Endless OS - Uma distribuição Linux voltada para educação e inclusão digital - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Endless OS - Uma distribuição Linux voltada para educação e inclusão digital

Conheça melhor o Endless OS, uma distribuição Linux com fins educacionais e de inclusão digital

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

/ por Dionatan Simioni
O Endless OS é uma distribuição Linux que está chamando muito a atenção ao redor do mundo por conta da sua proposta educacional e de inclusão digital, ele possui uma interface personalizada baseada no Gnome Shell e uma série de aplicações, agregado ao visual moderno, que a diferenciam de outras do gênero.

Endless OS e Endless Mini




A principal iniciativa da Endless Computers é com o sistema operacional Endless OS, porém, ela não limita-se a apenas ele. Existem outros produtos que compõe o perfil da empresa, como o Endless Mini, um pequeno computador que vem com o Endless OS e é vendido no Brasil, nós tivemos a oportunidade de testar um deles, confira abaixo o unboxing:

Veja também: Asus começa a vender computadores com Endless OS


Depois do unboxing, eu tenho certeza que você gostaria de ver o Endless Mini e o Endless OS em funcionamento, então antes de eu falar um pouco mais sobre o assunto e contar para você as minhas impressões do Endless OS, confira o demonstrativo de funcionamento com muitos detalhes sobre o sistema operacional e o Endless Mini também:



Gostou do conteúdo em vídeo? Então se inscreva no nossa canal, todos os dias tem vídeo novo:


O Endless OS


Endless OS

O Endless OS é uma mistura de conceitos. Juntando as interfaces dos desktops modernos com o conceito dos Smartphones, ele traz uma experiência ao que você teria ao utilizar um Tablet com Android ou iOS, é claro, com suas devidas restrições; com um pouco de paciência você acaba se localizando. Para pessoas que nunca mexeram em um computado eu diria que a  interface é autoexplicativa, o que é ótimo, dado o seu propósito.

Olhando com o foco no setor educacional, a qual ele se destina, certamente ele é um dos melhores sistemas operacionais para a finalidade atualmente, isso se não for o melhor, de fato. O conjunto de aplicações, o conteúdo escolar, aplicações específicas e organização de todos os itens na tela fazem com que ele seja ideal para trabalhos de inclusão digital.

Em relação ao sistema, o seu maior contra na minha opinião ainda é o "peso" da interface, sobretudo para os computadores das escolas brasileiras. 

Recentemente eu falei sobre "programas pesados", explicando como este conceito pode ser muito relativo e por isso eu posso dizer que o Endless OS é pesado para muitos computadores em escolas e é pesado até mesmo para o Endless Mini, o seu hardware próprio.

Esse "peso" acontece por conta da interface Gnome. O Gnome Shell é muito bonito e o trabalho que a equipe do Endless fez com ele, dando esta cara única para a interface, é digno de aplausos sem dúvidas, porém, o Gnome costuma pesar um pouco em computadores que não possuem uma aceleração gráfica razoavelmente potente, obviamente este não é caso de todas as escolas brasileiras, mas certamente é a realidade de muitas.

Um pouco restrito


O Endless OS não é o sistema ideal, ao menos por enquanto, para um computador convencional de um usuário "mediano", a instalação de programas  de fontes externas nele é bloqueada, de modo que se você quiser algo que esteja fora do repositório interno do Endless OS será um pouco complicado de instalar. Uma das coisas que eu relatei ao suporte inclusive, é que eu desejava instalar o Google Chrome no Endless Mini para poder assistir a Netflix, bom, isso não foi possível.

Se você é desenvolvedor e quer saber todos os projetos de código aberto utilizados pela Endless Computers para a criação do Endless OS e seus recursos vale a pena consultar a página específica no site da empresa. Neste mesma página você encontra o GitHub da empresa.

Outra crítica que eu faço é quanto ao modo de distribuição do sistema que não é feito em forma de iso. Ele possui um instalador automático para o Windows que cria um pen drive bootável, enquanto que se você usa Linux ou Mac é necessário baixar imagens compactadas, isso dificulta a utilização em máquinas virtuais por exemplo, que é onde muitas pessoas gostariam de testar antes de colocar o sistema em uma máquina em definitivo.

Para conseguir virtualizar o Endless OS você vai precisar converter um arquivo img em vdi, para que ele seja compatível com o VirtualBox, nós ensinamos você a fazer isso aqui.

Apesar de tudo o que foi dito, eu admito que essa restrição deixa o sistema mais seguro e pouco modificável, o que é ideal para centros de ensino onde a mão de obra nem sempre é especializada, a conexão com internet é ruim e não há quem faça manutenção constante nos computadores. Essas restrições, querendo ou não, acabam deixando o sistema íntegro por mais tempo.

Se eu pudesse dar uma dica para o pessoal da Endless, eu permitiria que o Endless OS pudesse ser utilizado como Desktop convencional, criando a possibilidade e maleabilidade que os usuários de computador, sobretudo os de Linux, gostam de usufruir, isto certamente atrairia mais público para empresa, para o sistema e consequentemente despertaria o interesse de órgãos e instituições de ter a "versão educacional" do Endless em seus computadores.

Pelo que pudemos ver, eles realmente sabem como ajudar e e criar uma experiência única no Endless OS como ele atualmente, imagino como seria uma versão destinada para o usuário final genérico, e não somente ao educacional.


Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo