Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador computadores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador computadores. Mostrar todas as postagens

Botnet Emotet retorna, infectando computadores através de e-mails

Nenhum comentário

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Segurança é um tópico importantíssimo em vários aspectos de nossas vidas, no meio tecnológico não seria diferente. Emotet é um conhecido botnet que se aproveita dos erros humanos para causar estragos e chantagear suas vítimas. Agora ele ataca novamente.

malware-virus-trojan-botnet-emotet-praga-virtual-segurança-windows

Totalizando mais de 200 mil senhas de e-mails roubadas, o Emotet usa uma estratégia já conhecida. Utilize sempre senhas fortes e evite as famigeradas “123456”, “senha”, “654321”, e coisas do tipo. Justamente essa é a maneira inicial em que o Emotet se vale, utilizando contas com uma segurança tão debilitada.

A informação do retorno do malware foi divulgada no perfil do Twitter de Marcus Hutchins, conhecido na web como “MalwareTech”, um pesquisador britânico, de cybersecurity, que esteve envolvido no famoso caso de ataques do ransomware WannaCry.


Segundo a empresa de cibersegurança Malwaresbytes, após conseguir a senha do e-mail da vítima, o malware se infiltra nas conversas, rouba o conteúdo da caixa de entrada, se passando por uma dessas pessoas na lista e envia uma mensagem infectada. A vítima acessa pensando ser a pessoa em questão, junto ao email existe uma mensagem indicando que os usuários só poderão ler o conteúdo, após aceitarem o novo contrato de licença do Microsoft Word. 

malware-virus-trojan-botnet-emotet-praga-virtual-segurança-windows

O usuário baixa o anexo infectado, abre o arquivo e infecta seu computador com inúmeros malwares, com os mais perversos fins, instalando o Emotet em segundo plano via terminal.

malware-virus-trojan-botnet-emotet-praga-virtual-segurança-windows

Daí em diante a ameaça é propagada por toda rede, roubando as credenciais dos programas instalados e gerando mais spam na lista de contato do usuário. Então, mesmo que sua senha seja forte, o malware pode enviar um e-mail infectado através de outro computador. 

Vários relatos estão ocorrendo em toda internet, numa lista de países que parece não acabar tão cedo. Alemanha, Reino Unido, Polônia, Itália, EUA, entre outros já foram alvos da praga virtual. Até mesmo o Brasil entrou na lista, não importa se são empresas, entidades governamentais ou pessoas comuns, todos são possíveis alvos de ataque.

O pesquisador de cybersecurity / cyber segurança, Brad Dunca, sinalizou ao site BleepingComputer (que visa responder questões técnicas e auxiliar usuários) que alguns computadores dos EUA foram infectados com o cavalo de tróia “Trickbot”, tornando-se um verdadeiro “celeiro de pragas virtuais”. Lembrando que cada vez que um dispositivo é alvo do Emotet, ele passa a compor uma gigantesca rede de ataques (uma verdadeira bola de neve).



A Cisco também fez um artigo bem interessante abordando o assunto e dando mais detalhes e números, recomendo a leitura. Para isso acesse este link.

Previna-se de ataques, com simples dicas


Para evitar que seu computador se torne um verdadeiro escravo, seja usado para ataques de DDoS, enviar spam, ter senhas e histórico de navegação na web roubados e muito mais. Siga estes conselhos:


  • Utilize senhas fortes, com palavras em maiúsculo e minúsculo, como caracteres especiais (por exemplo, !@#$%&*), etc;
  • Evite senhas óbvias, como nomes de pessoas ou datas;
  • Não utilize a mesma senha em mais de um serviço;
  • Caso exista a opção de autenticação multifatorial em seu provedor de email, ative essa opção; 
  • Não abra qualquer anexo, que não saiba a procedência;
  • Confirme previamente com o remetente daquele anexo;
  • Desconfie se do nada aquela pessoa te mandou um email, sem aparente motivo (ainda mais com um anexo suspeito);
  • Fique sempre alerta e procure pesquisar mais sobre o tema “segurança na web” e tome os devidos cuidados.

Lembrando que o Emotet pode utilizar meios diferenciados de ataque, essa é para quem acha que Linux é aprova de tudo, cuidado redobrado.

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus, e segurança em primeiro lugar, SISTEMATICAMENTE! 😎

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


IBM oferece o novo LinuxONE III com Ubuntu

Nenhum comentário
A IBM promete inovar o mercado empresarial com o LinuxONE III, uma solução aberta, segura, flexível e resiliente. Unindo o melhor dos dois mundos: a nuvem e a privacidade, assegurando os dados de seus clientes. 

linuxone-ubuntu-linux-ibm-servidor-web-cloud-computador-site-service-kubernetes

Com uma parceria entre IBM e Canonical, munido de um sistema operacional moderno, de código aberto e um hardware poderoso, essa versão pode suportar imensas cargas de processamento. Considerando que normalmente um computador doméstico chega a possuir um processador de 8 núcleos, e em média 8 - 16 GB de RAM. O poderio do LinuxONE III é de cair o queixo, com até 190 núcleos de processamento e 40 TB de memória RAM.

Segundo a postagem no blog oficial do Ubuntu, escrita pela diretora do departamento responsável por Linux da IBM o IBM Z e LinuxONE, Kara Tood, “Hoje, as empresas precisam de um sistema altamente seguro e flexível para apoiar suas iniciativas e para que esse sistema cresça e evolua para o amanhã. O mais recente sistema LinuxONE, foi projetado para apoiar iniciativas de missão crítica e permitir que as empresas sejam inovadoras ao projetar e escalar seu ambiente. O LinuxONE III fornece recursos para proteção e privacidade avançadas de dados, resiliência e escalabilidade da empresa e ativação, e integração na nuvem”.


Projetado para segurança, seja local ou em nuvem (híbrida ou não), possuindo serviços de criptografia Hyper Protect e toda uma base sólida para contêineres com Kubernetes, existe a possibilidade de utilizar diferentes versões do sistema da Canonical. Incluindo, o Ubuntu 18.04 LTS ou para quem deseja as últimas tecnologias e recursos mais recentes no Ubuntu, sua versão 19.04 (talvez com o lançamento do Ubuntu 19.10, o mesmo também faça parte desta lista).

O LinuxONE III também suporta Blockchain, nuvem múltipla híbrida entre outros recursos em que os interessados podem saber mais visitando patners.ubuntu.com ou o site da IBM.

linuxone-ubuntu-linux-ibm-servidor-web-cloud-computador-site-service-kubernetes

Valores não foram informados, porém, tendo em vista o nível do equipamento, presume-se não ser algo para “meros mortais”. Contudo, para donos de médias e grandes empresas, pode ser uma ótima solução.

Participe de nosso fórum Diolinux Plus, até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎

Fonte: IBM, Ubuntu.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Huawei começa a vender computadores com Deepin

Nenhum comentário

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

A situação entre os EUA e a Huawei não é a das melhores, ocasionando até na aceleração do desenvolvimento de sua possível alternativa ao Android, o misterioso HarmonyOS. Recentemente cogitei a possibilidade da empresa vender seus computadores com a distribuição Linux chinesa Deepin. E não é que acertei? (acho que meu colega de trabalho, Ricardo “O Cara do TI”, acaba de ter um “adversário” nas previsões… Que vença o melhor 🤣️🤣️🤣️).

huawei-deepin-linux-sistema-pc-computador-laptop-notebook-design-distro-china-matebook-pro-harmonyos-windows

A Huawei é uma das maiores empresas do mundo, e na China seu poder é ainda maior. Com eventuais problemas com a Microsoft, que não chegaram a se concretizar, a empresa ficaria na clássica “sinuca de bico”. Sugeri que uma maneira para contornar essa problemática seria adotando uma distribuição Linux em seus produtos. Ao menos que timidamente, sem abandonar o Windows. Obviamente, que o HarmonyOS poderia ser uma alternativa, entretanto o sistema não parece ser maduro o suficiente.

Huawei e Deepin podem impulsionar o Linux”, esse foi o artigo que escrevi detalhando a minha visão sobre o assunto. Um tiro às cegas que acabou acertando bem no alvo. 

huawei-deepin-linux-sistema-pc-computador-laptop-notebook-design-distro-china-matebook-pro-harmonyos-windows

Huawei começa a vender laptops com Deepin


Através da sua loja oficial VMall.com, a Huawei vem disponibilizando alguns modelos com o sistema operacional Deepin. Até mesmo modificações, simples para muitos, foram feitas nos aparelhos. As teclas que continham a logo do Windows, que chamamos de “Super”, passaram a ter no lugar da logo do sistema da Microsoft, a palavra “Start”. Um detalhe insignificante para muitos, mas que demonstra um capricho por parte da empresa. Ao todo são 3 modelos com Deepin, o Huawei MateBook X Pro, Huawei MateBook 13 e Huawei MateBook 14. Contudo, qualquer distribuição Linux pode ser instalada posteriormente pelo cliente, mesmo com Deepin de fábrica isso não significa que apenas o sistema em questão funcionará no equipamento.

A título de curiosidade o Huawei MateBook X Pro com Linux, possui um processador Intel Core i5-86265U quad core, SSD M.2 de 512 GB para armazenamento, 8GB de RAM, GPU NVIDIA GeForce MX250, tela de 13,9 polegadas de resolução 3K (260 PPI) e com um acabamento refinado e imponente.

huawei-deepin-linux-sistema-pc-computador-laptop-notebook-design-distro-china-matebook-pro-harmonyos-windows

Seu valor é de 8699 CNY (R$ 4.987,80 em conversão direta para o real).

Infelizmente os modelos com Linux pré-instalados estão disponíveis apenas na China. Não sabemos se essa estratégia é para ver a aceitação do público chinês por outro SO que não seja o Windows, para quem sabe no futuro gradualmente introduzir o HarmonyOS, ou o Deepin será maciçamente adotado e levado para outros países.

O sistema da Wuhan Deepin Technology, possui características interessantíssimas para Huawei. Sendo Open Source, a empresa poderá modificar o Deepin conforme suas necessidades e embarcar soluções proprietárias. Outro ponto é o visual que encanta os olhos dos usuários, com modos de uso indo a um estilo semelhante ao macOS ou o próprio Windows. Um recurso que pode ter chamado a atenção da Huawei, além do design da distro, é o Cloud Sync, que permite sincronizar várias configurações do sistema em nuvem. Adicionado no Deepin 15.11, através dele é fácil salvar modificações e perfis de uso do sistema. Definitivamente algo útil ao instalar o sistema do zero em outra máquina, sem a necessidade de sair atrás de programas ou configurações/personalizações utilizadas. Talvez a Huawei implemente novos recursos relacionados a seus produtos nessa feature do Deepin. 

huawei-deepin-linux-sistema-pc-computador-laptop-notebook-design-distro-china-matebook-pro-harmonyos-windows-cloud-sync

Agora o tempo dirá se essa empreitada com o Linux dará certo para Huawei, e se o Deepin será a porta de entrada para o mundo Linux. Quem diria hein!

Você compraria um computador com Deepin? Atualmente no mercado brasileiro temos algumas opções, como a Dell com Ubuntu instalado de fábrica. Inclusive começando a facilitar a descoberta destes equipamentos com Linux em seu site oficial.

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus e fique por dentro das novidades.

Até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎

Fonte: Huawei, Forbes.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Microsoft torna Open Source seu kit de desenvolvimento de computação quântica

Nenhum comentário

segunda-feira, 6 de maio de 2019

Quem poderia imaginar uma Microsoft tão Open Source, se olharmos para o passado e compararmos "ambas Microsoft" veremos que Satya Nadella, atual CEO da MS, fez uma mudança e tanto de paradigmas na empresa.

open-source-quantum-development-kit-computador-quântico-ms-microsoft-q#

A computação quântica é algo que em muitos casos é relacionado ao futuro, porém já é o presente em super computadores (que fazem previsões meteorológicas etc.), mesmo engatinhando no aspecto "usuário comum/empresarial", é algo que vai mudar nossa forma de lidar com as máquinas.

Não sabe o que é e como funciona um computador quântico? Então veja o vídeo a seguir:


Gosto muito da Lei de Moore, e acredito que a próxima revolução nos computadores será a computação quântica em nossos lares. E empresas como a Microsoft, já se ligaram que esse é o futuro (presente, se você for mais atento). Dona de uma linguagem de programação específica para computadores quânticos, o Q#, a Microsoft acaba de anunciar que disponibilizará seu kit de desenvolvimento para computação quântica no Github. A build 2019 do Quantum Development Kit será de código aberto e proporcionará um amadurecimento na tecnologia e formação de vários profissionais interessados na área.

O compilador e os simuladores quânticos terão seu código aberto, e se você pensa que a MS é pioneira nisso, saiba que outras empresas, como a IBM, também estão investindo na área da computação quântica Open Source.

Acesse o pronunciamento oficial e veja os demais detalhes.


E você acredita que em pouquíssimos anos estaremos com computadores quânticos em nossas casas, quem sabe em nossos bolsos?

Continue esse bate-papo lá no nosso fórum Diolinux Plus. Até o próximo post SISTEMATICAMENTE! 😎
___________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Ubuntu vem de fábrica em novo computador

Nenhum comentário

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Não é de agora que falamos que para o Linux se tornar popular nos desktops não basta apenas uma distribuição fácil, como um Ubuntu ou Linux Mint, mas é necessário marketing voltado ao usuário comum, e máquinas com o sistema pré-instalado.

pc-linux-hardware-ubuntu

E foi isso que uma fabricante do Reino Unido acaba de fazer. Especializada em oferecer sistemas Linux customizados, a Entroware lança no mercado Europeu uma máquina que atrai os olhares, não apenas pelo seu sistema operacional, mas pelo hardware, em corpo único e muito bonito.

Equipado com um monitor fosco de 24 polegadas, resolução full hd, por ser All-In-One, mantém simplicidade e elegância, sem um gabinete separado, tendo alto-falantes embutidos. Perfeito para usuários mais casuais que desejam usá-lo em: escritórios, escolas, uso comercial, etc. 

Além da tela de 24 polegadas, por baixo do capô, esse AIO da linha denominada Ares, conta com:

pc-ubuntu-linux-hardware

Hardware

  • Processador: Intel Core-i3 8100, 3.6GHz
  • Memória RAM: 8GB, clock 2400MHz
  • Armazenamento: SSD 120GB 

Conectividade

  • 1x DisplayPort,
  • 1x HDMI
  • 4x USB Hi-Speed 2.0
  • 2x xUSB SuperSpeed 3.1
  • 2x Entradas de áudio (entrada do microfone, e saída de áudio).
  • 1x Entrada Ethernet RJ-45
  • Intel Wireless-AC
  • Bluetooth.

Seu valor nesta configuração de entrada é de cerca de 829 Euros, podendo ser customizado para ter maior capacidade, se tornando um computador mais high-end, que acompanha um processador intel Core-i7 8700, 4,6GHz, 32GB de RAM e um SSD NVMe de 2TB, mais um SSD adicional de 4TB.

Estão disponíveis duas opções, Ubuntu Mate ou Ubuntu (com Gnome Shell). Com uma garantia oferecida pela empresa de 3 anos.

Gostaria de máquinas assim sendo oferecidas com Linux de fábrica no Brasil? A Dell vem oferecendo ótimas alternativas com Ubuntu instalado. Já pensou se uma empresa distribuir computadores aqui em terras tupiniquins, com distros como: Mint, Manjaro, KDE Neon, Fedora, Deepin, etc? Seria muito interessante, e se o marketing fosse feito da forma correta, usuários enfim poderiam saber, que existe alternativa ao Windows e macOS.

Confesso que fiquei tentado em adquirir uma máquina assim, e você curte All-In-One? Deixe nos comentários se gostaria de ver mais hardwares com Linux sendo comercializados no Brasil (mas não falo de empresas que usam unicamente para baratear os custos hein!).

Te espero no próximo post, e lembre-se, compartilhe o Diolinux, SISTEMATICAMENTE!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


32 ou 64 bits: Qual usar no meu PC?

Nenhum comentário

sábado, 21 de julho de 2018

Há um tempo fizemos um vídeo falando sobre a utilização de sistemas de 64 e 32 bits, tanto no Linux, quanto no Windows. No post de hoje vamos retomar um pouco dessa ideia e discutir quando cada um deles pode ser utilizado.







Sistemas operacionais podem ser projetados para serem utilizados em cima de processadores de 32 ou de 64 bits, sendo que um sistema de 64 bits, não consegue rodar em um processador de 32 bits, porém um sistema operacional de 32 bits, consegue rodar em um processador de 64. Isso quer dizer que você pode utilizar um sistema operacional de 32 bits, tanto em processadores de 32 quanto de 64 bits. 

No entanto, caso utilize Windows, um sistema de 32bits não conseguirá reconhecer mais do que 4gb de memória RAM (Exceto em versões especiais para servidores), isso quer dizer que você pode estar desperdiçando memória caso tenha mais memória do que isso. Já para isso no Linux, temos um recurso acessível a praticamente todas as distros chamado "Kernel PAE", sendo que "PAE" é uma sigla para “physical address extension”. O kernel PAE possibilita que sejam reconhecidos mais de 4 gigas de memoria RAM, mas ainda assim fica a dúvida: quando devemos utilizar um sistema de 32 bits e quando devemos usar um de 64 bits?

Bom, a resposta prática é: Quando seu processador FOR de 32 bits.

E para isso, talvez tenha que voltar muito no tempo para encontrar facilmente um processador que não seja 64 bits. Caso tenha um processador de 64 bits, opte por rodar um sistema de 64 bits, pois caso rode um sistema de 32 em um de 64 bits, além de desperdiçar um pouco do desempenho do seu processador, você pode estar jogando um pouco de memória RAM fora.

Existem pessoas que preferem colocar sistema de 32 bits em máquinas com pouca memória como netbooks por exemplo, pois os sistemas de 64 bits acabam usando um pouco mais de memória RAM que os de 32 bits, apesar de ainda não ser a melhor coisa a ser feita pois você acaba deixando de aproveitar melhor o processamento do CPU e o impacto na memória RAM, acaba nem sendo assim, tão grande.

Caso você não tenha entendido o que os processadores tem a ver com a escolha de um sistema 32 ou 64 bits, assista o vídeo abaixo, assim você pode entender melhor a relação entre eles. Esse conteúdo foi feito para leigos no assunto, então caso tenha um maior conhecimento e deseja estudar ainda mais, confira esse post com informações mais completas sobre o assunto.


Espero que esse post tenha ajudado você :)
Até mais!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


EUA agora tem o computador mais poderoso do mundo!

Nenhum comentário

terça-feira, 26 de junho de 2018

Existem muito menos supercomputadores no mundo do que os computadores tradicionais, que todos nós temos acesso, no entanto, basta um deles para ter mais poder computacional do que, muitas vezes, milhares de computadores tradicionais. Por muitos anos os supercomputadores Chineses figuraram entre os com maior poder computacional, mas eles acabaram de perder o posto.

O maior supercomputador do mundo roda Linux






Gastando mais de 200 milhões de dólares, o novo computador dos EUA chama-se "Summit", e supera o até pouco tempo mais veloz supercomputador do mundo da China, o  "Sunway TaihuLight", possuindo o dobro da sua velocidade.

Segundo o anúncio, o computador roda uma versão feita para ele do Red Hat Enterprise Linux (RHEL) e tem, em comparação, tamanho poder computacional no qual uma tarefa que levaria 30 anos para ser realizada em um tradicional computador de mesa, leva apenas 1 minuto nele.

Summit - Supercomputer
Summit do "The US Department of Energy (DoE)"


Para quem gosta de números, o "Summit" possui uma combinação de processadores IBM Powe9 com GPUs Nvidia Tesla, consumindo nada mais, nada menos, do que 13MW de energia!

O supercomputador possui 4.608 nodes, sendo que cada um deles contém:

- 2x 22-Core IBM Power9
- 6x Nvidia Telas V100

O que somando nos dá algo em torno de:

- 9,216 IBM POWER9 CPUs;
- 202,752 POWER9 cores;
- 27,648 NVIDIA  GPUs.

O computador (ou supercomputador) ainda tem 10 petabytes de memória e 250 petabytes de armazenamento, que são números completamente inconcebíveis para a maior parte dos seres humanos. Isso lhe da capacidade de processamento de incríveis 200 petaflops, ou 200 trilhões de cálculos por segundo.

Voltando ao Linux, talvez você saiba que o Linux é o único sistema operacional utilizado nos Top 500 supercomputadores do mundo, temos um artigo aqui no blog que te mostra isso, confira aqui.

Computadores poderosos como estes geralmente são aplicados em questões científicas, simulações, inteligência artificial, entre outras coisas.

Até uma próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Linux agora está em 100% dos Top 500 Supercomputadores do mundo!

Nenhum comentário

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Há praticamente dois anos eu postava aqui no blog sobre o índice de 99% dos TOP 500 Supercomputadores do mundo rodarem Linux. Depois desse período o sistema do pinguim avançou um pouco mais tomou conta do segmento rodando em absolutamente todas as máquinas do Top 500.

Top 500 Supercomputers Run Linux






De acordo com a lista do TOP500.org, agora todos os Supercomputadores da lista rodam Linux. Claro, uma das perguntas que podemos fazer é: Já que todos eles rodam com o Kernel Linux, quais distribuições são utilizadas nesses "monstros"?

A reposta para isso é relativamente simples e tem tudo a ver com a filosofia do código aberto e com as características do Linux. São distribuições customizadas para cada Supercomputador, como o "Sunway RaiseOS", que roda no que é atualmente o Supercomputador mais rápido do mundo, o "Sunway TaihuLight", que fica na China e tem mais de 650 mil processadores. 😵

Dentre as distros conhecidas, 5 computadores desse TOP 500 rodam Ubuntu, 20 usam Red Hat Enterprise Linux e 109 rodam Cent OS, a "versão grátis" do Red Hat EL.

A maleabilidade de código, eficiência, segurança e robustez garantem a preferência pelo Linux como plataforma para essas super máquinas que conseguem processar até 93 petaflops de dados, que é o caso do Supercomputador mais rápido, no entanto, os chineses pretendem aumentar até 33% essa capacidade, chegando em breve a pouco mais de 120 petaflops.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Computadores voltam a ter alta de vendas no Brasil

Nenhum comentário

terça-feira, 18 de julho de 2017

Depois de 5 anos com resultados negativos, a venda de computadores cresceu em 5% no Brasil. Os motivos para  isso são vários, desde a crise financeira até o próprio consumo de Smartphones que cresceu exponencialmente entre consumidores médios desde 2012. Isso ainda está longe de mudar, mas o mercado parece estar começando a se reaquecer. 

Mercado de computadores no Brasil



O primeiro trimestre de 2017 foi ótimo para o mercado de computadores, entre os meses de Janeiro e Março foram vendidos mais de 1,1 milhão de máquinas, o que representa 5% a mais em relação ao mesmo período de 2016, foram cerca de 405 mil unidades de Desktops e 701 mil Notebooks, sendo que no caso de Desktop não é possível contabilizar os que foram montados com peças avulsas pelos usuários, que ajudariam a engordar os números.

Destes computadores, 65% são dos mercados consumidores tradicionais, o segmento corporativo representa os outros 35%. Estes dados fazem parte do estudo idealizado da IDC Brazil PCs Tracker Q1, realizado pela IDC Brasil, uma empresa especialização em serviços de consultoria e conferências com indústrias de T.I.

Apesar do crescimento no mercado, ele ainda é claramente modesto, mas ainda assim podemos ver qualquer aumento de forma positiva e um indicativo de que o mercado de computadores está mudando, mas nunca morrerá, como muitos colocam.

Fonte: IDC Imprensa.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Absurdo! Governo gasta quase 340 mil reais em computadores da Apple

Nenhum comentário

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) do Brasil confirmou hoje a licitação para compra de 12 iMacs, o computador All in One da Apple, pela "bagatela" de 339 mil reais. São cerca de 28 mil reais por computador.

iMacs do Governo




Parece que a crise financeira é só pra gente mesmo, o povo! Enquanto isso... o que você faria com 339 mil reais? Quitaria todas as suas dúvidas e quem sabe até compraria uma apartamento? Um carro? Talvez uma dezena de carros?

Algumas pessoas preferem comprar 12 computadores.

Os produtos da Apple tem muita qualidade, todos sabemos, mas no Brasil os preços são surreais, ainda assim, se você, COM O SEU DINHEIRO, decidir comprar um deles, eu não tenho o direito de falar muito, mas quando um órgão público usa o NOSSO dinheiro de impostos (que não são poucos) para gastar de uma forma que qualquer pessoa que entenda um mínimo de informática sabe que é completamente desnecessária, aí nós temos um GRANDE problema meu amigo.


O preços exorbitantes incluem a garantia estendida de 36 meses para os dispositivos. A configuração escolhida pelo STJ contempla um Intel Core i7 quad-core de 4.0 GHz, 32 GB de memória RAM DDR3 e SSD de 256 GB. Além disso, eles possuem tela Retina de 27 polegadas e resolução 5K, assim como GPU AMD Radeon R9 M395X com 4 GB de Vram.

Se você pegar os 339 mil propostos e dividir por 12, você vai ver que cada máquina sai por 28 mil reais. O mais curioso é que a máquina mais cara que a Apple vende em seu site nos modelos de iMac custa "apenas" 17 mil, porém, de fato ela é inferior a este modelo pretendido pelo STJ. Acredito que ela tenha alguns adicionais, como uma placa de vídeo com mais memória, além do suporte estendido e os acessórios....

Ah é! Esqueci de comentar, além dos iMacs, a licitação cobre também um Magic Mouse 2 e um Magic Keyboard para cada computador, afinal de contas, por que usar um teclado e mouse mais "barato"? Tipo um da Razer, né? (a que ponto chegamos?)

Agora vem a melhor parte...


A "justificativa" para comprar um iMac com tela retina com resolução 5k é: "os iMac possuem melhor performance na edição de imagens em alta resolução".

Minha reação ao ficar sabendo dessa licitação de iMacs


E espera que a licitação para comprar o Photoshop para editar as imagens em alta resolução ainda nem saiu. 😒

Será que só eu sou o gênio que percebeu que você consegue editar imagens com uma máquina muito, MAS MUITO, menos poderosa do que isso? Você conhece alguém (fora da Pixar) que consegue usar 32 GB de RAM para editar uma imagem? Amigo... nem que estivesse jogando BF1 ao mesmo tempo!

Fora isso... o dinheiro, é o nosso dinheiro! Dinheiro nosso sendo gasto com algo que é possível resolver sem custo algum usando Linux! Ou mesmo gastando MUITO menos usando Windows. Não tenho nada contra a Apple, o problema nem está nela, neste aspecto ao menos, tirando os valores, mas será que o mínimo a se fazer numa situação como esta não seria estudar a solução mais barata e eficaz para contornar a situação?

Só sei que precisamos de um "Lava Bits" nesse país, ou no mínimo alguém mais consciente no ramo da tecnologia, já chega o nosso "querido" Kassab querendo limitar a internet. Pode ter certeza que tem muita grana sendo gasta com licenças com coisas que poderiam ser resolvidas de outra forma.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Supercomputador brasileiro deixa de operar pela falta de dinheiro para a conta de luz

Nenhum comentário

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Mais um golpe na ciência brasileira. O supercomputador "Santos Dumont" , no Rio de Janeiro (Petrópolis), deixou de operar neste mês por conta da falta de verba para o pagamento da fatura de energia elétrica que o mesmo gerava.

Supercomputador Santos Dumont




A notícia entristece todos os amantes de ciência, o "Santos Dumont" era o supercomputador mais poderoso da América Latina, com processamento de 1,1 petaflops, ele foi desligado porque a conta de luz é cara demais.

Segundo as informações, o custo para manter o equipamento funcionando era de 500 mil reais por mês, o que representava cerca de 80% do valor disponibilizado para toda a pesquisa realizada no local onde o mesmo estava instalado.
Leia também: 99% dos supercomputadores do mundo rodam Linux
O supercomputador começou a funcionar no último ano no Laboratório Nacional de Computação Científica, à partir de então, este laboratório tem sido capaz de receber e processar pesquisas que exijam um grande poder computacional, o que inclui pesquisas sobre o vírus zika, mal de Alzheimer e camada pré-sal.

Há algum tempo atrás nós fizemos uma entrevista com um pesquisador brasileiro para falar sobre ciência e tecnologia e como o Linux e o open source é utilizado neste segmento, neste mesmo vídeo o nosso convidado, Hugo Araújo, já relatava o descaso do governo com a aplicação de verba na ciência.





Augusto Gadelha, diretor do LNCC, comentou: “No mês de maio, vimos que não havia a possibilidade de manter o computador ligado e tivemos a decisão de desligá-lo, diante da imprevisibilidade de chegada dos recursos para a energia elétrica”.

Por conta desta parada, mais de 70 pesquisas estão impossibilitadas de continuar ou na lista de espera para iniciar.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) teve seu orçamento reduzido em quase 25% para R$ 3,3 bilhões, o menor valor dos últimos 12 anos se corrigirmos os valores pela inflação.

Apesar desta perda, o MCTI está tentando conseguir mais verba para não deixar o supercomputador parado.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Computador feito em parceria entre a NASA e a Google é 100 milhões de vezes mais rápido que um computador atual

Nenhum comentário

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Um computador quântico ainda é algo distante de você ter no conforto no seu lar ou no seu bolso, na verdade, o famigerado computador quântico é algo que era considerado até parte integrante de ficção científica, pelo menos por enquanto, apesar da NASA vir desenvolvendo um computador que trabalhe com bits quânticos há um certo tempo, foi só agora, com a ajuda da Google que algo realmente aplicável saiu do papel.

Computador quântico

Meu amigo, se eu não tivesse um blog de tecnologia eu certamente faria um blog de física (ou de Rock) mas quando eu me deparo com informações como estas a sensação é da união de duas paixões, tecnologia e ciência, ambas ligadas de maneira intrínseca.

Os engenheiros da Google anunciaram testes bem sucedidos com o D-WARE 2X, um computador quântico desenvolvido em parceria com a NASA que conseguiu ser 100 milhões de vezes mais rápido do que um computador comum e isso usando apenas um núcleo.

Leia também: Linux roda em 99% dos computador mais rápidos do mundo.

Entender como um computador quântico funciona requer que você estude um pouco sobre Mecânica Quântica, porém, existem um documentário sobre o assunto apresentado pelo popular divulgador científico Brian Greene que trata justamente disse, eu separei o trecho interessante para a explicação de como um computador quântico funcionaria para você, clique aqui para ver.

A usabilidade de um computador quântico é extremamente abrangente, além de poder ser incrivelmente pequeno, do tamanho de um grão de areia, afinal, praticamente qualquer partícula quântica pode funcionar como um computador, ele ainda seria muito econômico em energia e o mais importante de tudo, conseguiria fazer cálculos com bilhões de variáveis, como calcular com maior exatidão a previsão do tempo, fazer cálculos orbitais e até mesmo fazer previsões sobre o Big Bang ou o final do Universo.

O estudo ainda está em sua fase inicial, mas esperamos ver ele se difundirem breve, segundo as informações, o D-WARE 2X consegue fazer em um segundo o que um computador tradicional demoraria 10 mil anos para processar. Algo que me fez pensar inclusive no fator segurança, caso muitas pessoas tenham acesso a esse tremendo poder computacional, acho que poucas/nenhuma criptografia seria eficientes contra uma máquina destas.
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Solu o Mini-PC orgânico que roda Linux

Nenhum comentário

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Uma startup finlandesa está quase conseguindo arrecadar a quantidade de recursos financeiros o suficiente, através do Kickstarter, para concluírem o  projeto deste novo modelo de mini-PC orgânico. Vejam a ideia deste novo projeto.
Solu-o-Mini-pc-organico-que-roda-linux

Solu o Mini-PC orgânico que roda Linux

A empresa tem a ideia de trabalhar em um mini-PC como um smartphone, com um sistema baseado em Linux, orientado a nuvem e com uma interface Novel stack. A empresa espera se unir a pequena lista de mini-PCs que utilizam Linux pré-instalado. Mas não é só essa a ideia da Solu, a Solu afirma:
Visamos ajudar os usuários a compartilhar documente, aplicações e trabalhos cooperativamente.

solu-mini-pc

É um dispositivo touchscreen, com bateria, possui display 4K e uma base de madeira. Detalhando melhor a configuração do Solu:
-Vem com o SoluOS pré-instalado
-Chip “4-Plus-1” da Nvidia, que aparentaria ser o Tegra K1.
-O chip SoC Cortex-A15 quad-core de 2.3GHz de Nvidia com o Kepler graphics 192 CUDA cores.
-Dispositivo exterior feito de revesitimeto de madeira de 102x102x13mm (exceto o quadrado), 
-Display touchscreen de 1440x1440-pixel, 450ppi, edge-to-edge
-Aparenta utilizar uma porta USB tipo C em um monitor e drive de display de 4K.
-Uma bateria de 1200mAh 
-4GB de RAM LPDDR3 RAM e 32GB de storage local
-Fornece também dual-band WiFi (802.11a/b/g/n) e Bluetooth 4.0.

Assista ao vídeo sobre o Solu

Faltam alguns dias para finalizar a arrecadação de duzentos mil Euros, que no momento, a Solu já conseguiu arrecadar 182.363 Euros e pode ser conferido no Keckstarter da empresa.

Site da Solu
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Vem aí, as versões personalizadas do Raspberry Pi

Nenhum comentário
O Raspberry Pi é popular até no mundo inteiro. A gama de aplicações que o computador do tamanho de um cartão de crédito proporciona acabou por popularizá-lo no mundo e por dar origem a seus descendentes.  Acompanhe aqui no Diolinux essa novidade.

Versões-personalizadas-do-Raspberry-Pi-em-breve

Versão personalizada do Raspberry Pi

O Raspberry Pi no permite ter tantas ideias de onde podemos aplicá-lo que chegam a nascer empresas criando novas funcionalidades. Publiquei em julho deste ano o artigo sobre o drone que utiliza Raspberry Pi e Linux.

Foi publicada no site LinuxGizmo a noticia de versões personalizadas do Raspberry Pi, devido um acordo feito entre a Raspberry Pi Trading e a Element14.
De acordo com o anuncio das empresas, a Element14 fornecerá serviços de design e fabricação aos clientes para que possam criar 'bespoke designs' baseado na plataforma da tecnologia Raspberry Pi.

 Esses Raspberry Pi terão Layouts de suas placas revisadas, funções alternativas ou adicionais, interfaces, conectores, configurações de memória e dentre outros recursos. Apesar de ser muito interessante, parece que a ideia é um pouco estranho (para não dizer exagerada), pois esperam obter demanda de pedidos de três a cinco mil unidades de Raspberry Pi personalizados, dependendo da natureza da customização.

 Outras versões do Raspberry Pi já apareceram nos últimos anos, incluindo vários sabores de Orange Pi e de Banana Pi. As informações sobre Raspberry Pi personalizado já está disponível no site da Element14.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Notebook ou Desktop, qual a melhor opção para você?

Nenhum comentário

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Hoje vamos destrinchar um tema que causa bastante dúvidas na hora de comprar um computador novo, devo comprar um Notebook ou um Desktop?

Notebook ou Desktop

Desktop ou Notebook: Algumas dicas para ajudar você a escolher


Apesar das diferenças físicas existentes entre desktops (computadores de mesa) e notebooks (computadores portáteis), suas capacidades estão cada vez mais similares, o que dificulta a nossa vida na hora de escolher.

Nunca tivemos tantas ofertas assim para diferentes tipos de computadores. Diversos sites de informática oferecem máquinas com preços, marcas, modelos e demais especificações distintas. Mas de todos os perfis de usuários possíveis, o que eles buscam?

Defina a utilidade da máquina


Praticidade, capacidade de armazenamento de dados ou velocidade? Usaremos para acessar a Internet e baixar arquivos leves, como documentos de texto, ou para operar programas gráficos, como o Photoshop e GIMP? Como você usa o seu computador?

Computador para trabalho


Cada vez mais temos dúvidas na hora de escolher entre tantas opções, mas a grande novidade é que os laptops e notebooks agora já não são considerados versões inferiores do desktop. Alguns possuem memória e recursos semelhantes aos que encontramos nos grandes Desktops.

Um laptop ou notebook possui a distinta vantagem da mobilidade e em certos casos como para estudantes ou executivos, basta esta característica para justificar a escolha. A conveniência de levar o Notebook da universidade para a casa ou até para utilização em um ponto Wi-Fi, e poder acessar os arquivos sem precisar acessar um FTP ou documentos online é sem dúvida o que muitos buscam, principalmente esta nova geração de pessoas, que já cresce plugada na internet por conta dos Smartphones.

Desktops, por outro lado, não esquentam em excesso após uso contínuo por horas de trabalho, exceto casos específicos como computadores gamers, se você possuir um Home Office, por exemplo. 

Outro benefício ao comprar um desktop, é a possibilidade de repor apenas as peças do hardware, como a memória ou trocar o HD (do inglês, hard-disk). Isto é mais vantajoso financeiramente do que aventurar-se em comprar um laptop novo, ao perceber que o seu encontra-se levemente defasado.

Entretanto, desktops costumam apresentar melhor performance para profissionais que precisam executar diversas tarefas ao mesmo tempo. Indiferente de serem planilhas, documentos de textos, vídeos, páginas da internet ou ferramentas específicas de trabalho.

Minhas regras


Com o passar dos anos o mercado muda, os aparelhos também, mas certas nuances você consegue perceber. Hoje podemos comprar Notebooks muito melhores do que determinados desktops, inclusive para fazer trabalhos mais pesados.

Regras de qualidade


A meu ver a utilização do Desktop ainda é mais viável para pessoas que desejam jogar, trabalhar com softwares que exijam renderização como editores de vídeo, modeladores 3D, Jogos especialmente e outras coisas mais pesadas como virtualização de sistemas.

Sabendo escolher bem, se você comprar um bom Notebook ele lhe atenderá sem dúvidas para a maioria das atividades, minha dica principal é sempre olhar para o seu orçamento e ver até quanto você pode gastar e então procurar a ajuda de alguém que entenda de informática  (caso você não entenda, é claro) para que este possa te ajudar  a montar e analisar a melhor configuração possível.

Essencial também não cair no famoso "combo da desgraça" como eu o chamo, leia mais aqui.

E você leitor, prefere Notebooks ou Desktops?

Este artigo foi escrito em parceria com o nosso leitor Ronaldo Ramires.

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.




Depois de banir o Windows, China coloca o Ubuntu no computador mais rápido do mundo

2 comentários

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Mais uma prova de que o Linux é uma base forte e eficaz


O Governo Chinês cansou de "tretas janelânicas" e decidiu abolir o uso de Windows 8 em computadores federais da nação, no país a maiorias das máquinas rodam o Windows XP, que como sabemos foi abandonado pela Microsoft, apesar de tudo a empresa ainda tentou manter o suporte do sistema na China, mas o governo chinês que não é bobo nem nada se ligou que mais tempo ou menos tempo eles teriam que mudar o seu sistema operacional favorito.

Governo Chinês proíbe uso do Windows em instituições federais


E se for para mudar por que não Linux não é verdade, afinal, se eles mudassem para outra versão do Windows, mais tempo ou menos tempo a Microsoft obrigaria os usuários ao Upgrade novamente.

Oh Well, Linux Wins! Flawless Victory!

Mas como se não bastasse o banimento do sistema operacional Windows 8, agora o computador chinês mais veloz do mundo roda Ubuntu.

O computador mais rápido do mundo roda Ubuntu


O computador em questão é o Tienhe-2, um supercomputador de Guangdong na China, que, pasmem, tem 32 mil processadores Intel Xeon E5-2692 de 12 núcleos 2,2 GHz e mais 48 mil coprocessadores Xeon Phi, cada um com mais de 50 núcleos de processamento, a máquina tem a capacidade de fazer 33,86 quadrilhões de operações por segundo.

É, acho que roda Crysis 3...

A China é um mercado em amplo crescimento e especialmente a Canonical vem trabalhando muito bem com ele, tanto que um dos primeiros smartphones com Ubuntu Touch é de lá, temos o Ubuntu Kylin, que é a versão Chinesa do Ubuntu para desktops e agora esta grande novidade, comprovando que o Ubuntu é uma das melhores plataformas do mundo.

The Orange Box é o Ubuntu Cluster

Nenhum comentário

terça-feira, 20 de maio de 2014

Em parceria com a Tranquil PC, Canonical começa a vender uma máquina poderosa rodando o Ubuntu


A notícia já nem é mais uma notícia mas um máquina como essa não poderia passar despercebida.

The Orange Box Ubuntu

A máquina foi desenvolvida em parceria com a Tranquil PC, que é uma empresa Inglesa fabricante de hardware, especialmente estes mais parrudos para serem usados em servidores de cloud, como o "The Orange Box".

The Orange Box com Ubuntu
Parte traseira do computador

Quem quiser adquirir essa máquina poderá personalizar as configurações da mesma, mas no próprio site da Tranquil PC encontramos algumas configurações previamente estabelecidas:
  • - i5-3427U CPU
  • - Intel HD Graphics 4000
  • - 16GB of DDR3 RAM
  • - 120GB SSD root disk
"A Orange Box é um inovador cluster concebido pela Canonical e fabricado pela Tranquil PC Limited. O chassi inclui um pequeno aglomerado de Intel NUC (Next Unit of Computing) , e é particularmente adequado para a demonstração portátil e prototipagem para serviços que utilizem muitos dados como sistemas de Cloud. The Orange Box é  fabricados no Reino Unido para os padrões mais exigentes e está disponível para encomenda e entregas por navios internacionalmente."

Definição por: Tranquil PC

Se você achou interessante saiba que existem muito mais informações no site da Tranquil, você pode acessar ele através deste link e até mesmo comprar o produto.

O que é o Raspberry Pi

Um comentário

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Talvez você já tenha ouvida falar nesse nome mas não prestou atenção


Raspberry Pi é um computador do tamanho de um cartão de crédito desenvolvido no Reino Unido pela Fundação Raspberry Pi. Todo o hardware é integrado em uma única placa. O objetivo principal é de estimular o ensino de ciência da computação básica em escolas.

A Fundação Raspberry Pi começou a aceitar pedidos do modelo de US$35 a partir de 19 de fevereiro de 2012.

O computador é baseado em um system on a chip (SoC) Broadcom BCM2835, que inclui um processador ARM1176JZF-S de 700 MHz, GPU VideoCore IV,e 256 Megabytes de memória RAM. O projeto não inclui uma memória não-volátil, como um disco rígido, possuindo uma entrada de cartão SD para armazenamento de dados.



Existem atualmente dois modelos: Modelo A e Modelo B. A grande diferença entre os dois modelos é que o Modelo B possui um controlador Ethernet e duas portas USB, enquanto que o Modelo A possui apenas uma porta USB e nenhuma porta de Ethernet.

Apesar de não possuir a porta Ethernet, o Modelo A pode ser conectado a internet através de um adaptador USB de Ethernet ou via Wi-Fi.

O Raspberry Pi não possui um relógio de tempo real (RTC), criando a necessidade do sistema operacional usar um Network Time Protocol (NTP), ou do usuário fornecer a hora ao sistema. 


O Raspberry Pi é compatível com sistemas operacionais baseados em Linux. O Raspbian é a distribuição linux oficial do Raspberry Pi. As distribuições Arch Linux e claro o Debian ( que roda até em tostadeira ) são também oficialmente suportadas e disponíveis para download. O sistema operacional é normalmente armazenado no cartão SD

Qualquer linguagem que possa ser compilada na arquitetura ARMv6 pode ser usada para o desenvolvimento de software.O projeto tem como objetivo usar Python como linguagem de referência com suporte à BBC_BASIC.

Entre os lançamentos de novos computadores pessoais e smartphones, os que mais chamam atenção geralmente são aqueles que apresentam recursos de última geração e um hardware superpoderoso.

Mesmo assim, um novo produto que vai totalmente contra essa tendência promete revolucionar a informática, sendo que o seu trunfo é justamente ter um hardware bastante simples. Estamos falando do Raspberry Pi.

O nascimento da ideia


O projeto Raspberry Pi tem como objetivo disponibilizar um computador simples e de baixíssimo custo para que jovens e crianças do mundo tudo possam ter acesso às ferramentas básicas para o aprendizado de programação. A ideia foi proposta por um grupo de estudantes do laboratório de computação da Universidade de Cambridge, nos Estados Unidos, ao perceberem que o nível de conhecimento dos novos alunos estava em constante declínio.
O objetivo primário do Raspberry Pi é ser uma solução simples e barata para que jovens possam dar os primeiros passos no mundo da programação, principalmente nos países em desenvolvimento.


Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?

Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  - Siga também nossos escritores 


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo