Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador atualizacoes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador atualizacoes. Mostrar todas as postagens

Como impedir um software de ser atualizado no Fedora

Nenhum comentário

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Aprenda como fazer com que um programa fique “congelado” em uma versão, e seja ignorado pelo sistema durante as atualizações no Fedora.

como-nao-atualizar-um-programa-junto-com-o-sistema-no-fedora

A princípio, para alguns, pode parecer um pouco sem sentido. Por que alguém iria querer que um software não fosse atualizado? Mas a verdade é que fazer com que um programa seja ignorado durante as atualizações do sistema pode ser bastante útil em situações específicas para várias pessoas.

Muitas vezes um determinado usuário precisa continuar utilizando uma funcionalidade que está para ser removida nas versões futuras de um determinado programa, ou talvez a versão mais recente desse software esteja apresentando algum bug ou problema de incompatibilidade. Nesses casos, uma solução ao menos temporária seria instalar a versão anterior do software, que ainda funciona muito bem, e sem os tais problemas supostamente apresentados na nova versão.

Todavia, em alguns casos ao atualizar o sistema esses pacotes de versões antigas acabam sendo atualizados, o que acaba sendo inconveniente nessas situações. Para evitar tal comportamento, podemos fazer com que um ou vários pacotes sejam ignorados ao atualizar o sistema, e é este procedimento que aprenderemos a fazer agora.

O Procedimento


Primeiro vamos atualizar o sistema fazendo com que um, ou vários pacotes sejam excluídos apenas durante aquela única atualização, o procedimento deve ser realizado pelo terminal utilizando o comando abaixo.

sudo dnf update --exclude=<pacote>

Lembrando de substituir “<pacote>” pelo nome do pacote que você deseja que seja ignorado. Caso o alvo sejam vários pacotes, apenas escreva os nomes de todos os pacotes separados por uma “,” (vírgula), e sem espaços.

Agora vamos fazer com que um pacote seja permanentemente excluído da lista de atualizações. Para isso, vamos ter que editar um arquivo de texto localizado em um diretório que possui permissões de modificação concedidas apenas ao usuário “root”, por isso precisaremos acessar tal arquivo com um editor de texto aberto em modo “superusuário”.

Este procedimento pode ser feito via interface gráfica utilizando um editor de texto tradicional, como o “Gedit” do GNOME, mas para isso será necessário que você saiba qual é o nome do editor de texto que está usando, e qual o comando para chamá-lo. Se o seu editor de texto for o “Gedit”, tudo o que você precisa fazer é abrir o terminal e rodar o comando abaixo para executá-lo como “root”.

sudo gedit

Substituindo “gedit” pelo comando de inicialização do seu editor de texto, caso seja outro.

Para quem não sabe qual é o seu editor de texto, ou o comando para utilizá-lo, poderá utilizar um editor de texto via terminal chamado “Nano”, que vem pré-instalado em muitas distribuições Linux, e independe de interface gráfica. Mesmo assim, caso o “nano” não esteja instalado no seu Fedora, para instalá-lo é tão simples quanto copiar e colar o comando abaixo.

sudo dnf install nano

Por fim, tudo o que temos que fazer é abrir o terminal e rodar:

sudo nano /etc/dnf/dnf.conf

Na tela que apareceu, conforme a imagem abaixo, adicione uma linha com o conteúdo “exclude=<pacote>” (substituindo “<pacote>” pelo nome do pacote que você deseja ignorar durante as atualizações).

editor-nano-/etc/dnf/dnf.conf-aberto

Agora simplesmente pressione “Ctrl + O” seguido de "Enter" para salvar as modificações, e então pressione “Ctrl + X” para fechar o editor Nano.

Feito isso, o software escolhido já não será mais atualizado junto com o restante do sistema. Para reverter o processo basta excluir a linha “exclude=<pacote>” do arquivo “dnf.conf” localizado em “/etc/dnf/”.

É importante deixar claro que um procedimento como esse deve ser feito apenas em casos de real necessidade, e com softwares que não estejam relacionados com a segurança ou o funcionamento do sistema. Por exemplo, é provável que não tenha nenhum grande problema ao utilizar um player de música desatualizado, mas a situação é bem diferente quando o assunto é um kernel.

A ideia por trás deste artigo é que você saiba que possui essa opção de funcionalidade, mas a mesma deve ser utilizada com responsabilidade. Em caso de dúvidas, antes de realizar o procedimento acesse o nosso fórum, abra um tópico e peça ajuda de outros usuários sobre o seu caso em específico. Não aconselhamos a sair mantendo pacotes desatualizados “à torto e direito”, então se o fizer, faça por sua conta e risco!

Aliás, já que estamos falando em Fedora, uma boa ideia é você continuar a sua jornada de conhecimento aqui no blog lendo um “super artigo” sobre como gerenciar programas e atualizações no Fedora. 😁

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no fórum Diolinux Plus

Isso é tudo pessoal! 😉


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo