Projeto Krita em apuros com o governo da Holanda - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Projeto Krita em apuros com o governo da Holanda

Os desenvolvedores do Krita comentaram sobre um "desentendimento fiscal" com o Governo da Holanda que quase levou o projeto à falência.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

/ por Dionatan Simioni
Os desenvolvedores do projeto Krita publicaram hoje uma nota em seu site explicando sobre problemas legais que a fundação vem passando e em como isso pode impactar o desenvolvimento da ferramenta.

Krita Foundation está com problemas




A Fundação Krita é o órgão responsável pela manutenção do software de mesmo nome, o Krita, que está ficando a cada dia mais popular do ramo de design artístico digital e até mesmo em animações. O Krita é um software livre e depende basicamente de doações para sobreviver.

Parte da "arrancada" do Krita, deve-se ao fato de que os desenvolvedores conseguiram empregar algumas pessoas de forma integral para desenvolver o projeto, e isso foi conseguido primariamente através de uma campanha no Kickstarter, com o passar do tempo, depender de doações apenas acabou se tornando uma dificuldade e por isso o Krita foi parar na Steam e mais recentemente na Windows Store, onde ele é um software pago, ainda que as pessoas possam baixá-lo gratuitamente como sempre foi no site oficial.

Além destss destas tentativas de capitalização, o Krita também oferecia alguns materiais de estudo, como vídeos de treinamentos e livros, para assim poder manter os funcionários e os projetos funcionando, contando com o patrocínio de algumas entidades também.

Problemas com o Governo Holandês


No artigo onde o problema é detalhadoBoudewijn Rempt, um dos mantenedores do projeto, explica o drama vivido pela Fundação Krita.

"Em Fevereiro deste ano nós recebemos uma auditoria fiscal. Estávamos bastante confiantes de que não haveria nenhum problema porque quando criamos a fundação em 2013, nós contratamos uma consultoria especializada (um contador) local para nos ajudar e ajustar a Fundação Krita legalmente, assim como a sua administração. Mantemos todos os nossos impostos e livros fiscais adequados de acordo com o que fora instruído pelo consultor.

Apesar de termos feito tudo dentro do que havia sido instruído, o inspetor fiscal que fez a auditoria acabou levando em consideração do fato de vendermos vídeos de treinamentos e livros como um fator determinante para nos julgar como uma empresa, e não uma fundação financiada por doações. 

Isso teoricamente significa para eles que somos uma fundação parte empresa ou uma empresa parte fundação...

... ao mesmo tempo que tentamos recorrer a essa medida, não pudemos fazer isso porque não somos 100% uma empresa, por outro lado, estamos sofrendo com esta taxa por sermos considerados uma empresa...

... o resultado disso é uma dívida de 24 mil Euros. Consultamos o contador e juntos conseguimos deduzir os impostos para 15 mil Euros aproximadamente, incluindo multas e juros, somando a isso ao pagamento para o contador, que chega a 4 mil Euros.

As discussões com o fiscal e com o contador tem se arrastado por meses. O que estresse que isso causou acabou diminuindo a nossa produtividade de codificação e também acabou fazendo com que gastássemos muito dos nossos fundos nisso, estávamos quase certos de que a fundação Krita iria à falência."

Os desenvolvedores informaram que terminaram 2016 com cerca de 30 mil Euros na conta da fundação, o que seria o suficiente para manter o projeto sem adições até Junho deste ano, por conta do ocorrido a renda caiu para algo em torno de 5,5 mil Euros apenas, o que deixou o projeto em um estado crítico, mas graças a três patrocinadores, o projeto pode sobreviver por mais algum tempo.

"Se não fosse por eles, não teríamos sido capazes de ser tão produtivos quanto queríamos e algumas coisas legais que estávamos trabalhando não teriam sido feitas ainda e pior, talvez não conseguíssemos lançar o Krita 4.0", comenta Rempt.

A ideia é fazer um novo projeto de crowdfunding para o Krita em Setembro para tentar garantir a sobrevivência do projeto por pelo menos mais um ano completo.

Os desenvolvedores enfatizam que é possível fazer doações a qualquer momento durante o ano, não sendo necessário esperar a campanha começar para isso. Você pode ver a página de doações para o Krita clicando aqui.

Boas notícias!


Junto com as notícias ruins também vieram as boas. Os desenvolvedores comentaram que medidas já foram tomadas para evitar um problema semelhante no futuro, fazendo com que a renda obtida através da venda de livros e vídeos seja gerenciada por outra empresa em separado, fazendo da Krita Foundation, uma instituição 100% dependente de doações, recolhendo qualquer faturamento de outra forma.

Uma novidade bacana que foi compartilhada é que teremos uma versão "LTS" do Krita em 2018, seria uma versão focada em estabilidade, provavelmente a versão 4 ou 4.1 e nas palavras dos próprios desenvolvedores, a ideia é que o software tenha "zero bugs".

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.



Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo