Rússia aprova lei que isola a internet no país - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Rússia aprova lei que isola a internet no país

Decisão do governo Russo levanta suspeitas e vários questionamentos sobre suas reais intenções.

segunda-feira, 6 de maio de 2019

/ por Henrique AD
O presidente da Rússia, Vladmir Putin, sancionou no dia 1º de Maio, uma lei que visa criar uma "internet russa", tal medida não está sendo vista com bons olhos pelos diversos países do mundo.

lei-internet-russia-russa-vladmir-putin-runet

Segundo o governo Russo, a lei é uma forma de garantir a soberania do país e protegê-lo contra possíveis ataques cibernéticos. Essa informação é da agência de notícias local TASS, conforme a mesma, essa rede local está sendo chamada de "Runet", e caso a Rússia fosse desconectada da infraestrutura global da World Wide Web, o país teria capacidade de operar isolado e independentemente.

Com isso o Roskomnadzor (Serviço Federal de Supervisão das Comunicações em Massa, TI e Telecomunicações) ficará responsável por criar uma rede de comunicações centralizada no país.

Como isso seria possível?


Na prática a Rússia forçaria todo tráfego de sua internet a passar por um DNS, do governo, monitorando o fluxo de sua internet local. Assim o controle de acesso a internet estará nas mãos das autoridades russas, que informa que terroristas poderiam ser identificados com maior facilidade. Todavia o que várias organizações alegam, é que isso nada mais é que uma violação da privacidade dos usuários e maior controle governamental, cerceando a liberdade de expressão dos cidadãos russos, além de dar mais poder ao estado.

Nada de Linux ou Windows!


A Rússia não está nem um pouco afim de utilizar "tecnologias de estrangeiros", não importa se é de código fechado ou aberto, nada de Linux ou Windows. O governo pretende utilizar um sistema desenvolvido pela Universidade Estadual de Tomsk, em parceria com a empresa EleSi. Inicialmente o sistema será instalado em computadores do governo.

Internet Russa, uma nova internet Chinesa?


No ano passado a Rússia tentou bloquear o Telegram no país, alegando que o mesmo deveria disponibilizar os dados dos usuários ao governo, e pela "inflexibilidade" do Telegram, acabou banindo vários IPs ao tentar impedir usuários russos na aplicação. De "brinde" vários IPs da Google e Amazon foram bloqueados, pois estavam sendo identificados como "agentes externos". Toda essa situação levou a uma crescente utilização de VPNs no país.

O aumento governamental não é de hoje, existe uma lei no país que proíbe a publicação ou compartilhamento de "fake news", com uma "pequena" multa de 1,5 milhões de Rublos (cerca de R$90 mil). Agora o que seria “fake news”? O governo Russo é quem decide. Também existe uma lei que criminaliza "falar mal de símbolos e autoridades do governo", com multa de 300 mil Rublos (por volta de R$ 18 mil), isso nos melhores casos, se o governo classificar como algo mais grave, a pena poderá chegar a 15 anos de prisão.

Podemos observar que a internet Russa, está se tornando tão fechada e controlada como a Chinesa, que bloqueia o acesso a vários sites e aplicativos ocidentais.

A nova lei entra em vigor a partir de 1º de Novembro na Rússia.

Particularmente não curto todo esse controle estatal, até o Brasil já tentou "entrar nessa onda", e há pouco tempo houve uma proposta de lei que tornava crime o "fake news" (projeto de lei 6.812/2017). Questões desta natureza são complicadas, e podem ocasionar em uma soberania do estado sobre os indivíduos, invertendo os papéis. Afinal, o estado tem que servir o cidadão e não o contrário.

E você, o que acha sobre toda essa questão? Que tal continuar esse assunto lá em nosso fórum Diolinux Plus.

Até o próximo post, te aguardo aqui no blog Diolinux SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo