Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador eoan. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador eoan. Mostrar todas as postagens

Ubuntu 19.10 poderá iniciar até 7x mais rápido

Nenhum comentário

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Não é segredo para ninguém que a Canonical, empresa responsável pelo Ubuntu, vem trabalhando em melhorias no boot do sistema. Queixas de inúmeros usuários relatando uma demora no início do sistema, graças aos aplicativos no formato Snap. Digamos que as coisas ainda não são perfeitas, mas houve uma melhora perceptível neste aspecto. Agora eis chegada a hora de melhorar o boot, relacionando ao Kernel Linux do Ubuntu.

ubuntu-boot-inicio-start-sistema-linux-kernel-canonical-veloz-rapido

A equipe do kernel Linux no Ubuntu decidiu efetuar testes comparativos, com o formato de compactação do mesmo, após diversos experimentos chegaram a um veredito. A partir do Ubuntu 19.10 Eoan Ermine, as imagens do kernel Linux no Ubuntu serão compactadas em LZ4. Segundo os engenheiros do Ubuntu, a melhora no início do sistema é notória, até mesmo em hardwares mais modestos. O resultado foi tão positivo que em alguns casos o ganho foi em até 7 vezes, comparado às versões atuais do Ubuntu.

Colin Ian King, um dos engenheiros da Canonical e participante da equipe responsável pelo Kernel no Ubuntu, explica:

“Para o tamanho de compactação, o GZIP apresenta o menor tamanho compactado do Kernel, seguido por LZO (~ 16% maior) e LZ4 (~ 25% maior). Com o tempo de descompressão, o LZ4 é 7 vezes mais rápido que o GZIP e o LZO é ~ 1,25 vezes mais rápido que o GZIP em x86 ... Mesmo com uma mídia de rotação lenta (um HD de 5400RPM, por exemplo) e uma CPU lenta, o tempo de carregamento mais longo do Kernel excede em muito o tempo de descompressão mais rápido. À medida que a mídia fica mais rápida, a diferença no tempo de carregamento entre GZIP, LZ4 e LZO diminui e a velocidade para descompressão se torna o fator dominante , com o LZ4 como o vencedor”.

Para mais informações sobre os testes efetuados, acesse a postagem de Ian King e saiba mais detalhes.

Agora é esperar o lançamento da nova versão do Ubuntu e comparar o tempo de boot. Estou ansioso pelo Ubuntu 20.04, sinceramente creio que será uma das melhores versões já lançadas do sistema. Vendo seus antecessores com cada vez mais melhorias, sejam no design, software, etc. Parece que a Canonical vem retomando o Ubuntu ao seu antigo “status”. 

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus e até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


GNOME do Ubuntu 19.10 pode receber novidades que lembram o Unity

Nenhum comentário

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Em Outubro teremos o lançamento do Ubuntu 19.10 Eoan Ermine, que promete continuar aprimorando a experiência dos usuários, desde o tema padrão, até a parte menos visual, mas que afeta o reconhecimento de hardware, como o caso das placas híbridas.

Novos recursos do Ubuntu 19.10





Quando a mudança para o GNOME foi feita, o Ubuntu trouxe algumas extensões que mantinham, de forma aproximada, a experiência que estava presente no antigo ambiente gráfico. Uma dessas mudanças é a "Ubuntu Dock", derivada da extensão "Dash to Dock", muito popular nos ambientes GNOME, e esta deve receber alguns incrementos interessantes.

Conforme podemos ver no GitHub, a ideia é trazer o ícone da lixeira para a Dock, assim como a presença dos dispositivos removíveis.

A ideia é criar uma experiência semelhante a barra do Unity

Esse recurso deve ser adicionado no próximo lançamento da "Dash to Dock", e por consequência, será adicionado também à "Ubuntu Dock". Atualmente existem vários recursos interessantes agregados ao software, e alguns que ainda não se fazem presentes.

Dentre os recursos presentes se destacam:

• O ícone da lixeira reflete o seu estado, se está vazia ou não, e oferece a opção de esvaziar a lixeira ao clicar com o botão direito do mouse sobre o ícone;

• Os ícones para dispositivos removíveis e volumes montados com suas opções de ejeção também aparecem;

• Existem preferências nas configurações para exibir ou não estes ícones.

E o que ainda não funciona:

• Não existe ainda a opção de usar o drag and drop para a lixeira do desktop ou do gestor de arquivos;

• O ícone da lixeira não pode ser fixado em uma das extremidades da barra, como no final dela, da mesma forma que o Unity fazia.

Correndo atrás?


Espero que tais novidades realmente cheguem, mesmo que não sejam perfeitas ainda. Certos recursos do Unity eram muito valorosos e seria muito interessante trazer, ainda que parcialmente, eles de volta ao ambiente do Ubuntu.

Há algum tempo fizemos um artigo que te ensina a criar um ícone de lixeira na barra do GNOME, não tão completo quanto este da "Dash do Dock", mas que pode ser um bom paliativo, confira aqui.

Tem alguma dúvida? Participe do nosso fórum oficial e ajuda a comunidade Diolinux a se desenvolver.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Ubuntu 19.10 deve trazer suporte ao poderoso ZFS

Nenhum comentário

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Há muito tempo a Canonical, empresa que desenvolve o Ubuntu, vem trabalhando para trazer suporte ao sistema de arquivos ZFS para o sistema. Atualmente é possível instalar deliberadamente, porém, era praticamente impossível distribuí-lo junto com o Linux por conta de sua licença.

ZFS no Ubuntu






O ZFS é uma combinação de sistema de arquivos e um gerenciador de volumes lógicos, desenvolvido originalmente pela Sun Microsystems. Se trata de um sistema de arquivos extremamente escalável, e inclui uma grande proteção contra corrupção de arquivos, suporte para altas capacidades de armazenamento, uma eficiente capacidade de compressão de arquivos, suporte para snapshots, clones copy-on-write, verificação de integridade e reparo automatizado, entre muitas coisas.

Originalmente o ZFS era um software de código fechado, e usado internamente pela Sun como parte do Solaris, em 2005 ele teve seu código aberto através da licença CDDL (Common Development and Distribuition License). Um dos fatores mais impressionantes do ZFS, para nós, meros mortais, é a sua capacidade de volume máximo, que são 256 trilhões de yobibytes

Manobras da Canonical


A empresa levou muito tempo para analisar calmamente as licenças de ambos os softwares, o ZFS e o Linux, para entender como seria possível oferecer o recurso no Ubuntu da forma mais direta possível, sem quebrar qualquer regra.

Segundo as informações da Canonical, o Ubuntu 19.10 deverá permitir a instalação do sistema em ZFS para a partição raiz, permitindo que os usuários da distro tenham acesso aos recursos avançados do file system sem complicações.

Usar o ZFS no Ubuntu permitira a existência de novos recursos avançados, como Snapshots do sistema através do GRUB, como é demonstrado neste artigo da Canonical.

O Objetivo do Ubuntu é tornar algumas das ferramentas básicas e avançadas acessíveis e transparentes para qualquer pessoa, por exemplo, provendo snapshots automáticas, e uma forma rápida e fácil e fazer o rollback de um sistema inteiro em instantes, atualizações offline, uma simples ferramenta de backup, entre outras coisas que o ZFS permite.

Enquanto o Ubuntu 19.10 Eoan Ermine não chega, fique ligado aqui no blog para saber das novidades, se quiser trocar algumas ideias com a gente e com a incrível comunidade Diolinux, entre no nosso fórum, o Diolinux Plus.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Designer do Software Livre, é a sua chance de brilhar!

Nenhum comentário

quinta-feira, 4 de julho de 2019

O Ubuntu 19.10 sairá em meados de Outubro, e um dos componentes abertos para ajuda da comunidade pela Canonical é a escolha dos wallpapers do sistema. O que pode ser uma grande oportunidade para você, designer, colocar o seu trabalho artístico em um dos sistemas Linux mais populares do mundo.

Concurso de Wallpapers do Ubuntu EOAN Erminie






Will Cooke, diretor da divisão Desktop da Canonical, anunciou a abertura do concurso de Wallpapers do Ubuntu 19.10 Eoan Ermine. Da mesma forma com que aconteceu com a versão 19.04 Disco Dingo, os interessados em colaborar com o Ubuntu neste segmento são encorajados a participar e enviar seus trabalhos através do fórum do Ubuntu.

São só Wallpapers, certo?


Com certeza, são "só" papéis de parede, mas é a sua escolha de ver a situação como oportunidade ou "perda de tempo". Especialmente você, que trabalha com fotografia e/ou design, e usa ferramentas Open Source, é muito interessante mostrar que um bom trabalho pode ser feito usando tais ferramentas, no entanto, obviamente a Canonical não se importa com a ferramenta que você usa, o importante é o resultado. Muitas vezes é legal fazer algo simplesmente porque é divertido, você ainda lembra como é isso? 😊

Regras


Apesar de não existirem muitas restrições, há, sim, algumas condições para que você possa enviar uma imagem:

- Propriedade: Você precisa ter os direitos autorais das imagens que você submeter ao concurso, os competidores são incetivados a denunciar imagens que não correspondam aos seus supostos "donos", caso flagrem algum competidor usando de imagens sem autorização;

- Tamanho: Não é necessário fazer upload da imagem em tamanho real no fórum, no entanto, será necessário uma imagem com a resolução 3840x2160px para a parte final do concurso, caso a imagem seja selecionada para essa etapa do processo;

- Qualidade: Como já mencionado, a imagem final deve ter 3840x2160, imagens muito menores que isso não vão escalar muito bem em diferentes telas (inclusive, esse tamanho mesmo não fica bom em monitores ultrawide). Da mesma forma, imagens com muita compressão não vão ficar boas, e imagens que não tiverem uma boa qualidade não serão aceitas. Imagens que tenham marcas d'agua, logos, nomes e coisas do tipo não serão aceitas, caso você queira usar uma imagem sua que tem algo do tipo, você deve remover antes de enviar para o concurso;

- Licenças: A sua imagem (ou imagens, porque você pode mandar mais de uma) deve estar licenciada sob a CC BY-SA 4.06 ou CC BY 4.03, se você não especificar uma licença no seu post, então, será assumide que você está licenciando a imagem sob  CC BY-SA 4.0. O ato de entrar no concurso diz à Canonical que você aceita estes termos e condições.

O melhor dos melhores!


Há um fato interessante sobre a sua imagem estar no Ubuntu 19.10: Aparentemente, o Ubuntu 20.04 LTS não terá um concurso de wallpapers dessa mesma forma, ao invés disso, ele terá uma seleção entre os melhores wallpapers entre o Ubuntu 19.04 e o 19.10, perpetuando o trabalho de diversos artistas em uma versão de grande importância para o mundo da tecnologia por vários anos.

Will Cooke comenta que ainda não existem datas, pois dependerá um pouco da quantidade de submissões que forem feitas, depois disso, será feita uma votação aberta para a comunidade pelos papéis de parede no fórum do Ubuntu, onde qualquer um poderá votar. 

Aproveite a oportunidade para mostar o seu trabalho! Inclusive, temos vários tópicos no nosso fórum onde o pessoal compartilha os seus wallpapers favoritos, confira aqui.

Até a próxima!
_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo