Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador audio. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador audio. Mostrar todas as postagens

PulseAudio 13.0 já foi lançado com suporte para Dolby TrueHD e DTS-HD

Nenhum comentário

segunda-feira, 23 de setembro de 2019


O principal servidor de som utilizado no Linux, o PulseAudio, recebeu alguns updates, melhorias recentes e adicionado suporte aos codecs famosos, o Dolby TrueHD e DTS-HD Master Áudio.


PulseAudio 13.0 já foi lançado com suporte para Dolby TrueHD e DTS-HD





Para quem não conhece, o PulseAudio faz a comunicação com o ALSA, assim assumindo o controle do fluxo de áudio e permitindo a comunicação de outros apps com o PulseAudio. Ele também é um “multiplexador” de áudio.

As melhorias e updates lançadas nessa versão, são:

● Adicionado suporte para o Dolby TrueHD e DTS-HD Master Áudio;
● Aprimorado do roteamento do canal surround 5.1;
● Aprimorada seleção do perfil inicial para cards ALSA;
● Mudar automaticamente de perfis em cards indisponíveis;
● As opções de perfil não são mais contínuas por padrão no card Bluetooth;
● Adicionado suporte para alguns fones de ouvido SteelSeries Arctis 5 USB;
● S/PDIF fixo para áudio True HD de alta velocidade USB2.0 CMEDIA;
● Usar especificação de amostra de origem e mapa de canais por padrão no módulo loopback;
● Remapeamento de canal mais eficiente em alguns casos para fluxos de 32 bits;
● Suporte para BlueZ 4 removido;
● Pequenas correções de bugs, atualizações de ligações e várias atualizações de tradução.

Para conferir todas as novidades com mais detalhamentos por parte do pessoal do PulseAudio, basta acessar o post deles aqui.

Agora basta esperar que a nova versão dele chegue nos repositórios das distros, ou se você preferir baixar e compilar manualmente, basta acessar o link.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Conheça o curso de edição de áudio com Audacity do Diolinux Play

Nenhum comentário

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Você já pensou em trabalhar o áudio e criar o seu próprio podcast? O Audacity é uma das melhores ferramentas para você fazer captação e edição de áudio de forma gratuita, e nós preparamos um material especial para você que quer aprender a manipular áudio.

curso-edição-de-audio-audacity






Um dos projetos que eu mais gosto aqui no blog Diolinux é o DioCast, o nosso podcast que surgiu na tentativa de divulgar o mundo Linux e Open Source através de outras plataformas. Atualmente a comunicação através de áudio tem sido uma forma muito efetiva e interessante e conversar com o público.

O que é o Audacity?


Audacity é um software livre de edição digital de áudio disponível principalmente nas plataformas: Windows, Linux e Mac e ainda em outros Sistemas Operacionais. O código fonte do Audacity está sob a licença GNU General Public License. A sua interface gráfica foi produzida utilizando-se de bibliotecas do wxWidgets. O Audacity começou em 1999 por Dominic Mazzoni e Roger Dannenberg na universidade norte-americana Carnegie Mellon University e foi lançado em 28 de maio de 2000 como versão 0.8.

Interface do Audacity


O Audacity é muito popular entre os podcasters pelos seus recursos de edição, sua grande disponibilidade em múltiplas plataformas, suporte e licença aberta que permite ao programa ser gratuito.

Em 10 de outubro de 2011, ele era o 11º download mais popular do SourceForge, com 76,5 milhões de downloads.O Audacity ganhou o prêmio Community Choice Award do SourceForge em 2007 e 2009 na categoria Melhor Projeto Multimídia.

E o nosso curso?


Criado em parceria com o professor de longa data do Diolinux EAD, Julio César, também professor do curso de Blender, o curso de edição de áudio com Audacity é ideal para você que está querendo melhorar a qualidade do seu som com uma ferramenta grátis e open source. Como estamos encerrando o Diolinux EAD e migrando totalmente para o Diolinux Play, nossos cursos e material extra irão todos para o Play.

O curso faz parte do pacote de assinatura de membros do canal Diolinux no YouTube, basta clicar no Seja Membro, e você terá acesso, não só ao curso de Audacity, mas uma série de outros conteúdos já publicados no Diolinux Play, os que ainda virão, acesso a informações extras na aba da comunidade do canal no YouTube e também acesso a emotes e badges que aparecem ao lado do seu nome no YouTube e que você pode usar nas nossas lives.


O curso fala desde captação de áudio e tratamento até a trilha sonora, voltado para quem deseja fazer podcasts especialmente, no entanto, ele pode ser útil para qualquer pessoa que queira aprender a editar som no Audacity. São oito vídeos ao todo que compõem a seguinte playlist:

- Intro;
- Captura de Áudio;
- Microfones, taxa de amostragem e bits;
- Tipos de arquivos de áudio e suas finalidades;
- Edição multipista, cortes e deslocamentos;
- Redução de ruído;
- Trilha sonora;
- Finalização;

A assinatura é mensal, por apenas R$ 19,90, e você pode cancelar quando quiser, como qualquer serviço de streaming.

Bons estudos, e diverta-se com o Diolinux Play!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Conheça o novo Linux Multimedia Studio

Nenhum comentário

terça-feira, 11 de junho de 2019

O Linux Multimedia Studio, ou como é chamado “LMMS”, é um software ideal para quem gosta de produzir músicas e usa seu computador em suas criações. Software Livre e multiplataforma, o programa possui versões para Linux, macOS e Windows. Uma ótima alternativa para quem não quer piratear programas como o FL Studio, Logic Pro, Cubase ou quer mais liberdade. Pois, ao utilizar uma ferramenta multiplataforma, você não fica preso a um sistema.

lmms-linux-midi-audio-workstation-fl-studio-logic-pro-cubase-windows-mac-linux-openbsd

Com o LMMS, tarefas como criar melodias, utilizar um teclado MIDI para batidas, sintetizar áudio, misturar sons, organizar amostras e muito mais, poderão ser feitas com seu vasto ferramental. A nova versão 1.2, veio recheada de novidades e refinamentos. Seu código foi reescrito, tirando melhor proveito do hardware, seja no uso aprimorado de processamento, menor consumo de memória ou suporte a telas com altas densidades de pixels. Por exemplo, além dos sistemas anteriormente citados, o LMMS 1.2 passou a suportar o OpenBSD (sndio) e o Haiku (BeOS). Houve uma melhora na exportação de arquivos WAV, MP3 e OGG.

lmms-linux-midi-audio-workstation-fl-studio-logic-pro-cubase-windows-mac-linux-openbsd

Algumas funcionalidades do LMMS


  • Editor de ritmo;
  • Editor de pistas;
  • Editor de teclado (teclado MIDI);
  • Editor/Organizador de músicas;
  • Mixer de efeitos de som, de até 64 canais;
  • Suporte a complementos nos formatos SoundFont2, LADSPA e VST;
  • 16 sintetizadores incorporados;
  • Emuladores OPL2 Roland TB-303;
  • Emulador SID Commodore64;
  • Emulador NES;
  • Emulador Gameboy e Yamaha e incorporadas ao sintetizador ZynAddSubFX;
  • Suporte multisampling, para os formatos SoundFont (SF2), Giga (GIG) e Gravis UltraSound (GUS);
  • Entre outras funcionalidades…

lmms-linux-midi-audio-workstation-fl-studio-logic-pro-cubase-windows-mac-linux-openbsd-plugins-sons-emulador


Principais novidades da versão 1.2


  • Capacidade de salvar música na forma de um loop de som (opções “-l” e “-loop”);
  • Suporte ao formato Apple MIDI;
  • Gravação automática durante a reprodução;
  • Plugins e patches em um diretório separado;
  • Novo backend de som baseado em SDL usado em novas instalações por padrão;
  • Modo único e uma função de limpeza para canais não utilizados para o FX Mixer;
  • Nova ferramenta Gig Player para reproduzir arquivos no formato Giga Sample Banks;
  • Novo plugin do ReverbSC;
  • Novos add-ons do FX: Equalizador, Bitcrush, EQ Crossover e Echo Multitap.

Instalação do LMMS no Linux


Existem várias formas de se instalar o LMMS, ele está nos repositórios da maioria das distribuições. Entretanto, caso queira a versão mais atual, efetue o download da versão em AppImage, recomendado em seu site oficial. 

lmms-linux-midi-audio-workstation-fl-studio-logic-pro-cubase-windows-mac-linux-openbsd-download-appimage

Não sabe como rodar um app neste formato? Acesse essa postagem e veja como o processo é muito simples.

Caso prefira o bom e velho terminal, utilize os comandos abaixo:

sudo chmod +x lmms.Appimage

Depois execute com o comando:

./lmms.Appimage

Lembrando que você deve estar no mesmo diretório do seu AppImage (via terminal).

No passado tive meus momentos de “compositor”, e o LMMS pode ser um software muito interessante, seja para você amador ou profissional. Veja a entrevista (uma parte dela) que fizemos com Marcos Garcia do canal Vartroy. Você poderá ver o cenário atual da produção musical com software livre e open source.


Gostou do LMMS? É um programa bem completo, e caso tenha interesse na área, creio que é uma ótima escolha.

Participe de nosso fórum Diolinux Plus, quem sabe você acabe encontrando outros apaixonados por música e tecnologia por lá.

Até o próximo post, te espero aqui no blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


O fone de ouvido que você vai querer levar na sua viagem! Edifier W806BT

Nenhum comentário

sábado, 29 de setembro de 2018

Quando você está em uma viagem, você definitivamente quer se preocupar somente em aproveitar a viagem, problemas técnicos como a falta de bateria no celular, são coisas que você não quer ter que se preocupar, certo? Então porque não seria o mesmo com os seus fones de ouvido?

Edifier análise do produto





Para mim um bom fone ouvido para viagem precisa atender a 3 requisitos:  

1- Ter uma boa qualidade sonora;
2 - Ser confortável;
3 -  E uma vez sendo bluetooth, ter uma boa bateria.

Uma vez estes detalhes satisfeitos, eu começo a observar o design e o material de que ele é feito, além de qualquer outro benefício adicional que ele possa me oferecer.

Quando eu fiz o Unboxing do fone, uma das coisas que mais chamaram a atenção na apresentação era a promessa da bateria dele durar 70 horas. E no fim das contas, ele realmente acabou surpreendendo!


Eu fiz o vídeo de unboxing um dia antes de sair para viajar e isso já faz quase 1 mês! Eu utilizei o fone ligado direto com BT durante no mínimo 43 horas e a bateria ainda está na metade. Então a prerrogativa é muito boa, mesmo que não durasse o dobro, eu já estou mais do que satisfeito com essa duração de bateria.

Confira o vídeo com a análise completa do Edifier W806BT:


Certamente eu estou completamente satisfeito com o produto e recomendo a todos que buscam um bom fone para levar nas suas viagens mais longas, caso você deseje comprá-lo, acesse o site da TOMTOP, que foi onde ele foi adquirido.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Como remover ruído de som com o Audacity - Tutorial Fácil!

Nenhum comentário

terça-feira, 3 de julho de 2018

Há algum tempo postamos no YouTube um tutorial de como melhorar o áudio do seu vídeo com o Audacity. Embora o primeiro passo para uma boa qualidade sonora seja a captura do áudio, nem sempre temos um ótimo equipamento em mãos, por isso é sempre bom termos uma alternativa para deixar nosso áudio com a melhor qualidade possível.






O Audacity é um software Open Source, que você encontra em versões para Linux, Windows e macOS. Essa ferramenta pode ser encontrada facilmente nas lojas de aplicativos da sua distribuição Linux favorita.

Após instalar o aplicativo e inicializá-lo, basta você arrastar o áudio desejado para dentro do aplicativo, ou simplesmente localizar o seu arquivo através do menu "arquivo > abrir..."




Assim que o áudio estiver completamente carregado no Audacity você irá identificar o ruído no seu áudio selecionando o trecho a ser melhorado.

Após selecionar, clique na opção "efeitos > redução de ruídos"





Clique na opção “obter perfil do ruído” para que o programa “entenda” que aquele é o perfil do ruído que você deseja identificar e remover.




Assim que identificar o ruído, clique novamente na opção “efeitos > redução de ruídos”


Agora no passo 2, nos voltaremos para as configurações, assim poderemos escolher como desejamos que este ruído seja removido. As configurações mostradas quando você seleciona a opção “redução de ruídos”, já são configurações predefinidas e particularmente, não vejo a necessidade de alteração dessas configurações, mas é claro, você pode testar e se adaptar ao que fica melhor para você.


Para aplicar somente na parte selecionada é só clicar no botão “OK”. Agora, caso tenha identificado o ruído em outras partes dos áudio e deseja removê-lo, basta selecionar todo o arquivo (ctrl+A) para que o áudio inteiro seja tratado.



É isso ai, espero que esta dica seja útil para você. Caso queira acompanhar passo a passo do procedimento e dicas úteis é só conferir o vídeo abaixo.


Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


PulseEffects - Um equalizador de som poderoso para Linux

Nenhum comentário

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Hoje vou trazer uma dica para vocês que foi enviada pelo meu grande amigo Cícero Moraes, um verdadeiro gênio do Blender 3D que eu tive a oportunidade de entrevistar recentemente

Pulse Effects






O Pulse Audio é o servidor de som padrão de várias distribuições Linux e é compatível com outras plataformas também, como o BSD e macOS. Não é a primeira vez que falamos de equalizadores de som aqui no blog, se este não lhe agradar, considere dar uma olhada neste outro.

O PulseEffects é um equalizador que permite que você modifique o som com presets e configurações ajustáveis para cada aplicação, incluindo compressão e reverberação.

Pulse Effects

Você pode baixar o Pulse Effects no formato .deb para Ubuntu, Linux, Deepin e derivados neste link. 

Caso você utilize um sistema de 32 bits, instale este pacote. Basta baixar e instalar dando dois cliques. Depois de instalado você encontra o software no menu de aplicativos do seu sistema.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Distros Linux poderão incluir o Codec MP3 por padrão sem complicações legais

Nenhum comentário

terça-feira, 16 de maio de 2017

Finalmente as empresas e usuários poderão distribuir softwares compatíveis nativamente com o MP3 sem precisar pagar royalties para os criadores do formato, isso aconteceu por conta da expiração da última patente que repousava sobre o MP3, um dos formatos de áudio mais populares do mundo.

MP3 agora é grátis



A empresa Fraunhofer, principal responsável pelo desenvolvimento do popular formato MP3, divulgou uma nota recentemente onde comentava que a última patente referente ao formato em questão teria expirado no último dia 23 de Abril, permitindo que agora as empresas e usuários possam distribuir recursos (softwares e hardwares) que tenham suporte ao MP3 sem precisar pagar.

A distribuição de formatos como o MP3 em distribuições Linux sempre variou de distribuição para distribuição, a maior parte delas acabou procurando criar uma forma simples de instalar o codec, muitas vezes junto a outros tantos em um pacote, de forma a não precisar embutir ele no sistema, pois isso limitaria a distribuição legal do sistema operacional em alguns países, como os EUA. Este é o caso do Ubuntu por exemplo, que criou o meta pacote "ubuntu-restricted-extras" justamente para instalar um pacote de codecs que não poderia ser incluído da ISO do sistema por padrão por conta de patentes.

Outras distros que nunca foram vendidas na América do Norte no entanto, como o Linux Mint, incluíram por muitos anos os codecs nativamente, algo que mudou recentemente, devido ao Mint ter se focado em se tornar uma distro que pudesse ser vendida em computadores de varejo também, como o Ubuntu. Neste caso em específico, a distro optou por remover os codecs, não somente por conta do MP3, claro, entretanto, agora que o MP3 está livre parar utilização, todas as distros que quiserem poderão incluir o codec no próprio sistema, sem a necessidade de que o usuário instale de outra forma e sem precisar pagar nada.

O MP3 é um formato muito popular e querido até hoje, ele costuma ser pequeno e ter uma boa qualidade de áudio, o que o torna ideal para carregar em dispositivos móveis, mesmo assim é bom que você não confunda, o formato MP3 agora ser grátis não significa que baixar músicas neste formato passou a ser legal, são patentes diferentes, a do codec MP3 e o conteúdo armazenado neste formato.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




KXStudio - Distro Linux para produção multimídia com interface KDE

Nenhum comentário

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Existem distros Linux para diversas finalidades, existem algumas bem conhecidas para trabalhar com multimídia e design, como o Ubuntu Studio, mas é a primeira vez que eu vejo uma que usa KDE como interface gráfica, conheça o KXStudio.

KXStudio Linux




O KXStudio é uma distribuição Linux voltada para o público de produção multimídia, especialmente áudio, o sistema é baseado no Ubuntu 14.04 LTS e tem o mesmo tempo de suporte. Diferente do Ubuntu Studio que usa a interface XFCE, o KXStudio usa a interface KDE 4 (por conta da derivação do Ubuntu 14.04 LTS).

Assim como o Ubuntu Studio, o KXStudio também usa um Kernel de baixa latência, importante para quem trabalha com áudio.

KXStudio Linux

A distro vem com vários pacotes voltados para a produção e design pré-instalados, você encontra mais informações sobre quais são estes pacotes e também encontra o repositório da distro, o qual pode ser utilizado em outras distros baseadas no Ubuntu e no Debian, diretamente no site oficial.

KXStudio

Um dos programas mais interessantes que eu encontrei no sistema é o chamado "Claudia Launcher", ele é um programa que reúne os vários programas para trabalhar com áudio que o KXStudio traz consigo e permite que você lance os programas à partir dele, ele também te ajuda a verificar quais as características estão disponíveis para o programa, como o suporte ao Jack para áudio e a presença ou não de plugins.

A instalação do sistema é igual a do Kubuntu, você pode fazer o download da iso (1,5 GB) diretamente do site oficia, na mesma página você também poderá baixar os programas que fazem parte do sistema individualmente:
Acho que vale o teste, não é mesmo?

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Bitwig Studio - Uma ferramenta profissional para trabalhar com áudio no Linux

Nenhum comentário

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Estava eu navegando pela fossa abissal da internet, quando me deparo com este "programinha" muito interessante chamado Bitwig, que permite que você faça edições e produções de áudio complexas no seu Linux, confira.




O Bitwig Studio é uma ferramenta de código fechado e paga, porém, com versão demonstrativa, que permite edições de áudio complexas.
Existem opções livres nos repositórios da maior parte das distribuições Linux, um bom exemplo é o Ardour.
BitWing Studio Ubuntu

Você pode ler mais sobre as características do programa na página oficial, já que ele possui muitos recursos profissionais para trabalhar com MIDI e composição.
Leia também: Programas para músicos pelo Wine
Você pode encontrar os pacotes oficias para o Ubuntu  neste endereço, nele você pode baixar tanto a versão DEMO como comprar a versão final, que custa aproximadamente 300 Dólares.

- Conheça também o editor de áudio Audacity

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Alternativa ao Auto-Tune para Linux, conheça o AutoTalent

Nenhum comentário

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Fazer você cantar bem ficou mais fácil agora, já que o pessoal da Antares não disponibilizou o plugin Auto-Tune para o Audacity para Linux (para Windows ele existe) encontramos uma opção para contornar o problema chamada Auto Talent.

Auto-Tune para LInux

Agora você pode cantar até no chuveiro e fazer sucesso


Pois é, se a Miley Cyrus consegue por que você não conseguiria? Que tal soltar a voz e cantar como um profissional? 

Ok, dei uma exagerada, mas só para dar uma descontraída, saca só o site da dita cuja, sério, virei uma fumante passivo só de entrar ali.

Voltando ao que interessa, hoje vamos falar de um plugin para o popular editor de áudio multiplataforma, o Audacity, chamado Auto Talent, ele é grátis e consegue causar um efeito semelhante ao popular Auto-Tunes e também ao Melodyne, ambos programas utilizados por alguns artistas.

O Plugin consegue equilibrar os tons da sua voz para ela não fique desafinada ao pronunciar as palavras enquanto estiver cantando.

Como usar o Auto Talent no Linux


Quando digo, "Linux" é porque a dica serve para qualquer distro, neste tutorial eu usei o Ubuntu para testar e cara, fiz um cover bacana (ou não) de "Living on the Prayer"!

O primeiro passo é ter o Audacity instalado, então procure ele na Central de Programas da sua distro.

Depois você deve baixar o Plugin Auto Talent deste site, existe versões de 32 e 64 bits.

- Version 0.2, 64-bit Linux (and reference card): [tar.gz]
- Version 0.2, 32-bit Linux (and reference card): [tar.gz]

O arquivo que você vai baixar em compactado no formato tar.gz, o Linux abre ele como se fosse um arquivo .rar ou .zip normalmente, extraia o conteúdo do arquivo.

Auto-Tune para Linux

Você verá os 3 arquivos, como estes acima, tudo o que você precisa fazer é mover o arquivo "autotalent.so" para a pasta /usr/lib/ladspa/.

Para isso basta abrir o Nautilus em modo Root, copiar o arquivo e colar na pasta indicada, se tiver dúvida veja o arquivo README que vem juntamente com o plugin.

Dica: Para abrir o Nautilus como Root pressione ALT+F2  e digite gksudo nautilus

Dentro do Audacity


Uma vez adicionado o Auto Talent para você utilizado é muito simples, abra o Audacity e você vai encontrá-lo no menu efeitos, na primeira sessão de plugins.

Auto-Tunes para Linux

Auto Talent Ubuntu


Ajude a espalhar o conteúdo compartilhando na sua rede social favorita, essa ação pode ajudar outras pessoas!

É isso ai, agora é só fazer as suas experiências, até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Ubuntu com equalizador de som no estilo Realtek

Nenhum comentário

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Veja como você pode ter um equalizador de som para Ubuntu cheio de efeitos e perfis pré-definidos para que a sua música soe como você quiser!

Equalizador de som para Ubuntu

Instale um equalizador de som para o seu Ubuntu


Hoje um leitor do blog me pediu se existia um equalizador de som com os mesmos recursos que os drivers da Realtek oferecem no Windows, ele desejava usufruir dos recursos pré-configurados para reprodução de sons em ambientes variados como, "sala de estar", "arena" e estilos como "Club", "Dance", "Rock" entre outros.

Conheça o Pulse Audio Equalizer para Ubuntu (Realtek Clone)


As placas de som da Realtek no Linux funcionam através do próprio Kernel, de modo que não se faz necessária a instalação de drivers para a maioria delas, a Realtek também não disponibiliza um painel como o do Windows onde você pode configurar estas coisas.

Mas realmente não temos problema com equalização de som graças ao Pulse Audio Equalizer, ele é uma ferramenta muito simples de utilizar que contém exatamente estas funções que o driver da Realtek tem no Windows, só que no Linux.

Para fazer a instalação no seu Ubuntu  basta copiar todo este código abaixo e colocar no seu terminal, depois de colar pressione a tecla "enter", digite a sua senha e pressione "enter" novamente, aguarde a instalação, ele estará disponível no menu do sistema depois que ela terminar.
sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8 -y && sudo apt-get update && sudo apt-get install pulseaudio-equalizer
Pronto, agora você já tem um equalizador para o Ubuntu com as mesmas funções que o driver da Realtek oferece, aproveitando que você está querendo ouvir música, confira o nosso post sobre como instalar o Spotify no Ubuntu.

Até a próxima!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Tracktion: Edição de Áudio Profissional no Ubuntu

Nenhum comentário

terça-feira, 18 de março de 2014

Editor de áudio Profissional é exclusivamente grátis para Linux!

A cada dia aparecem mais ferramentas de qualidade para Linux, edição de vídeo e áudio já não é um grande, falando em edição de áudio logo lembramos do excelente Audacity, mas e se você quiser algo mais, qual a melhor opção?

audio-editor-tracktion-linux

É justamente neste contexto que entra o Tracktion, ele é um programa completo para tratamento de áudio, inclusive MIDI, para pessoas que trabalham com instrumentos musicais.

Tracktion for Linux

Tracktion for Linux


O Software é todo em inglês infelizmente, mas ele possui um grande vantagem, normalmente você pode testar uma demo do programa gratuitamente, mas isso vale apenas para Windows e para Mac, caso você use Linux o programa tem um licença completa totalmente free! ( "isso mesmu di grátis!")

A única coisa que você precisa fazer é um cadastro no site e baixar o software, acesse o site do Tracktion.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Oceanaudio: Uma alternativa ao Audacity

Nenhum comentário

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Conheça o editor de Audio Ocenaudio para Linux

Ontem eu estava querendo editar uma faixa de áudio a fim de remover um pouco do ruído do mesmo, normalmente uso o Audacity para isso - veja o vídeo que fizemos ensinando você a remover ruído de áudios com o Audacity - mas exatamente ontem o Audacity resolveu dar um bug das trevas!

Por conta disso tive que procurar alternativas e acabei me deparando com o Oceanaudio.

Oceanaudio no Ubuntu


Ele tem um visual bem bonito e tem funcionalidades muito interessantes com muitos efeitos de som para aplicarmos.
O Oceanaudio é multiplataforma e pode ser rodado no Windows e no Mac também além de ser completamente gratuito.

Editor de Audio no Ubuntu


Download do Oceanaudio

Existem versões em 32 e 64 bits para Windows, Ubuntu, Fedora e Mac OSX, baixe o software por este link.

Caso você tenha alguma dúvida sobre instalar pacotes .deb veja este artigo.

OBS: Apesar de ser um bom software ele não é um aplicativo superior ao Audacity então se você deseja fazer edições mais avançadas dê preferência por este software.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 
@dionatanvs - +Dionatan Simioni - + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:

Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo