Parallels é a solução da Apple para rodar jogos de Windows no macOS - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Parallels é a solução da Apple para rodar jogos de Windows no macOS

Ferramenta de virtualização melhora performance para gamers de macOS

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

/ por Dionatan Simioni
O Parallels Desktop é uma das mais famosas aplicações do mundo do macOS para virtualização de sistemas operacionais, a versão atual traz suporte para o DX11 da Microsoft e permite uma virtualização de Windows mais otimizada do que a versão anterior.

Microsoft e Apple






A versão 15 do Parallels Desktop oferece suporte para DirectX 11 rodando sobre o Apple Metal, o que permite que agora a virtualização de Windows consiga rodar até 15% mais rápido, segundo os desenvolvedores.

Os desenvolvedores admitem que sempre que um sistema for virtualizado dessa forma, parte do desempenho não será aproveitado, especialmente em games, mas mesmo assim, essa mudança deve agradar as pessoas que querem usar o macOS para jogar, visto que o Proton ainda não funciona nativamente no macOS, como funciona no Linux.


Apesar de poder ser utilizado para games, a ferramenta é focada em produtividade, com ferramentas como o Microsoft Office, que mesmo possuindo uma versão para o macOS, muitas pessoas costumam preferir a versão que roda no Windows.

Atualmente existem outras ferramentas gratuitas para fazer este tipo de virtualização, como o VirtuaBox ou o VMWare, mas o Parallels é feito para o macOS e pensado para ser integrado com o sistema, como nos mostra o trailer acima. Esses benefícios não saem de graça, o aplicação tem ofertas diferentes, mas o valor para quem decidir compra-lo "para sempre" é de 100 dólares aproximadamente.

E no mundo Linux?


Atualmente existem muitas chances do seu jogo favorito de Windows rodar no Linux também, graças ao Proton e ao Wine, ou mesmo ao Lutris, que diferente de virtualização, usam uma tecnologia diferente, e fazem uma tradução, não criando um hardware virtual, mas fazendo o jogo pensar que está rodando no Windows. Por si só, isso já torna mais viável ser um gamer de Linux atualmente, do que um gamer de macOS.

Quando se fala em Virtualização, Linux tem muitas opções também, especialmente em ambientes robustos, onde o acesso a hardware é fortemente exigido, no entanto, a virtualização de ambientes 3D ainda é problemática, assim como no macOS.

VirtualBox, VMWare, e KVM, através de aplicações como o próprio VirtualBox ou o GNOME Boxes, são excelentes alternativas para manter a produtividade com aplicações Windows que você eventualmente necessite. Todo esse setup pode ser potencialmente gratuito e open source, tirando o próprio Windows, obviamente.

Você tem dúvidas sobre Virtualização? Participe do nosso fórum.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo