Diolinux - O modo Linux e Open Source de ver o Mundo

Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador fedora 32. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador fedora 32. Mostrar todas as postagens

Fedora 32 poderá impedir a criação de usuários com senhas em branco

Nenhum comentário

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Visando aprimorar a segurança do sistema, a versão 32 do Fedora promete extinguir a possibilidade de criar contas de usuário com senhas em branco.

fedora-32-podera-impedir-a criacao-de-usuarios-com-senhas-em-branco

Qualquer pessoa que já tenha instalado, ou mesmo apenas utilizado, uma distribuição Linux sabe da existências da senha de usuário. Aquela senha que você precisa digitar toda vez antes de atualizar o sistema, instalar novos programas, ou até mesmo removê-los. Os formatos com que essas senhas podem ser criadas variam de distro para distro. Algumas distros permitem que você crie uma senha com qualquer número de caracteres, apenas emitindo um aviso quando a mesma for muito curta. Outras, estabelecem um número mínimo de caracteres para a criação da senha. Algumas, como por exemplo o Fedora, permite que você deixe o campo “senha” em branco. Ou seja, desta forma o seu usuário não ficará protegido por nenhuma senha.

Até o presente momento, o Fedora é uma dessas distribuições que permite que o usuário deixe o campo “senha” em branco, o quê não é nada recomendável para a maioria dos usuários, mas é uma opção muito prática para pessoas que instalam o sistema em máquinas virtuais, ou de testes. Em casos onde a segurança não é um fator assim tão importante. Nesses sistemas de testes, não ter uma senha de usuário pode aumentar em muito a produtividade, caso a pessoa precise executar várias tarefas como instalações e remoções de programas e manusear arquivos do sistema, não ter que digitar uma senha “o tempo todo” realmente faz com que o usuário ganhe alguns segundos preciosos.

Todavia, não ter uma senha também acaba fragilizando a segurança do sistema. Imagine uma situação na qual um usuário recém chegado ao mundo Linux, tendo o Windows como o seu sistema de origem, decide instalar uma distribuição Linux pela primeira vez. No Windows, em um determinado momento da instalação também é solicitado que o usuário crie uma senha, caso o mesmo opte por não utilizar a sua conta da Microsoft, e sim criar um usuário local. Nesse momento, é possível deixar esse campo em branco, e de fato é o que uma grande parte dos usuários fazem ao realizar uma nova instalação do Windows.

Tendo em mente esse “background”, ao instalar uma distro pela primeira vez, caso o sistema permita, é bem provável que esse usuário também opte por deixar em branco o campo “senha”, sem conhecer realmente os riscos que tal escolha pode trazer.

Dito isso, a equipe responsável pelo desenvolvimento do Fedora 32 está avaliando a possibilidade de eliminar a possibilidade de deixar em branco o campo “senha” para a criação de contas locais. A razão para a decisão ainda não ter sido confirmada é que ainda resta a dúvida sobre o custo vs. benefício de tal mudança. Ao mesmo tempo que a segurança seria levemente melhorada, a implementação também prejudicaria muitos usuários que utilizam o Fedora como sistema de testes, e sem senha, para melhorar o seu workflow.

Na sua opinião, a possibilidade de deixar a senha em branco deveria ou não ser removida da próxima versão do Fedora? Responda nos comentários! 😁

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no Diolinux Plus

Isso é tudo pessoal! 😉



Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Blog Diolinux © all rights reserved
made with by templateszoo