50 milhões são economizados no Banco do Brasil por conta do Software Livre - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

50 milhões são economizados no Banco do Brasil por conta do Software Livre

Conheça o Case do sucesso do Banco do Brasil com o uso do Software Livre

quarta-feira, 22 de julho de 2015

/ por Dionatan Simioni
Software Livre pode ser sinônimo de muitas coisas, tecnologia, comunidade, estudo, acessibilidade, confiabilidade, hackers que não tomam banho, entre outras coisas, mas certamente uma de suas boas características está a economia proporcionada, o Banco do Brasil sabe muito bem disso!

Banco do Brasil usa GNU/Linux

Banco do Brasil adota o Software Livre e economiza milhões


É sempre bom mostrar cases de sucesso quando se fala em software livre, na última edição do FISL ficamos sabendo desta mudança importante que aconteceu no Banco do Brasil e que é um verdadeiro exemplo para incentivar mais pessoas a fazer o mesmo em suas empresas e instituições.

Segundo as informações passadas no evento a migração para o Software Livre foi feita com muita calma e paciência e já dura mais de dez anos, desta forma foi muitíssimo tranquila, pelos informações passadas o processo começou ainda no início dos anos 2000 começando com servidores de Proxy baseados em Linux.

“Começamos de maneira tímida para vencer a desconfiança com a tecnologia que estava sendo apresentada. Tínhamos convicção da importância em utilizar software livre e iniciamos a mudança de cultura. O Banco do Brasil é o maior case de transformação. Hoje, temos números relevantes desta mudança”, explica Sena.
A instituição financeira conta com 130 mil estações BROffice.org,110 mil estações GNU/Linux, 44 mil terminais de autoatendimento com GNU/Linux, 7200 servidores com GNU/Linux. “Trabalhamos com Mainframe, arquitetura x86, spark. Dentro dele, tem participações Zlinux e o nosso sistema operacional majoritariamente é Suse. Temos Firefox em mais de 100 mil terminais, sendo um browser estável. Sem falar na infinidade de scripts para passar a camada do servidor para estação. Há processamento distribuído (HTML5, javascript, entre outros)”, conta Dini Agostinho, um dos membros do painel do Banco do Brasil do FISL.

Outros números expressivos da atuação do software livre no Banco do Brasil foram apresentados como o aumento de 2000% de documentos padrão ODF, mais de 80 mil documentos escritos de forma colaborativa, 300 tipos de softwares livre em uso e 15 prêmios de TI em software livre.

Banco do Brasil e o Software Livre


Uma das coisas que eu sempre comentei sobre a essa questão de migração para soluções abertas é que ela não pode ser feita de maneira muito drástica pois isso acaba frustrando os utilizadores, ela deve ser feita de forma gradual, migrando os formatos dos documentos,  a maneira de trabalhar. 

Um projeto do tamanho da estrutura do Banco do Brasil que tem mais de 200 anos de existência e é a maior instituição financeira da América Latina levou vários anos para uma adaptação plena, se você tem uma empresa de pequeno porte, tenho certeza que em 2 ou 3 anos tudo estará nos conformes.

Ainda da FISL o painel sobre o Banco do Brasil comentou que neste meio tempo o banco economizou mais de 50 milhões de reais e licenças proprietárias.

E aí, será que valeu a pena? Temos certeza que sim.

Até a próxima!


_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo