Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador Libre Office. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Libre Office. Mostrar todas as postagens

Como usar o LibreOffice Impress para criar belas apresentações

Nenhum comentário

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

O Impress é o aplicativo de apresentações da suíte LibreOffice, hoje vamos conhecer um pouco mais os seus recursos e aprender o básico de uma forma descomplicada para que você possa realizar as suas aulas, palestras e/ou apresentações sem problemas.

Como usar o LibreOffice Impress



O LibreOffice é um dos programas de código aberto de maior sucesso no mundo empresarial, sendo utilizando não somente em estações Linux, mas com Windows e MacOS também. Muitos órgãos públicos também utilizam a solução como forma de redução de custos e longevidade de documentos.

Veja também: Como controlar a sua apresentação no LibreOffice Impress pelo Android

Usar formatos abertos pode ajudar a manter o conteúdo dos seus documentos disponíveis por toda a sua vida e além disso até, como eu comentei neste vídeo.

Veja também: Como manter o LibreOffice na última versão estável no Ubuntu

Em breve teremos conteúdos relacionados aos outros programas que compõem a suíte LibreOffice, porém, hoje o assunto é o Impress, o programa de apresentações, confira a vídeo aula e aprenda as funções básicas dele:



Agora você já conhece o básico e ainda ganhou algumas dicas para fazer uma boa apresentação, mas aproveitando a oportunidade, deixe-me te passar mais duas dicas que vão tornar a sua utilização do LibreOffice ainda mais confortável.

Se você tem um computador mais modesto e tem que aguardar alguns instantes para o LibreOffice abrir, essa dica é especialmente feita para você! Que tal fazer ele abrir quase que instantaneamente? É uma boa, não é? A melhor notícia é que você não precisa fazer investimento em hardware para isso, basta fazer um pequeno ajuste, como eu mostrei neste artigo.

A segunda dica é que caso você esteja precisando (sinceramente, eu espero que não) de um modelo de currículo para distribuir por aí e gostaria de fazê-lo através do LibreOffice Writer, eu disponibilizei aqui um modelo bem bacana que você pode seguir ou se inspirar para mostrar as suas qualidades ao seu futuro empregador.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Lançado o LibreOffice 5.2, confira as novidades

Nenhum comentário

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

O LibreOffice, a principal suíte office de código aberto, recebeu uma nova atualização, a versão 5.2 trás algumas novidades interessantes para as principais aplicações do pacote e para os usuários finais, confira:

Lançado LibreOffice 5.2




O novo LibreOffice 5.2 inclui novos recursos para atribuir um classificação a um documento, apesar do recurso parecer de pouca utilidade para a maioria das pessoas, ele é muito relevante par ao meio empresarial e governamental, um local onde a utilização do LibreOffice cresce exponencialmente, tanto que esta modificação foi patrocinada pelo Ministério de Defesa da Holanda, que vai tirar proveito da funcionalidade.

O Calc também muito bem de leve, agora ele possui um "recurso de previsão", que você vai entender melhor ao ver o vídeo de apresentação abaixo, porém, este não deve ser o último recurso adicionado ao LibreOffice ainda na série 5.x. Já o Writer, o programa de textos, agora possui um modo para te ajudar a focar no seu trabalho, escondendo muitas opções em sua barra no modo "Single Toolbar Mode", que me lembra um pouco o modo simplista do Google Docs.


Outra mudanças menores também foram feitas, como adicionar alguns ícones de funções que já existiam na barra principal, buscando sempre colocar ao alcance do usuário as funções que ele mais utiliza, deixando assim o LibreOffice mais amigável. Os menus de contexto também podem ser personalizados através de opções no painel de configurações da suíte, não todos, é verdade, mas boa parte.

A versão 5.2 também melhorou o suporte para trabalhar com arquivos no Google Drive, houve também uma melhoria na compatibilidade com os documentos gerados no Microsoft Office.

Baixe o LibreOffice 5.2


Você encontra a versão 5.2 do LibreOffice no site oficial, disponível para as 3 principais plataformas, Linux, Mac e Windows, e existem até mesmo versões no formato Snap e Flatpak.


O LibreOffice 5.2 também deve chegar em breve às distribuições Linux através das atualizações automáticas, porém, você pode garantir que sempre tenha a última versão do LibreOffice assim que ela for lançada no Ubuntu utilizando o PPA oficial do projeto.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




SoftMaker Office - Uma suíte office que você pode usar no Linux e no Windows

Nenhum comentário

domingo, 29 de maio de 2016

Hoje eu vou te apresentar mais uma alternativa de office para você usar no Linux, ou até mesmo no Windows. Conheça o SoftMaker Office, uma suíte compatível com formatos Microsoft e abertos.

Softmaker Office no Linux



O SoftMaker Office é uma suíte de escritório de código fechado que possui uma versão grátis e uma versão paga, a versão grátis e chamada de SoftMaker FreeOffice.
Leia também: WPS Office - Uma boa alternativa ao Microsoft Office para Linux e Windows
A aparência dele lembra um pouco a do LibreOffice, suíte completa que vem com a maior parte das distros Linux e que também está disponível para Windows e Mac, porém, ele é um Office mais simples, possuindo apenas 3 programas, o TextMaker (Texto), o PlanMaker (Planilhas) e o Presentations (Apresentação de Slides).

A sugestão para falar deste programa veio do nosso leitor Régis Soutello Pessolano, que diz estar utilizando de maneira satisfatória a ferramenta há algum tempo e com boa compatibilidade com os arquivos com extensão do MS Office e com formato aberto, então, muito obrigado pela dica! :)

Como baixar e instalar 


No site oficial existes pacotes em .rpm e .deb e um instalador genérico em shell script, além dos instaladores .exe para Windows, ou seja, é possível instalar em qualquer sistema praticamente sem muitos problemas. Porém, para fazer o download é necessário fazer um cadastro no site informando um e-mail de sua preferência, através dele você receberá um serial que deverá ser inserido na primeira vez que você abrir qualquer um dos programas da suíte.
Existe uma versão da suíte para o Android também. Se você testar também, conte pra gente como foi a sua experiência.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Um Slide para você apresentar o Linux para outras pessoas

Nenhum comentário

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Olá pessoas, como estão? Espero que bem! Hoje eu quero compartilhar com vocês um arquivo que achei dentro de um de meus HDs "semi-pifados", os quais eu estava averiguando o funcionamento, trata-se de uma apresentação de slides feita no LibreOffice Impress com alguns tópicos interessantes sobre a apresentação do Linux para um público leigo.

Slide para apresentação do Linux




Sinceramente, não tenho certeza de qual foi eu motivo de eu ter criado esses slide, ele é simples e pequeno... se não me engano foi em uma semana de apresentação de tecnologias que foi feita na empresa onde eu trabalho. 

O Slide é simples, com tópicos que eu julguei interessantes para serem abordados e imagens das principais interfaces gráficas que as distribuições usam, algumas não tão atualizadas.

Eu espero que ele possa ser útil para você, claro, ele necessita de uma remodelada, uma melhorada, uma atualizada, um melhor acabamento. Quem sabe algumas transições e efeitos hein? Mas será uma boa base para qualquer um que queira mostrar o Linux para alguém.
Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Open365: O LibreOffice na nuvem

Nenhum comentário

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Se você está procurando uma alternativa interessante para substituir o MS Office 365 que seja open source e livre de custos, provavelmente o Open365 vai cair como uma luva.

Open365 - LibreOffice Cloud




Contextualizando 


Se você já tinha ouvido falar do Open365 pode estar pensando: O blog Diolinux está meio atrasado, a notícia do surgimento do Open365 é do mês passado ainda!

Realmente, por data nós estamos um pouco atrasados, porém, apesar de eu também ter conhecimento dele eu esperei para fazer o post porque queria esclarecer algumas coisas sobre o projeto. Eu li algumas matérias em alguns sites brasileiros que falam de open source afirmando que de "open" o Open365 só tinha o nome... e que não havia código fonte e nem informações sobre a licença dele. 

Eu também achei estranho, pesquisei na internet e não encontrei muitas coisas, mas resolvi fazer o mais óbvio, achei o contado deles no Facebook e pedi para que me mostrassem onde estava o código fonte da aplicação e sob qual licença o software estava, agora que eu recebi os esclarecimentos vou poder falar do Open365 com maior propriedade, sem ficar especulando.

Conheça o Open365


O nome já sugere a sua funcionalidade, é praticamente uma paródia do Office365 da Microsoft, paródia só no nome, que fique claro. Ele usa a tecnologia de virtualização em nuvem para trazer até você o LibreOffice completo, igual ao que você usa diretamente no seu computador. Só este fato já é interessante para compararmos com o MS Officce365, que tem alguns recursos a menos que a versão de PC.

Usando o LibreOffice, o EyeOS, o Seafile e o KDE como base, o Open365 cria uma experiência de Office open source muito boa para qualquer tipo de usuário, outro recurso interessante é que você pode baixar um cliente dele para usar no seu computador, o cliente tem suporte para Windows, Mac e Linux, mas além disso, você também pode criar o seu próprio servidor, de uma maneira parecida com a solução do Collabora, e assim ter a sua própria nuvem com o LibreOffice para a sua empresa, juntando isso com o OwnCloud você conseguirá manter todos os seus dados localmente, interessante, não?

O meu amigo Ricardo, do blog Linux Descomplicado, fez um vídeo para mostrar algumas das funções básicas do Open365, confira:


Como eu suspeitava, como todo projeto feito por poucas pessoas, enquanto alguns estavam desconfiados sobre as licenças do Open365 e de seu código fonte, algo que eu acho justificável,  os desenvolvedores estavam trabalhando para criar a documentação e as páginas exatamente sobre isso.



- Você encontra o código fonte da aplicação aqui, podendo fazer um Fork se você quiser, nesta página também existem tutoriais para instalação do software.

O Open365 está licenciado através da licença AGPL.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Domine o LibreOffice com o eBook "LibreOffice para leigos"

Nenhum comentário

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Está a fim de de ficar fera na suíte de escritório aberta mais popular do  mundo? Então aqui vai uma boa oportunidade. Conheça o eBook: LibreOffice para leigos v2.

LibreOffice para leigos


A segunda versão do LibreOffice para leigos traz para o leitor uma atualização geral de funcionalidades do LibreOffice, retirando o que fazia referência, na primeira versão, ao descontinuado BrOffice. O eBook vai desde tutoriais de instalação em todas as plataformas populares até dicas de utilização da suíte, explicando seus menus e funcionalidades. O autor, Klaibson Ribeiro, teve o cuidado de escrever de uma forma simples e de fácil entendimento, certamente você vai gostar; e a melhor parte? Ele é de graça!


Faça o download clicando no botão logo abaixo.

É um arquivo em PDF, você pode abri-lo com qualquer programa para essa finalidade, o Ubuntu e a maior parte das distribuições Linux costuma trazer um leitor de documentos juntamente com a instalação padrão dos sistemas.

O eBook é grátis, mas você pode contribuir com o autor para que ele continue com seu trabalho:

"Talvez eu nunca venha a lhe conhecer, mas escrevi este livro pensando em ajudar VOCÊ, no seu trabalho, seja no seu escritório, sala de aula ou escrevendo um livro, assim como eu fiz.
Este e-book é GRATUITO. Mas, se a leitura lhe ajudar em algo, agradeço se você enviar uma pequena contribuição no valor de R$ 25,01 (vinte e cinco reais e um centavo) no Banco do Brasil, Agência: 5251-5, Conta-Corrente: 9041-7. Caso prefira usar, tenho conta no PayPal.
Grato por sua colaboração.
KLAIBSON NATAL RIBEIRO BORGES (klaibson@gmail·com)"

Quer ser ainda mais ninja no LibreOffice?

Nós temos alguns cursos disponíveis na nossa loja para quem quer aprender mais sobre o LibreOffice, o Curso de LibreOffice Writer por exemplo, está com 38% de desconto, confira clicando aqui.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Forças Armadas da Itália esperam economizar cerca de 30 milhões de Euros usando o LibreOffice

Nenhum comentário

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Mais um bom exemplo de como a adoção de software livre ou Open Source pode, além de trazer segurança para as pessoas e maleabilidade, também trazer muita economia, confira o case das Forças Armadas da Itália.

LibreOffice será adotado nas forças armadas italianas




Há poucos dias nós tivemos um notícia envolvendo a cidade italiana de Vicenza, que estava migrando os computadores do município para o Linux  e as notícias envolvendo o Open Source e a Itália não param, desta vez foram as Forças Armadas do país que informaram a sua migração do Microsoft Office para o LibreOffice.

O Ministério de Defesa italiano anunciou que pretendem economizar entre 26 e 29 milhões de Euros nos próximos anos por conta da migração de plataforma, além de tecnicamente adotar o padrão ODF como formato de documentos.

A expectativa é que em 2017 cerca de 70% dos computadores já rodem o LibreOffice, isso representa nada mais, nada menos, do que 75 mil usuários novos para o LibreOffice, segundo o Genereal Camillo Sileo, Vice-chefe do Departamento de Defesa.

Até o momento, 5 mil estações foram migradas, como mostrado em relatório,  e para isso foram treinadas pessoas que vão fazer a instalação das suítes e também manutenção. Segundo as informações, outros países estão procurando fazer o mesmo, como Alemanha, Holanda, Reino Unido, Espanha e França, todos fazendo parte do projeto "LibreDefesa" que segue um protocolo de migração publicado pela Document Foundation.

Que isso sirva de exemplo para outros países fazerem o mesmo. Para ser ter uma ideia do impacto de um processo de migração institucional/empresarial como este, confira o nosso vídeo sobre adoção de softwares abertos em empresas no Brasil:


Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Escritório Aberto: Baixe modelos de documentos do LibreOffice

Nenhum comentário

sexta-feira, 11 de março de 2016

O Projeto "Escritório Aberto" tem como objetivo fornecer arquivos para o LibreOffice, são planilhas, documentos, apresentações e outros arquivos compatíveis com o LibreOffice para todas as finalidades, modelos de currículos, cartas, documentos oficiais, apresentações, planilhas de controle financeiro, etc, tudo isso grátis e pronto para você utilizar.

LibreOffice




É normal ter um pouco de dificuldade ao começar a utilizar um novo programa como o LibreOffice, especialmente se você está plenamente acostumado com o Microsoft Office, então que tal facilitar um pouco mais a sua vida com alguns documentos prontos?

Escritório Aberto


Este é o conceito do projeto "Escritório Aberto" uma página dentro da Wiki da "The Document Foundation" que possui uma ampla gama de arquivos e modelos de todos os tipos para o LibreOffice que foram enviados voluntariamente por colaboradores da suíte de escritório.
Leia também: Como mantar o LibreOffice atualizado no Ubuntu
Na imagem acima você pode ter uma noção dos inúmeros tópicos que vários documentos para você baixar e utilizar, para acessar a página do projeto "Escritório Aberto" apenas clique no botão abaixo:


Quero deixar uma agradecimento especial ao Ricardo Bugim que me deu a dica do projeto, compartilhe para os seus amigos para facilitar a vida de todos os que usam o LibreOffice, até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Lançado LibreOffice 5.1 com muitos aprimoramentos

Nenhum comentário

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

A "The Document Foundation" anunciou o lançamento da mais recente versão do LibreOffice, a versão 5.1 chega para os usuários com várias melhorias de interface e também de código, para deixar a suíte aberta mais popular do mundo ainda melhor.

LibreOffice 5.1

Dentre as coisas novas que podemos encontrar no LibreOffice 5.1 estão uma interface gráfica reorganizada prezando por colocar as funções mais utilizadas e populares de cada um dos programas da suíte em lugares mais convenientes para a fácil utilização.

Houve também uma melhora no suporte a formatos proprietários da Microsoft com o Office 2016 e do Apple Keynote 6, houve também um melhor suporte para o formato ODF 1.2, além disso agora é possível acessar arquivos e documentos remotos que estejam no Google Drive, Sharepoint e Alfresco através do menu Arquivo.

Download e mais informações


Para ter mais informações sobre o lançamento e também fazer o download da nova versão para o seu sistema, seja Linux, Windows ou Mac, basta acessar a página do LibreOffice. Se você usa o Ubuntu ou algum derivado, como o Linux Mint, você pode utilizar o PPA oficial do LibreOffice para manter a suíte atualiza no seu sistema.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




LibreOffice tem mais de 120 milhões de downloads

Nenhum comentário

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Contabilizar números envolvendo download e utilização de projetos de código aberto é uma coisa mais complicada do que deveria, porém, números são importantes, eles podem mostrar o quão popular um software está se tornando e o LibreOffice certamente tem do que se orgulhar.

Libre Office 120 milhões

A "The Document Foudation" revelou alguns números muito interessantes sobre as estatísticas de download do LibreOffice desde Setembro de 2010, quando o projeto nasceu, até os dias de hoje.

Apesar do pouco tempo de vida, os números e adoção do Libre são incríveis, ele é hoje a suíte de escritório que melhor consegue concorrer com as proposições do Microsoft Office. Segundo as informações, são cerca de 120 milhões de downloads a partir do site oficial desde 2010, um número assombroso! E isso não conta as suítes LibreOffice que já vem por padrão nas distribuições Linux, o que engordaria um pouco este número certamente.

Outro marco que o projeto atingiu foi o de mais de mil desenvolvedores ao longo de sua história, o que faz do LibreOffice um dos maiores projetos colaborativos do mundo.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Baixe o calendário 2016 feito no LibreOffice

Nenhum comentário

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

O LibreOffice é uma suíte muito poderosa e tem um programa chamado "LibreOffice Draw" que é pouco utilizado pela maioria das pessoas, mas agora além de conhecer um pouco do potencial do software você poderá usar o calendário no ano de 2016.

Calendário 2016

Eliane Domingos, membro da comunidade LibreOffice, disponibilizou em seu perfil do Facebook os arquivos em formato aberto do calendário do ano de 2016 com a temática LibreOffice e feita nele também.

Você pode baixar a versão aberta, como esta da imagem acima onde você pode incluir os feriados locais também se desejar ou fazer qualquer outra modificação e também uma versão em PDF para quem deseja apenas o calendário pronto.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




WPS Office 2016 - Uma ótima alternativa ao Microsoft Office para Linux

Nenhum comentário
O Software Chinês, WPS Office, conhecido em sua versão mobile por "Kingsoft Office" é uma aplicação muito interessante para quem precisa de uma alternativa para o Microsoft Office e não se dá muito bem com o LibreOffice. E ainda vamos te ensinar a instalar a tradução também.

WPS Office

Um clone do Microsoft Office


O WPS Office é uma solução de suíte Office para o mercado chinês mas que vem ganhando mercado no ocidente. A principal aposta dele é a sua aparência, que lembra muito a interface Ribbon do software da Microsoft e a sua praticamente perfeita compatibilidade com os formatos docx, xlsx e pptx.

WPS Office no Ubuntu

Apesar de ser muito interessante, o WPS tem um contra, ele não tem suporte para formatos abertos, como os do LibreOffice, isso aparentemente será implementado no futuro, mas no momento não é o que temos. Ele também é originalmente em inglês, mas para o Ubuntu e derivados nós temos um pacote de tradução para a maior parte de sua interface, o projeto foi feito pelo pessoal do União Livre, há também uma versão em desenvolvimento para Arch Linux e derivados, que por sua vez é uma derivação do pacote do União Livre.

Download do WPS Office 2016 para Linux


Para fazer o download do WPS Office 2016 basta clicar no botão abaixo, você será redirecionado para a página de downloads do software.
Na página de download você encontrará varias versões no painel que fica na parte esquerda, são várias versões Alpha e uma versão beta, se você clicou no botão acima você foi direcionado para a versão Alpha20, pois a Beta1 estava indisponível.

Rolando a página mais para baixo você encontra os links para download, como você pode ver na imagem abaixo, os sistemas estão indicados abaixo, lembrando que as versões em DEB também valem para Debian e derivados do Ubuntu, como o Linux Mint e as versões RPM também pode ser usadas em derivados do Red Hat e Fedora e com o openSUSE, a versão final em suma serve para qualquer distro, porém, você terá que compilar o código fonte.

Download do WPS Office

A tradução do WPS Office para o português


Assim que você instalar o DEB/RPM dando dois cliques, ou instalar usando o pacote com o código fonte, o WPS Office ficará em inglês, para traduzir a versão para o Ubuntu e derivados você pode baixar o pacote abaixo e dar dois cliques, posteriormente, ao abrir o programa você verá ele em português.


Para Arch Linux e derivados você encontra a tradução aqui, infelizmente não existe uma versão RPM para a tradução, porém, você pode usar o Alien para converter o pacote de DEB para RPM. Você encontra o repositório do União Livre aqui.

Confira um vídeo demostrativo da funcionalidade da aplicação:


Atualização:

O WPS Office foi removido do site oficial, provavelmente por conta de uma atualização que ele deverá sofrer, confira aqui uma outra forma de fazer a instalação.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Lançada versão 5.0.4 do LibreOffice, veja como instalar no Ubuntu e derivados

Nenhum comentário

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

O LibreOffice anunciou uma nova atualização para a suite de escritório, as novidades não são muitas mas elas trazem correções de bugs e mais estabilidade ao programa.

LibreOffice 5.0.4

Para quem gosta de ficar sempre a última versão do LibreOffice temos uma nova atualização, o anúncio foi feito diretamente de Berlim, este lançamento é apenas uma versão de manutenção da versão 5.X e realmente não traz nenhuma grande novidade. Porém, o LibreOffice já apresentou novidades interessantes nesta semana, como a versão online da suíte.

Quem desejar ter a última versão estável do LibreOffice no Ubuntu ou qualquer derivado do sistema pode usar o nosso tutorial especial que ensina você a adicionar o PPA oficial do projeto.

Até a próxima
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




LibreOffice e ownCloud juntos para trazer uma solução aberta semelhante ao Google Docs

Nenhum comentário

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

É impressionante como iniciativas de código aberto podem colaborar entre si para criar um produto novo e ainda melhor. Depois dos boatos sobre a possível junção do LibreOffice com o projeto Thunderbird, iniciado pela Mozilla, agora é a vez de outra aplicação aberta muito popular, o ownCloud, juntar forças com a maior suíte Office de código aberto da atualidade.


LibreOffice sempre avançando


Um dos softwares de código aberto de maior relevância atualmente é o LibreOffice, isso sem sombra de dúvidas. Apesar de algumas pessoas ainda cobrarem determinadas funções para ele, é notável que seu modelo colaborativo vem trazendo frutos.

Uma interface semelhante a organização da interface Ribbon do Microsoft Office está sendo desenvolvida, algo que pode ajudar os mais aficionados à suite da Microsoft a pelo menos experimentar o LibreOffice, recentemente o Libre atingiu a marca de 100 milhões de usuários também, uma marca muito importante.

A novidade de hoje é interessante porque houve muita cobrança para que isso acontecesse, uma versão online do LibreOffice sem ser a versão do RollApp. A integração com a nuvem veio através do desenvolvimento de uma solução empresarial feita pela instituição Collabora, uma organização que está por trás de boa parte do desenvolvimento do LibreOffice e é especializada em treinamentos, especialmente na Europa.

OwnCloud


A versão em nuvem do LibreOffice chega aos usuários graças ao ownCloud, uma ferramenta de código aberto que permite que sejam criados servidores pessoais de armazenamento em nuvem, você pode baixar ele e criar um "Dropbox" no seu próprio computador, uma solução que interessa muito as empresas que não querem deixar seus arquivos em servidores de terceiros. O vídeo a seguir do pessoal do Collabora mostra como funciona o novo recurso.


Você encontra as instruções para instalar e o link para fazer o download da versão online do LibreOffice na página oficial do projeto, tenha em mente que todo o ambiente ainda está em desenvolvimento, o pessoal do Collabora também colocou o código do projeto no GitHub.

O que esperar da versão Online do LibreOffice?


A usabilidade mais clara para o LibreOffice online é efetivamente em ambiente empresarial, atualmente não existe uma solução viável para o uso do mesmo de maneira doméstica, da mesma forma que você faz com o Google Docs e o motivo é simples, o LibreOffice não é uma empresa e não teria condições, provavelmente, se sustentar um serviço gratuito deste porte, entretanto, nada impede que alguma empresa, ou a própria "The Document Foundation" criasse uma versão Online do LibreOffice para ser usada como o Google Docs por assinatura, desta forma elas conseguiriam, acredito eu, cobrir os seus gastos e disponibilizar para o público em geral.

É bom ver o LibreOffice evoluindo a passos largos, o que você achou da novidade?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Thunderbird e LibreOffice juntos para concorrer com o Microsoft Office

Nenhum comentário

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

A união de dois grandes projetos de código aberto poderá beneficiar os usuários de ambos, o LibreOffice, talvez um dos maiores cases de sucesso do código aberto, poderá abraçar o projeto Thunderbird para aumentar ainda mais a concorrência com o Microsoft Office.

LibreOffice e Thunderbird

Thunderbird poderá ser parte do LibreOffice


Já faz um certo tempo que a Mozilla não dá uma grande atenção ao Thunderbird e recentemente a fundação anunciou que está deixando de cuidar do gerenciador pessoal, que é muito comumente utilizado como gerenciador de e-mails (inclusive por mim), para focar-se no que ela sempre fez de melhor, o Firefox. Desta forma o desenvolvimento do Thunderbird ficaria à cargo da comunidade.

A comunidade LibreOffice logo mostrou interesse em ajudar a dar suporte para o programa para que a suíte ficasse ainda mais completa, afinal, apesar de ter vários softwares importantes que substituem os nativos e principais do Microsoft Office, e ter o Draw que é um diferencial, ainda falta um gerenciador de e-mail para concorrer com o Outlook.

Apesar do futuro incerto do Thunderbird, afinal, ao que parece a própria "The Document Foundation" já planejava construir um software com as características do Thunderbird, parece ser uma escolha interessante, ou dar continuidade ao projeto ao englobá-lo.

O que você acha da ideia?

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




LibreOffice lança aplicativo para o Ubuntu Phone

Nenhum comentário

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Aos poucos o Ubuntu Touch vai ganhando mais aplicativos e com certeza na escalada para ter uma biblioteca maior de opções o apoio das aplicações que o Ubuntu ajudou a popularizar será de grande valia, agora os usuários do LibreOffice poderão usar uma aplicação para visualizar documentos nos Ubuntu Phones.

LibreOffice no Ubuntu Phone

LibreOffice no Ubuntu Phone


Stefano Verzegnassi publicou no Google+ a novidade de que agora o Ubuntu Touch dispõe do aplicativo LibreOffice Viewer 2.0, a mesma aplicação que já está disponível para Android. Aos interessados em ver, o App pode ser acessado na Ubuntu Store.

O aplicativo, tanto na versão para Ubuntu Touch como para Android, não é um editor de textos, ele simplesmente permite a visualização dos arquivos, diferente do Microsoft Word para Android por exemplo.

Até onde eu saiba não há previsão de lançamento de um editor completo, ou mesmo simples, do LibreOffice para dispositivos mobile, mas parece ser um passo lógico na evolução do aplicativo, apesar de tudo, um editor de texto poderoso não se faz necessário atualmente, afinal, dificilmente você irá trabalhar em documentos importantes, como escrever um TCC através de um Smartphone, mas no futuro talvez isso seja possível.

A possibilidade com o Unity 8


Algo que devemos considerar é a convergência em que a Canonical está trabalhando, isso fará com que as aplicações desktop que rodam no Ubuntu possam ser usadas em um Smartphone ou Tablet também, desta forma, toda a suíte do LibreOffice poderia ser usada em dispositivos móveis, pelo menos os que rodam Ubuntu.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




LibreOffice atinge a marca de 100 milhões de usuários

Nenhum comentário

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

A suíte de código aberto mais popular do mundo tem uma estatística para mostrar finalmente, graças a Collabora agora temos uma noção de quanto o LibreOffice está sendo usado mundo a fora.


A Collabora é uma instituição que trabalha diretamente com treinamento em LibreOffice na Europa e é também a instituição que mais colabora com o projeto LibreOffice, logo atrás da Red Hat, e através do infográfico fornecido por eles podemos ter uma noção da quantidade de usuários que o LibreOffice tem, ou pelo menos uma parte deles.

É notável como o LibreOffice vem crescendo, sendo um dos projetos de código aberto mais famoso entre usuários "comuns", mas sobretudo, utilizado em departamento públicos, prefeituras, governos, instituições, etc.

Temos alguns dados interessantes sobre o LibreOffice para compartilhar com você, segundo as informações da Collabora, hoje são pelo menos 100 milhões de usuários ativos da suíte office open source, 18 governos de países da Europa usando o software, atualmente o LibreOffice suporta 189 tipos de arquivos. O suporte comercial para o LibreOffice também está disponível em 21 países atualmente, 15 mil computadores estão usando LibreOffice em Munique (Alemanha), 500 mil na França e 1 milhão no Brasil. O número no Brasil surpreende se comparado com outros países, mas não podemos esquecer que o Brasil tem mais de 200 milhões de habitantes, o que faz o número ainda relevante, ser menos do que parece, mas aos poucos a suíte vai ganhando terreno, como vimos no caso do estado do Paraná recentemente.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Ministério Público do Paraná abandona MSOffice e migra para o LibreOffice

Nenhum comentário
O Ministério Público do Paraná tomou uma medida que vai orgulhar muitos defensores do software de código aberto e também qualquer um que prese o dinheiro público, agora o estado vai usar o LibreOffice em detrimento ao Microsoft Office.

LibreOffice Paraná

Software Livre ganha espaço no Paraná


O Ministério Público do estado do Paraná, no Brasil, mudou sua suíte de escritório do Microsoft Office para o LibreOffice, a suíte aberta mais utilizada do mundo. Segundo as informações a economia por conta desta decisão será de 1,2 milhões de reais por ano, este recursos serão utilizado na atualização dos equipamentos da instituição ao invés de serem gastos em licenças.

A instituição ainda relata em sua página oficial as vantagens da migração que vão além da simples economia de verba pública, o formato aberto também será adotado visando o comprometimento com a permanência das informações e documentos a longo prazo, algo que qualquer órgão, público ou privado deveria pensar, algo que o formato proprietário não permite.

Falamos sobre este assunto no vídeo: A importância dos formatos abertos.

A medida também vai ao encontro do que vem sendo adotado por diversas unidades do Sistema Nacional de Justiça e do Ministério Público brasileiro – a exemplo do CNMP –, que já utilizam o LibreOffice.

O Ministério Público afirma que o LibreOffice é composto de ferramentas simples de usar e que nenhum documento atual será perdido, uma vez que o LibreOffice consegue abrir os documentos criados no Word, Excel e PowerPoint, segundo eles, a principal mudança que precisa ocorrer é nas pessoas, membros, servidores e estagiários precisarão absorver as diferenças entre as duas ferramentas (MSOffice e LibreOffice) e habituarem-se a utilizar padrões abertos na hora de salvar seus documentos. Para isso, há acompanhamento técnico do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI), bem como apoio e capacitação permanente, bem como apoio e capacitação permanente do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf).

Usar software de código aberto não deveria ser só uma opção


Uma coisa importante que temos que esclarecer sobre o uso ou não de software livre é que, você, na sua casa, no conforto do seu lar, onde é você quem manda, o uso de software proprietário é uma escolha unicamente sua, entretanto, em instituições públicas isso deveria ser lei. Pelo menos uma lei que disse que sempre que possível um software de código aberto deve ser utilizado em detrimento a um proprietário.

Motivos para isso não faltam, softwares de código aberto são exponencialmente mais seguros, algo que deve ser muito prezado quando utilizado em setores que trabalham com informações sigilosas da população e do governo. Dar dinheiro, deliberadamente, para uma empresa privada (a Microsoft ou qualquer outra), sendo que este dinheiro vem da verba pública, de impostos arrecadados, para ser utilizado em um softwares que tem tecnicamente um substituto a altura gratuito é algo que deveria ser abominado.

Existem muitas licitações e pregões por aí que levantam verdadeiras fortunas para compra de software, recentemente um dos bancos mais famosos do Brasil, a Caixa Econômica Federal, levantou estimativas de mais de 100 milhões de reais em licenças de Windows e Office, sendo que este dinheiro poderia perfeitamente ser aplicado em outras situações mais urgentes e que não tem a atenção merecida, como saúde, e a meu ver, principalmente a educação.

Usar softwares de código aberto em setores públicos é um sinal de respeito com o povo, e com dinheiro dele recolhido através de impostos, usar na sua empresa é questão de necessidade/inteligência para gerir o negócio, pois as vantagens são as mesmas do setor público, a não ser que haja uma real necessidade de uma aplicação privada e usar na sua casa é uma questão de gosto, simples assim.

No mais, meus parabéns ao estado do Paraná, tomara que a decisão estenda-se para outros setores também e contagie o país como um todo, é um exemplo a ser seguido. Finalmente pudemos dar uma notícia destas falando sobre o Brasil, quem acompanha o blog sabe que relatamos diversos "cases" de sucesso do LibreOffice, especialmente na Europa, em países, como Dinamarca, Alemanha, França e também no Reino Unido.

Qual a sua opinião sobre o assunto?
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Pack com 33 Modelos para o LibreOffice Impress - Download

Nenhum comentário

terça-feira, 10 de novembro de 2015

O LibreOffice já é uma ferramenta completa por definição mas ele ainda pode melhorar e te dar mais opções. Hoje vamos baixar e instalar um novo pack de templates (modelos) para você usar no LibreOffice Impress e dar um "up" nas suas apresentações.

Modelos para o Impress

Baixe o um pack de templates para o Impress


Os templates são aqueles layouts padrão para os slides que você pode usar no LibreOffice Impress, apesar de úteis eles não são muitos e nem muito variados na instalação original do LibreOffice, mas é possível aumentar a quantidade disponível para o seu uso através deste pack.


Primeiramente baixe o pacote clicando no botão abaixo:
Depois de baixar o pacote extraia o conteúdo do arquivo que você baixou para a pasta "Modelos" dentro da sua home, se não houver você pode criá-la mas normalmente ela vem por padrão no sistema, nós fizemos uma matéria para explicar para você como funciona a pasta modelos há algum tempo atrás e você pode conferir antes de continuarmos.

Pasta modelos

Agora basta configurar os seus modelos novos no Impress.

Abra o LibreOffice Impress e vá até o menu Arquivo>>Novo>>Modelos

Adicionando templates Impress

Na janela que se abrir vá até a aba "Apresentações" e depois clique em "Meus Modelos".

Templates Impress

Depois de ter clicando em "Meus modelos" clique no botão "Importar" e navegue até a pasta onde você extraiu os arquivos que você baixou no primeiro passo, selecione todos e clique em abrir e pronto, seus templates estão instalados.

Impress

Bom proveito e até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




LibreOffice Magazine conta a história de 5 anos do projeto

Nenhum comentário

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

O LibreOffice está completando 5 anos de existência o projeto LibreOffice Magazine comemora juntamente 3 anos de existência, a recente edição foca em mostrar de onde o projeto veio e como ele está agora.

LibreOffice Magazine

Baixe a edição 19 de LibreOffice Magazine


A edição 19 da LibreOffice Magazine, a revista do LibreOffice, é uma edição comemorativa de aniversário, afinal, neste ano completamos 5 anos de LibreOffice e 3 anos de revista.


Recheada de informações interessantes, a nova edição foca em contar um pouco da história da suíte aberta mais popular do mundo, desde seu início até o momento, dando os devidos méritos para todas as pessoas que desenvolvem o LibreOffice e o divulgam, é uma leitura imperdível sem dúvidas.



Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo