Unity Web Player no Linux - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Unity Web Player no Linux

Unity Web Player rodara em qualquer sistema operacional através do WebGL

quarta-feira, 15 de abril de 2015

/ por Dionatan Simioni
Com a tecnologia evoluindo não teremos preocupações com plugins nos navegadores, como o popular Unity, veja algumas demonstrações dele rodando no Linux nativamente.

Unity Web Player no Linux

Unity Web Player rodará nativamente no Linux sem plugins adicionais


Uma boa notícia para quem vive jogando na internet , o plugin Unity Web Player, muito popular em jogos online, está sendo adaptado para rodar em navegadores sem a necessidade da instalação de plugins.

Unity com WebGL

Graças ao trabalho e engajamento com a Mozilla, fundação que desenvolve o browser Firefox, o Unity com o seu quinto lançamento neste ano passará a funcionar diretamente pelo browser através do WebGL.

WebGL (Web Graphics Library) é uma API em JavaScript que oferece suporte para renderização de gráficos 2D e 3D e consegue rodar uma aplicação web sem necessitar da instação de plugins complementares, foi lançada em fevereiro de 2011 e e administrada pelo Khronos Group.
Essa junção vai permitir que esse tipo de aplicação rode em qualquer browser (não necessariamente o Firefox) que tiver suporte a tecnologia WebGL, ou seja, praticamente qualquer browser moderno.

Beneficiando o Linux


Até o momento não existia uma solução nativa para a execução do Unity Web Player no Linux, o mesmo havia sido contornado utilizando o Plugin Pipelight para rodar boa parte das aplicações, você pode ver a matéria onde ensinamos a instalar o Pipelight no Ubuntu clicando aqui.

O Pipelight é baseado no Wine e se mostrou eficaz na maioria dos casos, mesmo assim, em alguns jogos e aplicações específicas ele continua sendo falho.

Demonstrações


Para mostrar os potenciais da tecnologia foram preparadas algumas demonstrações com jogos, reparem na qualidade gráfica que eles apresentam mesmo rodando através de um simples browser:



Você também pode testar e ver com os seus próprios olhos estas demonstrações, neste link você encontra maiores detalhes sobre o desenvolvimento do projeto e também os links para as versões DEMO de cada uma deles.

As demonstrações funcionam apenas no Firefox por enquanto:

- Dead Trigger

- Angry Bots

Esta é mais uma possibilidade que se abre, vários estúdios de games estão começando a olhar com bons olhos para o Linux.

Muitas estão portando as suas Engines para sistemas open source e de sotfware livre, caso da Unreal por exemplo, que poderá ser usada para a criação de games para Linux no Linux em breve.

A atual Unity Engine já tem suporte à exportação de games para Linux, porém, a Engine em si ainda não funciona "no Pinguim", mas ao que tudo indica, não por muito tempo.

Opções de Engine para Linux


Um dos maiores destaques da Unity Engine é a sua facilidade de uso, uma comunidade ativa e com muitos tutoriais pela internet, como dissemos, para Linux ela ainda não está disponível, porém, ela não é a única opção, apesar de ser uma bem famosa.

A Godot Engine tem uma capacidade bem semelhante ao Unity e possui uma versão nativa para Linux, temos também a LeadWearks, que está até mesmo na Steam e na Central de Programas do Ubuntu.

Se você curtiu este banho de informação e quer receber atualizações como estas todo o dia no seu e-mail, inscreva-se para receber a nossa newsletter, algumas promoções exclusivas são enviadas por ela também. :)

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo