Jonathan Riddell se afasta do projeto Kubuntu e distribuição fica sem líder - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Jonathan Riddell se afasta do projeto Kubuntu e distribuição fica sem líder

O líder do projeto Kubuntu, agora ex-líder, Jonathan Riddell abandonou o projeto depois do lançamento da versão 15.10 da distribuição.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

/ por Dionatan Simioni
O líder do projeto Kubuntu, agora ex-líder, Jonathan Riddell abandonou o projeto depois do lançamento da versão 15.10 da distribuição.

Kubuntu perde seu líder

Kubuntu perde seu líder


O projeto Kubuntu sofreu um grande desfalque depois do lançamento da versão 15.10 Wily Werewolf. O desenvolvedor líder do projeto, Jonathan Riddell, renunciou seu cargo após o lançamento.

O motivo do ocorrido é a má relação dele com a Canonical, empresa por trás do Ubuntu, que é o sistema que dá base ao Kubuntu, como o nome sugere, a diferença básica entre ambos é o ambiente gráfico e as aplicações que os acompanham, o Ubuntu tradicional usa o Unity e o Kubuntu usa o KDE.

Riddell revelou que vai continuar trabalhando em projetos open source, só que desta vez, mais próximo do projeto KDE, ele é um funcionário empregado da empresa Blue Systems, a mesma que patrocina o próprio projeto Kubuntu, o Netrunner OS e o Linux Mint KDE.

O Kubuntu pode acabar?


Este era um receio que muitos usuários tinham pois no lançamento dos alphas e betas do sistema era possível encontrar uma informação preocupante dentre as notas de lançamento que dizia que "o futuro era incerto", afirmando que a equipe estava focando-se no lançamento da versão 15.10 e depois disso ninguém sabia ao certo se o projeto continuaria.

Não há, efetivamente, um motivo claro para o projeto Kubuntu acabar, o mais provável é que um novo líder assuma o carga e eles passem a trabalhar no Kubuntu 16.04 que será uma nova LTS do sistema e que deverá sair em Abril de 2016.

Algumas pessoas argumentaram que "enquanto houver KDE e Ubuntu haverá o Kubuntu", eu gostaria de dizer que não é, infelizmente, algo tão simples, uma distribuição requer mais atenção do que simplesmente instalar uma interface, há todo um ecossistema por traz do Kubuntu, fórums, comunidade, projetos, etc. Ter um Ubuntu com KDE é diferente de ter um Kubuntu, mas mesmo assim, acho que podemos ser otimistas.

Confira o vídeo de lançamento do Kubuntu 15.10



_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo