Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador Zorin. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Zorin. Mostrar todas as postagens

Zorin OS 15 Education Edition é lançado

Nenhum comentário

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

O Zorin OS é focado em usuários comuns e visa simplificar os processos, sendo jus ao seu propósito. Seu ambiente gráfico pode lembrar em muito a usabilidade de sistemas como o Windows 7, e um visual que remete ao Windows 10. A estratégia é clara: atrair usuários do sistema mais utilizado em desktops.

linux-zorin-os-education-edition-educação-educacional-escola-ensino-primário-fundamental

Não faz muito tempo em que o Zorin OS 15 foi lançado, isso no início de Junho deste ano. Agora aproveitando toda a estrutura do sistema, sua “vertente” educacional é lançada.

O Objetivo continua ser prático, no entanto, para escolas e outras instituições de ensino, que possam ter um sistema poderoso e gratuito. Uma sólida seleção de softwares foram adicionadas ao Zorin OS Education Edition, e segundo seus responsáveis, a alternativa de código aberto é dotada dos melhores e mais recentes softwares, para impactar diversos níveis do aprendizado.

“Temos o prazer de anunciar o lançamento do Zorin OS 15 Education. Ele combina o melhor software e o mais recente, com aplicativos educacionais que tornam o aprendizado eficiente e mais impactante nos níveis pré-escolar, primário, secundário e terciário. Ajuda a preparar os alunos com as habilidades necessárias para entender o mundo de hoje e construir o mundo de amanhã”.

linux-zorin-os-education-edition-educação-educacional-escola-ensino-primário-fundamental

Como mencionado anteriormente, diversos programas com uma proposta educacional foram adicionados a essa versão. Chidsĺay e eduActiv8 incluem jogos educativos para crianças em

idade pré-escolar e do ensino fundamental. Musescore é focado no ensino musical e o Scratch 3 foi adicionado para oferecer aos alunos um ambiente que lhes proporcionem os primeiros contatos com a programação.

linux-zorin-os-education-edition-educação-educacional-escola-ensino-primário-fundamental

Já os professores poderão utilizar o aplicativo Veyon, que oferece visibilidade do que cada aluno está fazendo em seus computadores em sala de aula. Caso seja necessário, o professor pode espelhar a tela ou remotamente acessar a maquina de seus alunos e auxiliar durante suas aulas.

Temos um vídeo demonstrando o Zorin OS 15, que é baseado na versão 18.04 LTS do Ubuntu e terá suporte de atualizações de segurança até 2023. 



O download da versão educacional pode ser efetuado por meio deste link.

Não sou fã de soluções educacionais, devido a erros cometidos por várias distribuições no segmento, contudo atualmente existem boas alternativas e o Zorin OS 15 me parece ser uma delas.

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus, até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎

Fonte: Zorin Group.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Dash to Panel recebe update com melhorias e correções

Nenhum comentário

sexta-feira, 26 de julho de 2019

A customização no mundo Linux é uma das coisas que mais atrai a galera que prefere ter o sistema com a “sua cara”, assim dando toques que podem torná-lo único. Para quem usa o Gnome-Shell, isso não seria diferente. 


Dash to Panel recebe update com melhorias e correções







Muitos não gostam da proposta do GNOME “puro” (Vanilla) ou das distros que modificam ele, como Ubuntu, ZorinOS, Pop!_OS entre outras. Umas das extensões que é mais usada para tal modificação, é a dash to panel. Extensão essa que unifica outras duas, a GNOME Shell Dash e o GNOME Top Bar, assim entregando todos os recursos dessas extensões em uma única barra.





As melhorias apresentadas na versão 20 do dash to panel, são:

● Fornecida uma variedade de estilos para as janelas de prévisualização, como o tamanho, preenchimento, opacidade, localização de botão, visibilidade do cabeçalho e estilo da fonte;

● Possibilidade de adicionar atalhos ao menu de contexto no botão de Mostrar Aplicativos;

● O Windows Preview tem a escala e tamanha de forma dinâmica nas thumbnails em vez de ter um tamanho fixo nelas.

● Opção para ocultar as opções dos aplicativos em execução

● Melhor compatibilidade com o Gnome 3.32

Para mais detalhes, você pode consultar a release deles aqui.

Por hora, a versão 20 ainda não foi liberada no Gnome Extensions, mas quando for, e se você estiver com a extensão instalada, vai receber o aviso de update.

Mas se você quiser testar antes, basta baixar o ZIP e extrair nesse caminho:

/home/user/.local/share/gnome-shell/extensions

Onde está o user, você coloca o nome do seu usuário do sistema. Depois, para gerenciar a extensão instalada, basta utilizar o “Ajustes”, caso não o tenha instalado, basta procurar na loja (Gnome Software ou Ubuntu Software).

Se você quiser instalar a versão 19, basta acessar a page da dash to dock no Gnome Extensions, e habilitar. 

Para instalar as extensões via navegador, você vai precisar do complemento para isso, possuindo versões para o  Chrome e Firefox. Se precisar de mais formas de instalação, basta acessar esse guia deles.

Temos um tutorial bem bacana feito pelo meu amigo Henrique, do canal OSistemático, de como personalizar o dash to panel.
Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Arc Menu ganha melhorias de desempenho e novas funções

Nenhum comentário

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Muitos que chegam no mundo Linux, em  grande parte estão utilizando alguma versão do Gnome, podendo ser a versão “Pura” (Vanilla) ou alguma modificação, como é feita pelo Pop!_OS, Ubuntu, ZorinOS e dentre outras distros. Uma das extensões usadas nessas modificações é o Arc-Menu, e na nova versão recebeu um update.

Arc Menu ganha melhorias no desempenho e novas funções





Na versão 30 do Arc-Menu, os desenvolvedores falaram que teve melhorias substanciais, como atualizações e alterações na base do código, assim melhorando a sua performance no sistema. Foi mencionado que houve uma melhora também na integração com o Gnome-Shell e o dash to panel.

Agora a pesquisa do Arc-Menu está com uma integração melhorada ao do sistema, com algumas bem interessantes, como:

- Integração com os aplicativos instalados;

- Com o gerenciador de arquivos (Files);

Teve adição do suporte para o dimensionamento em 4k, como também uma melhora no suporte para Wayland e x11.




Agora nas configurações do Arc-Menu, você pode habilitar o suporte para Dispositivos Externos e Favoritos. 



Habilitando essa opção, você terá acesso ao seu HD externo, Leitor de DVD/CD, HD secundário e aos FTP e SFTP por exemplo. Uma verdadeira mão na roda.

Como dito antes, agora tem uma melhor integração ao dash to panel, assim trazendo uma harmonização para quem usa as duas extensões juntas.


da1

Outra novidade, dentro ainda da parte de pesquisa, é a integração do Arc-Menu com as opções configuradas no sistema, que você acessa em Configurações > Pesquisa. Assim aparecendo tudo em um único lugar.


imagem


Você pode conferir todas às melhorias com mais detalhes técnicos, acessando o GitLab do projeto.

Para ter acesso às essas novas funções e melhorias, precisa ter o Gnome 3.32. Tendo isso, basta acessar a página do Arc-Menu no Gnome Extensions e habilitar ele.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Zorin OS faz parceria com fabricante de hardware

Nenhum comentário

sábado, 29 de junho de 2019

O Zorin OS é uma distribuição que, claramente, possui foco em usuários “comuns”. Com uma customização no Gnome-Shell, denominado de Zorin Desktop, sua interface proporciona identificação e facilidade para usuários de outros sistemas. Para quem utiliza o Windows, encontrará no Zorin OS (talvez mais que no Linux Mint) uma lógica de funcionamento e visual que remeta ao Windows 10. Aspectos mais “técnicos”, ou que visam uma usabilidade sem tantas configurações por parte do usuário, acompanham o sistema, como: Flatpak e Snap por padrão (no caso do Flatpak, é necessário adicionar o repositório do Flathub).

zorin-os-notebook-linux-embarcado-fabrica-laptop-computador-distro-distribuição

No dia 21 de Junho, o Zorin Group anunciou uma parceria com a fabricante de hardwares Star Labs. O Zorin OS 15 virá pré-configurado em modelos da fabricante. A empresa é composta por usuários Linux que sempre buscavam “o melhor laptop Linux”, por não encontrarem, investiram em sua própria solução. Sediada no Reino Unido, a Star Labs vende diversos tipos de equipamentos voltados ao público doméstico. Até então, seus computadores acompanhavam versões do Ubuntu ou Linux Mint (seus clientes tinham essas opções). Depois de tal parceria, o Zorin OS compõem entre as opções da empresa.

Laptops da Star Labs, com Zorin OS embarcados


Veja à seguir 2 modelos da empresa com a possibilidade de ser adquirido com o Zorin OS.

Star LabTop


Carro-chefe da linha de laptops da Star Labs, sua proposta é ser elegante, veloz e potente. Em um chassi de alumínio, seu corpo é forte, leve e visa um design minimalista.

zorin-os-notebook-linux-embarcado-fabrica-laptop-computador-distro-distribuição-star-lab-labtop

  • Tela HD de 13,3 polegadas, full HD;
  • Peso de 1,3 kg;
  • Bateria com até 7h de duração;
  • Carregador via porta USB-C;
  • CPU quad-core Intel Core i7;
  • 8 GB de RAM;
  • SSD de 480 GB.

Preço: US $ 849 / € 899 / £ 799, mais informações sobre o modelo.

Star Lite


Construído com o objetivo de portabilidade, sem sacrificar a performance, o Star Lite possui um design refinado e compacto.

zorin-os-notebook-linux-embarcado-fabrica-laptop-computador-distro-distribuição-star-lab-lite

  • Tela HD de 11,6 polegadas, full HD;
  • Peso de 1,1 kg;
  • Bateria com duração de até 7h;
  • Carregador via porta USB-C;
  • CPU Intel Pentium N4200 quad-core;
  • 8 GB de RAM;
  • SSD de 240 GB;

Preço: US $ 419 / € 449 / £ 399, mais detalhes sobre o produto.

Ficou com vontade de adquirir um notebook embarcado com o Zorin OS? Infelizmente a empresa não atua em nosso país, entretanto, você pode instalar gratuitamente o Zorin OS em seu hardware. Veja a nossa review da última versão lançada do sistema:


Participe de nosso fórum Diolinux Plus, e fique por dentro das novidades.

Até o próximo post, como de costume, SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Adeus 32 Bits - Canonical enterra de vez a arquitetura no Ubuntu 19.10

Nenhum comentário

quarta-feira, 19 de junho de 2019

A Canonical tomou uma decisão para a versão 19.10 do Ubuntu, esta não terá mais suporte a pacotes e para a arquitetura de 32 bits, ou x86, se preferir. A confirmação foi feita por Will Cooke no fórum do Ubuntu.

Adeus 32 Bits - Canonical enterra de vez a arquitetura no Ubuntu 19.10






Na postagem de Cooke, é mencionado que a equipe de desenvolvimento do Ubuntu já vinha discutindo há mais de um ano o abandono da arquitetura i386, pois para manter a mesma qualidade de suporte, estava tomando muito tempo e recursos dos desenvolvedores,  visto também que o Kernel Linux, toolchains e os navegadores de internet estão deixando de suportar a arquitetura i386 (x86). Além disso, as correções e recursos na área de segurança mais recentes, não estão sendo mais desenvolvidas em tempo hábil para a arquitetura de 32 bits, assim chegando apenas em alguns casos só para 64 bits. Isso também foi discutido em uma lista de emails pública do Ubuntu. De forma resumida, o esforço para manter a versão de 32 bits é tão grande quanto o de manter a versão de 64 bits dos pacotes, mas atualmente poucas pessoas realmente utilizam tais pacotes.

Também foi comentado, que o Ubuntu 18.04 LTS será o último “da sua linha” a ter suporte a arquitetura, e que já na próxima LTS (20.04), não teremos mais suporte. Se você precisar de suporte a algum componente da arquitetura i386, a Canonical recomenda você permanecer nas versões 16.04 LTS ou 18.04 LTS, dando ênfase para a migração para a última LTS mencionada. Vale mencionar que o Ubuntu 18.04 LTS tem suporte até 2023, e o seu ESM (Extended Security Maintenance) vai até 2028 (nesse último caso, é pago).

Para quem desenvolve, a recomendação da Canonical é empacotar os seus aplicativos via snap e usar o “core18” (do Ubuntu 18.04) para ter o suporte de 32 bits.

Partes Polêmicas


Sei que muitos vão perguntar sobre a Steam, WINE, flavours e distros que são derivadas do Ubuntu. Bom, vamos por partes.

Sobre as flavours, Will Cooke foi categórico, todas as flavours vão seguir o mesmo caminho da “distro mãe”, sendo assim, a partir da versão 19.10, elas vão deixar de oferecer suporte a arquitetura i386. Isso acontece porque elas são construídas a partir do mesmo repositório ou pacote de softwares, e como eles vão deixar de dar suporte, aí seguem o mesmo “caminho”. 

As distros derivadas, como Mint, Pop!_OS, Zorin e etc; seguem quase a mesma premissa das flavours, se quiserem manter o suporte para a arquitetura i386, basta ficar na base do Ubuntu 18.04 LTS, ou então, passar a manter seus próprios pacotes de 32 bits por mais algum tempo.

Sobre os jogos via Steam e o Wine, Will dedica um boa parte de sua publicação comentando:

Q. A Steam não usa bibliotecas de 32 bits? Como posso jogar meus jogos?

A própria Steam empacota um runtime contendo as bibliotecas de 32 bits necessárias para executar o cliente Steam. Além disso, cada jogo instalado via Steam pode enviar as suas bibliotecas de 32 bits de que necessitam. Estamos discutindo com a Valve sobre a melhor maneira de fornecer suporte a partir das 19.10.

Pode ser possível executar jogos de 32 bits somente dentro de um contêiner LXD executando uma versão de 32 bits do 18.04 LTS. Você pode usar “pass through” da placa gráfica para o contêiner e executar seus jogos desse ambiente de 32 bits.

P. Como posso executar aplicativos Windows de 32 bits se o WINE de 32 bits não estiver disponível no arquivo?

Tente o WINE de 64 bits primeiro. Muitas aplicações “apenas funcionam”. Se não, deve ser usado métodos similares como para jogos de 32 bits. Isso é, usar uma máquina virtual baseada em 18.04 LTS ou um contêiner LXD que tenha acesso total ao WINE multiarch de 32 bits e às bibliotecas relacionadas.

Para ler a postagem completa e inglês do Will Cooke, você pode acessar através deste link.

Esse tipo de mudança pode afetar em diferentes níveis o suporte a determinados jogos no Ubuntu, mas teremos que ver o que sairá deste acordo entre Valve e Canonical. A situação de criar um container de LXD só se torna viável se for automatizada, se depender do usuário fazer isso, é apenas uma piada de mau gosto do senhor Will Cooke.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Zorin OS, de um sonho adolescente a uma startup promissora

Nenhum comentário

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Você já deve ter lido algumas histórias por aí de como surgiram alguns sistemas operacionais (distros Linux incluídas), geralmente são histórias interessantes onde os criadores, com um bom conhecimento técnico, estavam tentando resolver um problema que enfrentavam, essa é a história do Kernel Linux em si inclusive. Hoje você vai conhecer um pouco mais sobre uma das primeiras distros que eu utilizei e que continua prosperando, o Zorin OS.

Zorin OS






Eu já contei algumas vezes nos vídeos do canal como foram as minhas primeiras experiências com o mundo Linux. Duas distribuições foram as responsáveis por eu conseguir dar os meus primeiros passos sozinho com um novo sistema operacional, são elas o Linux Mint e o Zorin OS. Ambos com propostas semelhantes e com várias diferenças entre si.

Desde a época que eu utilizava o Zorin OS lá nos meus primórdios no mundo Linux a distro utiliza o GNOME como interface, era um GNOME 2 muito modificado. Com o tempo o Zorin mudou e atualmente o usa o GNOME 3 como ambiente gráfico, porém, ao invés de usar o Shell tradicional do GNOME ele usa um diferente chamado "Zorin Shell", que dá toda a aparência e funcionalidade que o sistema tem. Abaixo você pode conferir um dos vídeos mais recentes que eu fiz sobre ele no canal para ter uma ideia de como funciona:



Recentemente os desenvolvedores anunciaram que o sistema bateu 1 milhão de downloads, é claro que nem todas estas pessoas usam o sistema em seu dia a dia, mas isso indica o quanto de curiosidade um ambiente como o do Zorin pode despertar ao público. Tendo como objetivo ser uma "porta de entrada" para usuários de Windows, os desenvolvedores viram que a maior parte dos downloads realmente vem de sistemas proprietários, com macOS e Microsoft Windows, reforçando a ideia de que o objetivo inicial da distribuição está sendo atingido.

Em uma entrevista ao site "It's FOSS", o irlandês, criador da distro, Artyom Zorin, comenta um pouco sobre a sua trajetória com o mundo Linux e os motivos e objetivos de terem criado a distribuição. As primeiras versões foram criadas ainda em sua adolescência, juntamente com seu irmão, quando ambos tinham entre 12 e 14 anos. Os testes eram primariamente feitos com o pai deles. 

Segundo o relato, Zorin (o cara, não a distro) havia testado o Ubuntu 7.10 e adorado, mas quando foi mostrar o mesmo para o pai, na intenção de fazê-lo usar Linux, a reação dele foi adversa, especialmente pelo aspecto visual estar muito longe do que o que ele estava acostumado, sendo usuário de Windows de longa data.

Zorin Brothers
Kyrill e Artyom Zorin em 2015

Por conta disso o Zorin OS nasceu com a missão de tornar a transição Windows/Linux mais simples e com a menor quantidade de atrito possível. Para conseguir fazer isso eles tiveram que aprender a programar, conforme eles aprendiam com tutoriais, livros e o que mais pudessem encontrar, eles foram construindo o Zorin OS e em 2008 lançaram a primeira versão.

Atualmente ambos vivem do Zorin OS e desenvolveram uma empresa no entorno da distribuição, que inclusive possui uma versão paga com algumas ferramentas extras de configuração e que custa apenas 19 Euros. A distro é baseada no Ubuntu e possui um Shell próprio, como já comentado, modificado a partir do GNOME Shell.

Eu acho extremamente inspiradora uma história como esta, o que mostra que ter força de vontade e fé no seu trabalho já é meio caminho andado para algo dar certo, a segunda parte consiste basicamente em "arregaçar as mangas" e fazer acontecer.

Quer saber mais sobre o Zorin OS? Acesse o site, lá você pode baixar o Zorin OS Core 12.2 (atualmente), que é a versão grátis do sistema.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Como instalar o tema de ícones do Zorin OS no Ubuntu e no Linux Mint

Nenhum comentário

domingo, 13 de agosto de 2017

Recentemente eu fiz uma review do canal Diolinux no YouTube sobre o Zorin OS 12.1, uma distribuição da Irlanda, a mesma terra do popular Linux Mint. Um sistema que tem a proposta de ser uma distribuição Linux fácil e intuitiva para quem vem do Windows e que até mesmo possui uma versão paga.

Zorins OS icon theme download






Recentemente eu visitei novamente o Zorin OS em uma review no canal, e como comentei, a distro tem a proposta de ser amigável para usuários iniciantes, especialmente os vindos do Windows. Parte do ambiente que compõe essa experiência a qual o Zorin se propõem é o tema do sistema, ícones e tema GTK.

Os ícones do Zorin OS especialmente me chamaram a atenção pelo simples fato de derivarem do tema Paper, que é outro que eu gosto muito, mas com uma coloração azulada, que encaixa muito bom, não só com o tema do Zorin, mas com outros também, como o popular Arc.


Como instalar o tema do Zorin OS no Ubuntu ou Linux Mint


A instalação é muito simples, basta baixar os pacotes .deb e instalar dando dois cliques.


Depois de instalado, basta usar um ferramenta como o GNOME Tweak Tool, Unity Tweak ou mesmo as configurações de tema do Cinnamon, no caso do Linux Mint.

Para o caso do tema GTK do Zorin, também é possível instalar via pacotes .deb, porém, o tema tem uma série de dependências que precisam ser instaladas em uma certa ordem. Baixe os pacotes abaixo e instale na ordem em que são apresentados:






Depois de instalado o tema, você pode ativá-lo da mesma forma que faz com os ícones, a diferença que este tema GTK do Zorin possui várias cores diferentes, o que pode torná-lo interessante para utilizar com outros temas de ícone, não somente com o do Zorin.

Exemplos de temas com ícones Zorin OS

Vale a pena testar algumas combinações diferentes até encontrar alguma que você goste mais.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Cidade italiana, Vicenza, troca Windows pelo Linux Zorin OS

Nenhum comentário

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Vicenza, uma famosa cidade italiana, está mudando os computadores da administração do município de Windows para Linux e estão utilizando a distribuição Zorin OS como opção.

Zorin OS é utilizado na Itália no lugar do Windows


Zorin OS é uma distribuição baseada no Ubuntu que possui um ambiente gráfico muito personalizado que imita com muita proximidade a experiência de uso do Windows (do Windows 7 especialmente).

Para você conhecer melhor a distribuição confira a última análise dele que nós fizemos no canal do Diolinux:


Quer receber mais vídeos como este Inscreva-se, é grátis!
O mais interessante do Zorin, para esta finalidade, é que ele também possui um visual que lembra a funcionalidade do Windows XP e possui uma empresa para dar suporte para a distribuição de maneira profissional.

A migração de Vicenza começou com uma pequena iniciativa, no ano passado um pai de um aluno instalou em 40 computadores de uma escola da cidade o Zorin no lugar no Windows no intuito de tornar os computadores públicos mais utilizáveis, estáveis e mais seguros. O resultado foi excelente; pouca manutenção, perfeito funcionamento,  isso acabou gerando um reflexo na própria prefeitura da cidade.

Agora a prefeitura e outras escolas estão em processo de migração também. O que mais chama a atenção neste caso é como uma iniciativa simples, de literalmente uma pessoa, fez uma diferença dessas e ajudou a implementar o Linux em uma cidade, pelo menos nos órgãos públicos.

Será que isso te inspira a fazer algo pela sua cidade/bairro/comunidade?


Zorin OS 8 disponível para download

Nenhum comentário

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Nova versão do sistema operacional disponível para download

O Zorin OS é uma das distros Linux mais fáceis de se usar e altamente indicadas para quem está vindo do Windows e procurando uma porta de entrada para o Linux.

Zorin OS 8

A nova versão trouxe um refinamento visual e uma atualização de programas, nada mudou drasticamente em relação a versão 7.

Para conhecer os pontos fortes e fracos dessa distribuição recomendamos que você leia a nossa análise completa do Zorin OS neste link, acreditamos que com ela você vai tirar a maioria das suas dúvidas e conhecer as peculiaridades da distribuição.

Baixar o Zorin OS 8

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo