Driver proprietários da AMD não terão suporte pleno no Ubuntu 16.04 LTS e em outras distros - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Driver proprietários da AMD não terão suporte pleno no Ubuntu 16.04 LTS e em outras distros

Bola fora da AMD (ao que parece), vou explicar o caso no decorrer do artigo, mas de maneira simples, se você tem placa AMD e usa o computador para jogar ou para alguma outra tarefa gráfica mais pesada você pode ter uma queda de rendimento na "nova safra" de distribuições Linux.

segunda-feira, 14 de março de 2016

/ por Dionatan Simioni
Bola fora da AMD (ao que parece), vou explicar o caso no decorrer do artigo, mas de maneira simples, se você tem placa AMD e usa o computador para jogar ou para alguma outra tarefa gráfica mais pesada você pode ter uma queda de rendimento na "nova safra" de distribuições Linux.

AMD drivers Ubuntu




O Ubuntu 16.04 LTS está prestes a sair, temos pouco mais de um mês até o seu lançamento final, ele virá provavelmente com alguma variante do Kernel Linux 4.5, o que é algo muito bom, novos hardwares sendo reconhecidos, melhor desempenho, tudo de bom... menos para quem usa AMD.

O problema em questão não afeta somente o Ubuntu, mas qualquer distro que use a versão atualizada do servidor gráfico X, a versão 1.18 mais especificamente. O problema é que a AMD não compatibilizou os seus drivers para esta versão, o Catalyst/fglrx suporta apenas o Xorg 1.17.

Isso fará com que o Ubuntu 16.04 LTS não tenha suporte ao driver proprietário da AMD, assim como qualquer outra distro que use a mesma versão do Xorg, e ao que parece isto está longe de ser resolvido.

AMD no meio do caminho...


Felizmente os usuários AMD não estão completamente desamparados (isto é, poderia ser pior) pois felizmente ainda temos o drivers abertos, como o AMDGPU que promete ser a solução de todos os problemas, mas que até o momento não solucionou muitos deles.

A AMD está em um processo de mudança, pelo que eu sei eles pretendiam abandonar o Catalyst há um bom tempo já, por isso no nascimento Crimson para ser a interface de controle dos novos drivers e no que tange ao Linux, colocar tudo com o melhor suporte possível já diretamente no Kernel, mas enquanto isso...

Eu acho (EU) louvável a ação da AMD de trabalhar diretamente com os desenvolvedores do driver de código aberto, de ter dado o Mantle como base do projeto Vulkan e essa ideia de querer colocar tudo "out of the box" diretamente no Kernel é algo muito interessante... mas como é que a empresa deixa milhares de usuários sem um suporte descente na "próxima geração" de distros?

Quem usa o Ubuntu 15.10 por exemplo e for atualizar para o 16.04 quando ele sair terá uma modificação um tanto quanto drástica no sistema. Se você usa o driver proprietário da AMD ao fazer a atualização o sistema instalará o driver open source correspondente, este por sua vez costuma ser mais estável (pelo menos em minha experiência), entretanto, claramente ele tem um suporte ainda precário quando falamos de aceleração 2D/3D e controle de energia, coisa que o driver proprietário hoje em dia provê através do Catalyst.

E no futuro?


Basicamente as informações nos sugerem que o driver proprietário da AMD não estará pronto a tempo para o Ubuntu 16.04 e outras distros que tenham seus lançamentos neste época, desta forma, o Ubuntu não terá mais em seu gerenciador de drivers a possibilidade de você baixar e instalar os drivers proprietários da AMD e tampouco será possível baixar os drivers do site da AMD, pois o problema é incompatibilidade com o Xorg, de modo que ficaremos sem o suporte da AMD por alguns meses provavelmente, em qualquer distro Linux que use a versão especifica do Xorg (1.18) que não tem suporte por parte da empresa.

Isso não quer dizer, entretanto, que os drivers da AMD não chegarão no futuro para melhorar o desempenho das máquinas, é algo até natural uma vez que eles estão até integrando os drivers ao Vulkan. 

Resumindo a história, compreensível é, mas não deixa de ser uma "puta" mancada, uma vez que a Nvidia anunciou hoje mesmo seus novos drivers com suporte para o Xorg 1.18.

E você pode querer saber o que nós podemos fazer agora? Bom, além de esperar, pura e simplesmente, e sentados de preferência, pra não cansar muito, podemos encher o saco da AMD para que eles tomem uma posição em prol do usuário quanto a isso o mais rápido possível.

Fontes: aqui, aqui , aqui e aqui.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo