Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador Noticia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Noticia. Mostrar todas as postagens

Nova solução da SUSE para o SUSE OpenStack Cloud

Nenhum comentário

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

À medida que a SUSE embarca no próximo estágio de crescimento e evolução como a maior empresa independente de open source do mundo, a empresa expande seus negócios para atender as necessidades atuais e futuras dos clientes Enterprise, à medida que eles se movem para universos de aplicações e processos de DevOps híbridos e multidinâmicos. A SUSE está idealmente posicionada para executar essa estratégia e ajudar seus clientes a adotar todo o espectro de ambientes de computação.

Nova solução da SUSE para o SUSE OpenStack Cloud






A SUSE está se concentrando e aumentando seus investimentos estratégicos no mercado de entrega de aplicações e nas oportunidades existentes, a fim de se alinhar às tendências tecnológicas do setor e, ainda mais importante, às necessidades dos clientes. Esse foco inclui as ofertas atuais de entrega de aplicações, como o SUSE Cloud Application Platform e o SUSE CaaS Platform. São soluções já reconhecidas pelo mercado.

Para maximizar essas oportunidades, a SUSE revisou cuidadosamente seus negócios e decidiu interromper a produção de novas versões do SUSE OpenStack Cloud, descontinuando as vendas desta solução. A pioneira em software open source está trabalhando com todos os seus clientes e parceiros, com o objetivo de apoiá-los durante o período restante da subscrição e na transição para soluções alternativas.

A descontinuação com o SUSE OpenStack Cloud permite que a empresa alinhe seus recursos de acordo com as demandas atuais dos clientes e as oportunidades de mercado. Esse foco adicional impulsiona a SUSE ainda mais como uma empresa open source independente com o olhar voltado para o futuro, com objetivos de crescimento e inovação.

Além do aumento do foco e do investimento estratégico na entrega de aplicações, a SUSE manterá e aumentará seu compromisso de oferecer o melhor Linux corporativo do setor, juntamente com o melhor armazenamento definido por software (SDS) do mercado, com base no projeto open source Ceph. Com todas as ofertas de produtos, a empresa segue trabalhando constantemente para fornecer tecnologia e serviços inovadores que melhor atendam às necessidades de nossos clientes e parceiros.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


NVIDIA se junta à Blender Foundation Development

Nenhum comentário

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

O Blender é umas das mais famosas ferramentas para modelagem em 3D, tanto que é usada por Hollywood em alguns dos seus filmes, além de dar base também em alguns jogos que utilizam ela, como da Ubisoft , Epic Games e Valve por exemplo. Agora receberá mais uma gigante, à NVIDIA.

NVIDIA se junta à Blender Foundation Development






O anúncio foi feito no Twitter oficial  do Blender, comentando que a entrada da NVIDIA, possibilitaria à adição de mais dois devs no projeto.

“A NVIDIA se juntou ao Blender Foundation Development com o nível Patron. Isso permitirá que mais dois desenvolvedores trabalhem no desenvolvimento principal do Blender e mantenham a tecnologia de GPU da NVIDIA bem suportada por nossos usuários. Obrigado à NVIDIA pela confiança em nosso trabalho!”





O nível Patron (Patrono ou Patrão), significa que a NVIDIA estará destinando pelo menos €120 mil (na conversão atual, algo em torno de R$540 mil) por ano.

Também rendeu um comentário do Presidente da Blender Foundation, Ton Roosendaal, no tweet de anúncio, dizendo o seguinte:


“Nós trabalhamos muito bem com a equipe da NVIDIA ao longo dos anos. Estou muito feliz em ver que isso agora, está consolidado com a sua associação como membro no Fundo de Desenvolvimento. Bem-vindos à comunidade!”. 

Isso é muito bom de se ver, grandes empresas focando e dando suporte para projetos open sources, como o Blender. Esses tipos de aportes financeiros são de suma importância, pois assim os projetos podem continuar “vivos”, vamos assim dizer. Creio que outros projetos populares poderiam seguir o mesmo caminho e assim evoluir ainda mais os seus “produtos”.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.


Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Clear Linux Project quer saber como você usa o seu Linux

Nenhum comentário

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

O pessoal do Clear Linux Project , distro mantida pela equipe open source da Intel, quer saber melhor como você usa o Linux no seu dia a dia.


Clear Linux Project quer saber como você usa o seu Linux





Há uns 2 meses estava “navegando” no Twitter, e me deparo com um tweet do  Clear Linux Project pedindo para que os usuários preenchessem um formulário, para dizer como utilizavam o Linux e quais ferramentas utilizavam e afins. Achei a iniciativa muito legal, participei da pesquisa e dai me veio uma ideia (💡). Por que não tentar trazer essa pesquisa para o público do Diolinux?

Aí percebi que a pesquisa estava em Inglês, e muitos dos leitores não tem domínio deste idioma, pensando nisso, comecei a procurar uma forma de entrar em contato com alguém da equipe do Clear Linux.

Por uma ”coincidência” (o algoritmo do Twitter é porreta 😁😅), acabei “achando” a Beatriz Palmeiro, uma brasileira que é Community Manager and Developer Advocate do Clear Linux Project. Comecei a seguir ela no Twitter e perguntei em uma postagem se poderia trocar uma ideia via DM. Ela foi muito solicita e depois de uma breve conversa por lá, trocamos alguns e-mails. Nesses e-mails, ela me apresentou ao Fabricio Novak, que é UX designer e brasileiro que também está envolvido no projeto.

Depois de uma breve apresentação da minha parte, perguntei se teria como ter uma versão em pt-br para que eu pudesse divulgar. Eles falaram-me que infelizmente não havia essa possibilidade, mas que eles ainda poderiam disponibilizar a pesquisa em Inglês, para que fosse traduzida. Assim foi feito.

A tradução foi feita em conjunto com Dio e disponibilizado no Google Forms, com o aval da Beatriz e do Fabricio.

Com isso, convido você a participar da pesquisa e ajudar o Clear Linux Project a entender o usuário Linux brasileiro. 

Você pode responder a pesquisa clicando logo abaixo (Pessoal do Clear Linux Project vai estar acompanhando as respostas também) :


Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum. Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Dash to dock chega na versão 67, com recursos parecidos ao do Unity

Nenhum comentário
Algumas distros que utilizam o Gnome Shell como ambiente gráfico, em alguns casos, fazem alguns ajustes com extensões, como é o caso do Ubuntu com a extensão “Ubuntu Dock”, que é derivada de outra extensão popular, a “Dash to Dock”, que recebeu uma nova versão recentemente.

Dash to dock chega na versão 67, com recursos parecidos ao do Unity






A versão 67 do Dash to Dock, agora traz suporte ao Gnome Shell 3.34, onde fizemos uma cobertura bem completa nessa matéria aqui.

Para trazer o suporte ao Gnome 3.34, o desenvolvedor Michele G, precisou “modernizar” o código da extensão, assim deixando de suportar às versões anteriores do Gnome. Mas sem “pânico”, pois às versões até à v66 funcionarão normalmente.

As duas novidades que estarão presentes nesta versão do Dash to Dock, são a inclusão do ícone da lixeira e do ícone para os dispositivos removíveis (como pendrive, hd externos e afins). Esse recurso já estava nos planos, como noticiamos aqui, que poderia chegar no Ubuntu Dock também. Para instalar a extensão, basta acessar aqui e habilitá-la.



Para conferir o post de lançamento, você pode acessar aqui.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Linus fala o que pensa sobre a aproximação da Microsoft ao Linux

Nenhum comentário

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Desde quando o “mundo é mundo”, sempre houve uma “batalha” entre sistemas operacionais, Windows vs macOS vs Linux, com intermináveis horas de debate e nem sempre chegando à algum consenso, em alguns casos, partindo para o lado pessoal, infelizmente.

Linus fala o que pensa sobre a aproximação da Microsoft ao Linux






Isso deve-se muito, principalmente, as décadas de 1980, 1990 e o início dos anos 2000, quando CEOs, como Steve Ballmer, e líderes de projetos como Richard Stallman, alimentavam essa “guerra” com “trocas de farpas” públicas, de um lado chamando o Linux de câncer e do outro chamando de “o grande mal que quer controlar e bisbilhotar o seu usuário”.

Mas essa aparente “guerra”, ganhou um novo capítulo recentemente. O jornalista do site de tecnologia ZDNet,  Steven J. Vaughan-Nichols, conseguiu uma entrevista com Linus Torvalds e vários outros desenvolvedores do Linux na Linux Plumbers Conference de 2019, onde ele conseguiu uma declaração “universal” deles, concordando que a Microsoft quer controlar o Linux, mas eles não estão preocupados. Pois o tipo de licença que rege o projeto, GPL2, não permite isso. Linus comentou:

“Toda essa coisa anti-Microsoft às vezes era como uma piada engraçada, mas não real. Hoje, eles são realmente muito mais amigáveis. Converso com engenheiros da Microsoft em várias conferências e sinto que sim, eles mudaram e são felizes. Estão realmente felizes trabalhando no Linux. Então, eu exclui completamente todas as coisas anti-Microsoft". 

Steve ainda questiona se o “leopardo da Microsoft” não está só esperando o momento certo para dar o “bote” e  Torvalds complementa:

“Eu não acho que seja verdade. Quero dizer, haverá sempre uma tensão. Mas isso é verdade para qualquer empresa que entrar no Linux; elas têm seus próprios objetivos. E querem fazer as coisas do seu jeito, porque têm uma razão para isso. (Portanto, para o Linux), a Microsoft tende a se concentrar principalmente no Azure e fazer todo o possível para que o Linux funcione bem para eles".

A matéria completa do ZDNet com as outras declarações dos devs que estão envolvidos no Kernel Linux, você pode conferir aqui.

O que podemos notar nas falas deles, é que não tem preocupação na aproximação da Microsoft com o Kernel Linux, pois alguns dos principais engenheiros envolvidos no Linux dentro do Windows, vem de empresas que apoiam o sistema do pinguim, como a Novell. Além é claro da distro Linux da Microsoft, no Azure. Além da liberação das mais de 60 mil patentes recentemente. Isso mostra que a “velha Microsoft” do Ballmer está no passado (assim esperamos), e que agora a “nova Microsoft” do  Satya Nadella, seja de mais integração com o open source, tanto que estão para chegar o MS Teams e o MS Edge, quem sabe o MS Office também não aparecerá em breve 😀😁, seria muito bacana de se ver, não é mesmo? O “chefão” do Linux e a Linux Foundation não parecem ver a Microsoft como ameaça, então por que você ou eu deveríamos?

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Temos um monte de cupons de desconto da GearBest para você! [Atualizado]

Nenhum comentário

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Nós fechamos  uma ótima parceria com a loja GearBest para trazer excelentes descontos para os leitores do blog Diolinux e assinantes do canal, confira agora os  descontos em produtos disponíveis para você por um preço mais baixo. 

cupons de desconto GearBest





São cupons de desconto com valores diversos e para vários produtos diferentes. Logo abaixo você confere os produtos com maiores descontos e com valores especiais.


Para ter os descontos, basta clicar no link para ir para a página do produto e inserir o código que está lisado ao lado de cada produto na tabela abaixo na hora de finalizar a sua compra na GearBest, alguns chegam 36%.

Aqui eu vou colocar uma série de cupons que são liberados semanalmente com descontos variados para produtos mais vendidos, volte toda a semana para conferir as novidades:

* Os produtos desta lista já estão com descontos aplicados ou são flashsales.
* Caso o desconto não apareça no site ma versão em português, acesse pela versão mobile, assim os descontos sempre aparecerão.


Confira também os descontos que  separamos para você em lojas nacionais 






PRODUTOLINK
Smartphone Xiaomi Redmi Note 7 Prohttp://bit.ly/2KWHd7n
Smartphone Xiaomi Mi 6 http://bit.ly/2ZLfRdD
Smartphone Asus Zenfone Max Prohttp://bit.ly/2ZFYo1n
Smartphone Xiaomi Redmi Note8http://bit.ly/2AP6Ukm
Smartphone Xiaomi Redmi Note8 Prohttp://bit.ly/2p3QIcl
Smartphone OnePlus 7http://bit.ly/308P1ri
Smartphone Xiaomi Redmi Note 7http://bit.ly/3285TzQ
Smartphone Xiaomi Mi 9T http://bit.ly/31VXobl
Smartphone Nubia X Dual Screenhttp://bit.ly/2ASTofC
Cartão de memória Samsung 128Ghttp://bit.ly/2p1ou1U
Cartão de memória Alfawise 128GBhttp://bit.ly/2PpSKN3
Mini PC CHUWI GThttp://bit.ly/2ANikFw
TV Box Gocomma X99http://bit.ly/2LfdHtD
Mini PC Intel NUC http://bit.ly/306ZuTL
Mini PC Beelink U55http://bit.ly/2VtdK8Y
Mouse Ergonomico http://bit.ly/2UIWlse
Mouse Xiaomi youthhttp://bit.ly/2ZPMBlR
Mouse Minismile M73http://bit.ly/2ZVx58l
Mouse Alfawise WM01http://bit.ly/2Le5eHk
Notebook Xiaomi Mi Notebook Airhttp://bit.ly/2LT3Nyq
Notebook AIWO I6 http://bit.ly/2ZZMMpT
Notebook HUAWEI MateBook X Prohttp://bit.ly/2VqfQ9p
Notebook Lenovo YOGAhttp://bit.ly/2VrzlhV
Projetor M18 LCD http://bit.ly/32nMTNO


A próxima lista possui produtos que contém cupons de descontos, aproveite as promoções da GearBest para fazer as compras:



PRODUTOLINKSCUPOM
Smartphone Xiaomi Mi A3 http://bit.ly/2VlrhPLGBA312801
Smartphone OnePlus 7http://bit.ly/2VlrpyJGBDPONE256
Smartphone ASUS ROG2 http://bit.ly/30UT76CGBMPROG2
Phablet CUBOT Questhttp://bit.ly/30QFJ3jGBMP69Q12
Fone de ouvido Xiaomi http://bit.ly/2B2tKW9GBMITWAIR2
Smart watch Bilikay G20http://bit.ly/2LVEzPSFGHBUDF86P
Smart watch Alfawise S16 http://bit.ly/2VmiGfDXTCECP0729A
Tablet com teclado Teclasthttp://bit.ly/2AWlbvDGBTX4XPT


Basta clicar na categoria e usar o cupom de desconto na hora de finalizar a compra em qualquer produto que pertence a ela.
Eu tenho alguns cupons de descontos para a algumas categorias da loja GearBest, então usando estes cupons em qualquer produto da categoria você ganha uma quantidade "x" de desconto.



CATEGORIACUPOMDESCONTO
SmartphonesGBMBP7%
TabletsGBTPC8%
Computadores e RedesGBCPNT8%
LuzesGB17LED10%
LampadasGBST12%
Fitas de LEDGBStrips12%
CarregadoresGBCHS12%
Acessórios e FerramentasGBLA12%
Acessórios AppleGBWATCH20%

Estes são os que eu tenho por enquanto para vocês aproveitarem, vou deixar este artigo fixo no topo do blog para que fique fácil de todos acessarem, se quiserem algum produto específico com desconto que não se enquadra nestas categorias apenas deixem nos comentários que eu vou tentar conseguir para vocês.

Agora você também pode receber as FlashSales pelo Telegram! Basta entrar neste canal:  t.me/descontosdiolinux

Boas compras!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




OpenResizer, um aplicativo de redimensionamento de imagens em massa

Nenhum comentário

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Se você estiver precisando de um aplicativo para fazer o redimensionamento em massa das suas imagens, o OpenResizer pode lhe ajudar.


OpenResizer, um aplicativo de redimensionamento de imagens em massa






Antes de mostrar como instalar e algumas screenshots do programa, vale uma menção do porque o desenvolvedor escolheu distribuir o OpenResizer somente em snap, por hora. Trecho retirado do blog dele:

“Meu objetivo era simplesmente empacotar o aplicativo e distribuí-lo. Não queria gastar muito tempo empacotando, porque queria chegasse aos meus usuários finais rapidamente. A escolha para mim foi baseada em como era fácil empacotar meu aplicativo, e o Snap parecia atender a esse requisito.

Então a escolha me pareceu clara - decidi que usaria o Snap. Foi fácil começar com os tutoriais básicos, mas não foi fácil finalizar e ajustar o pacote final. Os tutoriais foram suficientes para começar, mas eles não tinham tutoriais detalhados, então eu constantemente perguntava no fórum Snapcraft, sobre várias coisas relacionadas ao Snaps. Felizmente, o fórum foi muito útil e pude empacotar o OpenResizer como um snap.”

Feito essa menção, vamos ao procedimento de instalação do aplicativo.


Se você não tiver o snap instalado na sua distro, basta seguir esse tutorial que fizemos e habilitar. Depois é só procurar na loja de aplicativos por “OpenResizer” e mandar instalar.




Se você preferir, pode instalar ele via linha de comando:

sudo snap install openresizer

Funções do aplicativo:

● Redimensionar uma ou várias imagens;
● Preview do Antes / Depois;
● Suporte para imagem nos formatos: PNG, JPG, BMP;
● Ajuste de compressão para JPG; 
● Suporte para PNG com fundo transparente; 
● Suporte para CPU's multi-core; 
● Free e open-source.

Muito bom ver os devs esclarecendo o porquê de usar o formato Snap, Flatpak ou AppImage, e quais facilidades e dificuldades encontradas na hora do porte. Creio que a utilização desses formatos só tende a aumentar. Vale ressaltar também, que se você tem algum “preconceito” ou qualquer coisa do tipo, sobre apps serem empacotados em formatos de containers, sem problemas e stress man✌😀, ainda vai existir outras formas e programas para você usar, como os dos repositórios, via DEB, RPM e por aí vai 😉.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Linux Mint revela novo logo e traz novidades em Setembro

Nenhum comentário

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Mais um mês começa e como de praxe, o pessoal do Linux Mint solta uma release das novidades que virão no sistema.


 Linux Mint revela novo logo e traz novidades em Setembro





Nesta release, Clement Lefebvre, retribuiu aos doadores e apoiadores do projeto. Ele também agradeceu ao pessoal que ajudou a solucionar o bug do ícone do Update Manager que ficava na barra de tarefas, pois eles não estavam conseguindo reproduzi-lo.

O anúncio começa sobre a ferramenta de idiomas, que ia permitir a escolha do formato da data conforme a localidade da pessoa. Conforme o relato de alguns usuários, isso não seria suficiente. Depois de algumas análises, o pessoal do Linux Mint identificou uma falha no design de como o formato de data padrão era localizado. Os dias e meses estavam procurando pela variável de ambiente LC_TIME, o Mint estava usando o gettext de acordo com o idioma do desktop. Isso será corrigido no Mint 19.3 nas versões Cinnamon e MATE.

Em seguida é comentado sobre o XAppStatusIcon, que teve um polimento e com uma nova API para quem quiser desenvolver applets. No momento, os Applets estão disponíveis para Cinnamon e MATE, com uma versão de um plugin para o XFCE 4.14. Na versão 19.3 do Mint, a libAppIndicator será corrigida para usar o XAppStatus como fallback.

Uma novidade de “peso”, foi a reformulação do Relatório do Sistema (System Reports), que agora vai ter mais funções e alertas para o usuário.


As funcionalidades que ele terá são:

● Se uma nova versão do Linux Mint estiver disponível;
● Se a sua versão do Linux Mint estiver se aproximando do EOL;
● Se a sua configuração do Timeshift está configurada (o Update Manager não será mais responsável com isso);
● Se houver drivers disponíveis;
● Se estiver faltando pacotes de idiomas;
● Se estiver faltando codecs de multimídia;

Agora a grande novidade foi a divulgação do novo logo do Linux Mint. Como noticiamos anteriormente, uma nova identidade visual tanto para o logo quanto para o site. Parece que o primeiro foi dado, que no caso é o logo.


Com isso, segundo as palavras do projeto, vai ser possível criar designs mais modernos e explorar uma grande variedade  de cores e ícones. O logo agora usará como base as letras L e M.

Para ver as outras novidades, você pode conferir o post completo aqui.

Gostei das novidades e espero que venham mais, principalmente para quem usa notebooks híbridos (😁😅🙏), com a integração das variáveis de ambiente, driver e afins. Essa reformulação é muito bem vinda, pois mostra que o projeto está querendo se modernizar e “abocanhar” novos usuários.

Mas agora nós conte aí nos comentários, o que você espera da versão 19.3 que deve chegar mais ou menos no natal de 2019.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum. Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

SUSE aprimora suas plataformas cloud-native para aplicações modernas em containers

Nenhum comentário
A SUSE, anunciou as suas atualizações das soluções de entrega de aplicativos, que ajudam os clientes a acelerar a produção de containers modernos e de aplicativos cloud-native. Esses updates antecipam a entrega e o suporte de soluções da SUSE para criar, implantar e gerenciar workloads em qualquer lugar – on premise, híbrido e multi-cloud – com serviço, valor e flexibilidade excepcionais.

SUSE aprimora suas plataformas cloud-native para aplicações modernas em containers





As soluções atualizadas melhoram ainda mais as experiências oferecidas aos desenvolvedores de aplicativos, equipes de DevOps e operadores da plataforma Kubernetes. A SUSE é a primeira organização a fornecer às empresas redes avançadas para Kubernetes, com base no projeto de open source Cilium. A SUSE permite que os usuários do Kubernetes reforcem a segurança dos aplicativos em escala, com pacotes de alto desempenho e políticas de segurança de comunicação de rede, fáceis de implementar e controlar.

A SUSE também apresenta novos recursos de discovery e de implantação de aplicativos, que permitem aos usuários implantar de forma ágil e fácil os serviços publicados com pacotes Helm chart, incluindo centenas de ferramentas de open source populares da metodologia DevOps e de soluções ISV, além de aplicativos e serviços desenvolvidos internamente.


"As soluções modernas de entrega de aplicativos da SUSE são fáceis
de desenvolverem e serem utilizadas por um time de DevOps e simples para que uma equipe de TI opere normalmente”, afirma Thomas Di Giacomo, presidente de Engenharia, Produto e Inovação da SUSE. 

“Nosso apoio à rede baseada no Cillium coloca nossos clientes à frente daqueles que usam outras soluções Kubernetes comercialmente suportadas. Este é um exemplo de como estamos impulsionando a transformação digital com soluções ágeis de open source, que permitem às empresas inovar, competir e crescer continuamente".

"A SUSE reconheceu muito cedo o valor que a BPF e o Cillium trouxeram para atualizar a rede e segurança do Kubernetes para a era altamente dinâmica de microsserviços orientados por APIs. A SUSE é um colaborador valioso da comunidade open source do projeto Cilium desde o lançamento da versão 1.0 e estamos entusiasmados por tê-los como a primeira distribuição Kubernetes de nível corporativo", relata Thomas Graf, CTO e co-fundador da Isovalente e fundador da Cilium.

SUSE CaaS Platform 4


A versão mais recente da plataforma de orquestração de containers baseada no Kubernetes, o SUSE CaaS Platform 4 eleva as operações com aprimoramentos que fortalecem a segurança da aplicação, facilitam o acompanhamento dos avanços da tecnologia e expandem as opções de escalabilidade da plataforma. A solução integra as versões mais recentes do Kubernetes e do SUSE Linux Enterprise. O SUSE CaaS Platform 4 permite que as empresas: 

● Fortaleçam a segurança de aplicativos em escala. A filtragem rápida de pacotes protege seu cluster com mais eficiência. O gerenciamento centralizado permite que os clientes protejam as comunicações em escala, ao definir e implementar políticas de segurança de maneira consistente e eficiente;

● Acompanhem os avanços do Kubernetes, com atualizações da plataforma sem interrupções, que facilitam o acesso mais fácil e mais frequente a novos recursos. Eles podem aproveitar novos recursos mais rapidamente com atualizações frequentes da plataforma. Além disso, a plataforma SUSE CaaS atualiza automaticamente, sem downtime dispendioso;
● Expandem as opções de escalabilidade da plataforma, para oferecer suporte a uma ampla variedade de casos de uso de negócios, workloads e ambientes. Os clientes podem dimensionar o Kubernetes com eficiência, usando uma estrutura de instalação distribuída que é dimensionada horizontalmente à medida que o cluster cresce. Eles também podem reduzir o custo de implementações em pequena escala com um novo tamanho mínimo de cluster.

SUSE Cloud Application Platform 1.5


O SUSE Cloud Application Platform 1.5, a versão mais recente da moderna plataforma de entrega de aplicações da SUSE para Kubernetes, reduz a complexidade do gerenciamento com os novos aprimoramentos da interface do usuário. Também aumenta a eficiência de TI, proporcionando mais agilidade de valorização, com uma experiência de instalação simples e mais previsível nos serviços hospedados do Kubernetes. O SUSE Cloud Application Platform 1.5 fornece:

● Discovery e implantação instantâneos de aplicativos, introduzidos como uma prévia técnica, que permitem aos usuários navegar em qualquer repositório do Helm;

● Escalonamento automático de aplicativos e gerenciamento simplificado, diretamente da interface de usuário Stratos. 
Desenvolvedores e administradores podem verificar e ajustar rapidamente os parâmetros de dimensionamento automático, para garantir a disponibilidade consistente da aplicação. Operadores da plataforma e usuários finais também podem monitorar e alocar o uso de recursos com mais eficiência, diretamente na interface do usuário;

● Maior eficiência de TI e menor tempo para valorização, com instalação simples e mais previsível nos serviços hospedados no Kubernetes. A equipe de operações de TI agora pode implantar o SUSE Cloud Application Platform na plataforma SUSE CaaS, Amazon EKS, Microsoft AKS e Google GKE por meio de scripts Terraform para uma experiência simples e previsível.

O SUSE CaaS Platform 4 e o SUSE Cloud Application Platform 1.5 estarão disponíveis em 30 dias. Para mais informações sobre essas soluções, acesse o seguinte link.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Foliate, um leitor simples e moderno de ebooks

Nenhum comentário

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Hoje em dia, muitas pessoas preferem ler livros e revistas em quadrinhos (HQs), em seus computadores, por isso ter um bom leitor de ebooks é essencial. O Foliate se propõe a isso.


Foliate, um leitor simples e moderno de ebooks






Muitos que preferem ler ebooks, utilizam os seus Kindles e tablets para isso, mas muitos não possuem um. Ou por falta de dinheiro, ou simplesmente por não quererem. Para quem só possui o PC, esse programa irá lhe ajudar bastante para ler aquele livro super bacana, ou aquela saga massa do seu quadrinho preferido.

Foliate é feito sobre o GTK, e as tecnologias GJS e Epub.js são utilizadas na construção desse leitor de ebooks.


Os recursos que estão presentes no Foliate são:

 • Visualização de duas páginas e visualização rolada;
 • Personalizar fonte e espaçamento de linha;
 • Modo claro, sépia, escuro e invertido;
 • Controle deslizante de progresso de leitura com marcas de capítulos;
 • Favoritos e anotações;
 • Pesquisar no livro;
 • Pesquisa rápida de dicionário;
 • Formatos suportados: .epub, .mobi, .azw, and .azw3 

A instalação do Foliate pode ser feita de duas formas: Via Flatpak e o pacote em DEB.

Para instalar a versão em Flatpak, você precisa ter o suporte ao mesmo habilitado. Caso a sua distro não suporte Flatpaks, basta seguir o nosso tutorial. Feito isso, você pode instalar o Foliate através da sua loja de apps, ou através do terminal, com o seguinte comando:

flatpak install flathub com.github.johnfactotum.Foliate

Ou se preferir, pode utilizar o instalador DEB, bastando salvar em uma pasta que você tenha acesso liberado, como a pasta Downloads. Depois de baixado, basta dar 2 cliques no arquivo e seguir as instruções de instalação.

Para maiores informações, basta acessar o site oficial do projeto.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo