Insync 3 agora traz suporte do OneDrive para o Linux - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Insync 3 agora traz suporte do OneDrive para o Linux

quinta-feira, 30 de maio de 2019

/ por Ricardo
Como noticiamos em um post no começo deste ano (2019), a empresa por de trás do Insync (nome que ela leva também), tinha anunciado que estaria lançando um Beta do seu aplicativo e que o mesmo estaria trazendo o suporte ao OneDrive (serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft). Eis que o dia chegou. 😀

Insync 3  agora trás suporte do OneDrive para o Linux






Para quem se inscreveu em Fevereiro (2019) para participar do Beta, recebeu um e-mail no dia 22 (quarta-feira), podendo assim começar os testes antes. Mas agora o beta está aberto para o público em geral.

O Insync 3 foi todo “remodelado” e agora está usando o Pynthon 3 no seu core engine para a sincronização, que assim foi apelidado de “Core 3”. Nessa fase beta, a parte  do OneDrive teve essas novidades por hora:

-OneDrive e OneDrive para Negócios (Business);
-Sharepoint;
-Sincronizações mais rápidas;
-Interface do Usuário de Sincronização corrigida;
-Pastas de sincronização separadas para My Drive e Shared with me
-64 bits para Linux e Mac

E algumas funcionalidades ainda estão ausentes ou no processo de correção, que são:

-Reutilizar pastas de sincronização do Insync 1.5 (para usuários já existentes);
-Sincronizar qualquer pasta; 
-Barra de progresso;
-Mover Pastas Base (localização de sincronização padrão);
-Integração do gerenciador de arquivos: menu de contexto;
-Pausar e retomar a sincronização;
-Ignorar Regras (anterior. Lista de Ignorados);
-Conversão de documentos;
-Compartilhar e visualizar caixas de diálogo;
-Links simbólicos;
-Atalhos da nuvem (abrir, renomear, excluir);
-Configurações de rede: suporte para proxy; 
-Feed e Ações


Eles ainda fazem o alerta para os usuários da versão 1.5 do Insync, para não reutilizar as pastas desta versão, pois será adicionado posteriormente. 

Para baixar a versão 3 beta do Insync, você pode acessar esse link e escolher entre Ubuntu (16.04 e 18.04), Linux Mint (18.x e 19.x), Debian (8 e 9) e Fedora (27 e 28), além do plugin para o Nautilus. Outros gerenciadores de arquivos serão suportados em breve. Nos meus testes no Ubuntu 19.04 ele também funcionou e talvez também funcione no Fedora 30, mas é algo sem “garantia” pelos devs.

Vale lembrar que o Insync na fase Beta não será cobrado, mas depois do término do mesmo, será cobrado o preço normal. Para conferir todas as novidades, basta acessar este post no site deles. Para baixar a versão 1.5, basta acessar este link.

Isso é muito bom e importante, ter uma ferramenta tão boa e poderosa suportando dois serviços populares, como Google Drive e agora o OneDrive, pois quem está no processo de migração para o Linux, pode sentir falta desses serviços. Agora não mais.

Comente aí nos comentários o que você achou dessa novidade, se usa ou se já usou o Insync.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá  no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo