Mandriva - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mandriva

sexta-feira, 15 de junho de 2012

/ por Dionatan Simioni

O Mandriva Linux, distribuição conhecida pela acessibilidade e grande quantidade de recursos, chega à sua nova versão. Assim como nas anteriores, também visa priorizar todos os tipos de usuários, oferecendo ferramentas para os diversos tipos de tarefas existentes no sistema.
Sendo o resultado da fusão das distribuições Conectiva e Mandrake, o Mandriva é atualmente um dos principais sistemas Linux existentes no mercado, amplamente utilizado por usuários de todo o mundo. Sua nova versão teve o sistema de inicialização aprimorado e já trabalha com pacotes RPM5, a nova versão do formato RPM.

Foco no usuário

Os desenvolvedores tomaram um caminho bem interessante para o usuário: o foco na experiência final. Seguindo uma tendência das distribuições mais populares, como Ubuntu e Fedora, o Mandriva está ainda mais simples de ser usado, porém, sem deixar de lado sua enorme capacidade e segurança.
Na versão Hidrogênio, o sistema conta apenas com programas de código aberto para que você tenha ainda mais possibilidades na experiência com um sistema operacional Linux. A interface recebeu novos recursos para se tornar mais visual e intuitiva, contando com uma barra de tarefas no estilo dock e um menu de pastas estilo pilha.
Mandriva 2011

Simples e desenvolvido

O ambiente gráfico escolhido para o Mandriva 2011 Hidrogênio foi o KDE e, sendo assim, não há nenhum pacote para outros ambientes, como Gnome e Xfce. O KDE Display Manager (KDM), gerenciador de login do sistema, está melhor, com ícones maiores, o que facilita a identificação das contas cadastradas no Mandriva.
Para gerenciar seus arquivos, você conta com o Dolphin, que está ainda mais simples sem uma barra de menu. Seguindo a tendência de aplicativos leves, porém potentes, o Mandriva 2011 conta com outros dois novos: Clementine para reprodução de áudio (em substituição ao Amarok) e Shotwell para gerenciamento de imagens. Para editar vídeos, o programa padrão é o PiTiVi.

Desktop inteligente

A Área de trabalho do Mandriva foi aprimorada. O componente Nepomuk, que gerencia informação, recebeu uma leve melhora em sua parte final. Outros aplicativos também estão presentes, como o TimeFrame, que exibe uma linha do tempo na qual você encontra os documentos existentes em seu computador.
Mandriva 2011

Gestor de pacotes

Outra novidade é um novo gestor de pacotes que pode ser instalado a partir do repositório, pois se encontra em fase experimental. Segundo os desenvolvedores, ele está sob um “pesado desenvolvimento” e seu objetivo é ser uma opção moderna e graficamente atrativa para o gerenciamento de pacotes.

Lista padrão de aplicativos

O Mandriva conta com o seguintes aplicativos como padrão:
• KDE 4.6.5
• LibreOffice
• Mozilla Firefox
• Mozilla Thunderbird
• Clementine
• PiTiVi
• MandrivaSync
• Shotwell
• Choqok (cliente KDE para Twitter e Identi.ca)
• Kernel 2.6.38.7

Licença comercial

Para os usuários que necessitam de recursos adicionais no sistema, como ferramentas e codecs comerciais, a licença comercial do Mandriva é uma ótima opção. Também conhecida por Mandriva Linux PowerPack, conta com diversas aplicações não presentes nas versões livres desta distrbuição.

Driversos drivers proprietários para dispositivos de sistema estão disponíveis nesta versão, como suporte às placas de vídeo AMD. Codecs multimídia também estão presentes no Powerpack, exercendo tarefas como reprodução de DVDs em alta qualidade.


O Mandriva Powerpack também oferece um ótimo suporte para jogos Windows por meio da versão completa do emulador Cedega. Títulos como World of Warcraft, Battlefield 2142 e Civilization IV são exemplos do que pode ser suportados por este aplicativo. Para obter todos estes recursos adicionais, é preciso adqurir uma licença pelo valor de R$ 120. Mais informações podem ser conferidas neste link.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo