Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador boot. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador boot. Mostrar todas as postagens

Ubuntu 19.10 poderá iniciar até 7x mais rápido

Nenhum comentário

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Não é segredo para ninguém que a Canonical, empresa responsável pelo Ubuntu, vem trabalhando em melhorias no boot do sistema. Queixas de inúmeros usuários relatando uma demora no início do sistema, graças aos aplicativos no formato Snap. Digamos que as coisas ainda não são perfeitas, mas houve uma melhora perceptível neste aspecto. Agora eis chegada a hora de melhorar o boot, relacionando ao Kernel Linux do Ubuntu.

ubuntu-boot-inicio-start-sistema-linux-kernel-canonical-veloz-rapido

A equipe do kernel Linux no Ubuntu decidiu efetuar testes comparativos, com o formato de compactação do mesmo, após diversos experimentos chegaram a um veredito. A partir do Ubuntu 19.10 Eoan Ermine, as imagens do kernel Linux no Ubuntu serão compactadas em LZ4. Segundo os engenheiros do Ubuntu, a melhora no início do sistema é notória, até mesmo em hardwares mais modestos. O resultado foi tão positivo que em alguns casos o ganho foi em até 7 vezes, comparado às versões atuais do Ubuntu.

Colin Ian King, um dos engenheiros da Canonical e participante da equipe responsável pelo Kernel no Ubuntu, explica:

“Para o tamanho de compactação, o GZIP apresenta o menor tamanho compactado do Kernel, seguido por LZO (~ 16% maior) e LZ4 (~ 25% maior). Com o tempo de descompressão, o LZ4 é 7 vezes mais rápido que o GZIP e o LZO é ~ 1,25 vezes mais rápido que o GZIP em x86 ... Mesmo com uma mídia de rotação lenta (um HD de 5400RPM, por exemplo) e uma CPU lenta, o tempo de carregamento mais longo do Kernel excede em muito o tempo de descompressão mais rápido. À medida que a mídia fica mais rápida, a diferença no tempo de carregamento entre GZIP, LZ4 e LZO diminui e a velocidade para descompressão se torna o fator dominante , com o LZ4 como o vencedor”.

Para mais informações sobre os testes efetuados, acesse a postagem de Ian King e saiba mais detalhes.

Agora é esperar o lançamento da nova versão do Ubuntu e comparar o tempo de boot. Estou ansioso pelo Ubuntu 20.04, sinceramente creio que será uma das melhores versões já lançadas do sistema. Vendo seus antecessores com cada vez mais melhorias, sejam no design, software, etc. Parece que a Canonical vem retomando o Ubuntu ao seu antigo “status”. 

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus e até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Teste de Boot: Qual inicializa mais rápido, Ubuntu 16.04 ou Windows 10?

Nenhum comentário

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Os nossos leitores e os inscritos do canal sempre pedem estes pequenos comparativos entre os sistemas operacionais, então para atender aos pedidos da audiência vamos começar a fazer pequenos testes como o de hoje para saber onde cada sistema operacional leva vantagem. Certamente em alguns pontos o Ubuntu será superior e em outros o Windows prevalecerá. O teste de hoje é de tempo de boot.

Boot Time




Na minha opinião, atualmente o tempo de boot não é algo tão relevante, a maior parte das pessoas não costuma dar boot no computador mais de um vez por dia, isso quando não passam-se dias sem o computador ser desligado, mas não deixa de ser uma curiosidade interessante.



Houveram vários pontos interessantes comentados no nosso canal, neste vídeo em específico, eu eu respondi alguns deles em uma mensagem única, vou deixa logo abaixo:

Comentários sobre o vídeo de Boot

Pelas sugestões de vocês, o próximo teste será de transferência de arquivos.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Como instalar o Boot Repair no Ubuntu e no Linux Mint

Nenhum comentário

terça-feira, 4 de outubro de 2016

O Boot Repair é uma ferramenta de diagnóstico muito boa para te ajudar a consertar a inicialização do seu Ubuntu e também do Linux Mint, veja como instalar.

Boot Repair




O motivo do post.

Estava eu testando o Linux Mint 18 na versão Cinnamon esta semana em meu Notebook, e resolvi fazer dual boot com o Ubuntu 16.04 LTS que eu utilizo normalmente, porém, esqueci de mudar na BIOS do padrão do secure boot, como não estava com muito tempo para fazer a formatação, fiz da mesma forma, o problema disso é que na hora da finalização da instalação onde o sistema costuma instalar o GRUB o instalador corrompe (é normal neste caso, pois só pode haver um sistema usando o UEFI neste computador que eu uso), o único trabalho extra que seria necessário fazer é depois de iniciar o computador, entrar pelo Ubuntu e atualizar o GRUB por ele para que o Linux Mint apareça, e foi isso que eu fiz.

Ao iniciar o Linux Mint, o sistema em si funciona normalmente, mas a animação de boot ficou meio "zoada", foi então que pensei  em utilizar o Boot Repair para fazer este ajuste, visto que este problema estava acontecendo pela falta da configuração final na inicialização proveniente da instalação, como eu comentei, o instalador tinha se corrompido na parte final, ainda que o sistema tenha se instalado com sucesso.

Eu já conhecia o Boot Repair há muito tempo e já usei diversas vezes, mas me toquei que nunca tinha escrito sobre ele aqui no blog, então aqui está, quem sabe ele possa te ajudar em alguma coisa um dia.

Boot Repair


Como o nome sugere, é uma aplicação de serve para você corrigir problemas de inicialização no no sistema, inclusive você consegue recuperar até mesmo o NTLDR do Windows, é muito chique o negócio! rsrs

Boot Repair Ubuntu e Mint


Ele tem várias opções para diagnosticar os problemas de inicialização e quando ele mesmo não consegue resolver ele vai te mostrar comandos no terminal para você rodar e fazer os ajustes necessários, é muito simples de usar.

Boot Repair Ubuntu e Mint

É uma aplicação boa para reparar um GRUB corrompido também, mas se você está procurando algo para customizar/configurar o GRUB, existem opções melhores, como o GRUB Customizer, que vale a pena conhecer também.

Você pode usar o Boot Repair pelo próprio sistema instalado no PC, se ele inicializar, é claro, ou utilizar ele por uma distro live através de um pen drive, funciona da mesma forma. Para instalar você pode usar um PPA:
sudo add-apt-repository ppa:yannubuntu/boot-repair
sudo apt-get update
sudo apt-get install -y boot-repair
Depois de instalado, o Boot Repair fica disponível no menu do seu sistema para fácil acesso, inclusive há uma página na comunidade oficial do Ubuntu sobre ele, se quiser dar uma olhada é clicar aqui.

Até a próxima e bons reparos! :)
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Desative os serviços inúteis que iniciam junto com o Ubuntu

Nenhum comentário

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Com este tutorial você vai deixar o Boot do Ubuntu mais rápido. Se você já visitou conhece o programa "Aplicativos de sessão" do Ubuntu deve ter percebido que não aparecem todos os serviços que inicializam junto com o sistema por lá. 

Aplicativos de sessão


Para melhor gerenciar e modificar a performance do sistema, principalmente no tempo de boot podemos desativar alguns dos serviços que não utilizamos.

Para isso abra o terminal (copie e cole o comando a seguir):

sudo sed -i "s/NoDisplay=true/NoDisplay=false/g" /etc/xdg/autostart/*.desktop

Agora que todas as entradas estão visíveis, clicar no ícone da engrenagem no canto superior direito do seu desktop e depois em Aplicativos de sessão. Desative serviços que você não usa, mas tome cuidado para não desativar serviços ou softwares importantes para o sistema. Se você não sabe o que determinado serviço faz, não o desative.

boot ubuntu

Como isso você deverá ganhar alguns segundos no boot. Faça o teste, até a próxima!

Cuidados no uso do Dual Boot

Nenhum comentário

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

O nosso leitor Bernardo Ramos nos enviou um texto contando um pouco da sua experiência com o uso do Dual Boot, para que não sabe, Dual Boot é uma técnica que consiste em colocar dois sistemas operacionais no mesmo computador, podendo ser dois Linux, Dois Windows, e qualquer variação envolvendo uma combinação entre Windows, Linux e Mac, vamos conhecer a história dele?

Cuidados com o DualBoot

Muitos usuários de Linux começam o uso deste sistema em dual boot com alguma versão do Windows (muito embora a Microsoft esteja se esforçando cada vez mais para que isso não aconteça, via EFI ou com acordo com fabricantes para chips suportarem apenas Windows 10, e para BIOS só usem EFI com Secure Boot e sem modo legado. etc).

Pois bem, não sou um usuário iniciante no Linux e mesmo assim tive problemas com uma partição de dados NTFS para uso conjunto do Windows 7 e um Linux. Nem lembro qual distribuição. Não importa. O problema NÃO está no Linux, mas na sincronização com o Windows da administração dessa área com NTFS.

Precisava do Windows por motivos profissionais, mas no passado usei Linux também profissionalmente 100% do tempo. Ainda assim, naquele momento estava acostumado a quase só usar o Windows. Linux era apenas um desejo, em meados de 2014, de uso eventual.

O fato aconteceu por 2 motivos. Parei de necessitar do Windows e algo que normalmente nunca faço: hibernei o Windows. Entretanto, quando liguei uns dias depois, esqueci daquele fato, e por um motivo qualquer continuei usando Linux. Gostei, e assim foi por SEMANAS sem usar Windows.

O problema foi quando deixei o Linux e pensei em atualizar o Windows, antivírus, antimalware... Então, logo ao ligar a máquina e fazer login, ele não gostou muito e reverteu vários arquivos ao estado que ele tinha em seus próprios registros de controle, aqueles que pensei o Linux estar atualizando!!!!

Até deu uma mensagem de erro, arquivos "corrompidos", mas em se tratando de Windows... Não dei muita importância e mandei corrigir. Quando percebi, já era tarde.

Nenhum dos dois sistemas ficou comprometido, obviamente, mas perdi vários arquivos de dados. E isto me ensinou várias coisas, as quais aprendi a duras penas. 

O que soube depois ou analisando "superficialmente" o caso (não sou estudioso de Windows, embora trabalhe com ele há déc... "Há algum tempo"), o Windows talvez trave a participação DELE, a do sistema, enquanto hiberna (ou assim me disseram), mas tudo indica que não fez o mesmo noutras partições com NTFS. No caso, a dos meus dados compartilhados entre os dois sistemas, e que tem de ser NTFS, uma vez que a Microsoft nunca liberou suporte a sistemas de arquivos diversos, que não os dela. Isto é, AINDA não, talvez o faça em breve, e apostaria no ZFS, mas isso é outro assunto. 

Não testei o que aconteceria se tivesse hibernado o Windows com arquivos abertos e tentado alterar algum DESSES arquivos. Este não foi o meu caso.

Igualmente, não testei hibernar o Linux e abrir esses arquivos no Windows. 

O que aconteceu, supostamente, quando o Windows voltou, percebeu ESTADOS DIFERENTES em seu journaling e reverteu-os para onde estava, semanas atrás, eeee... Babau alterações. 

PORTANTO, amiguinhos... Aconselho ao usar boot compartilhado de uma mesma máquina, com QUALQUER COMBINAÇÃO de sistemas :

... JAMAIS HIBERNE sistemas em dual boot, a menos que sejam 100% independentes (DADOS E SWAP inclusive!!!!!).

... Isso vale ainda para dados compartilhados entre uma Máquina Virtual e o sistema host. NUNCA hiberne essas VMs.

... Faça backups no dobro da frequência que você acharia interessante. Quem só tem um backup não tem nenhum, lembrando que ter essas cópias num único volume (um mesmo disco externo, por exemplo), não resolve. Se for algo mais sério DE VERDADE, essas cópias não devem nem estar no mesmo prédio, às vezes nem na mesma cidade (mas se for esse o caso, não será em dual boot, né? rsrs).

E depois daquilo tudo, demorei um pouco para tomar uma nova ação na estratégia de uso da máquina.  Continuei com Windows nela por um tempo, mas hoje só tenho EXT4.



Quer participar do blog Diolinux como o Bernardo e tantos outros já fizeram? Então envie a sua história, dica ou tutorial para o nosso contato de escritores.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Animação de Boot do Ubuntu no Dell XPS 13 é de cair o queixo!

Nenhum comentário

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Sabe aquela coisa de "design é importante", bom, é verdade! Como diria Steve Jobs "Quero ícones tão belos que as pessoas vão ter vontade de lamber!". A animação de boot do Ubuntu é uma grata surpresa.

Animação de boot do Ubuntu

Animação de boot inicial do Ubuntu computador da Dell é incrível!


Se tem uma coisa que a Canonical não tem tido muito cuidado desde o Ubuntu 13.04 é o Design do sistema, ele permanece o mesmo deste então, acrescentando um pequeno detalhe aqui e outro lá, é um contraste e tanto se compararmos com a última versão do Gnome por exemplo.

Um dos componentes que dão uma cara interessante ao sistema é a animação de boot, aquela mesmo que aparece quando o computador está ligando, já houveram vários mockups de como ela deveria ser, e sinceramente acho que ela realmente vá mudar no futuro com a chegada do novo Unity.

A Dell me surpreendeu positivamente neste sentido, ela possui um modelo chamado Dell XPS 13 que possui uma animação de "First Boot" incrivelmente bonita, você pode saber mais detalhes sobre o dispositivo aqui, mas sem mais delongas, confira:


Esta é apenas a animação no momento em que o computador é ligado pela primeira vez, depois a inicialização fica com a que conhecemos atualmente, porém, ao menos demonstra que o pessoal consegue fazer algo criativo e empolgante não?

Só resta saber quando algo semelhante chegará aos nossos desktops.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Criando um pendrive multiboot no Linux

6 comentários

terça-feira, 11 de setembro de 2012

multiboot-linux

Já pensou em poder colocar várias distros num mesmo pendrive bootável? E mais do que isso, já pensou em colocar o Windows e o Ubuntu no mesmo pendrive bootável e poder levar os dois sistemas onde você for na sua mídia removível? Pois é, parece até mentira, mas graças a ao Muiltisystem isso é possível:
Vamos instalar no Ubuntu ou no Mint? Faça o seguinte, abra o terminal e digite o seguinte comando:

  sudo gedit /etc/apt/sources.list 

adicione a seguinte linha ao final do arquivo que se abriu:

  deb http://liveusb.info/multisystem/depot all main 

Salve o arquivo e ainda no terminal cole o seguinte comando para adicionar a chave:

 wget -q http://liveusb.info/multisystem/depot/multisystem.asc -O- | sudo apt-key add - 

E agora vamos instalar com um comando só:

 sudo apt-get update && sudo apt-get install multisystem 

Depois de instalado basta você procurar por multboot no menu da sua distro e arrastar as ISOs dos sistemas que você deseja mandar para o pendrive. O programa irá solicitar a sua senha e começar o processo de cópia dos arquivos.




Fique por dentro de tudo o que acontece no Diolinux...

              Twitter Diolinux@blogdiolinux   Facebook  blogdiolinux  Twitter Diolinux@dionatanvs   Google Plus Circule do Google +

Usando Ubuntu pelo PenDrive com o Unetbootin

2 comentários

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Uma das maneiras mais rápidas de instalar o Linux em um computador é por um Live PenDrive, neste tutorial quero mostrar uma maneira simples como tornar um PenDrive Bootável com o Ubuntu.
Em primeiro lugar, seria interessante você ter a ISO do sistema que quer instalar, apesar do Unetbootin ter a opção de baixar o sistema, se torna mais prático se você já o tiver no seu computador. O Tutorial que segue usa uma ferramenta chamada Unetbootin, que é  multiplataforma (você pode usa-la no Windows ou no MAC , baixe por aqui) com uma ISO já baixada e usando o Ubuntu 12.04 como sistema operacional.
Vamos lá:

Espete o seu pen drive no computador, e uma Observação, para instalar o Ubuntu é necessário ter um PenDrive de pelo menos 1GB.
O primeiro passo é instalar o Unetbootin, abra o terminal e digite:

sudo apt-get install unetbootin


Depois de Instalado, procure pelo programa na Dash do Ubuntu:

Assim que ele estiver aberto podermos verificar as opções que ele nos traz, na parte superior há a opção de baixar a iso e gravar num pen drive. Como nós já temos a ISO teremos que selecionar a opção "imagem de disco"

Selecionando assim a ISO no diretório do nosso sistema, no meu caso ela está na área de trabalho.




Depois de ter selecionado a Imagem você pode acrescentar alguns MB, no meu caso eu coloquei 100, para que o Ubuntu possa gravar dados no PenDrive e depois basta clicar em OK.

E esperar o processo terminar:



....



Quanto o processo terminar, você tem duas opções, reiniciar o sistema e já testar o seu LivePenDrive ou sair da instalação e testá-lo mais tarde em outro computador.




 É isso ai galera...




Restaurando o Windows 7 bootloader com o Ubuntu

Um comentário

quarta-feira, 13 de junho de 2012


Aviso: não faça a dica abaixo se você tiver dúvidas no processo.

Se você tem o Windows e o Ubuntu em dual-boot na máquina este pequeno tutorial vai te servir algum dia. Vou mostrar como restaurar o bootloader no MBR do Windows usando o Ubuntu livecd/usb.
Temos duas formas de fazê-lo:
Primeiramente, boota o PC com o Ubuntu pelo livecd/usb e atualize o sistema:
  1. sudo apt-get update

Método 1: instale o syslinux:

  1. sudo apt-get install syslinux
Então use o comando dd para escrever o mbr:
  1. sudo dd if=/usr/lib/syslinux/mbr.bin of=/dev/sda

Método 2: Instale o pacote mbr:

  1. sudo apt-get install mbr
Então escreva o mbr no disco do Windows:
  1. sudo install-mbr -i n -p D -t 0 /dev/sda
Você pode precisar alterar “/dev/sda” para onde está instalado o Windows.
Via Ubuntu Dicas fonte
Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo