Mark Shuttleworth diz: "Ubuntu não terá Backdoors" - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mark Shuttleworth diz: "Ubuntu não terá Backdoors"

Faz poucos dias que o Ubuntu 16.04 LTS saiu e tem muita gente já esperando o 16.10, versão que sai apenas em Outubro e que deve trazer uma série de novidades para o sistema. O fundador da Canonical comentou sobre a segurança no futuro do Ubuntu e também sobre o servidor gráfico Mir.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

/ por Dionatan Simioni
Faz poucos dias que o Ubuntu 16.04 LTS saiu e tem muita gente já esperando o 16.10, versão que sai apenas em Outubro e que deve trazer uma série de novidades para o sistema. O fundador da Canonical comentou sobre a segurança no futuro do Ubuntu e também sobre o servidor gráfico Mir.

Mark Shuttleworth fala sobe o Mir e criptografia




Mark Shuttleworth, criador do Ubuntu e da Canonical, deu uma entrevista ao site eWeek onde comentou sobre as novidades que deverão chegar juntamente com o Ubuntu 16.10, a versão de Outubro deste ano, e também sobre o futuro da plataforma em si. Nós já sabemos que o Ubuntu 16.10 Yakkety Yak não irá trazer o Unity 8 como a interface padrão, e também não será o Mir o servidor gráfico padrão, ainda que ambos estejam disponíveis diretamente da tela de login.

Mark disse que não pode afirmar com exatidão quanto o Mir será colocado como o servidor gráfico principal do Ubuntu, mas comentou sobre isso usando uma frase que parece fazer muito sentido: "O Mir será o padrão quando o usuário não notar que ele está lá".

Isso quer dizer que o Mir será padrão quando ele funcionar tão bem ou melhor que o X, servidor gráfico atual, onde o usuário simplesmente não vai precisar configurar nada ou fazer ajustes para usá-lo, algo que ainda está acontecendo hoje em dia. O grande diferencial do Mir é que ele é híbrido, o mesmo software pode ser usado dentro de Smartphones, Tablets, computadores, TVs e onde mais for necessário uma tela com interface para o Ubuntu, uma vez que o Unity 8 é convergente, é responsivo, essa é uma dupla que se complementa.

Outro ponto interessante comentado na entrevista é que Shuttleworth afirma que o Ubuntu tem trabalhado fortemente para melhorar a criptografia do sistema: "A ideia por trás da criptografia não é esconder o que fazemos e sim, poder escolher o que compartilhamos".

Ele afirmou que o Ubuntu nunca terá nenhum Backdoor no sistema, especialmente  com chegada dos pacotes Snap, que em conjunto com o servidor gráfico Mir tornam as aplicações mais seguras.

Aparentemente ele não está com pressa de terminar o projeto Mir/Unity8, ele está mais preocupado com funcionalidade e eficácia, que é algo que todos esperamos, a maior questão ainda é, será que o que o fundador da Canonical falou será seguido à risca nos próximos anos?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo