Você conhece o Parrot Security OS? - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Você conhece o Parrot Security OS?

Distribuição Linux focada em profissionais de segurança da informação, recebeu recentemente uma nova atualização.

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

/ por Henrique AD
Quando alguém pensa em “hackers” o Kali Linux logo vem a mente. Contudo, o mundo Linux é vasto e existem inúmeras alternativas e muitas de igual qualidade.

pentest-linux-parrot-security-os-cybersecurity-kali-hacker-segurança

O Parrot Security OS tem como foco a área de segurança, um dos vários setores de TI que exigem muito estudo, testes e superações. Projetado para pentest, análise forense em computadores, engenharia reversa, ataque, aplicações para ataques de palavras-chave, criptografia e muito mais. Possui um vasto e seleto conjunto de ferramentas, sendo também uma ótima solução ao trabalhar com criptomoedas.

Ao contrário do Kali Linux que utiliza por padrão o ambiente GNOME, o Parrot faz uso do MATE. Inclusive em seu site existe uma opção com KDE. O sistema é baseado em Debian e na última atualização disponibilizada, o Parrot Security 4.7, veio com muitas novidades.

pentest-linux-parrot-security-os-cybersecurity-kali-hacker-segurança-mate-kde

Alteração no domínio do site


Inicialmente a distro apenas tinha foco em pentest, com o passar do tempo o projeto amadureceu e se tornou mais geral. Houve assim uma necessidade de mudança de domínio, de parrotesec.org para parrotlinux.org, para melhor organização. 

Mudanças de repositório


A distribuição renomeou o seu repositório atual de “stable” para “rolling”, no cotidiano dos usuários que usam o sistema não influencia em nada. Com essa mudança, a proposta do Parrot fica mais distinguível, pois a equipe planeja lançar uma variação LTS (essa sim será a “stable”).

Melhorias no menu e adições de programas


O menu da interface do Parrot foi redesenhado, de modo a auxiliar e facilitar a busca pelos apps instalados. Além de novas ferramentas adicionadas para pentest, a equipe menciona que planeja aumentar ainda mais o leque de variedades. Nem todos os programas estão instalados no sistema, houve uma triagem e seleção de alguns pacotes, o resto está nos repositórios e cabe ao usuário ter a liberdade de montar seu próprio “arsenal”.

Sandbox no AppImage


Uma solução customizada do firejail + apparmor foi adicionada ao sistema, isso visa melhorar o recurso de sandbox no sistema. Tal medida foi devido ao número alto de reclamações por parte dos usuários, a implementação anterior do sandbox nos AppImages causaram alguns problemas.

Kernel Linux 5.2


Mesmo sendo baseado no Debian, que costuma ser bem conservador, os responsáveis pelo Parrot tentam oferecer as mais recentes versões do Linux em seu sistema.

Atualização do MATE


O Parrot 4.7 é fornecido com a versão mais recente do ambiente desktop MATE 1.22. Leve, rápido e econômico o MATE é uma escolha perfeita para quem deseja instalar em uma máquina antiga ou utilizar via “live cd”.

O sistema conta com mais novidades, um exemplo são as últimas versões do Firefox, entretanto não espere resultados surpreendentes em outras áreas, como jogos e afins. Bem segmentado, a distro é pensada para cybersecurity e não o usuário comum. 

Ficou interessado no Parrot Security OS? Efetue o download diretamente em seu site oficial.

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus, até o próximo post “hackudão”, SISTEMATICAMENTE! 😎

Fonte: Parrot.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo