.

Com Steam Machines, os consoles da Valve que rodam o SteamOS (Linux), foram feitas algumas demonstrações de realidade virtual com o SteamVR, um óculos de realidade virtual construído através de uma parceria entre a Valve e a HTC.

SteamVR Demo


Um fato curioso e importante é que as demonstrações estão otimizadas para utilizar a API gráfica Vulkan e não o OpenGL, utilizado atualmente pela maior parte dos games que rodam no Linux, o que de certa forma pode indicar um amadurecimento do software, ainda que seja em uma tecnologia nova como o VR.

A Valve comentou que o futuro dos games, na visão deles, realmente pertence ao VR, então eles estão tratando de compatibilizar a sua plataforma para tal.

Eu tenho uma "Steam Machine" em casa; bom, na verdade é só um computador com SteamOS (isso é um Steam Machine, certo?) e o SteamOS ainda está em fase Beta e não costuma receber atualizações muito grandes nos últimos tempos. 

Isso indica que ainda temos muito para percorrer até termos um produto final que a Valve poderá realmente fazer uma campanha de marketing para vender, atualmente alguns produtos podem ser comprados fora do Brasil, como Steam Controller, alguns modelos de Steam Machines e o Steam Link, além do SteamOS que pode ser baixado gratuitamente - temos aqui um tutorial ensinando você a instalar ele no seu computador - mas claramente eles são voltados aos entusiastas como nós, que vão querer testar esses produtos antes do resultado final.

Mais uma posso do Linux no mundos dos games. :)

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Como instalar o Steam OS facilmente no seu PC

O SteamOS é o sistema operacional baseado em Debian da Valve que deu início a nova era de games para Linux, hoje você vai aprender a instalar o Steam OS no seu computador e criar a sua própria Steam Machine.

Como instalar o Steam OS no seu computador





Atendendo a pedidos, vamos conhecer o método de instalação do SteamOS, desde o download do sistema, preparação do pen drive bootável, configuração de boot na UEFI/BIOS e instalação propriamente dita, com um tour pelo sistema instalado, para você conhecer os detalhes do sistema da Valve.

Confira o vídeo abaixo com o tutorial completo:


Inscreva-se no nosso canal, temos vídeos todos os dias

Onde baixar o SteamOS?


O SteamOS tem uma página só para ele no Steam, basta clicar aqui para acessar a página, é a mesma que foi mostrada no vídeo. Nela você encontra os links para download e as informações (em inglês) de instalação, passo a passo.

Minha experiência com o SteamOS


Eu continuei utilizando o SteamOS depois de ter finalizado as gravações e realmente, só uma razão para você ter uma Steam Machine hoje em dia, e essa razão é você ser um entusiasta do sistema.

Não há nada no SteamOS que criei um diferencial para que você reserve um computador somente para ele, a experiência que se tem hoje em dia com o SteamOS é basicamente a mesma que qualquer usuário tem ativando o modo Big Picture dentro do Steam no Desktop de qualquer sistema operacional, sendo ele Linux o não.

Talvez a única coisa que eu realmente tenha dado valor foi a detecção do hardware gráfico e a instalação automática dos drivers, isso realmente funcionou muito bem, mas somente isso não seria o suficiente para tornar o SteamOS a sua opção para o computador.

Usar o sistema como Desktop convencional também não é a melhor ideia, visto que existem algumas limitações quanto a isso, é muito melhor utilizar o Debian direto neste caso, Ubuntu ou Linux Mint, a experiência será substancialmente maior.

Quanto ao desempenho, não senti muita diferença dele para qualquer outra distro que eu tenha testado, em breve vocês verão testes comparativos entre o SteamOS e o Ubuntu entre outros sistemas.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Dell lançará duas novas Steam Machines com memória DDR4 e GPU Nvidia

Para quem achava que as Steam Machines já tinham morrido, eis mais uma amostra que na verdade o mercado delas nem começou ainda, uma vez que o SteamOS ainda está em Beta, a Dell lançará novos modelos através da Alienware com um hardware parrudo e um visual muito atraente.

Steam Machines Dell




A Dell vem preparando novos modelos de Steam Machines para o mercado. Parece que viabilidade para mercado das máquinas da Valve ainda não é a ideal, entretanto, parece ser algo que os desenvolvedores querem muito, trocando em miúdos, a ideia é não depender só da Microsoft neste segmento.

O anúncio foi feito na E3, um dos eventos de games mais importantes do mundo, onde ontem a Microsoft anunciou o novo Xbox One S,  a Dell comentou que espera que o catálogo de games para Linux aumente até o final deste ano, acrescentando novos títulos AAA à plataforma; a Dell acredita que o emprego do Vulkan no desenvolvimento dos games no futuro em detrimento ao DirectX12 fará com que essa transição seja suave e simples.

São dois modelos de Steam Machines que estarão disponíveis para o o público consumidor com as seguintes configurações:

- Core i5 Skylake
- GTX 960
- 8GB RAM DDR4
- 500 GB HD

Por US$ 749,00.

- Core i7 Skylake
- GTX 960
- 8GB RAM DDR4
- 1 TB HD

Por US$ 899,00.

A Dell também disse que pretende usar GPUs AMD nas Steam Machines até o final do ano, dependendo da evolução da plataforma no Linux. Ainda haverão outras Steam Machines da empresa que custarão 499 Dólares, sem maiores detalhes. Também não sabemos especificações técnicas mais detalhadas dos componentes das Steam Machines, como frequências, Clocks e modelos específicos.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 14 de junho de 2016

GLXOSD - Informações de hardware na tela do seu Linux

FPS, temperaturas, estatísticas de uso, benchmarks e muito mais! Tudo em uma só ferramenta. O GLXOSD é a ferramenta ideal para exibir as informações do seu hardware enquanto você joga no Linux, vamos conhecer a aplicação?

GLXOSD no Ubuntu




Eu já havia falado dele há algum tempo atrás, você pode ver o post aqui, e na ocasião eu tinha comparado ele com o FRAPS, por conta dos recursos que ele apresentava, mas ele evoluiu e agora ele me lembra mais o MSI Afterburner, sem as funções de Overclock, claro.

Como eu estive testando ele ontem, tem alguns "pulos do gato" que eu quero compartilhar com vocês, no mais, você encontra a documentação dele no site oficial, onde você pode pesquisar e tirar a suas dúvidas.

Como instalar?


Como este é um programa técnico, não vou me deter a mostrar como fazer a instalação das coisas via interface gráfica, como é tradicional em outros tutoriais, porém, se você mesmo assim desejar usar a interface para instalar pacotes e coisas do tipo, recomendo que você leia este artigo e este também.

Para instalar em qualquer versão recente do Ubuntu basta usar um PPA, fique atento para versões de 32 e 64 bits e se você possuir ou não drivers Nvidia proprietários.  Basta copiar o comando adequado para o seu sistema e colar no terminal, pressionar "enter", digite a sua senha e aguarde a instalação.

Ubuntu de 32 bits
sudo apt-add-repository ppa:nickguletskii200/glxosd -y && sudo apt-get update && sudo apt-get install glxosd glxosd-libs-i386 -y
Ubuntu de 64 bits 
sudo apt-add-repository ppa:nickguletskii200/glxosd -y && sudo apt-get update && sudo apt-get install glxosd glxosd-libs-amd64 glxosd-libs-i386:i386 -y
Se você usa drivers proprietários da Nvidia é recomendado instalar desta forma abaixo, sem estes pacotes adicionais alguns games não funcionaram corretamente para mim, especialmente os da Steam.

sudo apt-add-repository -y ppa:nickguletskii200/glxosd && sudo apt-get update && sudo apt-get install -y glxosd glxosd-libs-libsensors-support-amd64 glxosd-libs-libsensors-support-i386 glxosd-libs-nvidia-support-amd64 glxosd-libs-nvidia-support-i386
Se você deseja instalar no Debian ou no SteamOS consulte o manual oficial, você encontra o o código fonte do GLXOSD para compilar para o seu sistema aqui

Como usar?

Depois de instalado o procedimento é simples, em tese basta rodar o comando:
glxosd nome_do_programa
Uma boa forma de testar se ele está rodando adequadamente é usar o terminal e rodar o GLXGEARS, digite no terminal:
glxosd glxgears 
Se o GLXGEARS não estiver presente você pode instalá-lo através do pacote Mesa-Utils:
sudo apt-get install mesa-utils 
Para usar na Steam o procedimento é um pouco diferente, você precisa mudar os padrões inicialização do game e adicionar o seguinte comando:
glxosd --steam %command% 
Com este comando você poderá ver o painel da Steam dentro dos games normalmente pressionando "Shift+TAB", se você tem a integração do Steam Overlay desligada pode remover o parâmetro:
glxosd %command% 
Você pode ver exemplos destas configurações na página oficial também, lá eles colocam alguns prints. Você pode ver um vídeo que eu fiz usando a ferramenta logo abaixo: 


Fazendo Benchmarks


O GLXOSD tem um recurso muito legal que é um sistema de benchmark. Existem duas teclas de atalho padrão no software, "Shift+F10" ativa e desativa o GLXOSD e "Shift+F9" faz benchmarks.

Para começar um benchmak você deve pressionar a tecla de atalho "Shift+F9" e rodar o game normalmente, jogar por alguns minutos ou algo assim, e para encerrar pressione novamente as mesmas teclas de atalho.

Para analisar o seu benchmark é necessário que você faça upload do arquivo gerado que fica dentro da sua pasta /tmp (acesse pelo seu gerenciador de arquivos) para esta página do site oficial do programa, lá você terá seus gráficos de desempenho sob várias nuances. No vídeo acima eu não mostrei esta parte, pois na época eu ainda não sabia como funcionava, provavelmente farei um novo vídeo sobre a ferramenta no futuro.

Para finalizar, ainda existe uma série de configurações que podem ser feitas em relação ao GLXOSD, como a mudança de fonte, tamanho das mesmas e cores, saiba mais sobre isso aqui.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 17 de maio de 2016

Lançamento: "Saints Row 2" e "Saints Row:The Third" chegam ao Linux/SteamOS

Boas novas para quem curte jogar no Linux, mais dois games da franquia "Saints Row" acabam de ser portados para o Linux/SteamOS, até o momento tínhamos somente o último título da franquia disponível para o sistema, agora outros dois títulos poderão ser jogados também e é bom aproveitar porque eles já chegaram com promoção na Steam.

Saints Row 2 e 3 para Linux




Para quem não conhece, Saints Row é um semelhante ao super popular GTA, só que muito mais zueira (e aloprado), como eu havia comentado, o "Saints Row IV" já estava disponível para Linux há algum tempo, agora a segunda e a terceira edição também estão.

Saints Row 2 por exemplo é um game de 2009, que pode ser uma boa opção para quem quer um jogo divertido para jogar de vez em quando e não tem um hardware muito bom, ele é bem mais leve que os títulos mais atuais.


Para você ter uma ideia da pega do Saints Row confira o nosso gameplay da "Saints Row IV":


No momento em que eu estou escrevendo este artigo os games estão em promoção na Steam, então aproveite:






Quero agradecer ao nosso leitor Alisson Monteiro que nos alertou do lançamento, mais informações você encontra na página de anúncio da Steam.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 14 de abril de 2016

Veja como funciona o incrível Steam VR [Vídeo]

Muitas empresas estão investindo em realidade virtual nos últimos anos e com a poderosa Valve, uma das principais empresas do mundo do entretenimento  quando se fala de games não seria diferente.

Steam VR




Em parceria com a HTC, a Valve está desenvolvendo o Steam VR que permitira uma integração com as Steam Machines, Steam Controller e muitos games vendidos da plataforma da Valve como o simulador de mergulho World Diving possam ser jogados  de uma maneira muito mais imersiva.

Hoje existem iniciativas como a da Samsung de distribuir óculos VR juntamente com o Smartphones, semelhante a este que eu fiz uma review, porém estamos falando de um padrão de imersão mais detalhado e aprimorado com o Steam VR.

O canal Brad Lynch fez uma demonstração de como funciona o equipamento, e é no mínimo, muito divertido.


E aí o que você achou? Ficou querendo um também? Infelizmente o Steam VR ainda não está disponível para o mercado brasileiro, então se você tiver a oportunidade de importá-lo está será uma das únicas formas de poder colocar as mãos no equipamento atualmente por aqui.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 5 de abril de 2016

Street Fighter V para Linux vai demorar um pouco mais para chegar

Enquanto jogadores que usam o Windows e PS4 estão podendo comprar o novo Street Fighter V os jogadores que usam Linux ou Steam OS terão de esperar um pouco mais.

Street Fighter V Linux

Valve e Capcom estão trabalhando em conjunto para liberar o novo Street Figher V para Linux também, isso deve demorar alguns meses ainda, provavelmente quando o Outono começar teremos a versão para o sistema do pinguim.

O atraso se deve ao fato das empresas estarem buscando uma otimização a mais e talvez o SFV seja um dos primeiros games a se utilizar a tecnologia Vulkan, o que deve deixar ele mais veloz. O game é desenvolvido com a engine Unreal 4, que tem versão nativa para Linux, o que significa que o game não será um porte e sim desenvolvido para Linux.

É uma pena que as versões para Linux não acompanhem o calendário tradicional de lançamentos mas se o game vir mais otimizado vale a pena esperar, você não acha?

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Valve libera o código do SDK do Steam Link no GitHub

O Steam Link é um componente interessante apesar de não ser muito comentado, ele pode ser uma ponte entre o seu computador gamer e sua TV para que você possa fazer streaming do seu quarto ou escritório para a sua sala por exemplo e jogar sentadão no seu sofá! A ideia é boa, mas ainda não emplacou, e para ajudar a tornar o Steam Link mais útil a Valve liberou o código do Kit de desenvolvimento para o hardware no Git.

Steam Link

O Steam Link é um hardware que tira proveito de uma função que já existe na Steam para computadores. Se você tem dois computadores logados com a mesma conta na mesma rede (na sua casa por exemplo) você pode fazer streaming de um para o outro através do cliente desktop Steam. 

A ideia por trás do Steam Link é justamente substituir a necessidade do segundo PC, o hardware ainda não é vendido no Brasil (até onde eu saiba pelo menos) e fora daqui ele custa cerca de "50 doletas", um preço razoável. Ele permite que você faça streaming de um computador que está no seu escritório por exemplo para a sua TV na sala, basta plugar o Steam Link nela, a ideia é que você use o Steam Controller também para completar a experiência.

Atualmente a funcionalidade do aparelho se resume a isso que eu comentei, ressaltando que para uma melhor qualidade de streaming o ideal é que você tenha a sua rede cabeada, pelo menos entre os dispositivos (PC e Steam Link), porém, essa funcionalidade até certo ponto limitada faz com que ele não seja algo extremamente desejável pelas pessoas. O que pode mudar com a criação de aplicações para ele, não é verdade?

Pensando nisso a Valve liberou no GitHub o SDK do Steam Link para que possam ser criadas novas funcionalidades para ele, quem sabe um aplicativo Netflix por exemplo poderia justificar um pouco mais a compra de um hardware deste tipo.

A Valve informa que o Steam Link possui um firmware baseado no Linux 3.8 e glibc 2.19, adicionalmente eles comentam que o dispositivo suporta as tecnologias OpenGL ES 2.0, Qt 5.4 e
SDL 2.0.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Lançado Saints Row IV para Linux com promoção na Steam

Finalmente chega ao Linux o prometido Saints Row IV com todos os seus pacotes de expansão e por um preço muito convidativo.

Saints Row 4 no Linux/Steam OS

Fim de ano feliz para os gamers de Linux


Depois do anúncio da Capcom de que Street Fighter V será lançado para Linux no próximo ano, os gamers do "sistema do pinguim" poderão comemorar também o lançado de Saints Row IV para a plataforma.

Saints Row IV é um game de "mundo aberto" onde você pode explorar o cenário, é muito fácil comparar o seu estilo com o famoso GTA da RockStar, porém, ele tem seus próprios diferenciais e puxa muito mais para o lado da comédia do que qualquer outra coisa. Confira abaixo o trailer.


Para deixar os gamers ainda mais felizes o game está em promoção na Steam para comemorar o seu lançamento, acesse a página da Steam e reserve o seu e claro, fique ligado no nosso canal, logo vamos mostrar um gameplay dele rodando no Linux.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Capcom lançará Street Fighter V para Linux

Eis que o mundo gamer entra em alvoroço, a Capcom acaba de anunciar que irá portar o novo Street Fighter V para Steam OS e consequentemente, Linux.

Street Fighter Nativo do Linux

Agora a Capcom entrou na onda de fazer games para Linux também e o primeiro da lista é o ainda não lançado oficialmente e muito aguardado pelos gamers e fãs do mundo todo, Street Fighter V.

A informação vem do site Capcom Unity e informa que o game está sendo trabalhodo junto com a Valve e as novidades deverão aparecer já nos próximos betas que saírem pois além do game em si, o pessoal da Capcom também quer dar suporte para o Steam Controller, a informação é que as novidades deverão chegar na Steam até a próxima segunda-feira.

Mais uma gigante começa a voltar os olhos para o Linux, quem sabe no futuro pinta umas remasterizações dos Resident Evils também né, não seria nada mal! Agora espalhe essa incrível novidade para todos os seus amigos que gostam de jogar no Linux. O game está em pré-venda na Steam.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Valve mostra como é feito um Steam Controller [Vídeo]

O Steam Controller é um dos diferenciais da Valve para tentar abocanhar uma fatia do mercado de consoles com as Steam Machines, e para mostrar como o controle é feito a empresa elaborou um vídeo mostrando a linha de produção do hardware da empresa mais popular entre os gamers.

Como é feito um Steam Controller

O vídeo é muito curioso, afinal, não é todo dia que se vê uma linha de produção de "joysticks", o Steam Controller é uma peça híbrida, diferenciada, com elementos de mouse+teclado e dos mais populares controles de consoles, sobretudo o do XBox. Para despertar a curiosidade sobre ele nas pessoas  Valve produziu algumas imagens mostrando o processo de fabricação do aparelho, confira:



E aí, você já está pensando em comprar um destes?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Site comenta as primeiras impressões do SteamOS e das Steam Machines

Popular entre os gamers de Linux, o site Gaming On Linux publicou uma matéria sobre as suas considerações a cerca do SteamOS e das Steam Machines depois de alguns testes.

SteamOS
Imagem: GoL

Ainda pode melhorar


O SteamOS e as Steam Machines finalmente estão em circulação, finalmente o dia chegou, mas agora que ele está no mercado consumidor ele será também criticado e como qualquer produto, precisará ser melhorado com o tempo, mas mesmo assim, podemos dizer que  a Valve começou bem.

A análise feita pelo "Gaming on Linux" relevou algumas coisas das quais eu já suspeitava e algumas que pude testar já, mesmo em máquina virtual.

A instalação do sistema é simples, "não tão simples quanto a do Ubuntu" eles relatam, mas ainda assim há poucos desafios para quem nunca instalou um sistema Linux, o único empecilho parece ser a parte da instalação onde é necessário indicar a partição onde será instalado o gerenciador de Bootloader GRUB. 

De maneira geral o relato é de que o uso é tranquilo, apesar de alguns problemas que comentaremos em seguida, a maneira de se navegar pelo sistema e pela loja Steam é melhor do que a loja do PlayStation 4 (segundo o relato), entretanto há alguns problemas que temos de considerar e precisam ser melhorados.

Tudo bem o que SteamOS não é feito para ser usado como Desktop, então o ambiente Gnome fica escondido, mas o curioso é que mesmo conectando um mouse e um teclado, o mouse não respondeu até o controle ser conectado também, não sabemos se isso é intencional ou um bug mas que é estranho, isso sem dúvida.

Outro ponto negativo, segundo as informações, é que o sistema de VOIP do SteamOS estava incrivelmente ruim, algo que eu considero relativamente bom na versão desktop. Um outro bug relatado é que o sistema mostra na biblioteca do usuário os games não compatíveis também, ou seja, se você tem também jogos que são exclusivos do Windows o SteamOS estava os mostrando também apesar deles não serem jogáveis.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Valve vai lançar em 2016 um console portátil que roda Linux

As Steam Machines começaram a ser vendidas neste mês e já temos alguns comparativos entre elas, rodando o SteamOS, e o Windows 10 da Microsoft, mas apesar de ainda termos bastante "chão" para cobrir com as Steam Machines esta não será a única cartada da Valve no mercado dos consoles, 2016 vem aí com o Smach Zero.

Steam Smach Zero

Smach Zero é o console portátil da Valve para 2016


Anteriormente o projeto era conhecido como "Steamboy" e havia até algumas dúvidas sobre o seu lançamento, mas agora ele vai sair do papel de fato!

Apesar de confirmado ele só deve dar as caras mesmo no final do ano que vem, por volta de Outubro de 2016, ou seja, ainda teremos que esperar bastante, entretanto, já há um preço estipulado, algo que gira em torno dos 300 dólares. As configurações do aparelho serão:

- Sistema operacional: SteamOS (Linux)
- Tela: 5" touch screen HD (720p)
- Memória RAM: 4 GB
- Armazenamento interno: 32 GB (suporte a microSD)
- Conectividade: USB, HDMI, Bluetooth e WiFi

Ainda não ficou esclarecido qual seria o processador desta Steam Machine mas a ideia da Valve é que você possa levar no seu bolso os mesmos games que você no computador, o que me sugere um processador com chip gráfico potente, como o lançamento está distante ainda não consigo apostar em nenhum modelo, talvez ele use algo que nem exista hoje em dia, mas poderia ser uma variação dos processadores Intel ou uma variação do Tegra da Nvidia, façam suas apostas! Outro ponto não comentado ainda é a bateria que será utilizada, afinal, ela é um ponto importante de qualquer portátil.

Via: SmachZero
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 17 de novembro de 2015

SteamOS perde para o Windows 10 em testes de benchmarks

O pessoal do ARS Technica fez uma análise comparativa entre o desempenho das novas Steam Machines que estão chegando ao mercado com o SteamOS, baseado em Linux, e o Windows 10, a mais recente versão do sistema da Microsoft.

SteamOS vs Windows 10

Ainda não é tudo o que pode ser

Uma análise comparativa mostrou que o Linux ainda não oferece todo o potencial que pode oferecer, muito em parte por conta do OpenGL. O teste da ARS Technica instalou em dual boot o Windows 10 com o SteamOS em uma recém lançada Steam Machine para fazer alguns testes.

Para testar ambos os sistemas eles usaram o GeekBench para fazer Benchmarks, onde o Windows 10 teve uma leve vantagem, nada muito significante, para comparar games foram utilizados, Shadow Of Mordor e Metro: Last Light Redux, ambos games com gráficos bastante pesados.


Depois foram testados alguns games que usam a Source 2, a Engine da Valve, vamos conferir os gráficos:

Benchmarks Windows 10 vs SteamOS

Benchmarks Windows 10 vs SteamOS

Benchmarks Windows 10 vs SteamOS

Como podemos ver nos gráficos, praticamente em todos os testes o Windows 10 teve um desempenho consideravelmente superior, você pode ver o hardware utilizado logo abaixo:

Hardware Steam Machine
Como isso podemos ver que ainda há estrada para percorrer, apesar de agora termos muitos títulos perfeitamente jogáveis no Linux, o requisito de hardware para a maior parte dos games ainda é superior ao necessário para o Windows, isso se deve pela otimização dos games, a otimização dos drivers de vídeo para Linux, sobretudo da AMD, e também as limitações técnicas que o OpenGL ainda tem, limitações estas que devem sumir com o Vulkan, mas pra termos certeza disso só realmente quando a nova API começar a ser utilizada.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Valve disponibiliza a primeira versão final do SteamOS

Com as primeiras Steam Machines chegando ao público a Valve finalmente atualizou o SteamOS para uma versão que é considerada estável, confira as novidades.

SteamOS

Uma distribuição Linux projetada para jogos


O SteamOS é o sistema operacional da Valve e das Steam Machines, e agora a versão "Brewmaster", que até pouco tempo estava em beta, agora chega a sua versão final.

A nova versão do Steam OS vem com o Kernel 4.1 LTS e com vários patches feitos pela Valve.

"Esta é uma grande atualização, Kernel 4.1, drivers de vídeos para placas gráficas NVIDIA e AMD atualizadas. houveram várias correções.", observou o desenvolvedor no oficial anúncio.

Os requisitos mínimos para rodar o SteamOS são:
Processador:
- Processador Intel ou AMD 64-bit

Memória:
- 4 GB ou mais de RAM

Disco rígido:
- Disco de 500 GB ou mais (porém a imagem atual requer um disco de 1TB)

Placa de vídeo:

- Placa de vídeo NVIDIA
- Placa de vídeo AMD (RADEON 8500 ou posterior)
- Placa de vídeo Intel

Adicional:
- Suporte a boot UEFI
- Porta USB para instalação

Você pode fazer o download da última versão do SteamOS na página oficial da Valve. Existem dois modos de instalação para o SteamOS, ambos acabam apagando todos os dados do disco rígido, de forma que aparentemente (pelo menos por enquanto) não é possível fazer um dualboot.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




domingo, 8 de novembro de 2015

Conheça o fantástico comercial da Zotac para a sua Steam Machine

A Zotac resolveu mostrar a que veio com a sua Steam Machine e publicou um vídeo em seu canal no YouTube para mostrar o novo produto.

Steam Machine Zotac

Compacta e potente, esta é a Steam Machine da Zotac


Com a proximidade do final de 2015 vemos chegar ao mercado, pelo menos o exterior, as primeiras Steam Machines, e como é de interesse de muitos que a plataforma emplaque, principalmente a Valve, é claro, alguns de seus parceiros já começaram a investir em publicidade.

Uma das primeiras empresas a elaborar um comercial caprichado foi a Zotac, confira:


Confira as especificações da máquina:

Steam Machine Zotac


Estes são os acessórios que acompanham a Steam Machine da Zotac:

Steam Machine Zotac

Você pode ter mais informações sobre esta Steam Machine no site da Zotac.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




terça-feira, 3 de novembro de 2015

Batman: Arkham Knight para Linux adiado para a primavera de 2016

Batman: Arkham Knight foi anunciado para SteamOS e Linux algum tempo atras (sim, SteamOS é um Linux), e como muitos já esperavam, o jogo vai atrasar novamente.

Batman-Arkham-Knight-esperado-para-Linux

Batman: Arkham Knight para Linux adiado para a primavera de 2016

Esse é um jogo que vem sido esperado pelos Linux gamers já há um bom tempo através do Steam, porém a Farel precisa de mais tempo para portá-lo para o sistema operacional por se tratar de uma base de código diferente para terem que trabalhar.

A afirma que que não há como culpar Farel pelo atraso (desde que não tem uma mão na versão PC). A única coisa que alegam é que esse atraso deveria ter sido avisado antecipadamente.

Isso é devido a tempo extra de desenvolvimento necessário para garantir bom desempenho e amplo suporte para OS X, Linux e SteamOS. Gostaríamos de agradecer a todos pela pré-compra do jogo pelo seu suporte, e também pela sua paciência enquanto trabalhamos para entregar a melhor experiencia possível.

Vamos torcer para que o jogo rode bem no Linux assim que for lançado.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Teste coloca a prova drivers open source com jogos no Linux

O site Phoronix apresentou recentemente comparações de placas de vídeo da Nvidia a da MAD no SteamOS. Uma série de placas de vídeo foram testadas, e com isso, acaba acarretando os drivers open source. Confiram aqui qual foi a conclusão.

Drivers-de-vídeo-open-source-oferecem-baixa-experiencia-para-gamers-Linux

Teste coloca a prova drivers open source com jogos no Linux


Talvez alguns não concordem, mas a Nvidia apresentou os melhores resultados nos testes realizados quando o assunto é driver OpenGL de código fechado no SteamOS. No entanto, quando entra no quesito "desempenho em drivers open source" para o Steam no Linux, nenhum deles obtiveram vencedores.

Um novo artigo foi publicado, cujo o nome é  "Os drivers Open-Source para placas de vídeo são bons o suficiente para Steam no Linux?" que responde essa pergunta com "heck no" pelo próprio autor.

Aqui no Diolinux tambem existem artigos sobre AMDGPU. Acompanhem o artigo:
AMD começa a trabalhar no Vulkan para o driver AMDGPU para Linux

Enquanto a AMD é geralmente considerada ter o melhor suporte driver open-source, suas novas placas de vídeo ainda não conseguem obter boa frequência de clock devido a sua carência a suporte de gerenciamento de energia, carência ao suporte ao OpenGL 4.x  e dentre outros recursos que foram anotados quando o assunto é driver open source em placas de vídeo modernas.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.