Análise do openSUSE Leap 42.2 Leap [Vídeo] - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Análise do openSUSE Leap 42.2 Leap [Vídeo]

Nesta semana eu estava testando o openSUSE 42.2 Leap com a instalação no modo Net Install, acho a distro muito interessante, especialmente pela ferramenta Yast, mas tudo tem seus prós e contras, então vamos falar um pouco mais do "Rei Lagarto".

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

/ por Dionatan Simioni
Nesta semana eu estava testando o openSUSE 42.2 Leap com a instalação no modo Net Install, acho a distro muito interessante, especialmente pela ferramenta Yast, mas tudo tem seus prós e contras, então vamos falar um pouco mais do "Rei Lagarto".

open SUSE Leap 42.2




Eu sempre gostei do openSUSE e do ideal dele ser um sistema operacional que pode ser utilizado tanto para desktop pessoal, quanto para utilização nos servidores. Com o Yast como ferramenta de configuração, o openSUSE tem praticamente tudo o que você pode querer para configurar o sistema em modo gráfico, mas isso não quer dizer necessariamente que seja algo completamente intuitivo e este é um aspecto que eu quero debater um pouco mais.

Veja agora a review do openSUSE 42.2 Leap feita pelos nossos parceiros do Oficina do Tux:


Quando eu fiz o meu teste com a versão Net Install da distro, utilizei o KDE Plasma como desktop, mas curiosamente, e diferente do teste feito pelo Renato do Oficina, o consumo de RAM no SUSE ficou rondando 350 MB apenas, pode ser que a versão  Net Install deixe menos processos rodando em paralelo.

Apesar de possuir ferramentas gráficas ótimas para tarefas avançadas, se comparamos o SUSE com o Linux Mint, Manjaro, Deepin, Ubuntu e outras distros que tem como público alvo as pessoas leigas, o openSUSE ainda precisa investir (assim como o Manjaro) em uma Central de Apps que lembre as que temos nos dispositivos móveis, que atualmente são comuns no público, assim como ferramentas intuitivas para instalação de drivers.

Na minha opinião, distros como o Manjaro ou o openSUSE tem um repositório com potencial imenso, mas o fato de ter gerenciadores de pacotes que lembrem mais o Synaptic do que uma "Store" faz com que eles distanciem-se um pouco do público leigo que não sabe o nome dos pacotes e simplesmente pesquisa pela funcionalidade.

Você concorda? Espero que possamos ver as coisas evoluindo com o tempo, já que as distros são ótimas.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo