Nova versão do VirtualBox tem suporte ao Kernel Linux 5.3, e várias outras melhorias - Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Nova versão do VirtualBox tem suporte ao Kernel Linux 5.3, e várias outras melhorias

Versão 6.0.14 do VirtualBox inclui suporte ao Kernel Linux 5.3, e várias outras melhorias para todas as plataformas suportadas.

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

/ por Jedi Fonseca
O VirtualBox é, sem dúvidas, o software de virtualização mais utilizado do mercado. A popularidade não é à toa, já que além de ser um dos melhores, se não o melhor software do segmento, o mesmo é frequentemente atualizado com correções de bugs e adição de novas funcionalidades.

nova-versao-do-virtualbox-suporta-kernel-linux-5.3-e-muito-mais

No último dia 15 foi divulgado em seu site oficial o lançamento da versão de número 6.0.14, que conta com suporte ao Kernel Linux 5.3, e várias outras melhorias para os três sistemas operacionais: Linux, Windows e MacOS.

Se você tem dúvidas sobre o que é, como funciona ou como utilizar o VirtualBox, temos um excelente artigo “sistematicamente” escrito pelo HenriqueAD, que irá tirar muitas, ou todas as suas dúvidas. :)

Correções multiplataforma


Correções foram feitas no “core” de virtualização do software. A nova versão do VirtualBox agora terá um melhor suporte para sistemas com vários processadores. Também foi corrigido um bug que fazia com que, em raras ocasiões, máquinas virtuais salvas em “save state”, e hospedadas em máquinas com CPUs Intel, não iniciassem mais.

Também foi corrigida uma falha em potencial, que fazia com que o sinal de rede fosse interrompido sem motivo aparente em sistemas convidados instalados em UEFI. Continuando com as correções multiplataforma, foi removida uma falha que fazia com que alguns aplicativos fechassem, e a interface “flickasse” (partes da tela piscavam) ao utilizar os adaptadores de vídeo “VBoxSVGA” e “VMSVGA”.

Correções no MacOS e Windows


No MacOS foi corrigido um bug que fazia com que a VM fechasse inesperadamente, principalmente na versão 10.15 Catalina. Já em hospedeiros Windows, a captura de dispositivos USB que antes costumava apresentar falhas em determinadas situações, tornou-se mais confiável.

Correções em sistemas Linux, hospedeiros e convidados


Como mencionado anteriormente, foi adicionado suporte a versão 5.3 do Kernel Linux. Também foi aprimorada a detecção da versão do Python instalada no sistema hospedeiro durante a criação de pacotes RPM, o que deve alterar algumas dependências e assim evitar alguns erros durante a instalação.

Foi corrigido um bug que forçava a desmontagem de pastas compartilhadas entre os sistemas convidado e hospedeiro, e também aprimorada a compatibilidade com sistemas convidados rodando o ALSA com emulação AC’97. Por fim, foi adicionado suporte ao Red Hat Enterprise Linux 7.7 e 8.1 Beta, bem como ao CentOS e Oracle Linux 7.7.

Considerando que a versão anterior foi lançada cerca de um mês antes desta, o número de aprimoramentos apresentado não é de se reclamar. Todavia, mesmo sendo muito popular e poderoso, o VirtualBox não é o único virtualizador disponível internet a fora. Também existem outras excelentes opções.

Dito isso, gostaríamos de saber qual virtualizador você utiliza, e quais você acha que merecem ser testados, e ter um artigo sobre eles aqui no blog. Diga nos comentários, e ajude-nos a divulgar o que é bom.

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no Diolinux Plus

Isso é tudo pessoal! 😉

______________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo