Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador Game. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Game. Mostrar todas as postagens

Lista dos games para Linux em 2018

Nenhum comentário

sábado, 28 de julho de 2018

Já se foi o tempo em que "Linux não tinha jogos" ou "Linux não roda jogos". Isso vem caindo gradativamente a cada ano, graças a esforços de empresas como a Valve (dona da Steam), GoG, Nueevem e da Feral para que jogos inicialmente feitos para Windows, rodem em ambientes Linux.

Lista dos games para Linux em 2018






Outra iniciativa que tomou conta de 2018, foi a popularização da API gráfica VULKAN, que traz inúmeras melhorias para os jogos e também sendo multiplataforma, isso ajuda os "devs" a portarem mais facilmente os jogos para as diversas plataformas, como Linux, Windows e macOS

Hoje vamos mostrar alguns games que já foram lançados para Linux e quais ainda vão ser. A lista tá bem bacana com destaque para dois jogos do estilo Battle Royale.

Vamos começar com os títulos que já foram lançados:

 Warhammer 40,000: Gladius - Relics of War
⏺ Surviving Mars
⏺ Horizon Chase Turbo
Rise of the Tomb Raider
⏺ Northgard
Cultist Simulator
Overload
Total War Saga: Thrones of Britannia
Pillars of Eternity II: Deadfire
The Station
Ion Maiden (preview campaign)
Dead Cells (early access, lançamento da versão final em breve)
⏺ Ruiner
For The King
⏺ Iconoclasts
Neverwinter Nights: Enhanced Edition
N++
Battle Chasers: Nightwar
Full Metal Furies
Wizard of Legend

Como uma menção honrosa, temos o beta do Turok 2: Seed of Evil, Desperados - Wanted Dead or alive, POSTAL Redex, SEGA Mega Drive and Genesis Classics e muitos outros que fazem os portes dos seus jogos para Linux.

Na outra parte da lista, vamos mostrar alguns títulos que estão com os seus lançamentos previstos para o segundo semestre deste ano (2018) e começo do ano que vem (2019). Os jogos são:

Crazy Justice (Battle Royale)"Entre 20 de Julho - 30 de Julho";
⏺ Two Point Hospital - 30 de Agosto;
Life is Strange: Before the Storm - Porte feito pelo time da Feral;
Total War: WARHAMMER II - Porte feito pelo time da Feral;
Mavericks (Battle Royale) - Final de 2018 - Começo de 2019.

Também fizemos um artigo mostrando 7 sites/lojas que vocês podem comprar jogos para Linux e ter algumas horas de diversão.

Bom, essa lista pode ficar interminável conforme o gosto de cada um, pois em cada categoria de jogo pode haver o seu preferido e nessa lista só mostramos alguns jogos importantes. Mas conte aí nos comentários qual game você gostaria de ver portado para o Linux.

Um forte abraço, até uma próxima.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Feral Interactive libera "Game Mode" para Linux

Nenhum comentário

terça-feira, 10 de abril de 2018

A principal empresa de portes de jogos para Linux, a Feral Interactive, anunciou uma nova ferramenta Open Source para ajudar a otimizar o desempenho de jogos no Linux. Trata-se de um daemon e uma lib que permitem que os games extraiam mais desempenho dos processadores.

Linux Game Mode






O chamado "Game Mode" da Feral Interactive, que está trazendo ainda nesta semana o "Rise of the Tomb Raider" pra Linux e macOS, consiste em fazer com que o game consiga alocar "mais atenção" do processador para assim melhorar o desempenho do mesmo.

O recurso foi criado especialmente para ajudar os jogadores que possuem apenas Placas Intel HD Graphics para jogar ou alguma outra APU AMD, onde em ambos os casos, o desempenho do jogo está diretamente ligado ao desempenho do CPU.

Ainda assim, mesmo jogadores que tenham placas de vídeo dedicada (da Nvidia por exemplo), poderão tirar alguma vantagem do recurso.

Como funciona e como instalar


O "Game Mode" é algo que funciona em Background no sistema e altera o comportamento do "CPU Governor" para uma aplicação em específico, no caso um jogo. O recurso consiste em uma espécie de "combo" de biblioteca e daemon que permite aos jogos requisitarem certas otimizações para o kernel de forma temporária.

O código da ferramenta está disponível no GitHub para os interessados em testar.

A ideia não é incluir o recurso diretamente nos jogos atualmente, sendo algo que o usuário deve tomar a liberdade para si de usar ou não, mas em tese, nada impede que existem implementações diferentes do futuro.

Para instalar no seu sistema (apenas distros baseadas em Ubuntu e Arch) você deverá fazer a instalação via linha de comando, trata-se de um ajuste avançado, mas não necessariamente complicado.

Precisamos de algumas dependências antes:

(Ubuntu, Linux Mint, elementary OS e derivados)
sudo apt install meson libsystemd-dev pkg-config ninja-build git
(Arch, Manjaro e derivados):
sudo pacman -S meson systemd ninja git 
Os demais comandos são iguais para qualquer distro:
git clone https://github.com/FeralInteractive/gamemode.git 

cd gamemode
./bootstrap.sh
Depois disso, reinicie o computador para que o Daemon inicie já junto com o sistema e observe se tudo inicializa corretamente. Você pode pressionar a tecla "F8" para verificar a inicialização em modo "verbose" para ter mais informações.

Depois disso você precisa indicar manualmente que o jogo deve usar este recurso, o que teoricamente pode ser feito com um comando assim:
LD_PRELOAD=/usr/\$LIB/libgamemodeauto.so ./game
Onde "./game" no final é o caminho e binário do jogo, mas no caso da Steam, fica mais simples, basta editar os parâmetros de inicialização.

Clique com o botão direito do mouse sobre o jogo na sua biblioteca Steam, vá em propriedades e depois clique em "Set Launch Options" e cole o seguinte comando:
LD_PRELOAD=$LD_PRELOAD:/usr/\$LIB/libgamemodeauto.so %command%
Assim como está na imagem:

Diolinux tesde Game Mode Feral Interative

Clique no "Ok" e jogue normalmente.

Testes preliminares e desempenho


Claro que é cedo para dizer qualquer coisa, o projeto acabou de ser anunciado e ainda deve receber muitas melhorias e otimizações, mas a primeira vista a impressão foi boa.

Eu vou instalar alguns games mais pesados para fazer alguns testes e verificar, mas testei com dois jogos, Rocket League e Ballistic Overkill e os resultados foram interessantes.

Os jogos são relativamente leves e a máquina é potente (Ryzen 7, 16 GB de RAM DDR4 de 3000 Mhz, SSD e um GTX 1060 de 3 GB), mas ainda assim tive uma pequena melhoria.

Em ambos os jogos eu obtive uma média de 10 a 15 FPS acima do "normal" sem essa modificação. Ambos os jogos já rodavam muito acima dos 100 FPS, então a diferença em game não se torna grande, ainda mais em uma máquina assim, no caso do Ballistic Overkill por exemplo, o game chega a passar de 200 FPS.

Ambos os jogos foram testados com todos os gráficos, texturas e filtros nas opções de qualidade máxima.

Pretendo fazer testes em hardware mais modesto, onde ali sim, espero ter resultados mais animadores.

Se você testar, compartilhe conosco o resultado através da sessão de comentários, lembre de informar o hardware do computador, distro, qual e game e qual configuração gráfica você estava usando e se possível, mencione um "antes e depois".

Para deixar de usar o "Game Mode" no jogo, basta tirar o parâmetro de inicialização do lançador da Steam. Outra coisa que esperamos do futuro é que existe uma forma mais simples para aplicar esta funcionalidade, exigindo menos conhecimento técnico, funcionando talvez como um pacote de software, como qualquer outro que você instala dando dois cliques, ou que seja uma função já incorporada nos próprios jogos.

Bom proveito!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.



GAMEDEV Talks - Um workshop online e grátis para desenvolvedores de jogos e interessados

Nenhum comentário

sábado, 10 de março de 2018

Eu acho muito saudável que nós possamos apoiar as pessoas que trabalham desenvolvendo jogos aqui no Brasil. A nossa comunidade ainda é pequena se comparada a outros países onde o segmento está melhor encaminhado, por isso o esforço de reunir pessoas experientes e novatas, mas principalmente interessadas na área, pode ajudar a criar várias oportunidades interessantes e pode tirar várias dúvidas.

Gamedevtalks Brasil






Se você sempre sonhou em ir eventos de desenvolvedores de jogos e nunca pode ir por conta de morar muito distante de qualquer evento destes, problemas de transporte e seja lá o que mais possa ter te impedido, graças a internet agora você poderá se reunir com um monte de pessoas com o mesmo interesse que você.

Sobre o evento


O que é o GAMEDEV TALKS? 

Serão 4 encontros com grandes nomes da indústria de jogos brasileira onde conversaremos sobre diversas questões relacionadas ao mundo do desenvolvimento de jogos.

Quando o evento vai acontecer?

O GAMEDEV Talks vai acontecer entre os dias 13 e 22 de Março de maneira totalmente gratuita. Serão 4 dias diferentes com 1 encontro por dia. Você poderá se inscrever nesta página para participar!

Como funciona inscrição? 

É só você se cadastrar com seu nome e e-mail. Todas as informações serão enviadas pro seu e-mail de cadastro, então fique de olho nele!

Como vou assistir aos encontros ao vivo?

No dia de cada encontro será enviado por e-mail o link de transmissão daquele dia - é só você clicar e estar preparado para assistir!

QUANTO CUSTA PARA PARTICIPAR? 

O evento é 100% gratuito e você pode se inscrever nessa página sem nenhum custo.

Posso assistir fora do horário de transmissão?

Os encontros serão gravados e o link de gravação será enviado para todos que estiverem inscritos no GAMEDEV Talks.

Dúvidas? Envie para contato@producaodejogos.com

Sobre os eventos que acontecerão em cada dia


ꔷ (13/03/2018) às 20h

Pitch que vale ouro: como convencer aceleradores, publishers e investidores a apostar no seu jogo

Participantes:

ꔷ Orlando Fonseca Jr. - Fundador da IMGNATION, que participou das aceleradoras Boost VC e GameFounders

ꔷ Gabriel Sturmer - CMO da Cupcake, que participou da Startup Chile, GameFounders e recebeu investimento de 1 milhão de dólares

ꔷ Saulo Camarotti - CEO da Behold Studios, que recebeu 1 milhão de reais da ANCINE

ꔷ Raphael Dias - Fundador do Produção de Jogos e idealizador do GamedevTalks


Nesta conversa com Orlando Fonseca Jr. (Imgnation), Gabriel Sturmer (cupcake) e Saulo Camarotti (Behold Studios), Raphael Dias vai te ajudar a entender como comunicar sua ideia de jogo para convencer possíveis investidores, publishers ou mesmo entrar numa aceleradora.

- Como a Cupcake conseguiu investimento internacional de 1 milhão de dólares.

- Como criar pitches que convencem os melhores investidores e abrem portas para seu estúdio de games.

- Lições do Vale do Silício: O que a IMGNATION aprendeu sendo acelerada por 3 meses na Boost VC.

- Como usar editais de fomento do governo para alavancar seu estúdio de games e desenvolver suas melhores ideias de jogos (apenas em 2017 foram mais de R$ 20 milhões).



ꔷ (15/03/2018) às 20h

Pergunte ao CEO: Como criar e crescer uma empresa de jogos no Brasil

Participantes:

ꔷ Marivaldo Cabral - CEO da QUByte Interactive, que já produziu jogos para PC, PS4, Wii e Nintendo Switch

ꔷ Maurício longoni - CEO da Aquiris Game Studio, que tem 10+ anos de história e 70+ funcionários

ꔷ João Vítor - CEO da Cupcake, que busca ser #1 no mundo em jogos casuais do tipo brain puzzle

ꔷ Raphael Dias - Fundador do Produção de Jogos e idealizador do GamedevTalks


Nesta conversa com Marivaldo Cabral (QUByte), Maurício Longoni (Aquiris) e João Vítor (Cupcake), Raphael Dias vai selecionar as principais dúvidas da audiência e discutí-las ao vivo com os CEOs de 3 empresas de jogos de sucesso.

- O que fazer quando um jogo fracassa: lições de resiliência de quem alcançou sucesso seguindo em frente

- Como fazer seu estúdio de games crescer e transformá-lo numa empresa saudável e produtiva (muitas pessoas investem anos e nunca descobrem como fazer isso)

- Como atrair desenvolvedores comprometidos e altamente habilidosos para seu estúdio de games e montar um time dos sonhos

- O que esses CEOs fariam se fossem começar tudo do zero e criar uma nova empresa de games (aplique essas lições para aumentar suas chances de sucesso)



ꔷ(20/03/2018) às 20h

Vivendo de Jogos: como ganhar dinheiro desenvolvendo jogos independentes

Participantes:

ꔷ Walter Machado - Criador da série Ubermosh e um dos principais cases nacionais de sucesso indie

ꔷ Daniel Snd - Criador do What The Box e Rocketfist. Primeiro brasileiro a publicar no Nintendo Switch

ꔷ Rafael Carminatti  - Desenvolvedor independente com mais de 3 milhões de jogos vendidos na STEAM

ꔷ Raphael Dias - Fundador do Produção de Jogos e idealizador do GamedevTalks


Nesta conversa com Walter Machado, Daniel Snd e Rafael Carminatti, Raphael Dias vai debater quais são os principais ingredientes para conseguir viver da venda dos seus próprios jogos.

- As lições aprendidas por pequenos estúdios (de 1 ou 2 pessoas) que conseguiram criar jogos com mais de 100.000 cópias vendidas mundialmente.

- Como criar jogos que vendem todo dia e atraem jogadores sedentos pelas seus próximos projetos.

- Como ter um público engajado e quase implorando para comprar seu jogo mesmo meses antes do lançamento.

- Como ter uma legião de fãs que compram todos os jogos que você faz e te permitem viver do seu sonho de trabalhar com games.



ꔷ (22/03/2018) às 20h

Como Mudar de Carreira e Começar a Trabalhar com Jogos

Participantes:

ꔷ Thiago Adamo - Compositor de trilhas e sound designer, trabalhava na área de TI

ꔷ Sergio Ueta - Engenheiro e Co-Fundador da Mens Sana, trabalhava na área de TI

ꔷ Tony Salto - Programador na Garage 227, criadora do SHINY (PC/PS4)

ꔷ Raphael Dias - Fundador do Produção de Jogos e idealizador do GamedevTalks


Nesta conversa com Thiago Adamo, Sergio Ueta  e Tony Salto, Raphael Dias vai discutir sobre o processo de mudança de carreira e como dar os primeiros passos na indústria de jogos sem largar o emprego atual.

- Como criar um plano de ação para dizer adeus aos empregos monótonos e encontrar um trabalho estimulante na indústria de jogos

- Como dar os primeiros passos no mercado de games mesmo sem largar seu emprego atual (e como descobrir a hora certa de migrar)

- Os maiores erros e principais acertos de quem decidiu mudar e hoje tem uma carreira de sucesso no mercado de games (e como aplicar essas lições na sua vida profissional)

- Estratégias comprovadas para ter uma segunda carreira na indústria de games, mesmo se o seu trabalho atual consome praticamente todo seu tempo


Aproveite a oportunidade, até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Usuário cria tutorial de customização do Deepin para jogos

Nenhum comentário

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

O YouTuber Erickson Amaral, do canal Livre Software, criou um tutorial mostrando como ajustar componentes sensíveis do Deepin Linux para instalar as últimas versões de drivers de vídeo, Kernel, MESA e outras coisas mais.

Linux Deepin Gamer





Antes de mais nada, eu gostaria de dizer que apenas recomendo este tutorial para aqueles que tem conhecimento mais avançado em Linux, ou que não tem medo de "destruir" o sistema e depois perder alguns minutores arrumando (ou formatando), pois mexer com partes sensíveis do sistema pode acabar desestabilizando-o.

No procedimento demonstrado no vídeo abaixo o Kernel do sistema, os drivers e o servidor gráfico são alterados, então preste atenção e faça preferencialmente em uma máquina de testes antes de colocar na sua máquina de produção.


Para aqueles que quiserem acompanhar os passos em modo texto, o Erickson criou um artigo no blog dele com todo o passo a passo também, confira aqui.

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Como instalar o game PokerStars no Linux

Nenhum comentário

quinta-feira, 18 de maio de 2017

O Poker é um dos games de cartas mais populares do mundo, isso não chega a ser novidade, mas um dos principais games online do gênero infelizmente não tem versão para Linux, como alguns usuários pediram, (na verdade foi um amigo meu que disse que só vai testar o Mint se rodar o PokerStars 😂) aqui vai um breve tutorial de como jogar PokerStars através do Wine sem complicação.

PokerStars




Aí está uma coisa que eu quero me dedicar a aprender jogar, já assisti alguns campeonatos e até comprei um Kit com fichas, mas está faltando gente pra me ajudar a praticar ultimamente. O jogo em si veio se popularizando ao longo dos anos e conquistou muitos fãs também, quem não lembra dos casinos de Las Vegas quando pensa em Poker, né?


Com a ascensão da internet, o jogo que já era muito popular, acabou se tornando praticamente um eSport, com milhares de jogadores ao redor do mundo, parece ser um passatempo muito bom para
aqueles dias chuvosos, é um jogo carregado de estratégia e competitividade, pra quem gosta de coisas do gênero é um prato cheio.

Falando do PokerStars


Se você gosta de Poker, saiba que existe um aplicativo do jogo de cartas que pode ser instalado na sua distro Linux. De todo o leque de jogos que o poker oferece, você pode encontrar cada um deles presente na plataforma de pôquer online PokerStars. Com a instalação do game é possível jogar em três modalidades: jogo aberto (você pode entrar e sair da mesa no momento em que quiser), sit and go (torneios curtos) ou torneios em si.

Esse jogo também permite apostas, claro, então é bom ficar atento, os modos de jogo possuem três limites de aposta: fixo, limite da mesa e no limite,que permite que você aposte todas suas fichas em um excitante e inesperado all in.

Como eu tinha comentado, o game em si foi desenvolvido apenas para Windows, mas isso não quer dizer (Felipe), que você não possa rodar ele no Linux! Especialmente porque ele é um aplicativo simples e você pode usar o Wine para rodar a aplicação, então aqui vai um passo a passo para você rodar o PokerStars no Linux.

1 - Precisaremos do Wine ou do PlayOnLinux, se você não sabe utilizar estas ferramentas ou tiver dúvidas, confira o nosso manual de Wine.

Se você não tiver o Wine instalado, você poderá fazer simplesmente procurando pelas aplicações na Central de Aplicativos:

PlayOnLinux


2 - O segundo passo é baixar o game normalmente, acesse o site do PokerStars e faça o download. 

Se preferir, você pode fazer o download também utilizando o comando:

wget -c http://www.pokerstars.com/PokerStarsInstall.exe


3 - Uma vez feito o download, agora vamos fazer a instalação. Abra o PlayOnLinux pelo menu do sistema, com ele aberto, clique no botão "Instalar".

PokerStars Linux Wine

Na janela que se abrir você pode pesquisar pelo PokerStars e instalar ele por ali, entretanto, para garantir que você tenha a versão mais atualizada, vamos usar o arquivo que você baixou no segundo passo. Para isso, ao invés de instalar através do ícone do PokerStars que aparece ali, você deve clicar na parte inferior onde está escrito "Instalar um programa não listado".


Ao clicar na opção, um utilitário será mostrando, basicamente você precisa avançar, haverá apenas uma opção onde você tem que digitar no nome do prefixo que você deseja, pode digitar apenas "PokerStars", sem aspas.

PokerStars Linux Wine

PokerStars Linux Wine

PokerStars Linux Wine

PokerStars Linux Wine

PokerStars Linux Wine

Se você seguir os passos corretamente, você chegará na seguinte tela, onde será necessário encontrar o instalador do game:

PokerStars

Depois de selecionar o instalador basta clicar em "Avançar" mais uma vez, após isso o instalador do PokerStars vai se abrir, então basta seguir o processo de instalação tradicional, como no Windows.

PokerStars

Após o processo de instalação terminar, é possível abrir o game clicando no ícone dentro do PlayOnLinux, na Área de Trabalho ou no menu do sistema.

Se era pelo Poker que você não estava no Linux, agora não é mais! :D

Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.





OpenLara - O primeiro Tomb Raider agora roda através de um navegador

Nenhum comentário

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Procurando reinventar uma engine de código aberto para rodar o clássico Tomb Raider, alguns desenvolvedores criaram o OpenLara, uma versão do game que usa WebGL e roda em qualquer navegador atual.

OpenLara - Tomb Raider WebGL




Este projeto de código aberto foi inspirado no OpenTomb, que tem uma intenção parecida. Você encontra o código do OpenLara no GitHub se você quiser dar uma olhada.

Existe também uma demonstração disponível online para você jogar um pouco o OpenLara, clique aqui para acessar.

OpenLara
A descrição das teclas de controle ficam logo abaixo da tela de jogo, porém, atente-se para o fato de que você deve ter a aceleração de hardware ativada no seu navegador para o jogo funcionar corretamente, no Google Chrome você ativa essa opção, caso não esteja ativada, pelo menu de configurações na sessão de configurações avançadas.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




SuperTuxKart será lançado oficialmente na Steam

Nenhum comentário

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Um dos games mais clássicos e icônicos do mundo Linux finalmente vai chegar ao mainstream, SuperTuxKart será disponibilizado no Steam, a plataforma da Valve com suporte para Windows, Linux e macOS.





O game SuperTuxKart recebeu o "sinal verde" no Steam para poder ser disponibilizado na plataforma, os desenvolvedores mencionaram que o game deverá permanecer grátis como sempre foi, mas estão considerando incluir conteúdos adicionais que poderiam ser pagos, um dinheiro que, além das doações que o projeto continua aceitando, tem o objetivo de servir para melhorar ainda mais o game.

SuperTuxKart é um exemplo de um game comunitário, criado com softwares de código aberto em todos os sentidos possíveis e também disponibilizado para o público da mesma forma. 


Ainda não se sabe exatamente quando o game estará disponível para instalação através do Steam, segundo as informações, os desenvolvedores estão encontrando algumas dificuldades em compatibilizar a GPL, licença na qual o jogo é disponibilizado, com alguns requisitos do Steam e da Valve, mas assim que isso for resolvido você poderá jogá-lo também pela maior plataforma de games do mundo, não só no Linux.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Novatio - Um console baseado em Linux que roda jogos de Windows!

Nenhum comentário

quarta-feira, 22 de março de 2017

Olha só, eu sei que parece até Clickbait esse título aí, mas parece que o projeto é esse mesmo, e é exatamente assim que o Novatio é e é isso que ele faz! Por mais absurdo que pareça! Bom, acho que devo apresentar ele melhor para você e tecer meus comentários à respeito.





Já pensou que bacana seria poder jogar todos os jogos de Linux, Windows e Android em apenas um console? Pois é, boa ideia né? Essa é ideia por traz do projeto Novatio.

Como o próprio site do projeto informa, ele não é uma Steam Machine, de origem italiana e usando um sistema operacional baseado em Linux (no Debian) chamado NovOS, ele pretende ser um console híbrido capaz de rodar os executáveis do Windows diretamente no Linux.

É nessa parte que você levanta a sobrancelha...

Rochelle desconfiada :D

Pelas informações, além do case modificado, as peças internas são normais, exceto a placa-mãe, pois nela há um chip FPGA, chip este que seria capaz de traduzir de alguma forma os arquivos .exe para algo que o Linux pudesse interpretar. Com isso funciona? Não faço a MENOR ideia.

Olhando por esta ótica, o grande "segredo" do projeto Novatio é a placa mãe que será utilizada, como eu não sou de acreditar em milagre assim, eu pesquisei pela internet à fora em busca de informações sobre o projeto, encontrei o repositório GitHub deles, que ainda está vazio, há também um vídeo explicado pelos seus criadores:


O pessoal do Navatio também iniciou uma campanha no IndieGOGO em busca de financiamento para o projeto no valor de 75 mil Euros, não sei se pela falta de marketing ou se foi porque a ideia não convenceu, mas até hoje eles não juntaram 200 Euros.

Apesar de que eu tenho uma tese sobre isso, pelo que eu consegui colher de informação (apesar de ser especulação) o pessoal do Novatio estaria brigando para poder patentear o seu chip milagroso, que é o grande diferencial do projeto, por isso da falta de informação de como ele funciona, talvez receio de que a ideia fosse roubada, não sei. Por outro lado, sem mostrar o projeto funcionando, nem um protótipo para demonstração vai ficar difícil alguém comprar esse milagre, até porque, tirando o fato do sistema operacional ser grátis, se você não se importa em pagar o Windows, você já tem esses recursos disponíveis, inclusive games de Android através de emuladores como o NOX e o BlueStacks e até o Genymotion.

Muita coisa é impossível até que alguém vá lá e faça, mas podemos esperar para ver o que vai acontecer, até por que, acho que não temos outra opção,

O que você achou do projeto?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Hitman será lançado para Linux ainda neste mês

Nenhum comentário

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

A Feral Interactive, principal empresa por trás dos portes de games para Linux, enviou-nos uma release de imprensa contando que o novo Hitman vai ser lançado para Linux em pouco mais de uma semana, confira os detalhes.

Hitman chega ao Linux




A Feral anunciou hoje o lançamento de "HITMAN - The Complete First Season" para Linux, com suporte oficial para o Ubuntu e para o SteamOS, o game deverá chegar no dia 16 de Fevereiro. O game que comemora 16 anos da famosa série é o primeiro a ser lançado nativamente para a plataforma do pinguim, ainda que outros títulos da série rodem pelo Wine.

Hitman para Linux
Imagem da Steam

No game você controlará o famoso Agente 47 e vai procurar se tornar um mestre em assassinatos usando todo o Stealth que você puder. A versão lançada para Windows e para os consoles é episódica, ou seja, foi lançada em episódios, mas agora que toda a primeira temporada já foi liberada, a versão para Linux virá com todos os episódios já disponíveis.


O game está disponível para compra na Steam e na loja da Feral Interactive e pode ser adquirido completo ou episódio por episódio. Este é mais um game triplo A disponível para Linux neste ano.



Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Feral Interactive anuncia porte do game Deus Ex: Mankind Divided para Linux e Mac

Nenhum comentário

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A principal empresa de porte de games para Linux e Mac, Feral Interactive, anunciou que mais um game triplo A estará chegando em breve para as plataformas da Apple e do Pinguim.

Deux Ex Mankind Divided




Os gamers de Linux e Mac receberam uma grande notícia hoje, o game Deux Ex: Mankind Divided está sendo portado e deverá ser lançado até o final do ano.

O anúncio foi feito no Twitter e na página oficial da Feral Interactive dizendo que o porte está sendo trabalhado oficialmente e deverá ser lançado antes do final do ano na Steam, tanto para Linux, quanto para Mac.

Deus Ex para Linux


Deus Ex: Mankind Divided é um jogo eletrônico RPG de ação – combinando elementos de tiro em primeira pessoa e stealth – desenvolvido pela Eidos Montreale publicado pela Square Enix. Ele foi lançado mundialmente em 23 de agosto de 2016 para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One. É o quarto título da série Deus Ex, sendo uma sequência direta dos eventos de Deus Ex: Human Revolution lançado em 2011.


Bacana, não é? Mais um grande game desembarcando para o Linux (e Mac).

Até a próxima!

Fonte
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Projeto quer usar realidade virtual para criar um jogo de YuGi-Oh com hologramas

Nenhum comentário

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Se Pokémon GO já deixou a galera com um frenesi daqueles por conta da proposta do jogo e de integrar os Pokémons com o mundo real, é melhor os fãs de YuGi-Oh prepararem os corações.

YuGi-Oh HoloLens




O Microsoft Hololens chamou muita atenção quando foi anunciado graças as propostas incríveis de experiência que ele promete, porém, não existem muitos projetos que o utilizam. Apesar disso, vendo um vídeo dele é difícil não querer interagir com este tipo de tecnologia.

Um "desenvolvedor solitário" resolveu colocar um sonho de infância de muita gente em prática, jogar YuGi-Oh com hologramas dos monstros de duelo, do mesmo jeito que acontece no Anime. Tudo bem que ele ainda não está nem perto de ter um padrão jogável, mas probabilidade de chamar a atenção da industria com isso é grande e só me faz pensar uma coisa: "Konami, faça essa budega logo!"

Existem alguns vídeos onde a tecnologia foi demonstrada em carácter experimental, confira:






Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Nvidia e id Software mostram a GTX 1080 rodando o novo Doom com o Vulkan

Nenhum comentário

sexta-feira, 13 de maio de 2016

A Nvidia relevou recentemente as suas novas e poderosas placas de vídeo, a GTX 1070 e a GTX 1080, para dar uma demonstração do "poder de fogo" dos novos chips houve um teste envolvendo o game Doom, da nova geração, confira:

Doom na GTX 1080



Tudo bem que os astros principais da apresentação eram as placas de vídeo e o game, o Doom, mas tivemos na apresentação um coadjuvante importante, a API gráfica Vulkan.

Veja também: Tudo sobre o Vulkan

O Vulkan tem a capacidade de democratizar os games em todas as plataformas e é sempre bom vê-lo em ação para ver o quanto ele pode ser potente, ainda mais sendo utilizando em conjunto com a nova "King", como a Nvidia chamou a GTX 1080.


O game estava rodando em 1080p e ficou cravado nos 60 FPS por boa parte do gameplay, quando o V-Sync foi desligado o FPS variou de 120 a 200 FPS com a nova placa de vídeo e o Vulkan, quando o jogo atingia 200 FPS foi possível perceber alguns bugs, estes bugs foram atribuídos a própria Engine do game, que tem alguns problemas  quando o game roda a esta taxa de quadros segundo os desenvolvedores.

E aí, o que você achou da demonstração?

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Outlast 2 é mais tenebroso do que você poderia imaginar e vai ser lançado para Linux também

Nenhum comentário

sexta-feira, 29 de abril de 2016

A desenvolvedora do aclamado game de terror Outlast, que fez muito sucesso há algum tempo atrás, anunciou que haverá uma versão do game para Linux também e já foram liberados alguns gameplays com prévias, vamos dar uma olhada no material?

Outlast 2 Linux




Outlast 2 parece se passar em um mapa mais aberto, ao ar livre em algumas partes, mas ainda assim tão claustrofóbico quanto o hospital psiquiátrico do primeiro game (que já tem versão para Linux). Agora vamos encarar uma vila, escolas e cenário à luz da lua e cheio de névoas "a lá" Silent Hill.


Você pode conferir um dos primeiros gameplays para ver como o jogo está ficando logo abaixo:



Segundo a Linux Game News, Outlast 2 sairá para Linux também, porém, não no dia de seu lançamento para Windows, o mais provável é que o lançamento da versão nativa fique para perto do ano que vem, quando saíra juntamente com a versão para Mac, mas datas poderão ser alteradas.

Falando em Outlast, eu já fiz alguns vídeos do game me cagando completamente ainda quando só existia versão para Windows e depois quando saiu a versão para Linux também, dá uma conferida.



_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como traduzir "The Witcher 2" para o português na versão Linux [Vídeo]

Nenhum comentário

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Enquanto o terceiro e premiado lançado da franquia não sai para o Linux (ele deve sair ainda neste ano, já com muito atraso), as pessoas que gostam do universo do game poderão jogá-lo agora com a tradução para o português usando Linux, algo que não era possível até então.

The Witcher 2 tradução ptbr para Linux




A versão original do game para Windows já tem essa tradução, porém, ele foi feita por fãs, acabou que ela ficou tão boa que os desenvolvedores a incluíram no jogo (pelo menos foi o que eu ouvi falar), porém a versão para Linux não é compatível com essa tradução original, tanto que a única forma de fazer o jogo rodar no "sistema do pinguim" é colocando o idioma em inglês, pelo menos era... até agora.

O canal Linux Gamer, nosso parceiro - Confira os produtos do Linux gamer na DioStore - publicou um vídeo tutorial mostrando como fazer o ajuste no seu game, confira:



Até a próxima e bom jogo!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Street Fighter V para Linux vai demorar um pouco mais para chegar

Nenhum comentário

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Enquanto jogadores que usam o Windows e PS4 estão podendo comprar o novo Street Fighter V os jogadores que usam Linux ou Steam OS terão de esperar um pouco mais.

Street Fighter V Linux

Valve e Capcom estão trabalhando em conjunto para liberar o novo Street Figher V para Linux também, isso deve demorar alguns meses ainda, provavelmente quando o Outono começar teremos a versão para o sistema do pinguim.

O atraso se deve ao fato das empresas estarem buscando uma otimização a mais e talvez o SFV seja um dos primeiros games a se utilizar a tecnologia Vulkan, o que deve deixar ele mais veloz. O game é desenvolvido com a engine Unreal 4, que tem versão nativa para Linux, o que significa que o game não será um porte e sim desenvolvido para Linux.

É uma pena que as versões para Linux não acompanhem o calendário tradicional de lançamentos mas se o game vir mais otimizado vale a pena esperar, você não acha?

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Perfect World: Aprenda a instalar e veja uma comparação entre Windows e Linux

Nenhum comentário

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Muitos usuários Windows não migram para o Linux por conta dos jogos, hoje em dia este problema já está parcialmente solucionado com os milhares de títulos disponíveis na Steam, porém, ainda existem alguns jogos que não estão por lá. O MMORPG Perfet World é um deles. Hoje você vai aprender a instalar ele no seu Linux utilizando o PlayOnLinux.

Como instalar Perfect World no Linux

Quando o eu digo que o Wine "faz mágica" o povo não acredita, mas ele simplesmente consegue "enganar" os programas e fazê-los pensar que estão no Windows! O projeto Wine, assim como o PlayOnLinux, veem melhorando de versão em versão e a lista de programas que não são compatíveis continua sendo reduzida, lançamento após lançamento.

Na vida é importante ter amigos e nós podemos nos orgulhar no Junior do canal Tuxter Games, ele é especializando em Wine e mostrou pra gente em um tutorial passo a passo como rodar o game Perfect World no Linux fazendo também uma comparação entre jogos rodando no "sistema do pinguim" e no Windows.

No tutorial foi usada uma ferramenta chamada PlayOnLinux. O PlayOnLinux é uma "camada de abstração" para o Wine, nós temos um vídeo tutorial muito bacana para você aprender a mexer com ele, confira agora.

- Aprenda a usar o PlayOnLinux


- Como instalar o Perfect World no Linux através do PlayOnLinux



- Teste comparativo do game rodando no Windows e no Linux


Bom jogo e não esqueça de passar no canal Tuxter Games para conhecer o trabalho do nosso amigo Junior! Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Goo Create - Uma engine online para criação de games

Nenhum comentário

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Está pensando em tirar do papel aquele jogo que você vem imaginando há tempos? Agora você terá mais uma oportunidade de fazer com que o seu sonho se torne realidade, conheça o Goo Create.

Goo Create

Crie seus games diretamente no seu navegador


Hoje em dia o sonho de criar um jogo está muito mais próximo de pessoas leigas do que nunca antes esteve, nesta semana mesmo nós mostramos para você o RPGBoss, uma ferramenta que permite que você crie games do gênero RPG de maneira facilitada.

A maior diferença do Goo Create é que ele é totalmente online, isso mesmo, uma Engine completa totalmente online onde você poderá liberar a sua imaginação e criar os seus games, eu por exemplo fiz "um guri num barquinho" na imagem acima.

Você pode simplesmente acessar o site e começar a trabalhar ou adicionar o aplicativo do Goo Create no Google Chrome clicando no botão abaixo.
O Goo Create tem uma versão grátis e outras versões com assinatura mensal que te dão acesso a mais ferramentas e possibilidades.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




O mundo sem Linux - Parte 3 - Legendado

Nenhum comentário

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Chegamos ao terceiro episódio da série da "The Linux Foundation" chamada de "O mundo sem Linux", o como de praxe a nossa equipe legendou, créditos especiais ao Gabriel da Costa do canal Toca do Tux e também redator do Diolinux.

o mundo sem Linux

Confira o 3º episódio de "O mundo sem Linux" legendado em PTBR




Neste episódio o tema abordado são todas as maneiras com que as pessoas tem para se conectar hoje em dia, sobretudo as redes sociais, praticamente todas as potências da internet rodam sobre servidores Linux.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo