Hackschooling: A liderdade de hackear a sua educação - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo.

Responsive Ad Slot

Hackschooling: A liderdade de hackear a sua educação

Quando um adolescente abandona os modelos padrões de ensino para se dedicar à algo diferente a sociedade desaprova, mas pode dar certo afinal.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

/ por Dionatan Simioni
Logan LaPlante é um adolescente de 13 anos que largou a forma tradicional de ensino para se dedicar a algo que ele mesmo chama de "hackschooling", apoiado por seus pais ele molda a sua edução de uma maneira totalmente diferente dos padrões sociais atuais.

Logan LaPlante com seus pais
Logan LaPlante com seus pais
Foto: Reprodução

O que a fuga de uma educação tradicional pode fazer com uma criança?


Estava à tempos para escrever este artigo, achei o tema interessante demais para eu não deixar os "meus dois palitos" sobre o assunto, e acho que para você entender do que se trata eu devo explicar um pouco sobre Logan e também a sua "família de loucos".

Um pouco de hacktivismo não faz mal a ninguém 


Antes de eu argumentar alguma coisa e colocar o meu ponto de vista sobre o assunto acho indispensável que você assista o vídeo da palestra TEDx que Logan realizou, não se preocupe, o vídeo está legendado.


Isso se aplica a qualquer um?


Seria muito interessante ver este tipo de aplicação em ação com crianças e adolescentes brasileiras, porém, infelizmente acredito que este tipo de ensino somente se aplica a casos específicos, crianças que tem um certo nível de cultura vindo dos próprios pais, é necessário ter uma base forte para poder passar a estudar no mesmo método que Logan aplica.

Com toda a certeza este tipo de acontecido levanta mais uma vez a questão sobre a educação, se a maneira de educar no Brasil (e boa parte do mundo) está correta, será que manter este mesmo método ensinando as mesmas coisas por vezes da mesma forma, funciona?

Olhe a cultura do país hoje e responda a si mesmo; infelizmente não podemos aplicar plenamente o "Hackschooling" com qualquer criança, mas isso não quer dizer que não podemos usar algumas partes deste método para agregar ao que já temos.

Fazer o seu próprio método de estudo é possível


É bem possível que você que esteja lendo este texto goste e até mesmo use Linux, já parou para pensar que o fato de você sair da zona de conforto e da mesmice que a maioria dos usuários de computar fica ( sem julgar se isso é bom ou ruim), você provavelmente foi lá e buscou o conhecimento para usar essa nova ferramenta e acabou descobrindo que não era tão complicado assim.

O maior problema de se utilizar uma maneira alternativa de ensino é que essas coisas não geram diplomas, você não poderá ter um ensino diferente e trabalhar em um emprego comum, mas quem sabe não seja exatamente isso que você queira não é verdade?

Qual a sua opinião sobre isso? O "hackschooling" funcionaria no Brasil? Funcionaria com você? 
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo