Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador dark mode. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador dark mode. Mostrar todas as postagens

Como utilizar o Inkscape em modo Full Dark

Nenhum comentário

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Utilizar programas, sites, ou até mesmo todo o sistema em modo escuro é algo que tem se tornado cada vez mais popular entre os usuários, e pode ser um grande alívio para os olhos de pessoas que passam várias horas trabalhando em frente ao computador. Veja agora como utilizar o Inkscape com um visual “full dark”.

como-utilizar-o-inkscape-em-modo-full-dark

O Inkscape é um editor de imagens e documentos vetoriais que pode ser utilizado desde o usuário mais amador, que utiliza o programa apenas ocasionalmente, até o mais profissional, que passa várias horas por dia utilizando o software. 

Muitos usuários acabam tendo dificuldades em configurar uma interface “full dark”, com os menus e também o “canvas” em tons escuros no Inkscape. Ao acessar a sessão “Tema” na janela de “Preferências” é possível alterarmos os temas da interface e também dos ícones, podendo inclusive selecionar temas escuros. Todavia, nessa janela de personalização não existe opção para alterar a cor do “canvas”, que continua branco mesmo após ter sido selecionado um tema “dark”.

inkscape-dark-mode
Visual do Inkscape após a aplicação do tema escuro, antes da modificação na cor do "canvas".
O quê nem todos sabem é que, sim, o Inkscape possui uma opção que permite ao usuário selecionar qualquer cor para ser utilizada como plano de fundo para o “canvas”. E é isso o quê vamos fazer agora!

O Procedimento


Primeiro vamos selecionar o tema que será aplicado na interface e menus do software. Para isso, no canto superior esquerdo clique em “Editar”, e em seguida em “Preferências”. Na janela que se abriu, na lateral esquerda, clique na seção “Interface” e então na aba “Theme”.

Conforme pode ser visto na imagem abaixo, selecione o tema dark da sua preferência. Caso o tema utilizado no seu sistema seja o mesmo que você quer utilizar no Inkscape, basta deixar a opção “Use system theme” selecionada. O tema de ícones também pode ser alterado, então caso necessário você também pode alterá-lo por aqui.

pagina-de-preferencias-de-temas-no-inkscape
Página de preferências de temas no Inkscape.
Mesmo após ter realizado esses procedimentos, o “canvas” ainda estará branco, porém todo o restante da interface já estará utilizando um tema escuro.

Agora para alterar a cor do plano de fundo do seu “canvas”, no canto superior esquerdo clique em “Arquivo”, e em seguida em “Propriedades do desenho…”. Na janela que se abriu, no canto inferior esquerdo você encontrará a seção “Pano de fundo”. Clique em “Cor de pano de fundo”, selecione uma cor de sua preferência, e lembre-se de setar o canal alfa para “0”, assim evitando que as suas imagens sejam exportadas com um fundo preto (ou de qualquer outra cor que você tenha selecionado).

pagina-de-propriedades-do-desenho-no-inkscape
Página de Propriedades do desenho no Inkscape.
Feito isso, nos resta apenas um passo.

Nesse momento a interface do seu Inkscape já deve estar de acordo com o tema que você selecionou, bem como o “canvas” já deve estar exibindo a cor que você escolheu. Para salvar as modificações como padrão, novamente clique em “Arquivo”, e então em “Salvar como”. Agora salve o arquivo no diretório “/home/<usuário>/.config/inkscape/templates/” com o nome de “default.svg”.

Caso você esteja utilizando o Inkscape na versão Flatpak, o arquivo de mesmo nome deve ser salvo em:

/home/<usuário>/.var/app/org.inkscape.Inkscape/config/inkscape/templates/”.

Pronto! A partir de agora toda vez que você iniciar o Inkscape o mesmo estará apresentando uma interface com um visual “full-dark”. Caso queira reverter o "canvas" para as suas cofigurações originais, basta excluir o arquivo "default.svg" previamente criado. 😀

inkscape-em-modo-full-dark
Inkscape em modo full dark.
Você tem o hábito de utilizar os seus softwares em “dark mode”? Já sabia como realizar esse procedimento no Inkscape? Conte mais nos comentário! 😁

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no fórum Diolinux Plus

Isso é tudo pessoal! 😉


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Modo escuro finalmente chega ao Slack

Nenhum comentário

domingo, 15 de setembro de 2019

Modo noturno, modo escuro, dark mode... chame como você quiser, mas é um fato que as variações escuras de aplicativos e sites se tornaram muito populares, especialmente nos últimos anos. Agora, após uma longa espera, chegou a vez do Slack lançar o modo escuro para as suas versões de navegador e desktop no Linux, Windows e MacOS.

modo-escuro-chega-ao-slack

O Slack é um aplicativo de comunicação em equipe com uma ampla gama de funcionalidades, que para muitos são os diferenciais que o deixam à frente de alternativas como Microsoft Teams ou Discord.

Já publicamos artigos sobre o Slack, Microsoft Teams e Discord aqui no blog.

Mesmo sendo um serviço muito completo e amplamente utilizado, apenas agora, em Setembro de 2019 o Slack passa a ter um modo escuro disponível. Como usuário do Slack, posso dizer que é uma funcionalidade que estava fazendo muita falta.

Alguns utilizam o modo escuro simplesmente porque gostam, outros porque trabalham à noite, em um ambiente com baixa iluminação, sofrem de enxaqueca, ou tem algum problema visual. Casos nos quais o modo escuro realmente pode fazer toda a diferença.

O Slack já possuía modo escuro no aplicativo para dispositivos móveis, o qual possui configurações separadas da versão desktop. Utilizar o modo escuro no smartphone não significa que você também tenha que utilizá-lo desktop. Segundo a equipe do Slack, em um futuro próximo a funcionalidade dos temas nas versões desktop do aplicativo funcionarão em sincronia com o tema do seu sistema, ou seja, se você estiver utilizando um tema escuro no seu sistema, o Slack automaticamente utilizará o modo escuro. E vice-versa.

Em seu post original no blog do Slack, a equipe explica que a demora para o lançamento do modo escuro deveu-se ao fato de que eles queriam construir um ‘dark mode’ que funcionasse perfeitamente em toda e qualquer parte do Slack. Para alcançar tal objetivo eles tiveram que redesenhar toda a interface do aplicativo do zero, e até mesmo re-arquitetar algumas dessas partes.

Mas finalmente, para a felicidade de todos nós que esperamos tanto, seja por gosto ou necessidade, o modo escuro do Slack finalmente chegou!

Como ativar o modo escuro no Slack?


É importante ressaltar que para poder utilizar esta funcionalidade o seu aplicativo do Slack precisa estar na versão 4.0.3 no MacOS, e 4.0.2 no Windows e Linux.

• Já com o aplicativo aberto, clique no nome do seu workspace no canto superior esquerdo, e então clique em ‘Preferências’.

ativando-modo-escuro-slack-imagem1

• Então clique na aba ‘Temas’ e selecione ‘Escuro’.

ativando-modo-escuro-slack-imagem2

modo-escuro-ativado-slack

Pronto! Você finalmente pode descansar “seus olhinhos de noite serena”, e apreciar o belo visual do modo escuro do Slack.

Você utiliza o Slack e assim como eu também sentia muito a falta do modo escuro? Ou você acha que essa “história” de modo escuro não passa de “frescura”? Diga-nos o quê você pensa, e vamos compartilhar conhecimento. 😁

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no Diolinux Plus

Por hoje é tudo pessoal! 😉

____________________________________________________________________________

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Ubuntu 19.10 ganhará nova versão do tema 'Yaru'

Nenhum comentário

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Por muitos anos o Ubuntu utilizou por padrão um tema chamado ‘Ambiance’. Originado na versão 10.10, o tema perdurou até a versão 18.04. É claro que com o passar dos anos o tema passou por várias atualizações e alterações, mas nenhuma que tenha alterado de forma significativa o aspecto visual do sistema.

ubuntu-nova-versão-tema-yaru

Aos olhos de muitos, utilizar o mesmo tema por quase oito anos tornou o visual da distro datado e antiquado, o quê, principalmente nos últimos anos do ‘Ambiance’ como padrão, gerou muita reclamação da comunidade. No entanto, mesmo com anos e anos de reclamações e pedidos da comunidade por um novo tema, a Canonical insistia em manter o “bom e velho” ‘Ambiance’, aparentemente sem se importar muito com os pedidos dos usuários.

A partir da versão 17.10 a Canonical abandona o Unity e volta a utilizar o GNOME Shell como interface padrão do Ubuntu. Todos imaginaram que com uma mudança desse nível, um novo tema finalmente chegaria. "Só que não…" Apenas após cerca de um ano, na versão 18.10 é que o Ubuntu lança o tão esperado novo tema. Estamos falando do ‘Yaru’.

tema-ambiance-ubuntu
Tema 'Ambiance' no Ubuntu 10.10.
tema-ambiance-ubuntu
Tema 'Ambiance' no Ubuntu 17.04.
tema-yaru-ubuntu
Tema 'Yaru' no Ubuntu 19.04.
Mesmo após tanta demora e expectativa, ao contrário do Chinese Democracy, o ‘Yaru’ não decepcionou. Em um trabalho conjunto com a comunidade, a Canonical conseguiu criar um tema moderno, que agradou à maioria, e que não fez com que a identidade visual do sistema se perdesse.

A versão padrão do ‘Yaru’ possui fundo branco com ‘headerbars’ em tons de cinza, como nada agrada a todos, com o tempo começaram a surgir reclamações e sugestões de alterações em certos aspectos do tema. Para a surpresa de muitos, contrariando o seu histórico, a Canonical está ouvindo a comunidade em relação a isso. E após o pedido de usuários em um ‘bug report’, a próxima versão do Ubuntu, a 19.10, virá com uma nova versão padrão do tema ‘Yaru’.

nova-variação-tema-yaru-lançada-ubuntu
Nova variação do tema 'Yaru' a ser lançada no Ubuntu 19.10.
O problema relatado no ‘bug report’ trata-se de um bug que dificulta a visualização dos botões de ação nas ‘headerbars’ escuras. Vários usuários estavam reclamando da falta de contraste entre a ‘headerbar’ e os botões de ação.

O ‘Yaru’, na verdade, é uma versão modificada do tema ‘Adwaita’ do projeto GNOME, e essa modificação fará com que este fique mais parecido com o tema padrão do GNOME Shell. A modificação consiste em inverter a cor das ‘headerbars’, tornando-as brancas. O quê, em geral, deve 
solucionar este bug e melhorar a usabilidade do sistema.

novo-tema-yaru-white-branco-claro-ubuntu
Tema 'Yaru' atual vs. nova versão.
A princípio, na versão 19.10 do Ubuntu, estarão disponíveis apenas a nova versão do tema ‘Yaru’, com as 'headerbars' brancas, e o ‘Yaru Dark’, com toda a interface escura em tons de cinza. Todavia, a ideia é que na versão 20.04 a variação atual com apenas as ‘headerbars’ escuras volte e seja mais uma opção disponível. Em paralelo com a nova variação branca e o ‘Yaru Dark’.

O ‘Yaru Dark’ também sofrerá algumas modificações nessa nova versão do Ubuntu. Nada comparado as alterações na versão clara, mas mesmo assim obtendo uma melhora significativa, aumentando a coerência visual com alterações nos tons de cinza dos 'backgrounds', e de alguns botões.

tema-yaru-dark-ubuntu
Como é o tema 'Yaru Dark' no Ubuntu 19.04.
tema-yaru-dark-ubuntu
Como será o tema 'Yaru Dark' no Ubuntu 19.10.
O quê você achou do novo visual dos temas ‘Yaru’ e 'Yaru Dark'? Você acha que tornar as ‘headerbars’ brancas realmente irá melhorar a visualização dos botões de ação? A mudança irá melhorar o aspecto visual do tema? Comente e diga-nos o quê você pensa. :)

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no Diolinux Plus!

Por hoje é tudo pessoal! :)

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo