Canonical libera o Livepatch para o Kernel Linux do Ubuntu gratuitamente - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Canonical libera o Livepatch para o Kernel Linux do Ubuntu gratuitamente

A Canonical divulgou hoje um novo serviço de Livepatch para o Kernel Linux do Ubuntu, um serviço que não é inovador, afinal, outras distros como o SUSE já forneciam ele também deste o lançamento da versão 4 do Kernel, porém, é a primeira distro que está disponibilizando o recurso gratuitamente, e segundo o anúncio também, apesar da gratuidade, existe uma pequena restrição na quantidade de máquinas que você pode usar simultaneamente.

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

/ por Dionatan Simioni
A Canonical divulgou hoje um novo serviço de Livepatch para o Kernel Linux do Ubuntu, um serviço que não é inovador, afinal, outras distros como o SUSE já forneciam ele também deste o lançamento da versão 4 do Kernel, porém, é a primeira distro que está disponibilizando o recurso gratuitamente, e segundo o anúncio também, apesar da gratuidade, existe uma pequena restrição na quantidade de máquinas que você pode usar simultaneamente.

Canonical Livepatch




O responsável pelo anúncio foi Dustin Kirkland, ele deu destaque a acessibilidade para uma característica tão "enterprise" quanto o Live Patch. Esse recurso permite que modificações sejam aplicadas no Kernel sem a necessidade de reboot no sistema, algo muito interessante em servidores e que o Kernel Linux permite deste a versão 4.0, porém, que é normalmente restrita para usuários de distribuições que tem produtos pagos, como Red Hat, SUSE e Ubuntu.

- Veja o comercial incrivelmente criativo da SUSE sobre o Live Patch

Don't Reboot it, just patch!


Agora usuários do Ubuntu poderão desfrutar deste recurso no sistema sem precisar pagar por um limite máximo de 3 usuários diferentes, quem quiser mais do que isso, poderá comprar sob demanda.

Para habilitar essa função no seu Ubuntu, você vai utilizar os pacotes Snap basicamente e vai necessitar de um Token, esses recursos só funcionam no Ubuntu 16.04 LTS e superiores. A Canonical fez um vídeo para explicar de forma clara como o processo é feito.


No passo a passo:

1 - Acesse o site e selecione o tipo de usuário que você é e gere o seu Token. É necessário ter uma conta Ubuntu One para gerar o Token, caso você não tenha, e possível criar uma diretamente pelo site.

2 - No terminal:
sudo snap install canonical-livepatch
3 - Ativando o Token:
sudo canonical-livepatch enable [seucódigoToken]
Você pode guardar o código para poder utilizá-lo novamente se for preciso e também é possível criar outras contas Ubuntu One para você e seus amigos. Apesar do recurso ser muito útil sem servidores, quem é usuário comum também pode tirar vantagem disto.

Quem precisar contratar o serviço poderá fazê-lo por uma valor razoavelmente baixo, 12 dólares ao mês.

Bom proveito!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo