Alex e suas experiências no mundo Linux - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Alex e suas experiências no mundo Linux

Uma vez mais vamos abrir espaço para os nossos leitores contarem suas histórias e experiências sobre o mundo Linux. O texto de hoje foi escrito pelo nosso leitor Alex Morgado, será que você se identifica?

domingo, 29 de maio de 2016

/ por Dionatan Simioni
Uma vez mais vamos abrir espaço para os nossos leitores contarem suas histórias e experiências sobre o mundo Linux. O texto de hoje foi escrito pelo nosso leitor Alex Morgado, será que você se identifica?

Tem um pinguim na minha vida




Gostaria de agradecer ao Alex pela sua participação e dizer que se você também tiver uma história bacana para contar, sinta-se à vontade para mandar um e-mail pra gente. O texto abaixo é de autoria do nosso leitor e não representa necessariamente a nossa opinião sobre os assuntos abordados, aproveite!

"Meu nome é Alex Morgado, moro no Paraná e venho compartilhar minhas experiências no mundo Linux.


Tudo começou quando eu comprei meu primeiro notebook aos 19 anos, o sistema operacional instalado era o Windows e eu estava entrando no mundo da programação. Percebi que o Windows, de certo modo, me impedia de programar mais, eu precisava viver mais nas linhas de comando, esse foi um dos pontos negativos que percebi no Windows, ele facilitava muito com a interface gráfica, me deixando acomodado, resolvi então, pesquisar sobre as distribuições Linux. 

Como programador, eu costumo sempre tirar minhas próprias dúvidas fazendo algo do que perguntando para alguém que já usou, pois cada pessoa se adapta de uma certa forma. Eu até pesquisei no Google sobre pessoas que preferem o Windows ou Linux, pra dizer bem a verdade, ficaram empatados dentro da minha concepção na época, mas hoje eu tenho minhas próprias conclusões disso tudo!

Meu primeiro passo foi pesquisar as distribuições, através dessas pesquisas decidi fazer o download do Fedora, Debian e também do Ubuntu. 

Instalei elas dentro de uma máquina virtual e comecei a testar. O primeiro que testei foi o Debian, apanhei muito com ele pela falta de conhecimento na época, ele veio totalmente vazio, eu ainda estava me adaptando com o terminal, achei totalmente diferente, mas mesmo assim foi uma experiência muito boa, tanto é que hoje eu uso essa distribuição para fazer algumas coisas. 

Em seguida instalei o Fedora, uma interface gráfica muito leve, gostei muito, antes mesmo de experimentar o Ubuntu eu já estava decidindo em ficar com Fedora, porém, com calma resolvi testar por algumas semanas o Ubuntu, a instalação foi um pouco mais tranquila, sem muita configuração, comecei a perceber que já era um versão mais para usuários que não querem perder tempo com configurações mais robustas e com proposito único, depois que instalei, na hora de pesquisar minhas IDE´s, eu me surpreendi com a rapidez de achar os programas para ele e foi ai que decidi fazer o dual boot com o Ubuntu, pois eu ainda precisava do Windows para mexer com o Photoshop e Corel Draw.

Estou há três anos usando o Ubuntu. As pessoas me perguntam qual é a melhor distribuição muitas vezes, e eu digo que "são todas", tudo depende de como você irá utilizar, bastando apenas usar e treinar para se adaptar e nunca dar muita importância para informações do Google à respeito disso, pois as pessoas que não se acostumam, são pessoas acomodadas, que querem tudo no “Next” da instalação."

Nota blog


Gostaria mais uma vez de agradecer ao nosso leitor por compartilhar a sua experiência e te incentivar a fazer o mesmo, entre em contato e conte a sua história! Agora chegou a sua vez de comentar o assunto; a história do Alex é parecida com a sua? Qual a sua opinião sobre o depoimento dele? Deixe os seus pensamentos aqui nos comentários.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo