Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador Ubuntu 18.04.3. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ubuntu 18.04.3. Mostrar todas as postagens

ZorinOS 15.1 é lançado com novidades

Nenhum comentário

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Nesta quinta-feira (12), a empresa Irlandesa Zorin Group mantenedora do ZorinOS, soltou uma point release da nova versão do seu sistema operacional.

 ZorinOS 15.1 é lançado com novidades






O ZorinOS 15.1 chegou um pouco depois de 6 meses após o lançamento da versão 15. Muitas novidades são relacionadas a melhorias em ferramentas, updates em apps e a adição do Gamemode da Feral Interactive no sistema. Segundo anúncio feito no blog oficial da empresa, eles leram atentamente os feedbacks dos usuários sobre o sistema.

Um detalhe bem curioso que eles comentam, é que o ZorinOS foi baixado “nada mais nada menos” 550 mil vezes nos últimos 6 meses, e o mais surpreendente é que 65% desses downloads vieram de PCs com Windows e de macOS.

A primeira coisa que foi apresentada, é o update no Zorin Connect, que agora conta com a função “ Apresentação de slides”, fazendo assim com que o ponteiro responde conforme o telefone é movimentado.



O segundo ponto abordado, foi que agora o ZorinOS vai trazer o LibreOffice 6.3, e segundo eles abre 97% mais rápido que antes.



O ponto mais curioso, para não dizer surpreendente, foi a adição do Gamemode da Feral Interactive. Como noticiamos recentemente, o Ubuntu também está planejando em adicionar o gamemode no sistema. Agora, os games compatíveis com o gamemode usufruirão dessa melhoria e, se você quiser usar nos jogos da Steam, basta digitar (ou copiar e colar) o seguinte comando na inicialização do jogo: gamemoderun %command% . Eles ainda agradeceram o pessoal da Feral Interactive, então provavelmente teve algum “collab” entre as equipes.

Uma das coisas mais legais que o ZorinOS trouxe, foi a possibilidade de ter um tema da área de trabalho (desktop) conforme a hora do dia. Agora você pode escolher manualmente qual horário o tema dark ou light é acionado. Eu achei muito legal esse recurso 😁👍.




Também foi adicionado ao Zorin Appearance do Zorin OS Lite, o Gerenciador de Janelas (Window Manager).

Agora o ponto mais curioso dessa release foi a adição de uma fonte que lhe ajuda a lembrar das coisas de forma melhor. A fonte em si é a Sans Forgetica, que segundo o pessoal do ZorinOS, foi desenvolvido para esse fim, conforme nessa parte do texto:

“Foi desenvolvida usando os princípios da psicologia cognitiva para ajudá-lo a se lembrar melhor do texto. Suas letras incomuns e interrompidas sugerem sutilmente aos leitores que aumentem o processamento cognitivo do texto, aumentando a retenção de memória. É a fonte perfeita para usar ao destacar pontos importantes em suas anotações de estudo.”


O artigo da RMIT University sobre o estudo da fonte, você pode encontrar aqui.

“Por debaixo do capô”, o sistema agora é baseado no Ubuntu 18.04.3 LTS, agora com a versão 5.0 do kernel e mantendo o HWE para atualizações futuras. Também continua trazendo o driver da NVIDIA na ISO do sistema.

Para quem estiver usando o ZorinOS 15, pode fazer o update através do Software Update. Mas agora se você preferir fazer o download, basta clicar nas versões abaixo. Lembrando que a versão Ultimate é paga, saindo por US$39 (mais ou menos R$160). Para ver as vantagens da versão Ultimate, clique neste link.



Se você quiser ver a review da versão 15, você pode conferir ela logo abaixo:

         

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum. Espero você até a próxima, um forte abraço.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


ZorinOS Lite 15 é lançado com base no XFCE

Nenhum comentário

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

No mundo da informática, uma hora ou outra, vamos nos deparar com alguns computadores que já não estão mais “aguentando o tranco” dos sistemas operacionais de hoje. Bom, o ZorinOS Lite 15 veio para dar esse fôlego a mais nesses equipamentos 😄.

ZorinOS Lite 15 é lançado com base no XFCE






O ZorinOS Lite vem como uma proposta muito interessante para quem tem aquele "pczinho old school”, que nos dias atuais não daria conta de rodar os sistemas mais atuais, como o Ubuntu.

Em junho deste ano (2019), foi feito uma review no Diolinux, mostrando como seria a versão do ZorinOS 15, que faz uma modificação muito interessante do Gnome e como o pessoal do ZorinOS acha que o Gnome deria ser. O vídeo você pode conferir abaixo.

     

O sistema é muito bonito, mas para os “pczinhos old schools”, não daria muito certo, pois poderia ficar muito pesado e deixá-los lentos. Assim cortando a magia de ter uma máquina novamente funcional e podendo transformar isso em frustração, vamos assim dizer. Mas como eu disse no começo da matéria, o ZorinOS 15 Lite veio para preencher essa lacuna.


Como podemos ver, a interface é muito bonita e chamativa, que ainda segundo o site do projeto, ela foi pensada com base no layout do Windows 7 deixando o sistema mais “user-friendly” para quem estiver chegando do sistema da Microsoft, que chega ao fim no começo de 2020.




O ZorinOS 15 Lite se baseia no Ubuntu 18.04 LTS que o suporte vai até abril de 2023, também já vai com o Kernel Linux na versão 5.0 e o ambiente gráfico que é o XFCE, está indo com a versão 4.14. O sistema já está com os suportes para Snap e Flatpacks habilitados, sendo assim, não é necessário fazer nenhuma “instalação” dos mesmos.

Os requisitos para rodar o ZorinOS Lite, são:

●  CPU : Single Core de 700 MHz (64 ou 32 bits);

●  512 MB de memória ram;

●  Armazenamento de 8 GB;

● Monitor com resolução mínima de 640 x 480.

Para baixar o ZorinOS Lite 15, basta acessar aqui e para saber todos os detalhes desta versão do sistema operacional, acesse este link.





Isso é muito bom de se ver, uma empresa como a Zorin Group, dona do ZorinOS, pensar neste tipo de público, que no ano de 2020 vai perder o suporte total do Windows 7 e que não tem condições para fazer a migração para o Windows 10. Assim ela consegue em teoria, dar mais alguns meses de vida para essas máquinas, e isso é muito bom. Tanto que discutimos sobre como aumentar a participação do Linux no desktop, no Diolinux Friday Show. Vale a pena você conferir 😃.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum. Espero você até a próxima, um forte abraço.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


LibreOffice lança novas versões com correções de vulnerabilidade, atualizem os seus sistemas

Nenhum comentário

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Nesta terça-feira (24), a The Document Foundation lançou duas versões urgentes com correções para o Ubuntu, relacionadas à segurança. Essa falha de segurança tem como prioridade de urgência “média”, sendo mais detalhada no relatório da Canonical USN-4138-1.

LibreOffice lança novas versões com correções de vulnerabilidade, atualizem os seus sistemas






Segundo o relatório, essa vulnerabilidade no LibreOffice, fazia com que os scripts dos macros fossem manipulados de forma incorreta, quando  pré-instalados nos documentos. Com essa “porta” aberta, o invasor poderia de forma remota, executar um código arbitrário e assim prejudicar o usuário. A vulnerabilidade foi identificada com o seguinte código CVE-2019-9854.

A vulnerabilidade afeta às seguintes versões do Ubuntu: 16.04 LTS, 18.04, LTS 19.04 e até o LibreOffice 6.3 no Ubuntu 19.10, mas  agora corrigido. Segue abaixo, as versões do LibreOffice contidas no patch CVE-2019-9854, são elas:

● 6.2.7 para Ubuntu 19.04.
● 6.0.7 para Ubuntu 18.04.
● 5.1.6 para Ubuntu 16.04.
● 6.3.1 para Ubuntu 19.10.

Outros pacotes também foram “agraciados” pelo patch, como o Mozilla Firefox, que agora se encontra na versão 69.0.1. Se você recebeu uma mensagem de update e o fez, é bom reiniciar o sistema, para que todas as alterações sejam feitas.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Ubuntu 18.04.3 LTS lançado com Kernel 5.0 e várias melhorias

Nenhum comentário

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

A Canonical lançou um Point Release da versão LTS do Ubuntu 18.04, agora chegando na versão 18.04.3 LTS e contando com algumas novidades bem interessantes.

Ubuntu 18.04.3 LTS lançado com Kernel 5.0 e várias melhorias





Essas Point Releases do Ubuntu, são imagens ISO novas, contendo as correções de bugs, patches de segurança, além de updates dos principais aplicativos ali presentes. Com essa nova ISO, é esperado uma economia de tempo em relação aos updates, pois os mesmos não precisam ser baixados e instalados posteriormente.

Algumas correções importantes foram feitas no Gnome-Shell, na Gnome Software, no Mutter, o MESA Driver foi atualizado, entre outras correções que você pode conferir aqui.

Essas melhorias só foram possíveis, pois essa nova versão do Ubuntu “puxa” algumas coisas do HWE (hardware enablement stack ou conjunto de ativação de hardware) do Ubuntu 19.04. Isso quer dizer que as melhorias e novidades contidas no 19.04 estão agora presentes no 18.04 LTS, permitindo que o usuário se mantenha em uma versão de longo tempo de suporte,  mesclando com as novidades lançadas em versões mais recentes do Ubuntu

Dentro destas novidades, estão as novas versões do Kernel, Mesa Driver e o Driver da NVIDIA.

● Kernel passou da versão 4.18.0-25.26 para a versão 5.0.0-23.24; 

● Mesa Driver 18.2.x series para a série 19.0.2 (com suporte para Vulkan)


●Drivers da Nvidia inclusos : versões 390, 418 e uma versão mais recente da série 430 (mais precisamente há 430.26).



Sobre os drivers da Nvidia, é interessante eles já disponibilizarem as últimas versões pelo repositório. Isto mostra que eles estão dispostos a facilitar a vida de quem tem GPUs do “lado verde da força”, como mostramos em reportagens recentes, que você pode conferir aqui e aqui.

Atualizando


Se você instalou a versão 18.04 LTS (Abril de 2018), e fez todos os updates desde então, teoricamente já está com boa parte dessas melhorias, só não tendo o novo Kernel e os drivers de vídeo. Vai ser preciso habilitar o HWE para isso. O procedimento é bem simples e é feito pelo terminal. Depois de aberta a aplicação, basta digitar ou copiar/colar o seguinte comando:

sudo apt-get install --install-recommends linux-generic-hwe-18.04 xserver-xorg-hwe-18.04

Se você instalou o Ubuntu 18.04.2 LTS e fez os updates, você deverá receber essas atualizações normalmente através do gerenciador de atualizações em modo gráfico.

Se você preferir fazer uma instalação limpa, sem problemas, basta baixar a ISO novamente através deste link.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo