2019 - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

O site que todo fã de Linux precisa conhecer!

Nenhum comentário

sábado, 20 de julho de 2019

Existem serviços na internet que simplesmente são bons demais pra ser verdade, um desses serviços é o "distrotest.net", um site que permite que você teste distribuilções Linux diretamente do seu navegador, sem necessidade de instalação ou mesmo download.

Como testar distros Linux sem fazer o download






O lema "Teste antes de odiar" é a palavra de ordem no site "distrotest.net", um site muito interessante para todos que gostam de testar distribuições Linux.

Existem muitas distros diferentes, com interfaces e recursos diferentes, e é muito comum encontrarmos pessoas que ficam indecisas na hora de analisar qual sistema utilizar e, querendo ou não, fazer o download de cada um dos sistemas e testar em máquina virtual ou mesmo numa instalação normal, acaba, não só sendo cansativo, como tomando muito tempo.

Seus problemas (quase) acabaram!


Distros Linux

O site mostra uma grande lista de distribuições Linux diferentes para que você possa testar em ordem alfabética, permitindo um acesso remoto a uma distro virtualizada, usando QEMU e Debian como base do servidor(es).

Basta selecionar uma distro que você queira, e clicar em "System start".

Gentoo

Ao clicar nesse botão, talvez você tenha que esperar alguns instantes até que a sessão seja preparada, vale a pena também ficar de olho na barra de "Server Usage", pois, pode ser que muitas pessoas estejam acessando o site simultaneamente, o que pode causar lentidão.

Gentoo dentro do DistroTest

O serviço não é perfeito, definitivamente, especialmente porque para nós, brasileiros, o servidor está longe, na Alemanha, o que acaba gerando um pouco de lag, mas que ainda assim, permite que você tenha uma visão "por cima" de como cada distro funciona, obviamente, sem considerar o desempenho do sistema em si.

Você pode, opcionalmente, conectar ao VNC utilizando uma ferramenta instalada na sua máquina, o que talvez pode gerar mais estabilidade, ao iniciar a máquina no serviço do DistroTest, as informações para essa conexão são oferecidas.

Eu gostaria agrader ao Tiago Cardoso, que compartilhou a informação sobre este site no nosso fórum. Talvez com um serviço assim, as suas pípulas para "distro hopping desease" acabem fazendo mais efeito. 😁

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


O que é um Proxy? Para que ele serve? - Servidores Linux

Nenhum comentário

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Servidores Linux podem ser usados para diversas finalidades (não só Linux, obviamente), uma delas é o famoso Proxy, porém, apesar do nome ser popular, muita gente não entende realmente do que se trata.

Proxy Server






O meu primeiro contato com Proxy provavelmente foi em um curso Técnico em Informática, onde o Campus usava Proxy para filtrar quais sites os alunos poderiam acessar, uma condição realmente comum para esse tipo de tecnologia. Vamos juntos entender melhor do que se trata um Proxy.


Exemplos de aplicação de Proxy


Tudo depende do que você quer fazer, mas vamos imaginar que você quer que toda a rede local esteja submetida a regras específicas, como por exemplo, evitar que as pessoas acessem um determinado site, ou certos conteúdos, que e algo relativamente comum em empresas e escolas, ou você quer que para um usuário acessar a internet ele tenha que se autenticar, tornando mais fácil monitorar o seu comportamento, além de impor algumas restrições também. Tudo isso pode ser feito com um servidor proxy.

Os proxies podem ser usados para finalidades diferentes, por exemplo, você pode ter um web proxy, capaz de filtrar palavras chave ou URLs específicas, impedindo o acesso a sites e arquivos, podendo inclusive redirecionar o usuário para alguma outra página pré-definida pelo administrador.

Um proxy também pode funcionar como cache para a internet. Se existem situações onde as pessoas acessam muitas vezes a mesma página, quando o cliente faz a requisição de um determinado site no servidor proxy, ele pode verificar em seu cache se a página já existe ali e entregar ela mais rapidamente para o cliente, ou então, caso não exista, ele pode buscar a informação no site e entregar para o cliente, armazenando essa informação cache para que numa consulta futura ele possa entregar essa mesma página de um arquivo local de forma mais eficiente.

Existe também o chamado Proxy transparente. Nós mencionamos esse tipo de proxy no vídeo sobre a rede Tor, quando questionamos a possibilidade de passar todo o tráfego de uma rede pela Onion. 

Um transparent proxy pode ser usado como forma silenciosa de interceptação, apenas agindo quando algo específico acontecer, como o acesso a algum site ou algo do tipo, ele também pode ser usado para pura análise do comportamento do usuário ou de um serviço que o computador esteja rodando.

Um servidor proxy também pode esconder o IP de um usuário, já que o cliente requisita um site para o proxy e o proxy requisita para o ISP, entretanto, existem formas de identificar esse IP real, não tornando este um método 100% eficaz para essa finalidade, sem falar que geralmente não existe criptografia.

Proxies também podem ser usados para separar acesso a recursos dentro de uma rede, permitindo que a diretoria de uma empresa tenha acesso a servidores que o restante da empresa não tem, por exemplo. Um dos proxies mais famosos é o Squid, muito popular no mundo Linux.

Tem dúvidas sobre redes ou Proxy espeficamente? Você pode tirar as suas dúvidas no nosso fórum, o Diolinux Plus.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Logitech, uma boa marca de mouses para usar com Linux

Nenhum comentário
Vocês sempre pedem sobre o hardware que eu estou usando, sobre os periféricos, e ainda que eu pretenda fazer um novo vídeo agora que o setup novo do canal ficou pronto, hoje é dia de falar sobre o Logitech G203 em específico, e da minha experiência com hardwares da marca.

Configurações e mouses Logitech no Linux





Eu não sou a pessoa mais exigente do mundo na questão de mouses, mas eu geralmente pesquiso muito antes de colocar o meu dinheiro em algo. Recentemente eu resolvi que queria mudar o meu mouse, porque o modelo antigo que usei por bastante tempo, um mantistek, estava começando a dar alguns problemas de clique.

Existem ótimas marcas disponíveis hoje, o cenário gamer especialmente cresceu demais e isso nos deu várias oportunidades. Mas tudo o que eu queria enquanto buscava por um novo mouse era uma boa pegada, a minha pegada é a "palm” principalmente, um design agradável, boa construção, alguns botões de ação extra, com um bom polling rate e uma regulagem de DPI que não dependesse de software, aliás, ter uma boa taxa de DPI também é importante. Junto com isso, se fosse pedir muito, um design que me agradasse e um preço que não me fizesse gastar demais.

Eu sempre tive boas experiências com os modelos da Logitech, ainda que, até então, eu tenha usado modelos mais básicos, como o clássico mouse G100S, além de um kit de teclado e mouse como este:


Sendo assim, eu decidi ir para a linha gamer da Logitech, a chamada linha G, esse "G" indica o segmento “Gamer” e contempla não só mouses, mas e uma série de outros produtos, como HeadSets, teclados e tudo mais.

Considerando então custos e benefícios, cheguei no modelo G203, que você pode conferir no vídeo abaixo:


Por que é interessante para usuários Linux?


Cada vez mais os dispositivos voltados para jogadores tem recebido softwares que complementam a experiência, permtindo configurações e ajustes adicionais. Estes são softwares que, de forma geral não possuem versões nativas para Linux, o que, felizmente não quer dizer que não sejam manipuláveis, como o caso da Razer, através de projetos como o OpenRazer.

No caso da Logitech, temos um software chamado Piper, utilizando em conjunto com um driver chamado Libratbag, que promove um interface simples e intuitiva que possui tudo o que você vai precisar para configurar um mouse como o G203.

Conte-nos sobre a sua experiência com mouses e teclados específicos no Linux, isso pode ajudar outras pessoas a entenderem melhor suas possíveis experiências ao comprarem certos modelos de produtos. Você pode estender essa discussão para o nosso fórum também.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


GPK-Application - Um gestor de pacotes para Ubuntu e derivados

Nenhum comentário
Existem alternativas para se fazer de tudo no mundo Linux, e dentro do mundo Debian e Ubuntu, duas das distros mais populares, não seria diferente. Hoje você vai conhecer o GPK-Application, um gestor de pacotes que pode te permitir maior maleabilidade do que a GNOME Software, que vem por padrão nas instalações padrões do Ubuntu e no Debian com GNOME.

GPK Application





Eu estava explorando um pouco os aplicativos na GNOME Software e me peguei pensando se existiriam outras ferramentas para gerir os pacotes do Ubuntu que não fosse o (excelente) Synaptic, especialmente, que conseguisse pesquisar por pacotes e softwares que não tem ícones, como a loja de aplicativos do Linux Mint consegue fazer, e então lembrei de uma ferramenta que eu tinha visto no Debian, o aplicativo "Pacotes", ou gpk-application.

Gerenciador de pacotes do GNOME

Você  encontra a aplicação da loja de aplicativos (Ubuntu Software/GNOME Software) procurando por "Pacotes do GNOME", ou então, instalando via terminal:
sudo apt install gnome-packagekit
Depois de instalado, você encontra a ferramenta procurando no menu do sistema por "Pacotes", ou, se preferir rodar pelo terminal, você pode chamar a aplicação usando o comando:
gpk-application

Como usar a aplicação? 


A forma de utilização é simples, basta pesquisar pelo pacote desejado, marcar para instalação e aplicar as alterações.

Instalando pacotes no Ubuntu

Existem muitas categorias do lado esquerdo da aplicação que são incomuns nas lojas atuais, talvez seja um "passeio" interessante explorar essas categorias. 😊

Continue o assunto no nosso fórum, o Diolinux Plus.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

O Firefox 70 pode vir com alerta nativo se sua senha for vazada

Nenhum comentário

quinta-feira, 18 de julho de 2019

A Mozilla vem trabalhando ultimamente em ferramentas para proteger a sua privacidade na internet, ou através do Firefox ou com ferramentas para isso, como o Lockwise, Monitor, extensão “anti-facebook”, Send entre outras ferramentas.

O Firefox 70 pode vir com alerta nativo se sua senha for vazada






Segundo apuração dos sites Bleepingcomputer e Techdows, um report no bugzilla do Mozilla Firefox, mostrou que o recurso está em desenvolvimento e pode chegar no Firefox 70. 

O recurso funcionará com logins salvos no navegador, usando o Monitor como base e assim avisando quando algum login for alvo de vazamento, com um aviso no serviço que isso aconteceu, como mostra na imagem de testes da Mozilla.



Vale mencionar que a Mozilla aos poucos, vai introduzindo o seu novo gerenciador de senhas, o Lockwise, que está disponível para o Firefox como complemento ou como app para iOS e Android.


Está no planejamento da Mozilla exibir um relatório com estatísticas de quantas vezes os dados foram vazados. Tal funcionalidade estaria disponível na url about:protections, que seria como a imagem abaixo.



Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


3 alternativas para desenhos simples, estilo "Microsoft Paint"

Nenhum comentário
O Microsoft Paint é um programa muito popular entre usuários do Windows, na qual provavelmente você quando mais jovem, já tenha “perdido” algumas horas em frente ao PC. A criançada adora rabiscar e pôr a imaginação em ação. Se busca por uma ferramenta similar, irei apresentar 3 alternativas. Indo da mais simples para a mais completa em recursos.

alternativa-linux-ms-microsoft-paint-google-canvas-web-app-drawing-kolourpaint-gnome-kde-gtk-qt-ubuntu-flatpak-snap

Essa postagem não tem como objetivo indicar softwares para edição ou desenhos elaborados, soluções como: GIMP, Krita, Inkscape, entre outros são os indicados. Afinal, programas assim podem ser bem complexos para crianças e o objetivo é apenas rabiscar e se divertir, quem sabe despertar um Leonardo da Vinci ou Van Gogh (sem suas excentricidades, claro 😕😕😕).

Google Canvas


O Google Canvas vem sendo chamado por muitos sites, como o “Paint” da Google. Inclusive noticiamos na época de seu lançamento, no início do ano. A solução é online e sendo bem simples o seu funcionamento. Se busca por algo rápido e que não exija instalação, ele pode ser uma alternativa a se considerar. Mesmo possuindo pouquíssimas ferramentas, dependendo do perfil de quem for utilizar o programa, o Canvas é mais que suficiente.

alternativa-linux-ms-microsoft-paint-google-canvas-web

Por ser online, conexão com a internet será requisito e uma conta Google. Acesse o Google Canvas por este link. Se ficou alguma dúvida, considere ler nossa postagem sobre o serviço.

Drawing


Pensado para ambiente o GNOME (mas pode ser utilizado nos demais), o Drawing possui alguns recursos à mais que o Google Canvas. Digamos que ele é o intermediário da nossa lista. O número de ferramentas e opções dão um pouco mais de autonomia, entretanto, nada tão complexo. Além de desenhar com a ferramenta, pequenas edições podem ser realizadas. O Drawing suporta imagens no formato PNG, JPEG e BMP.

alternativa-linux-ms-microsoft-paint-app-drawing-gnome-kde-gtk-ubuntu-flatpak

O Drawing está disponível oficialmente via Flatpak no Flathub. Caso não tenha configurado em seu sistema o Flatpak, essa postagem tem todo procedimento. Se utiliza Ubuntu, este post ensina como habilitar o suporte a esse tipo de pacote na loja da distribuição (Software Ubuntu/Gnome Software), permitindo instalação do Drawing via interface gráfica (depois de adicionar o suporte, pesquise por “Drawing”, encontre a aplicação e efetue a instalação). No Linux Mint, basta pesquisar na loja pelo programa. Caso queira instalar via terminal, proceda assim:

Habilite o repositório do Flathub (se não tem configurado)

flatpak remote-add --if-not-exists flathub https://flathub.org/repo/flathub.flatpakrepo

Instale o Drawing Flatpak via terminal:

flatpak install flathub com.github.maoschanz.drawing

Para desinstalar via terminal:

flatpak remove com.github.maoschanz.drawing/x86_64/stable

Kolourpaint


A última aplicação da lista é o Kolourpaint, talvez o mais completo do gênero. Possuindo até mais ferramentas que o próprio Microsoft Paint. Se quer mais opções e uma familiaridade com o app da Microsoft, o Kolourpaint é a opção certa. Para se ter uma noção, o programa suporta vários tipos de arquivos, como o formato do Adobe Photoshop (PSD) e do GIMP (XCF).

alternativa-linux-ms-microsoft-paint-app-kolourpaint-kde-gtk-qt-ubuntu-flatpak-snap

Você pode obter o Kolourpaint de várias formas. Pesquise normalmente na loja de sua distribuição e instale diretamente do repositório, ou via Flatpak ou Snap. Digamos que queira utilizar no formato Snap. Configure primeiramente o Snap em sua distribuição, conforme este artigo, lembrando que no Ubuntu não é necessário configurar e você encontrará normalmente na loja. Utilize estes comandos se a loja de sua distribuição não possui integração com os Snaps.

A versão Snap pode ser instalado por esse comando:

sudo snap install kolourpaint

Para remover o Kolourpaint Snap:

sudo snap uninstall kolourpaint

Outra opção é via Flatpak. Relembrando que será necessário ter o Flatpak configurado e o repositório do Flathub também. Além, de poder instalar via interface gráfica na Gnome Software. Caso não tenha configurado, na parte que abordei sobre o Drawing, demonstrei como proceder.

Instalação via Flatpak:

flatpak install flathub org.kde.kolourpaint

Remoção da aplicação Flatpak:

flatpak remove org.kde.kolourpaint/x86_64/stable

Essas são as 3 alternativas ao Microsoft Paint, se conhece alguma interessante compartilhe nos comentários ou em nosso fórum Diolinux Plus

Particularmente não me dou bem com esse tipo de aplicativo, acho que deu para notar nas imagens (😂😂😂). No entanto, quando instalei o Kolourpaint no pc de um usuário (com esse perfil, uma criança e tal...) o resultado foi super positivo. Já se você precisa criar artes mais elaboradas, utilize algum dos softwares que citei no início do artigo.

Acho que irei continuar no Inkscape + GIMP (😋😋😋), mas se alguém sentir a falta do Microsoft Paint, opção é o que não falta. Até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Linux Mint 19.2 “Tina” Beta está disponível com muitas novidades!

Nenhum comentário

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Nesta Terça-feira (16),  Clement Lefebvre (líder do projeto Linux Mint), soltou uma release do BETA do Linux Mint 19.2,  mostrando o que estará presente na versão final do sistema. Algumas novidades presentes são muito bem vindas, vamos a elas.

Linux Mint 19.2 “Tina” Beta está disponível com muitas novidades!






Demos uma “palinha” na cobertura do relatório mensal  do Mint, onde eles informaram que “dariam uma olhada com mais carinho” para o design e algumas correções importantes, como no SAMBA (para compartilhamento) e o update para o WINE 4 (“puxado” do Wine HQ). Outras melhorias também foram apresentadas, como:

⏺ O protetor de tela agora tem suporte para o teclado onboard, sendo útil para acessibilidade e computadores com touchscreen.

⏺ O Cinnamon agora tem um applet para impressora, quando uma impressora for adicionada ao sistema ele deve aparecer para dar acesso a configurações diretamente do painel.
⏺ Documentos recentes estão agora habilitados por padrão no Menu do Cinnamon.

⏺ A opção de escolher seu leitor de PDF favorito foi adicionada ao "Aplicativos preferidos" no painel de controle.

⏺ O applet para apresentação que permite usar wallpapers em slides, agora pode mostrar o nome do arquivo atual.

⏺ O gerenciador de sessões foi portado para o gdbus.

⏺ Aplicativos que podem inibir o encerramento de sessão, não mais exercem sua autoridade sobre logouts forçados

⏺ O scrolling natural pode ser configurado para mouses (ele só podia ser configurado para touchpads antigamente).

⏺ O efeito de “fade out” quando o protetor de tela aparece foi removido

⏺ Uma nova opção foi adicionada nas Configurações de privacidade para alterar a verificação de conectividade com a Internet.

Agora o Nemo tem condições para executar ações, como um script ou comando externo quando o usuário clica com o botão direito do mouse sobre um arquivo, dando maiores possibilidades para ele, como comentamos no artigo sobre o report mensal.

Mais uma novidade que estará presente na ISO do Linux Mint 19.2, é a ferramenta de reparo de boot (Boot-Repair). Essa ferramenta já salvou a minha pele muitas vezes ao fazer uma instalação de sistema operacional, onde o boot era perdido, como por exemplo, fazer um dual boot com duas distros Linux, usando a segunda em modo BIOS e a primeira estando instalada em modo UEFI. É uma ferramenta de manutenção excelente, é muito interessante que ela esteja presente.


Outra novidade que podemos pontuar, é o esforço da equipe do Mint em ajudar às pessoas que têm dificuldade na instalação do sistema. Há algum tempo eles já fornecem vídeos explicando, como usar parâmetro "nomodeset" na hora do boot, e nessa versão não poderia ser diferente, eles continuam lá, tanto com o modo Legacy quanto no modo UEFI (EFI).

Suporte para placas de vídeo  híbridas no Linux


O ponto que mais me chamou  atenção, foi em relação ao suporte para GPUs da NVIDIA (que é o meu caso e  de muitos) em notebooks híbridos ou Optimus Card. A equipe do Mint demonstra alguns parâmetros se o método do "nomodeset"  não funcionar. Antes de tentar esses parâmetros, eles recomendam que na hora da instalação do sistema, você instale o driver proprietário da NVIDIA e que no reboot, informando que não será necessário se preocupar com “mais nada”. Depois do reboot, um ícone aparecerá na barra de tarefas (muito parecido com o método que o Ubuntu 19.04 MATE fez), podendo assim trocar de GPU ali mesmo.

Se você não conseguir “subir” o sistema, os parâmetros que eles recomendam são:

"nouveau.noaccel=1" no lugar do "nomodeset".

ou  "noapic noacpi nosplash irqpoll" no lugar do "quiet splash".

Outra possibilidade é usar o  "Compatibility mode" (modo de compatibilidade na hora de dar o boot e instalar o Mint).

Depois da instalação, usar o "Advanced Options" -> "Recovery mode"  no menu de boot e escolher a opção de “resume”

Kernel e Drivers


Agora o gerenciador de atualizações do Linux Mint está ainda mais completo, sendo provavelmente a solução mais completa disponível no mundo Linux atualmente.

O gestor de atualizações permite que você configure atualizações automáticas, caso essa opção esteja ativa, agora o sistema impede o desligamento do computador caso alguma atualização esteja em andamento. Além disso, a sessão de mudança de Kernel, agora conta com variações que vão até o kernel 5.x, permitindo que você tenha um Linux Mint super atualizado neste sentido se você quiser.

Recentemente a Canonical anunciou que o Ubuntu 18.04 LTS estaria recebendo em seu repositório os drivers mais recentes da Nvidia, isso se reflete no Linux Mint também, permitindo que todas essas versões estejam disponíveis no gestor de drivers do Linux Mint 19.2.

O Linux Mint 19.2 BETA vai continuar na base  Ubuntu 18.04, entregando por “default” o Kernel 4.15 e as interfaces gráficas nas seguintes versões: Cinnamon 4.2, XFCE na 4.12 e MATE na 1.22. Essa versão terá suporte até 2023.

Os requisitos mínimos para rodar o Linux Mint Beta 19.2 são:

-1GB de memória ram ou 2GB para uma experiência mais confortável;

-15GB de espaço em disco ou 20GB para ter uma “folga”;

-Resolução mínima da tela de 1024x768

Para baixar o BETA, basta clicar neste link e escolher a interface da sua escolha. Ainda não temos informações sobre o lançamento da versão final, mas por experiência, considerando os lançamentos anteriores, geralmente o Linux Mint fica de duas a três semanas em Beta, antes do lançamento final.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Temos um monte de cupons de desconto da GearBest para você! [Atualizado]

Nenhum comentário
Nós fechamos  uma ótima parceria com a loja GearBest para trazer excelentes descontos para os leitores do blog Diolinux e assinantes do canal, confira agora os  descontos em produtos disponíveis para você por um preço mais baixo. 

cupons de desconto GearBest





São cupons de desconto com valores diversos e para vários produtos diferentes. Logo abaixo você confere os produtos com maiores descontos e com valores especiais.


Para ter os descontos, basta clicar no link para ir para a página do produto e inserir o código que está lisado ao lado de cada produto na tabela abaixo na hora de finalizar a sua compra na GearBest, alguns chegam 36%.

Aqui eu vou colocar uma série de cupons que são liberados semanalmente com descontos variados para produtos mais vendidos, volte toda a semana para conferir as novidades:

* Os produtos desta lista já estão com descontos aplicados ou são flashsales.
* Caso o desconto não apareça no site ma versão em português, acesse pela versão mobile, assim os descontos sempre aparecerão.


Confira também os descontos que  separamos para você em lojas nacionais 







PRODUTOLINK
Smartphone Samsung Galaxy A40shttp://bit.ly/2NbhH1l
Smartphone ASUS Zenfonehttp://bit.ly/2LeD3cs
Smartphone Xiaomi Mi 9 http://bit.ly/2Wk1NG9
Smartphone Xiaomi Mi Playhttp://bit.ly/2Xnydfl
Smartphone Xiaomi Mi Note 3http://bit.ly/30AmYBt
Smartphone Xiaomi Redmi 7A http://bit.ly/2xQHKk3
Smartphone HUAWEI Mate 20http://bit.ly/2XwZ34E
Smartphone HUAWEI P30http://bit.ly/2SbskAm
Smartphone Samsung Galaxy A60http://bit.ly/2S6mzDO
Smartphone OnePlus 7http://bit.ly/2Npk695
Smartphone Xiaomi Mi Playhttp://bit.ly/2IMZsMN
Smartphone Xiaomi Redmi Note 7http://bit.ly/2NaqPUc
Tv Box Alfawise H6 http://bit.ly/2GyPFYd
SmartBand B91http://bit.ly/30IUztf
Cartão de memória Alfawise 128GBhttp://bit.ly/2PpSKN3
Mouse Alfawise WM02http://bit.ly/2vfAgWq
Projetor VIVIBRIGHT GP100http://bit.ly/2KCM2nm
Smartwatch AMAZFIT A1608 http://bit.ly/2N89TgN
Smart Video Doorbellhttp://bit.ly/2v1soro
Fone de ouvido Alfawise HQBhttp://bit.ly/2xTHSzm
Notebook AIWO I6http://bit.ly/2KyLkYp
Notebook Jumper EZBook X4 http://bit.ly/2KzAmlt
Notebook Jumper EZbook X1http://bit.ly/2NalAno
Camera para carro 70mai 1Shttp://bit.ly/2xSE950
Tablet Teclast M20http://bit.ly/2vsMpre
Phablet zonko ZKT1002http://bit.ly/2Lfk6WZ
Projetor Xiaomi Mijiahttp://bit.ly/30G9JiW
Tablet Teclast M20http://bit.ly/2PDomim
Carregador sem fio Huaweihttp://bit.ly/2xXStZP


A próxima lista possui produtos que contém cupons de descontos, aproveite as promoções da GearBest para fazer as compras:



PRODUTOLINKSCUPOM
Smartphone Xiaomi Mi 9Thttp://bit.ly/30GDAHZGBMI9T500
Smartphone OnePlus 7 Prohttp://bit.ly/30GaQiCGB7PRO6DP
Arcade Game AIWO G1000http://bit.ly/30DDG34DK91UQS8K0
Action camera Gocomma G63Hhttp://bit.ly/2xUeusJGBSZ9201
Tv Box Ugoos X2http://bit.ly/30GER1JGBCBX2CUBE
Mini PC Tanix TX85http://bit.ly/30vWp0mGBCNTX85
Teclado mecânico MOTOSPEED CK61http://bit.ly/30wrb9gGBCNMOTOCK612
Tv Box Alfawise A9http://bit.ly/30ANRoXGBA9PLUSGB
Teclado mecânico AKKO 3068http://bit.ly/30DlneoGB-CN27BLU


Basta clicar na categoria e usar o cupom de desconto na hora de finalizar a compra em qualquer produto que pertence a ela.
Eu tenho alguns cupons de descontos para a algumas categorias da loja GearBest, então usando estes cupons em qualquer produto da categoria você ganha uma quantidade "x" de desconto.



CATEGORIACUPOMDESCONTO
SmartphonesGBMBP7%
TabletsGBTPC8%
Computadores e RedesGBCPNT8%
LuzesGB17LED10%
LampadasGBST12%
Fitas de LEDGBStrips12%
CarregadoresGBCHS12%
Acessórios e FerramentasGBLA12%
Acessórios AppleGBWATCH20%

Estes são os que eu tenho por enquanto para vocês aproveitarem, vou deixar este artigo fixo no topo do blog para que fique fácil de todos acessarem, se quiserem algum produto específico com desconto que não se enquadra nestas categorias apenas deixem nos comentários que eu vou tentar conseguir para vocês.

Agora você também pode receber as FlashSales pelo Telegram! Basta entrar neste canal:  t.me/descontosdiolinux

Boas compras!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo