Novo Trojan para Android te acusa de ver pornografia - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo.

Responsive Ad Slot

Novo Trojan para Android te acusa de ver pornografia

Novo ransonware que ataca o Android acusa usuário de pedofilia e "sequestra" o aparelho da vítima.

terça-feira, 26 de maio de 2015

/ por Dionatan Simioni
Um novo trojan para Android tem causado um pouco de confusão entre os usuários do "robozinho", segundo a Bitdefender, mais de 15 mil e-mails contendo a praga já fora detectados.

Android com Vírus

Vírus para Android da falso alerta do FBI sobre pornografia


Um novo trojan com características de Ransonware está atacando alguns aparelhos Android impedindo que os usuários acessem o seus dados no Smartphone, liberando o acesso somente através de pagamento, o valor varia de 500 a 1500 dólares.

Vírus para Android
Imagem: Bitdefender

Tudo começa com a instalação de um aplicação que viria em forma de uma falsa atualização do Adobe Flash Player, o download instala um aplicativo de player aparentemente inocente, quando o usuário for utilizá-lo receberá uma mensagem de erro sem sentido, ao pressionar OK para encerrar a aplicação uma notificação do FBI aparecerá na tela, como esta que você vê na imagem acima.

A mensagem acusa o usuário de acessar conteúdo pornográfico Pornografia e mostra até um suposto histórico do qual eles tem posse que comprovaria os acessos e uso de conteúdo com este teor, ainda argumentando que eles possuem dados e fotos do atacado, desta forma informando que o usuário apenas voltará a ter acesso ao seu  Smartphone e dados se pagar a quantia("multa") estipulada, que como dissemos, poderia variar de 500 a 1500 dólares, caso contrário o usuário sofreria penas legais por suas ações.

A Bitdefender detectou mais de 15.000 e-mails de spam, incluindo arquivos zipados, provenientes de servidores localizados na Ucrânia com esta praga virtual.

A empresa de segurança comentou que caso um usuário seja infectado com este trojan não haverá muito o que fazer a não ser resetar o aparelho através de um "hard reset" ou caso o modo de desenvolvedor esteja ativo usando a SDK do Android pode ser possível remover o aplicativo.

Até o momento a Google não se manifestou sobre o caso.

Fonte--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo