Qual a diferença entre os principais cursos superiores de T.I.? Veja qual é o adequado para você - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo.

Responsive Ad Slot

Qual a diferença entre os principais cursos superiores de T.I.? Veja qual é o adequado para você

Todas as pessoas que estão finalizando o ensino médio e procurando um curso superior (ou não) para futuramente trabalhar na área de tecnologia costumam ficar com dúvidas sobre qual curso escolher e que tipo de formação procurar, vamos esclarecer aqui as suas dúvidas e mostrar as diferenças entre cada um dos principais cursos relacionados a T.I. que são comumente oferecidos no Brasil. Sabendo quais os principais assuntos abordados neles, você poderá tomar uma decisão consciente sobre o assunto e definir se é "isso" mesmo que você quer fazer.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

/ por Dionatan Simioni
Todas as pessoas que estão finalizando o ensino médio e procurando um curso superior (ou não) para futuramente trabalhar na área de tecnologia costumam ficar com dúvidas sobre qual curso escolher e que tipo de formação procurar, vamos esclarecer aqui as suas dúvidas e mostrar as diferenças entre cada um dos principais cursos relacionados a T.I. que são comumente oferecidos no Brasil.

Sabendo quais os principais assuntos abordados neles, você poderá tomar uma decisão consciente sobre o assunto e definir se é "isso" mesmo que você quer fazer.

As diferenças entre os cursos de T.I.




Existem várias formas de você iniciar a sua carreira acadêmica no segmento de T.I, existem várias especialidades diferentes que você pode procurar para melhorar os seus conhecimentos. Vamos listar os principais aqui e mostrar o que cada um deles costuma estudar.

Tecnologia em Sistemas para Internet


Duração do Curso: de 2 a 3 anos. 
Tipo: Tecnólogo.

Um estudante desta área será capacitado para desenvolver e fazer manutenção em sites empresariais de todos os portes. Este curso costuma ter um tempo de duração um pouco menor que as outras opções comuns, isso pode ser bom, afinal você terá saído do curso mais cedo, podendo concorrer à vaga desejada no mercado de trabalho.

O curso de "Sistemas para a Internet" se aproxima muito do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, mas tem como principal diferença a atuação profissional, que focará as atividades no ambiente da Internet e não na programação de software. Entre as funções que o aluno aprenderá a desempenhar, estão o desenvolvimento de sistemas, de páginas da web, de interface de sites, o esquema de cores, tratamento de imagens, criação de banners, posicionamento de links, programação em HTML 5, marketing digital, entre outros. 

Análise e Desenvolvimento de Sistemas


Duração média do curso: de 2 a 3 anos.
Tipo: Tecnólogo.

Quem optar por "ADS", um curso muito comum nos últimos tempos e almejado por várias pessoas, encontrará um ramo onde o profissional será responsável pela análise, projeto e implementação de sistemas e softwares, normalmente voltados para serviços e produtividade.

Quem estuda "ADS" também costuma aprender algumas linguagens de programação. Muita gente procura este curso por conta dos adicionais que ele pode oferecer, como gerenciamento e administração, o que pode ser muito útil caso você deseje abrir a sua própria empresa. Muitos donos de Startups fizeram este curso.

Tecnologia em Banco de Dados


Duração média do curso: de 2 a 3 anos.
Tipo: Tecnólogo.

Este é um setor interessante para se atuar também. Hoje em dia, empresas de médio e grande (algumas pequenas também) porte costumam manter uma base de dados de clientes e outras informações, ter um profissional para manter um banco saudável e perfeitamente funcional, certamente é algo essencial.

Um profissional desta área poderá trabalhar com dados de clientes, estoques, matéria-prima, pagamentos e até mesmo relatórios de produtividade. O conhecimento adquirido neste curso pode ser aplicado também para criar um banco de dados completamente novo para uma empresa, ou dar manutenção em um existente, calculando a expansão necessária do ambiente empresarial para garantir que o volume de dados crescente seja organizado sem problemas.

Redes de computadores


Duração média do curso: de 2 a 3 anos.
Tipo: Tecnólogo.

O curso de "Redes", como é chamado por muitos, também é uma opção famosa.

Muita gente diz que este é um dos cursos mais complicados da área de T.I.; quem trabalha com "Redes de computadores" é responsável pela criação de redes de internet, dimensionamento de equipamento, manutenção, gerenciamento, segurança e infra-estrutura de redes internas, externas, locais ou de longas distâncias de uma empresa.

Este profissional costuma ser responsável por garantir a qualidade e funcionamento de uma rede de uma empresa, saber de Linux é especialmente útil neste curso.

Segurança da Informação


Duração média do curso: de 2 a 3 anos.
Tipo: Tecnólogo.

Um profissional desta área irá trabalhar diretamente com a segurança das empresas onde atuar. O curso trabalha com assuntos como: Análise de riscos, projetos e implementações de redes seguras, proteção de sistemas e redes contra ataques de crackers, objetivando questões como encontrar as vulnerabilidades que um sistema eventualmente possua, recuperação de informações perdidas e fazer a gestão das informações disponíveis em rede de acordo com a política da empresa onde estiver empregado.

Engenharia da Computação


Duração média do curso: 5 anos.
Tipo: Bacharel.

Este é um dos cursos mais tradicionais da área de T.I., e um dos mais longos também, então, se esta for a sua vocação, prepare-se, pois serão muitas horas de aula.

Todas as engenharias tendem a ter em suas grandes assuntos complexos de serem estudados, existirão várias horas de aula dedicadas à matemática, física e engenharia básica. A grade curricular é extensa e vai passar por várias áreas diferentes, incluindo desenvolvimento e manutenção de softwares, processos, automação, montagem e configuração de hardware, componentes de hardware, robótica e até a integração de todos estes elementos.

Hardware é um dos assuntos principais, mas mesmo assim haverão nuances de outras áreas como, engenharia de softwares, redes de computadores e banco de dados.

Um engenheiro pode ser responsável por desenvolvimento de novos hardwares e implementações de ferramentas envolvendo manutenção de computadores e sistemas físicos dentro de uma empresa. Ao mesmo tempo, um profissional deste calibre pode também almejar vagas em outras áreas que não vão envolver hardware diretamente, como elétrica/eletrônica e telecomunicação, entre outras, trabalhando com os componentes de forma indireta.

Sistemas de informação


Duração média do curso: 4 anos.
Tipo: Bacharel.

Este curso é conhecido por ser um apanhado de vários outros cursos, aqui um estudante de "Sistemas de informação" vai estudar informática "em geral" e aprender relacionar as várias áreas de tecnologia, de certa forma, um profissional desta área vai reunir competências de outros cursos, como "Redes de computadores", "Banco de Dados", "ADS" e "Sistemas para Internet".

Quem se graduar em "Sistemas de informação" estará apto para desenvolver, planejar e escrever novos softwares; criar, organizar, administrar e garantir a segurança em redes de computadores; desenvolver e administrar websites e ainda trabalhar na manutenção de banco de dados.

Como o conhecimento adquirido aqui é amplo, este profissional não precisa necessariamente trabalhar com hardware ou software, podendo seguir carreira como gestor de TI em empresas, gestor de projetos, trabalhar na área logística; existem muitas possibilidades.

Ciência da Computação


Duração média do curso: 4 anos.
Tipo: Bacharel.

O perfil do profissional formado é o de um cientista de computação, com base interdisciplinar e tecnologicamente generalista, mas com possibilidade de especialização em alguma área de sua escolha, o que permite grande flexibilidade de atuação em várias áreas do conhecimento que requerem o domínio de técnicas computacionais. 

Para se dar bem neste curso é interessante possuir capacidade de raciocínio lógico e abstrato, compreender e aplicar conceitos, princípios e práticas essenciais no contexto de cenários bem definidos, mostrando discernimento na seleção e aplicação de técnicas e ferramentas. Dentre outras coisas, este profissional é capaz de projetar, implementar, manter e operar ambientes computacionais para solucionar problemas nas diversas áreas de aplicação, com sólido embasamento científico-tecnológico. A continuidade da formação profissional e científica, através do ingresso em cursos de pós-graduação, é fortemente incentivada pelo embasamento teórico e pela possibilidade de participar de projetos de iniciação científica, capacitando-o para a vida acadêmica.

Áreas de atuações vastas


Informática é uma área tão imensa que é difícil até mesmo listar todas as profissões possíveis, eu por exemplo, apesar de ter me formado em hardware, acabei "enveredando" para outros lados e hoje em dia trabalho com conteúdo, como fonte de renda primária. As coisas mudam e você acaba adaptando-se.

Por isso é interessante que você saiba que existem vários ramos diferentes para se atuar, quero compartilhar algumas experiências que eu pude colher com profissionais de áreas diferentes através do DioCast, o nosso podcast no YouTube.





Espero que eu tenha conseguindo clarear algumas das dúvidas mais comuns de quem está pensando em entrar na área, e aí, qual ramo você vai seguir?

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo