O que faz um projeto Open Source ter sucesso e o que não faz? - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

O que faz um projeto Open Source ter sucesso e o que não faz?

O SourceForge, um dos maiores sites de apoio a distribuição de softwares de código aberto levantou algumas questões interessantes sobre o sucesso de programas desenvolvidos desta forma. Desde sua criação, estima-se que o SourceForge hospedou mais de 300 mil projetos ao redor do mundo, o que será que eles tem a nos dizer sobre o assunto?

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

/ por Dionatan Simioni
O SourceForge, um dos maiores sites de apoio a distribuição de softwares de código aberto levantou algumas questões interessantes sobre o sucesso de programas desenvolvidos desta forma. Desde sua criação, estima-se que o SourceForge hospedou mais de 300 mil projetos ao redor do mundo, o que será que eles tem a nos dizer sobre o assunto?

O segredo do sucesso do SourceForge




A reflexão é sempre válida. Por que trabalhar com software de código aberto? Por que optar por liberar o código de alguma aplicação ao invés de reter o código da aplicação? Muitas pessoas tem esta dúvida e não sabem muito bem o que faz um projeto de open source fazer sucesso ou não.

Se você precisasse dizer o que faz um projeto Open Source fazer sucesso, o que você diria? 

Segundo o SourceForge e os seus centenas de milhares de projetos hospedados, depois de anos de trabalho existem alguns fatores surpreendentes, tanto para um lado, quanto para o outro, que poder determinar o sucesso de um projeto de código aberto ou o seu fracasso.

O que faz um projeto Open Source ter sucesso?


1 - Segundo o pessoal do SourceForge o sucesso de um projeto está atrelado a uma coisa um tanto quanto óbvia, a necessidade.

Open Source Windows!


Um software aberto somente consegue obter sucesso quando ele desperta uma necessidade entre os usuários ou quando ele resolve um problema importante. Isso costuma acontecer quando não existe uma outra solução tão prática quanto. Eles observam que "sucesso" é algo relativo, um sistema ou programa pode ter alguns milhares de usuários e ainda assim não ser um "sucesso" porque não tem a propriedade de solucionar um problema que até então não tinha solução. Um exemplo disso seria distribuições Linux que tem um mesmo propósito mas que não apresentam nada de novo, a não ser uma releitura do que já existe.

Neste exemplo a distro poderia ter até alguns usuários, mas não poderia ser chamado de "sucesso" pelo simples fato de não fazer algo diferente ou "melhor".

2 - Demonstrar preocupação com o projeto também faz com que ele evolua mais rápido e faz com que mais pessoas confiem nele. Neste caso o aspecto social se mostrou um diferencial, manter contato com o público, com os usuários e com as pessoas que estão dispostas a ajudar no projeto, ouvir o que as pessoas sugerem e procurar aplicar no projeto é algo comumente visto em projetos de código aberto que deram certo.

3 - Uma visão clara de "para que serve o projeto". Ter objetivos e colocar metas pode ser algo útil para receber apoio de mais desenvolvedores e por consequência, levar o projeto para frente.

Quais os fatores que não influenciam no sucesso de um projeto?


Ao mesmo tempo que é bom mostrar fatores que influenciam no sucesso de um projeto open source, é bom falar também de coisas que não influenciam muito, ao contrário do que se possa pensar. 

Fique ligado neste itens para não se preocupar com coisas que não vão fazer tanta diferença assim.

1 - O número de desenvolvedores envolvidos não quer dizer necessariamente que a qualidade do projeto é superior ou inferior, o compromisso com ele é muito mais determinante para o sucesso do que isso.

2  - Adoção em larga escala também não é necessariamente um fator de sucesso. É verdade que uma grande quantidade de usuários pode ser um indicador de sucesso, mas isso não é necessariamente verdade, projetos com menor número de usuários mas que são extremamente importantes para o nicho que atendem também podem ser considerados bem sucedidos. 

3 - A licença usada. Existem muitas licenças de código aberto, mas apesar de muita gente levar em consideração a filosofia por traz de uma licença, como a GPL por exemplo, a licença em si não faz o programa ser bom tecnicamente, então ela não faz a menor diferença.

4 - O sistema operacional utilizado para fazer o programa ou sistema operacional para qual o programa é desenvolvido para rodar também não influencia diretamente em seu sucesso, vamos repousar novamente no item da necessidade e solução de um problema, se o programa cumpre este papel com excelência o fato dele ser desenvolvido no Linux, Mac ou Windows não faz a menor diferença.

5 - Alto financiamento do projeto ou a falta dele. Segundo uma base de pesquisas da universidade de Massachusetts, a necessidade de uma funcionalidade e de um programa de qualidade é que leva os projetos de código aberto para frente, e não o financiamento. É claro que dinheiro é necessário para desenvolver qualquer coisa, mas projetos bem sucedidos não são necessariamente os que tem mais dinheiro. 

É muito mais vantajoso investir no programa e transformá-lo em produto de qualidade, pois dessa forma ele automaticamente vai chamar a atenção de conseguir patrocinadores, não começar um projeto por falta de fundos é um erro, pois ele costuma vir depois na maioria dos casos.

O que você acha? Concorda com a análise do SourceForge?

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo