Sistema de impressão CUPS 2.3 lançado, confira as novidades - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Sistema de impressão CUPS 2.3 lançado, confira as novidades

Depois de 3 anos sem muitas novidades, o sistema de impressão CUPS chega na versão 2.3.

terça-feira, 27 de agosto de 2019

/ por Henrique AD
A Apple anunciou recentemente o lançamento da nova versão do CUPS, a empresa é a responsável pelo sistema de impressão livre, utilizado em seu sistema e na maioria das distribuições Linux. 

cups-apple-macos-linux-ubuntu-mint-impressão-impressora

O CUPS 2.3 veio com algumas novidades e mudanças, começando por sua licença. Anteriormente utilizando GPLv2 e LGPLv2, agora passa para a licença Apache 2.0, o que permite a utilização do código do CUPS por outras empresas e produtos, sem a preocupação de compatibilidades com a GPLv2 e LGPv2. Assim, até outros projetos de código aberto da Apple serão compatíveis com a nova licença adotada (Por exemplo, o Swift, WebKit e mDNSResponder).

A questão de licenças é muitas vezes algo confuso de se entender, e que acaba limitando vários projetos por obrigatoriamente ter que manter licenças compatíveis ou impedindo o uso de código proprietário junto a softwares livres.

A licença Apache 2.0 é compatível com a GPLv3, porém, incompatível com a GPLv2. Para resolver este impasse, uma exceção especial foi adicionada ao contrato de licença para código sob as licenças GPLv2 / LGPLv2.

Novidades do CUPS 2.3


O CUPS não se limitou a mudança de sua licença, pelo contrário, novos recursos foram adicionados, segue as principais características:

  • Suporte para os presets e o atributo “finish”, no protocolo IPP Everywhere (isso permite que ferramentas definam dinamicamente uma impressora na rede, enviar solicitações, executar operações de impressão diretamente ou através de intermediários);
  • Implementação da visualização do estado de suspensão de novos trabalhos de impressão no comando “ipstart”;
  • Novo utilitário ippeveprinter, com implementação de um servidor IPP Everwhere (permitindo a execução de comandos para cada trabalho de impressão ou um software cliente);
  • Suporte para autenticação HTTP Digest e SHA-256 para biblioteca libcups;
  • Regras que seguem as especificações de modelos de impresoras, como: Lexmark E120n, Lexmark Optra E310, Zebra, DYMO 450 Turbo, Canon MP280, Xerox e HP LaserJet P1102;
  • Correção de vulnerabilidades que ocasionaram estouro do buffer designados para o processamento de dados inválidos (CVE-2019-8696 e CVE-2019-8675);
  • Implementação do protocolo para compartilhamento de acesso às impressoras Bonjour, fornecendo os nomes DNS-SD ao registrar as impressoras na rede;
  • Adição do suporte a gravação de atributos ippserver em arquivos, no utilitário ipptool;
  • Adicionado suporte às opções MinTLS e MaxTLS ao SSLOptions, possibilitando a escolha de qual TLS utilizar;
  • Adição do suporte a diretiva UserAgentTokens ao “client.conf”;
  • Atualização do serviço Systemd para execução do cupsd;
  • O Ipoptions agora pode trabalhar com impressoras IPP Everwhere que não estejam adicionadas à fila de impressão;
  • Adicionado corretamente o suporte ao modo de impressão na frente ao driver IPP Everwhere;
  • Remoção dos utilitários cupsaddsmb e cupstestdsc. 

Para mais informações acesse o repositório do Github da Apple, especificamente o do CUPS, por este link.

Como instalar o novo CUPS 2.3 no Ubuntu e derivados


Até o momento essa nova versão não está disponível nos repositórios oficiais do Ubuntu, geralmente esse processo demora alguns dias. Recomendo que seja paciente e espere a atualização. No entanto, se for um “apressadinho”, você poderá compilar diretamente do Github. Mas, só faça isso se tem a plena consciência de como proceder. Abaixo irei demonstrar a compilação do código fonte do CUPS 2.3. Faça por sua conta e risco.

Baixando o código fonte do CUPS 2.3:

wget https://github.com/apple/cups/releases/download/v2.3.0/cups-2.3.0-source.tar.gz

Descompactando o pacote:

tar xzvf cups-2.3.0-source.tar.gz

Entrando no diretório criado:

cd cups-2.3.0

Enfim, pondo as mãos na massa e compilando (seguindo os comandos na ordem):

./configure

make

make check

sudo make install

Para finalizar, reinicie o serviço ou o sistema para que a nova versão seja executada.

Aposto que muitos não sabiam que a “dona Apple” era a responsável pelo sistema de impressão CUPS (😁️😁️😁️).

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus, e fique por dentro das novidades.

Até o próximo post, te espero aqui no blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎

Fonte: Ubunlog, Apple.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo