Logitech, uma boa marca de mouses para usar com Linux - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Logitech, uma boa marca de mouses para usar com Linux

Conheça um pouco da minha experiência com os mouses Logitech

sexta-feira, 19 de julho de 2019

/ por Dionatan Simioni
Vocês sempre pedem sobre o hardware que eu estou usando, sobre os periféricos, e ainda que eu pretenda fazer um novo vídeo agora que o setup novo do canal ficou pronto, hoje é dia de falar sobre o Logitech G203 em específico, e da minha experiência com hardwares da marca.

Configurações e mouses Logitech no Linux





Eu não sou a pessoa mais exigente do mundo na questão de mouses, mas eu geralmente pesquiso muito antes de colocar o meu dinheiro em algo. Recentemente eu resolvi que queria mudar o meu mouse, porque o modelo antigo que usei por bastante tempo, um mantistek, estava começando a dar alguns problemas de clique.

Existem ótimas marcas disponíveis hoje, o cenário gamer especialmente cresceu demais e isso nos deu várias oportunidades. Mas tudo o que eu queria enquanto buscava por um novo mouse era uma boa pegada, a minha pegada é a "palm” principalmente, um design agradável, boa construção, alguns botões de ação extra, com um bom polling rate e uma regulagem de DPI que não dependesse de software, aliás, ter uma boa taxa de DPI também é importante. Junto com isso, se fosse pedir muito, um design que me agradasse e um preço que não me fizesse gastar demais.

Eu sempre tive boas experiências com os modelos da Logitech, ainda que, até então, eu tenha usado modelos mais básicos, como o clássico mouse G100S, além de um kit de teclado e mouse como este:


Sendo assim, eu decidi ir para a linha gamer da Logitech, a chamada linha G, esse "G" indica o segmento “Gamer” e contempla não só mouses, mas e uma série de outros produtos, como HeadSets, teclados e tudo mais.

Considerando então custos e benefícios, cheguei no modelo G203, que você pode conferir no vídeo abaixo:


Por que é interessante para usuários Linux?


Cada vez mais os dispositivos voltados para jogadores tem recebido softwares que complementam a experiência, permtindo configurações e ajustes adicionais. Estes são softwares que, de forma geral não possuem versões nativas para Linux, o que, felizmente não quer dizer que não sejam manipuláveis, como o caso da Razer, através de projetos como o OpenRazer.

No caso da Logitech, temos um software chamado Piper, utilizando em conjunto com um driver chamado Libratbag, que promove um interface simples e intuitiva que possui tudo o que você vai precisar para configurar um mouse como o G203.

Conte-nos sobre a sua experiência com mouses e teclados específicos no Linux, isso pode ajudar outras pessoas a entenderem melhor suas possíveis experiências ao comprarem certos modelos de produtos. Você pode estender essa discussão para o nosso fórum também.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo