Middle Earth: Shadow of Mordor recebe nova versão do seu porte para Linux - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Middle Earth: Shadow of Mordor recebe nova versão do seu porte para Linux

Nova versão do porte de Middle Earth: Shadow of Mordor agora inclui suporte a Vulkan, e grandes melhorias de desempenho.

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

/ por Jedi Fonseca
Sabe aquela sensação de quando o seu jogo favorito é portado para Linux? É muito boa, não é? Então imagine quando um jogo já portado para o sistema do pinguim ganha uma nova versão, capaz de utilizar tecnologias mais recentes, entregando um melhor desempenho. É para aplaudir em pé! 😁

middle-earth-shadow-of-mordor-recebe-nova-versao-do-seu-porte-para-linux

Faz algum tempo que a Feral Interactive portou o jogo Middle Earth: Shadow of Mordor para Linux. O jogo foi portado em 2015, o que pode não parecer tanto tempo assim, mas no mundo da tecnologia, 4 anos são gerações. 

Recentemente falamos sobre os anúncios de Shadow of the Tomb Raider e Total War Saga: TROY, que devem chegar no Linux muito em breve.

Os sistemas operacionais baseados em Linux evoluíram de uma forma surpreendente nos últimos anos. Se você testou alguma distribuição pela última vez há quatro anos, ou mesmo há dois anos, é bem provável que os resultados obtidos ao executar os mesmos testes hoje em dia sejam bastante diferentes. E “diferentes”, para melhor.

Na época em que Shadow of Mordor foi portado, tecnologias como a API gráfica Vulkan ainda estavam em um nível de desenvolvimento extremamente abaixo do que temos hoje em dia. Na época, nem mesmo tínhamos o Proton. Com isso, é compreensível a razão pela qual certos portes feitos naquele período não sejam tão otimizados quanto os feitos hoje em dia.


Na última quarta-feira (16), a Feral disponibilizou uma nova versão do porte de Middle Earth: Shadow of Mordor para Linux. O porte original do jogo funcionava utilizando OpenGL, já essa nova versão faz uso da API Vulkan, e promete melhorias significativas no desempenho do game.

A seguir você confere resultados de testes feitos pelo pessoal do site GamingOnLinux, comparando as versões OpenGL (porte original), Vulkan (nova versão do porte), e SteamPlay (versão de Windows do game, rodando no Linux através do Proton). Os testes foram feitos utilizando um processador Intel i7 5930X, e uma GPU Nvidia 2080Ti rodando o driver na versão 430.40. O jogo foi testado com a resolução em 1080p, e 4k. A versão do Proton utilizada foi a 4.11-7.

comparativo-shadow-of-mordor-01

comparativo-shadow-of-mordor-02

Observando os gráficos acima é perceptível como a nova versão do porte, utilizando Vulkan, consegue obter um desempenho superior às demais. A diferença fica ainda mais notável quando o jogo é testado em 4k. Os testes feitos rodando a versão de Windows do game através da SteamPlay, deram resultados relativamente bons, chegando próximo à versão com Vulkan. Já o porte original, feito em 2015 e rodando em OpenGL ficou atrás, e por muito.

Segundo o que foi informado por alguns usuários, a qualidade da Ambient Occlusion das versões do jogo para Linux é inferior à versão de Windows. Com isso, a equipe do GamingOnLinux fez mais alguns testes, agora com a Ambient Occlusion desativada, e também incluindo o Windows 10 na comparação.

comparativo-de-shadow-of-mordor-03

comparativo-de-shadow-of-mordor-04

Como você pôde perceber nos gráficos acima., os resultados no Linux, com a Ambient Occlusion desativada, foram um pouco diferentes dos primeiros testes. Nesses casos, tanto em 1080p quanto em 4k, foi a versão do jogo rodando via SteamPlay que ficou ligeiramente à frente da versão com Vulkan. Com a versão OpenGL ficando bastante atrás.

Todavia, a versão rodando no Windows 10 ainda obteve um desempenho razoavelmente superior, mas se você tiver um bom hardware, com certeza não fará a menor diferença. Porém, se o seu hardware for de entrada, essa diferença pode ser a chave entre o game ser ou não jogável.

Como jogar essa nova versão do game


Para ter acesso a essa nova versão do porte, clique com o botão direito do mouse sobre o nome do jogo, clique em “Propriedades”, então na aba: “Betas”, selecione “linux-vulkan-beta”.

ativando-versao-beta-porte-shadow-of-mordor-para-linux

É importante deixar bem claro que essa nova versão do porte de Middle Earth: Shadow of Mordor está em fase Beta, e é bem provável que melhorias sejam implementadas com o passar do tempo. Sendo assim, tenha em mente que os resultados que você vê nos gráficos acima retratam apenas o desempenho do software quando recém lançado. Desempenho esse que pode vir a ser muito superior nos dias, ou meses a seguir.

Por fim, não possuo esse jogo na minha biblioteca, e nunca o joguei, mas acho louvável o fato da Feral estar dando atenção a um jogo, já relativamente antigo, e tornando-o melhor para nós, Linux Gamers, praticamente a troco de nada. Digo isso porque, como bem sabemos, jogos e portes antigos não são, nem de longe, a melhor fonte de lucro da empresa.

Você possui Middle Earth: Shadow of Mordor na sua biblioteca? Gostaríamos que você nos contasse qual é o seu hardware, e qual é o desempenho desse jogo nele. Se possível, conte-nos qual foi a diferença antes e depois do novo porte.

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no Diolinux Plus

Isso é tudo pessoal! 😉

_______________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo